5a Jornada Plano De Acao

11.627 visualizações

Publicada em

Este estudo foi direcionado a professores ministrado pela professora Maria Madselva Ferreira Feiges

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
11.627
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
18
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

5a Jornada Plano De Acao

  1. 1. O Pedagogo como organizador e mediador do trabalho escolar
  2. 2. <ul><li>EQUIPE: CADEP/NRE – TOLEDO/PR </li></ul><ul><ul><ul><li>Claudete Miola de Castro </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Dianete Maria Ragazzan </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Elaine Colletti Trhun </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Marina Fátima G. de Brito </li></ul></ul></ul>
  3. 3. <ul><li>8h 30 min - Exposição conceitual sobre o plano de ação da escola </li></ul><ul><li>10h – Intervalo </li></ul><ul><li>10h 10min – Dois grupos: </li></ul><ul><li>Gp I - Relato de experiência: Prática do Conselho de Classe numa escola da Rede Pública do Estado do Paraná </li></ul><ul><li>Gp II - Relato de experiência: processo de elaboração do P.P.P numa escola da Rede Pública do Estado do Paraná </li></ul><ul><li>11h – Troca dos grupos </li></ul><ul><li>11h 45min – Intervalo para almoço </li></ul><ul><li>13h – Exercício de elaboração de um plano de ação da escola </li></ul><ul><li> Agrupamentos por Eixos de ações da organização do Plano </li></ul><ul><li>14 h – Socialização das sugestões do Plano e ação </li></ul><ul><li>14h 30min –Dúvidas, sugestões e avaliação. </li></ul><ul><li>15h 15 min – Intervalo </li></ul><ul><li>15h 30min – Confraternização </li></ul><ul><li>16:45 - Encerramento </li></ul>Pauta:
  4. 4. Planejamento : por quê? para quê? com quem? Fonte Estudos da CADEP : Docente: Maria Madselva Ferreira Feiges UFPR / Educação / DEPLAE
  5. 5. PLANEJAMENTO: PLANOS <ul><li>Plano Nacional de Educação </li></ul><ul><li>Plano Estadual de Educação </li></ul><ul><li>Plano Municipal de Educação </li></ul><ul><li>Projeto Político-Pedagógico da Escola </li></ul><ul><li>Plano de Ação da Escola - Gestão: 2006/2007 </li></ul><ul><li>Plano de Trabalho Docente </li></ul>
  6. 6. Organização do Trabalho Pedagógico Escolar PLANEJAMENTO Projeto Político-Pedagógico Plano de Ação da Escola Plano de Trabalho Docente Proposta Pedagógica ou Projeto Pedagógico <ul><li>Marco situacional </li></ul><ul><li>Marco Conceitual </li></ul><ul><li>Marco Operacional </li></ul>PROPOSTA CURRICULAR <ul><li>Parte da proposta pedagógica </li></ul><ul><li>Organiza o ensino-aprendizagem em </li></ul><ul><li>sala de aula. </li></ul><ul><li>Organiza e articula ações necessárias ao funcionamento da escola do ponto de vista da gestão democrática. </li></ul>- O quê? - O como? - O por quê? - O para quê? - Para quem?
  7. 7. PROJETO POLÍTICO-PEDAGÓGICO <ul><li>É a construção coletiva da identidade da escola pública de qualidade que pressupõe um projeto: </li></ul><ul><ul><ul><ul><li>de sociedade, </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>de educação, </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>de cultura e </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>de cidadania... </li></ul></ul></ul></ul><ul><li>...fundamentado </li></ul><ul><li> na democracia e </li></ul><ul><li> na justiça social. </li></ul>PROJETO POLÍTICO-PEDAGÓGICO
  8. 8. PROJETO POLÍTICO-PEDAGÓGICO DIMENSÕES DA CONCEPÇÃO, EXECUÇÃO E AVALIAÇÃO: Opção teórica: Pedagogia progressista Sociedade justa e democrática MARCO CONCEITUAL/ DOUTRINAL Grandes linhas de ação (EIXOS) (Plano de ação) MARCO OPERACIONAL Análise da realidade – diagnóstico- perfil MARCO SITUACIONAL R E F T E E R Ó Ê R N I C C I O A L
