PLANO DE TRABALHO DA FORMAÇÃO CONTINUADA DE ORIENTADORES DE ESTUDO DO
PACTO NACIOANAL PELO FORTALECIMENTO DO ENSINO MÉDIO
...
• Fomentar o uso e a produção de Mídias e Tecnologias educacionais por
professores e estudantes nos processos de ensino e ...
trabalhar com a concepção de escola da criação em que o conteúdo seja uma ferramenta para
a construção do processo de conh...
Após reflexão com o grupo sobre os vídeos;
6.3 – Através de PowerPoint, apresentação da Resolução 51/2013, com discussão e...
09 horas • Discussão da Resolução 51/2013 e
da organização dos encontros de
formação enviado por e-mail para
os Orientador...
23/04/2014
Quarta-feira
10 horas Coffee break
10h15min Retorno à atividade anterior
12 horas Almoço
13h30min Módulo III e ...
De Azevedo, José Clóvis – Reis, Jonas Tarcísio – Reestruturação do Ensino Médio –
Pressupostos teóricos e desafios da prát...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Plano de trabalho da formação continuada de orientadores de estudo do pacto nacioanal pelo fortalecimento do ensino médio

17.984 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

Plano de trabalho da formação continuada de orientadores de estudo do pacto nacioanal pelo fortalecimento do ensino médio

