Governo do Estado de São PauloSecretaria de Estado da EducaçãoCoordenadoria de Gestão da Educação Básica – CGEBCoordenador...
A nossa escola...
Dados e informações 2012EE Profa. Idalina Caldeira de Souza PereiraSegmentos atendidos 1º ao 5º Ano doEnsino FundamentalNº...
“Formar a pessoa para situar-se, inclusive, comomembro de um grupo passa a ser, também, umobjetivo de uma educação escolar...
Quando e Porque surgiu a proposta de parceriana escola?
Principais questionamentos
Plano de Ação
Resultados positivos352347010203040NãoAlfabéticosNãoproduziamtextosGráficodosAvanços4ªSérie 2008FevDez
Alguns depoimentos“Diante de desafios a serem enfrentados e, que muitas vezes nos trazemangustias e ansiedades, passamos p...
DesafiosEnquanto professora coordenadora...Enquanto professora coordenadora...
Parceria 2012•Sondagem inicial;•Estudos e formações do Programa Ler e Escrever;
Organização do Projeto
Principais objetivosCriar uma cultura colaborativa entre a equipe deprofessores.Contribuir para o avanço do conhecimento...
Três eixos definidos em ATPCMatemática – atividades da Jornada da Matemática.Leitura – roda de jornal, exploração do por...
EIXO TURMAS / SEMANA 16 DE AGOSTO5ºAA 5ºAB 5ºAC 5ºAD 5ºAE 5ºAFMatemática5 alunos 5 5 5 5 35 5 5 5 5 3Produção de Texto5 5 ...
Organização dos gruposEIXOSTURMA / DATA PREVISTA16/8 23/8 30/86/9 13/9 20/927/9 4/10 11/1018/10 25/10 7/1114/11 21/11 6/12...
EtapasAtividade permanente – 1 Vez na semana / 2 horas;Um semestre;3 semanas cada rodada;5 etapas aproximadamente;5 v...
As dificuldades e entraves encontrados pelosprofessores passam a ser minimizados pelo olhar dooutro ao propor um trabalho ...
Desenvolvimento
Leitura – Roda de jornal Desenvolver o hábito de leitura de publicações periódicas e contribuir para fluêncialeitora. Ex...
Matemática – Jornada da Matemática
Produção de Texto – Carta de LeitorPromover a inserção dos alunos na práticade leitores e produtores de textos da esferaj...
Trabalhos realizadosSão compartilhados com a comunidade através de:Jornal Mural;Quarta Cultural;Feira Cultural;
Avaliação• ATPC;• Resultados obtidos;• Metas para o próximo ano;
Depoimento das professoras do 5º ano“É um projeto que fortalece ainda mais o grupo, faz com quebusquemos novas metodologia...
Conclusão“Acredito que nos dias atuais o trabalhocolaborativo se torna muito mais produtivo eeficaz. A troca e reflexão en...
Referências Bibliográficas Gêneros Orais e Escritos na Escola, Bernard Schneuwly e Joaquim Dolz, Ed.Mercado de Letras. L...
 O trabalho de parceria entre os professores do 5º Ano
 O trabalho de parceria entre os professores do 5º Ano
 O trabalho de parceria entre os professores do 5º Ano
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O trabalho de parceria entre os professores do 5º Ano

1.185 visualizações

Publicada em

Projeto realizado na EE Profª Idalina Caldeira de Souza Pereira

Publicada em: Educação, Tecnologia
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.185
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
174
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O trabalho de parceria entre os professores do 5º Ano