  9. 9. PLANO DE AÇÃO DA ESCOLA <ul><li>Explicita as condições necessárias à prática pedagógica; </li></ul><ul><li>Organiza coletivamente o trabalho escolar: docentes, funcionários, pais, alunos e outros; </li></ul><ul><li>Define ações imediatas necessárias à organização do trabalho escolar; </li></ul>Explicita com clareza e objetividade as ações relativas à educação infantil, ensino fundamental, ensino médio e modalidades de ensino. <ul><li>Cria condições didático-pedagógicas para realização da Proposta Pedagógica/Projeto Político-Pedagógico. </li></ul>
  10. 10. Marco operacional  Plano de Ação ... por isso nossa escola funcionará ... <ul><li>Apresentação de ações (tomada de decisões do coletivo) comprometidas com a transformação da realidade educacional e social. </li></ul><ul><li>Grandes linhas de ação: </li></ul><ul><ul><li>Gestão democrática; </li></ul></ul><ul><ul><li>Proposta pedagógica; </li></ul></ul><ul><ul><li>Formação continuada dos trabalhadores em educação; </li></ul></ul><ul><ul><li>Qualificação dos espaços e dos equipamentos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Outros. </li></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li> Assume uma proposta de avaliação emancipatória . </li></ul></ul></ul></ul></ul>
  11. 11. PLANO DE AÇÃO GESTÃO DEMOCRÁTICA PROPOSTA PEDAGÓGICA FORMAÇÃO CONTINUADA QUALIFICAÇÃO DOS ESPAÇOS E EQUIPAMENTOS DA ESCOLA ENSINO Qualidade da aprendizagem para todos os alunos. EIXOS E I X O S P L A N E J A M E N T O NÍVEIS E MODALIDADES LINHAS DE AÇÕES OUTRAS ESPECIFICIDADES
  12. 12. I - GESTÃO DEMOCRÁTICA <ul><li>Conselho Escolar </li></ul><ul><li>Conselho de Classe </li></ul><ul><li>Alunos Representantes de Turma: eleição e formação política </li></ul><ul><li>Grêmio Estudantil </li></ul><ul><li>APMF </li></ul><ul><li>Participação de Pais </li></ul>
  13. 13. II - PROPOSTA PEDAGÓGICA Constitui-se no estudo contínuo das áreas do conhecimento; reflexão coletiva sobre a prática docente. <ul><li>Objeto de estudo; </li></ul><ul><li>Critérios de seleção dos conteúdos; </li></ul><ul><li>Pressupostos teórico-metodológicos; </li></ul><ul><li>Práticas avaliativas: concepção, critérios, instrumentos, comunicado dos resultados aos alunos e pais; </li></ul><ul><li>Recuperação de estudos: em processo e paralelo. </li></ul><ul><li>Plano de trabalho docente; planejamento, hora- atividade, reuniões pedagógicas, outras... </li></ul>
  14. 14. III - FORMAÇÃO CONTINUADA <ul><li>Estudo/leitura de temas/assunto </li></ul><ul><ul><li>Participação em cursos/eventos </li></ul></ul><ul><ul><li>Formação de grupos de estudo </li></ul></ul><ul><ul><li>Formação de: </li></ul></ul><ul><li>- pais </li></ul><ul><li>- alunos </li></ul><ul><li>- professores </li></ul><ul><li>- funcionários </li></ul>
  15. 15. IV - QUALIFICAÇÃO DOS EQUIPAMENTOS E ESPAÇOS <ul><li>Gestão administrativo-pedagógica do uso dos equipamentos e dos espaços; </li></ul><ul><li>Identificação dos recursos já existentes: qualificação </li></ul><ul><li>Uso adequado dos equipamentos existentes: </li></ul><ul><ul><li>- sala de aula </li></ul></ul><ul><ul><li>- biblioteca/laboratório </li></ul></ul><ul><ul><li>- espaços educativos </li></ul></ul><ul><ul><li>- matérias didáticos </li></ul></ul><ul><ul><li>- outros... </li></ul></ul>
  16. 16. V – OUTRAS ESPECIFICIDADES <ul><li>Participação em Feiras, Exposições; </li></ul><ul><li>Atividades esportivas/culturais </li></ul><ul><li>Articulação da Escola com outros eventos estaduais e locais. </li></ul><ul><li>A construção coletiva do Projeto Político Pedagógico reduz drasticamente os “ projetinhos ” isolados da escola. </li></ul>