  1. 1. PLANO DE TRABALHO DA FORMAÇÃO CONTINUADA DE ORIENTADORES DE ESTUDO DO PACTO NACIOANAL PELO FORTALECIMENTO DO ENSINO MÉDIO DATA: 15 23 e 24 de a abril de 2014 LOCAL: Auditório 27ªCRE 01 – Identificação 27ª Coordenadoria Regional de Educação Formador Regional: Salete Vargas Perini 02 – Objetivos • Orientar e debater com os Orientadores de Estudo a Legislação pertinente ao Pacto Nacional do Ensino Médio, bem como a estrutura e a organização da formação continuada nas Escolas em que atuam; • Preparar com os Orientadores de Estudo, o Planejamento dos Encontros de formação dos Professores e Coordenadores Pedagógicos do Ensino Médio nas escolas; • Conduzir a formação dos docentes para atuação no Pacto, atendendo aos princípios de aprimoramento da práxis docente refletindo na formação do estudante; • Programar a formação continuada para os professores que atuam no Ensino Médio, propiciando aprofundamento e atualização de conceitos e práticas fundamentais que qualificam e norteiam esse segmento de ensino, com vistas à formação humana integral do estudante; • Discutir as diretrizes para a prática docente na perspectiva de construção da identidade docente e formação humana integral do estudante; • Buscar subsídios necessários para melhoria do interesse e do rendimento do estudante, a exemplo da construção dos seus projetos de vida; • Proporcionar a formação de redes colaborativas entre profissionais da educação, ampliando o repertório de práticas compartilhadas, promovendo aprendizagem significativa entre todos os segmentos envolvidos no processo;
  2. 2. • Fomentar o uso e a produção de Mídias e Tecnologias educacionais por professores e estudantes nos processos de ensino e de aprendizagem nas escolas da Rede Pública Estadual de Ensino. 03 – Introdução A proposta do Curso de Formação dos Professores do Ensino Médio compreende o professor como um sujeito epistêmico, que elabora e produz conhecimentos com base na compreensão da realidade e nas possibilidades de transformação da sociedade. Essa formação adquire relevância na medida em que propicia uma reflexão articulada à fundamentação teórica e à prática docente. O objetivo principal do pacto é garantir o acesso dos alunos ao ensino médio, a permanência e o sucesso deles nos estudos. O Ministério da Educação já produziu materiais para ser utilizados nas escolas para instigar o debate e a reflexão entre os professores. O documento tem como base as Diretrizes Curriculares do Ensino Médio. “São questões centrais que os professores têm que discutir no ‘chão da escola’, como os sujeitos do ensino médio, currículo; gestão do trabalho pedagógico, avaliação, áreas de conhecimento e o próprio conceito de ensino médio”, explicou a coordenadora geral do Ensino Médio do Ministério da Educação, Sandra Garcia. Dentro da proposta prevê a formação continuada dos professores do ensino médio através de grupos de estudo nas escolas, coordenados por Orientadores de Estudos das próprias escolas. Faz-se assim necessário que estes agentes sejam capacitados para realizar essa importante função junto a seus pares. Assim sendo, a formação, a ser realizada nos dias 15,23 e 24 de abril pela Formadora Regional da 27ª Coordenadoria Regional de Educação, com objetivo de informar e capacitar os Orientadores de estudo sobre a Organização e o planejamento dos encontros de formação que estarão desenvolvendo com os Professores e Coordenadores Pedagógicos das Escolas de Ensino Médio. 04 – Fundamentação Teórica Conforme o Secretário de Educação do Estado do Rio Grande do Sul José Clóvis Azevedo, explicou que a reestruturação que teve início em 2012 está em processo. “A escola está impregnada pela cultura da repetição relacionada a prática positivista e as teorias tayloristas e fordistas. Uma cultura escolar que naturalizou a exclusão articulada com quatro séculos de escravidão. Esse é o momento de romper com essa cultura. Nós temos que
  3. 3. trabalhar com a concepção de escola da criação em que o conteúdo seja uma ferramenta para a construção do processo de conhecimento e formação, e onde o ensino possibilite que o estudante seja o sujeito construtor do seu conhecimento”, enfatizou. Azevedo afirmou que a ciência, a tecnologia, o trabalho como princípio educativo e a cultura, são orientadores do currículo para um século XXI que produza sentido para a juventude. O Pacto pelo Fortalecimento do Ensino Médio (PNEM) tem como objetivo promover a valorização da formação continuada dos professores e coordenadores pedagógicos que atuam no Ensino Médio público, nas áreas rurais e urbanas, em consonância com a Lei de Diretrizes e Base da Educação Nacional (Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996 - LDB) e as Diretrizes Curriculares Nacionais do Ensino Médio (Resolução CNE/CEB nº 2, de 30 de janeiro de 2012). É uma parceria do MEC com as Secretarias da Educação dos estados e as Instituições Públicas de Ensino Superior. Amparo legal. 05 – Principais ações: -Apresentação e discussão da Resolução 51/2013 e da organização da formação dos Professores e Coordenadores Pedagógicos nas escolas; -Capacitação dos Orientadores fornecendo subsídios de como trabalharmos os módulos relacionando com nossa proposta pedagógica; -Fomentar a utilização de um Caderno de Campo para conseguirmos acompanhar todo o percurso de nosso trabalho desenvolvido; -Planejamento, pelos Orientadores, dos encontros de formação em suas escolas. 06 – Desenvolvimento Metodológico 6.1 – Acolhida ao grupo de Orientadores de Estudo, com a participação do Coordenador Regional da 27ª CRE; 6.2 – Apresentação dos videos: SXSW 2009 Music Video: Playing For Change - Stand By Me Yanni Concerto 2006 na Arabia
  4. 4. Após reflexão com o grupo sobre os vídeos; 6.3 – Através de PowerPoint, apresentação da Resolução 51/2013, com discussão em grande grupo das interpretações e dúvidas; 6.4 – Apresentação da organização dos encontros de formação do Formador Regional com os Orientadores com os Professores nas escolas em PowerPoint especificando nº de encontros no semestre com registro de presença, cronograma dos encontros; 6.5 - Explicação ao grande grupo sobre os passos do Planejamento dos encontros de formação com acompanhamento de subsídio impresso; 6.6 - Trabalho em grupo dos Orientadores de Estudo, divididos por municípios, para elaboração do Plano de Formação de Professores do Ensino Médio, com a utilização dos Módulos de Estudo e do Material recebido na formação da UFRGS – UERGS; 6.7 - Avaliação da formação no grande grupo. 07 – Cronograma da Formação DATA HORÁRIO AÇÃO 15/04/2014 TERÇA-FEIRA 08 HORAS • Acolhida pelo Coordenador Regional de Educação • Sugestão de acolhida “Pequeno Príncipe” o que é Pacto – fortalecer, cooperar – trabalho em grupo coletivo; • Videos : SXSW 2009 Music Video: Playing For Change - Stand By Me Yanni Concerto 2006 na Arabia • Para reflexão inicial
  5. 5. 09 horas • Discussão da Resolução 51/2013 e da organização dos encontros de formação enviado por e-mail para os Orientadores. 09h 45 min • Módulo V: O Sistema Estadual de Avaliação Participativa (SEAP/RS) é uma avaliação institucional do conjunto da rede estadual, feita pelos próprios protagonistas (professores, alunos, pais, funcionários e gestores); • Avaliação na rede pública estadual com a finalidade de diagnosticar o estágio de aprendizagem, bem como analisar a evolução do desempenho escolar de cada aluno avaliado, possibilitando a definição de ações pontuais voltadas para a melhoria do processo ensino- aprendizagem. • Discussão com sua realidade tentar se enxergar • Busca de solução: pesquisa na escola envolvendo Professores, alunos quanto aos dados da escola visto na Avaliação e relacionar com dados, matriculas, reprovação... 12horas Almoço 13h30min Módulo I – Apresentação e trabalho de grupo e atividade pág. 40 módulo I 08 horas Módulo II – Continuidade do trabalho sobre o planejamento (vídeos do Youtube das Juventudes)
  6. 6. 23/04/2014 Quarta-feira 10 horas Coffee break 10h15min Retorno à atividade anterior 12 horas Almoço 13h30min Módulo III e IV – Trabalho e em grupo e planejamento 15h30min Cooffee break 16 horas Retorno à atividade 17h30min Encerramento do dia 24/04/2014 Quinta-feira 08 horas Módulo VI - Trabalho e em grupo e planejamento 10 horas Coffee break 10h15min Retorno à atividade anterior 12 horas Almoço 13h30min Planejamento – Apresentação e explicação sobre o planejamento dos encontros de formação; Trabalho em grupo sobre o Plano dos encontros de formação, especificando objetivos, introdução e fundamentação teórica; 15h30min Coffee break 16 horas Retorno à atividade 17h30min Encerramento da formação 08 – Bibliografia: - Resolução nº 51 de 11 dezembro de 2013 – Fundo Nac. de Desenvolvimento da Educação – Conselho Deliberativo; - MEC – Secretaria de Educação Básica – Quadro síntese da proposta de formação dos professores do ensino médio; - MEC – Secretaria de Educação Básica – Pacto Nacional pelo Ensino Médio – Formação de professores do ensino médio, documento orientador preliminar; - MEC - Secretaria de Educação Básica - Formação de Professores do Ensino Médio – Cadernos de estudo do Pacto Nacional pelo Fortalecimento do Ensino Médio – Versão preliminar I a VI;
  7. 7. De Azevedo, José Clóvis – Reis, Jonas Tarcísio – Reestruturação do Ensino Médio – Pressupostos teóricos e desafios da prática, Ed, São Paulo: Fundação Santillana, 2013. http://www.educacao.rs.gov.br/pse/html/noticias

×