  1. 1. Governo do Estado de São PauloSecretaria de Estado da EducaçãoCoordenadoria de Gestão da Educação Básica – CGEBCoordenadoria do Ensino Fundamental - Anos Iniciais - CEFAIPrograma Ler e EscreverEE Profa. Idalina Caldeira de Souza PereiraDiretoria Campinas OesteDiretora Lucinéia Aparecida Catarina AdamiAna Luiza Tayar LimaProfessor Coordenador
  2. 2. A nossa escola...
  3. 3. Dados e informações 2012EE Profa. Idalina Caldeira de Souza PereiraSegmentos atendidos 1º ao 5º Ano doEnsino FundamentalNº de Alunos da escola 639Não alfabéticos 85 13,3 %Alfabéticos 554 86,7%IDESP 5,80Tempo como Profa. na U E 3 anosTempo como Prof Coordenador na U E 4 anos
  4. 4. “Formar a pessoa para situar-se, inclusive, comomembro de um grupo passa a ser, também, umobjetivo de uma educação escolar voltada para ahumanização” (Lima, Elvira, 2007, p. 21)Para começar...
  5. 5. Quando e Porque surgiu a proposta de parceriana escola?
  6. 6. Principais questionamentos
  7. 7. Plano de Ação
  8. 8. Resultados positivos352347010203040NãoAlfabéticosNãoproduziamtextosGráficodosAvanços4ªSérie 2008FevDez
  9. 9. Alguns depoimentos“Diante de desafios a serem enfrentados e, que muitas vezes nos trazemangustias e ansiedades, passamos por experiências, que nas nossas vidas, setornaram motivo de orgulho. E isso só foi possível, pois fiz parte de umaequipe comprometida, e que como eu, passavam pelos anseios. Trocas, ajuda,coletividade, com certeza tornaram nossos caminhos mais fáceis de serempercorridos e só assim alcançamos o sucesso e o objetivo desejado.” (Profa.Valéria Blume de Almeida)“Era um projeto novo, novos desafios que não sabíamos se dariam certo. Otrabalho em equipe feito com responsabilidade levou aos resultadosesperados.” (Profa. Imaculada Conceição Giollo)"A união de saberes,competências e habilidades construindo e conduzindouma aprendizagem significativa para educandos e educadores." (Profa.Helena da Silva Gonçalves)
  10. 10. DesafiosEnquanto professora coordenadora...Enquanto professora coordenadora...
  11. 11. Parceria 2012•Sondagem inicial;•Estudos e formações do Programa Ler e Escrever;
  12. 12. Organização do Projeto
  13. 13. Principais objetivosCriar uma cultura colaborativa entre a equipe deprofessores.Contribuir para o avanço do conhecimento dos alunos de5º anos nas áreas de língua e matemática.Favorecer a troca e a circulação de informações comdiferentes interlocutores.
  14. 14. Três eixos definidos em ATPCMatemática – atividades da Jornada da Matemática.Leitura – roda de jornal, exploração do portador e leiturade textos que circulam na esfera jornalística.Produção de texto – carta de leitor.
  15. 15. EIXO TURMAS / SEMANA 16 DE AGOSTO5ºAA 5ºAB 5ºAC 5ºAD 5ºAE 5ºAFMatemática5 alunos 5 5 5 5 35 5 5 5 5 3Produção de Texto5 5 5 5 5 35 5 5 5 5 3Leitura5 5 5 5 5 35 5 5 5 5 4EIXOTURMAS / SEMANA 23 DE AGOSTO5ºAA 5ºAB 5ºAC 5ºAD 5ºAE 5ºAFMatemática5 5 5 5 5 35 5 5 5 5 4Produção de Texto5 5 5 5 5 35 5 5 5 5 3Leitura5 5 5 5 5 35 5 5 5 5 3EIXOTURMAS / SEMANA 30 DE AGOSTO5ºAA 5ºAB 5ºAC 5ºAD 5ºAE 5ºAFMatemática5 5 5 5 5 35 5 5 5 5 3Produção de Texto5 5 5 5 5 35 5 5 5 5 4Leitura5 5 5 5 5 35 5 5 5 5 3PRIMEIRAETAPA
  16. 16. Organização dos gruposEIXOSTURMA / DATA PREVISTA16/8 23/8 30/86/9 13/9 20/927/9 4/10 11/1018/10 25/10 7/1114/11 21/11 6/12MATEMÁTICAMATEMÁTICAPRODUÇÃO DE TEXTOPRODUÇÃO DE TEXTOLEITURALEITURA
  17. 17. EtapasAtividade permanente – 1 Vez na semana / 2 horas;Um semestre;3 semanas cada rodada;5 etapas aproximadamente;5 vezes em cada oficina em média;