  17. 17. <ul><li>GESTÃO: _________(ano/anos) </li></ul>Secretaria de Estado da Educação Escola/Colégio Estadual ____________________________ Município ________________________________________ PLANO DE AÇÃO Diretor (a) ___________________________________ Vice-Diretor (a) _______________________________ Pedagogo(a) _________________________________ _________________________________
  18. 18. <ul><li>I – Princípio(s) orientador(es) </li></ul><ul><li>II –Objetivo Geral </li></ul>
  19. 19. I - GESTÃO DEMOCRÁTICA 1.1 Linha de ação/Eixo: Conselho Escolar____________ 1.2 Objetivo 1.3 Detalhamento da ação 1.4 Condições 1.5 Recursos 1.6 Responsável 1.7 Cronograma
  20. 20. I - GESTÃO DEMOCRÁTICA 1.1 Linha de ação/Eixo: CONSELHO ESCOLAR Objetivo:__________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ DETALHAMENTO CRONOGRAMA RESPONSÁVEL CONDIÇÕES AÇÃO
  21. 21. <ul><li>Ex.: (Ação) </li></ul><ul><li>Palestra sobre a formação de docentes em nível superior para atuar na educação infantil e séries iniciais do ensino fundamental, no dia 09/07, das 18h30m às 22h15m, com a professora Madselva, na sala 17 da escola. </li></ul><ul><li>Reunião com os pais e alunos para debater as formas de participação na educação escolar de seus filhos. </li></ul><ul><li>Execução da reforma do telhado da escola até julho. </li></ul><ul><li>Aquisição de 130 títulos de Literatura Infantil até setembro. </li></ul>
  22. 22. O PAPEL DO DIRETOR E DO/A PEDAGOGO/A COMO ARTICULADORES DO PROJETO POLÍTICO-PEDAGÓGICO DA ESCOLA PÚBLICA A construção coletiva do Projeto Político-Pedagógico pressupõe: <ul><li>Concepção: </li></ul>Homem, sociedade, cultura, ciência, tecnologia, cidadania, conhecimento, educação, escola, aprendizagem, ensino, currículo, gestão democrática, valorização e formação continuada dos trabalhadores em educação.
  23. 23. 2. Conhecimento e explicitação do conjunto das relações sociais: Econômicas, políticas, culturais, educacionais, jurídicas, religiosas, éticas, morais, estéticas, afetivas... Que produz/ reproduz as desigualdades da sociedade capitalista.
  24. 24. 3. DESAFIO... Construção coletiva do Projeto Político-Pedagógico Marco Situacional Marco Conceitual Marco Operacional identifica, explicita e analisa os problemas e necessidades presentes na realidade social e suas influências nas práticas educativas da escola. expressa a opção teórica que revela a utopia social e educacional: o que se pretende alcançar em termos de transformação da prática pedagógica e social. apresenta as grandes linhas de ação referentes: gestão democrática; currículo escolar; formação continuada e qualificação das condições físicas e didático-pedagógicas da escola.
  25. 25. REFLEXÃO ... “ Quando aplico a nota dois a um aluno, disto não segue outra coisa que não seja o compromisso tanto mais urgente de cuidar dele religiosamente.” DEMO, Pedro. Ser professor é cuidar que o aluno aprenda. Porto Alegre: Mediação, 2004, p. 51.
  26. 26. “ O cuidado somente surge quando a existência de alguém tem importância para mim. Passo então a dedicar-me a ele. Disponho-me a participar de seu destino, de suas buscas, de seu sofrimento e de seus sucessos, enfim de sua vida. Cuidado significa desvelo, solicitude, dirigência, zelo, atenção, bom trato. Como dizíamos, estamos diante de uma atitude fundamental, de um modo de ser mediante o qual a pessoa sai de si e centra-se no outro com desvelo e solicitude.” BOFF, L. Saber cuidar: ética do humano – compaixão pela Terra. Petrópolis, RJ: Vozes, 1999, p. 91.

×