  18. 18. As dificuldades e entraves encontrados pelosprofessores passam a ser minimizados pelo olhar dooutro ao propor um trabalho em que devem planejarjuntos o que oferecer, como oferecer, por queoferecer olhando para as reais necessidades dosdiferentes alunos, organizar a logística, enfim partede uma situação problema real para eles. É precisotrabalhar juntos para dar conta desse desafio.Considerações
  19. 19. Desenvolvimento
  20. 20. Leitura – Roda de jornal Desenvolver o hábito de leitura de publicações periódicas e contribuir para fluêncialeitora. Explorar o jornal como veículo de informação, ampliação de conhecimento e portadorde vários gêneros textuais (notícia, reportagem, classificados, etc); Compreender a organização dos jornais e a relevância que os diferentes veículos dãoaos acontecimentos. Discutir sobre acontecimentos em vários âmbitos. Possibilitar a socialização das leituras realizadas de maneira independente, com afinalidade de observar comportamentos leitores já construídos pelos colegas e, aomesmo tempo, ampliar seu repertório por meio da explicitação dos comportamentosde todos.
  21. 21. Matemática – Jornada da Matemática
  22. 22. Produção de Texto – Carta de LeitorPromover a inserção dos alunos na práticade leitores e produtores de textos da esferajornalística;Ajudar o aluno a expressar sua opinião,posicionando-se diante de uma matéria lida;Manifestar a posição diante de uma matérialida por meio de uma carta de leitor;Articular e conhecer a organização internade uma carta de leitor para produzir comautonomia textos desse gênero;
  23. 23. Trabalhos realizadosSão compartilhados com a comunidade através de:Jornal Mural;Quarta Cultural;Feira Cultural;
  24. 24. Avaliação• ATPC;• Resultados obtidos;• Metas para o próximo ano;
  25. 25. Depoimento das professoras do 5º ano“É um projeto que fortalece ainda mais o grupo, faz com quebusquemos novas metodologias para trabalhar com os alunos...sempre com a orientação da coordenadora...modificando aforma do aluno e do professor atuar em seu cotidiano...A socialização entre os alunos de classes diferentes, contribuipara construção de um raciocínio crítico nas atividades emgrupo, expõem sua oralidade, opinião eestratégias...Desenvolvendo assim novos conhecimentos paraalunos e professores.”Professoras: Carolina, Luzinete, Elizabeth, Débora, Ana Maria eSilvia.
  26. 26. Conclusão“Acredito que nos dias atuais o trabalhocolaborativo se torna muito mais produtivo eeficaz. A troca e reflexão entre os parceirospermitem vários olhares, ampliações e mudançasde concepções já existentes.”Ana Luiza Tayar Lima
  27. 27. Referências Bibliográficas Gêneros Orais e Escritos na Escola, Bernard Schneuwly e Joaquim Dolz, Ed.Mercado de Letras. Ler e Escrever na Escola: o Real, o Possível e o Necessário, Delia Lerner, Ed.Artmed. Ler e Escrever; Jornada de Matemática / Secretaria da Educação, Fundaçãopara o Desenvolvimento da Educação. - São Paulo: FDE, 2010. LEITURA E ANÁLISE LINGÜÍSTICA: CARTA DO LEITOR NA REVISTA CIÊNCIAHOJE DAS CRIANÇAS. Sandra Regina CECILIO (PG – UEL) e Lílian CristinaBuzato RITTER (UEM). Ler e Escrever - PIC – Projeto Intensivo no Ciclo Material do Professor – 4asérie volume I e II. Ler e Escrever - SEQUENCIA PRODUÇÃO DE CARTAS DE LEITOR – EDIÇÃO2009 - AMPLIAÇÃO. http://revistaescola.abril.com.br/linguaportuguesa/praticapedagogica/aprender-debater.

×