Quem ama, educa! Formando cidadãos éticos

1.764 visualizações

Publicada em

Escritor do livro: IçamiTIBA

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.764
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
89
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
57
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Quem ama, educa! Formando cidadãos éticos

  1. 1. Quem Ama, Educa! Formando cidadãos éticos
  2. 2. Educação: Como vive a família hoje? A mulher – Mãe de hoje Líder de sua própria vida, tem independência econômica, autonomia de comportamento e é suficientemente resolvida para admitir que gosta de homens, mesmo não dependendo deles.
  3. 3. Por que ‘’pais’’ no lugar de ‘’mãe e pai’’?  Não é justo se referir ao casal como ‘’pais’’, porque a mãe então desaparece. Quando a escola convoca os pais, quem mais atende são as mães, e quando as mães são chamadas quase nenhum pai comparece á reunião.  Na maioria das vezes, os filhos ainda são responsabilidade da mulher, mesmo que ela trabalhe fora.  A mulher saiu para o mercado de trabalho sem deixar e ser mãe, nem por isso todos os homens se tornaram ‘’mais’’ pais.
  4. 4. A educação do ‘’sim’’  Muitos pais acham que dar boa educação é deixar o filho fazer o que ele quiser, isto é, dar-lhe alegria e prazer. Não é isso que se cria a autoestima.  Que fique bem claro para a criança que mesmo que a mãe e o pai reprovem determinadas atitudes regras dela, o amor quem sentem não está em jogo.
  5. 5. O primeiro ano Um período é importantíssimo para a vida da criança, que é o da amamentação. A mãe precisa estar disponível para oferecer o seio ao filho. Bebês têm de ser nutridos e alimentados. Nutridos de corpo e alimentados de alma.
  6. 6. Filhos não nascem com manual  Dificuldade de educar os filhos é que eles não vem com manual, filho não nasce com manual, pois é ele o próprio manual.  Tempos atrás, as pessoas não ligavam um aparelho elétrico enquanto não tivessem lido todo o manual. Hoje é raro um jovem ler todo o manual antes de mexer no telefone celular ou nos videogames por exemplo. Ele aprende a mexer na prática, simplesmente mexendo.
  7. 7. Situações críticas Chegada de um irmão: A criança tem que participar da chegada de um irmão. O nascimento de uma criança numa família que já tem filhos é um acontecimento familiar e não do casal. Toda a dinâmica familiar será alterada.
  8. 8. Auxílio de terceiros  Ficar ou não em casa com a criança é o grande drama feminino depois do nascimento de um filho.  Obrigada a trabalhar, grande parte das mulheres não pode ficar em casa cuidando dos filhos o dia todo.  Se a mãe e o pai trabalham precisam contar com a ajuda de terceiros para cuidar do filho e zelar por ele, mesmo que durma quase o dia todo.
  9. 9. Pais separados  Os sinais de que um relacionamento vai mal aparece bem antes do casamento.  Sinal amarelo congelante. Afastamento físico do casal. As conversas diminui pois não há mais assunto, nada mais é compartilhado pelos dois.  Sinal amarelo explosivo. O casal se explodem por tudo, qualquer coisa, nada os agrada, e pode acontecer agressões.
  10. 10. Pais separados  Sinal amarelo congelante-explosivo. Como cada casal tem seu ritmo pode acontecer de algum estar congelando desinteresse afetivo e o outro estar explodindo por não agüentar a situação.  Sinal vermelho. Quando se deixa de gostar de alguém, é comum olhar outras pessoas e imaginar situações de intimidade com elas. Acontece um conflito que transborda para fora do casamento, envolvendo novas pessoas.
  11. 11. Pais separados  Sinal roxo. Não sentem falta um do outro, se sentem aliviados quando estão sozinhos, não há mais motivos para continuarem juntos.  Sinal preto. Um quer eliminar o outro de suas vidas, o clima chega ficar tão pesado que um quer matar o outro. Mesmo que se separem continuam a desejo de matar.
  12. 12. Cidadania dentro da nova família  Ser sangue do sangue não é mais condição para que duas crianças ou adolescentes convivam e se considerem irmãos. Há casais que reúnem sob o mesmo teto os filhos do atual e dos antigos relacionamentos. E assim forma uma nova família grande e saudável.  O segundo casamento tem mais chance de dar certo pois o casal aprende com os erros do primeiro.
  13. 13. Geração digital e o desafio de educá-la  As crianças são muito mais inteligentes hoje do que no passado. Estimuladas desde cedo por brinquedos interativos, televisão computador...  Educação sexual deve começar mais cedo, as crianças estão mais espertas e têm acesso a todo tipo de informação sexual. A curiosidade é natural.
  14. 14. Os filhos da geração asa-e-pescoço de frango  Famílias que estão passando por difíceis períodos.  Filhos que não obedecem os pais, fazem o que quer, respondem e gritam.  Dar poder a quem não tem competência é ter que se submeter á tirania das vontades. É o que acontece com os filhos, por não querer reprimi-los.
  15. 15. Cidadania Familiar Formação da cidadania tem que partir de casa desde que a criança é pequena. Assim, a educação familiar ganha um foco para onde devem convergir todas as orientações, os ensinamentos e as exigências.
  16. 16. Ciúme, veneno do ciumento contra si mesmo  Uma criança pode não suportar o ciúme e agredir seu irmão diretamente, danificar os pertences dele ou estragar objetos da casa.  Ciúme é um sentimento de que ninguém está livre. O ciumento, tendo perdido a cabeça, foi destrutivo, porque soltou suas emoções mais primitivas.  Os pais têm que educá-los, fazendo levantamentos e impondo regras.
  17. 17. Profissão: estudante É preciso ensinar o filho a se comprometer com as suas responsabilidades, os pais não devem cobrar do filho o que deram, os filhos tem que dar o melhor de si nos estudos.
  18. 18. ‘’Herdeiros-esperadores’’  Se fazem o que os filhos, mesmo pequeninos, têm sua própria capacidade de fazer, os pais estão aleijando-os em vez de ajudar.  Aparentemente são cheios de si, mas sua autoestima é muito baixa, pois eles sabem o quanto são incapazes e já nem tentam fazer o que desejam pelo temor ao fracasso.  A mãe ou pai que falsifica a própria letra da lição do filho, sem se incomodar com o exemplo está dando a enganar a professora, de ser avaliado por algo que não fez...
  19. 19. Sucessores-empreendedores  O chefe da família era quem dava ordens, comando os filhos com voz grossa, mão pesada e paciência curta. Hoje os pais, ou substitutos, não querem mais ser adultos chefões (alfa).  No conjunto familiar, quanto mais a liderança for compartilhada, melhor. Portanto, antes de o líder decidir algo é importante e bom consultar outros integrantes.
  20. 20. Lições de casa - Parábolas  Os lideres empreendedores não costumam dar respostas prontas, estimulando os liderados a buscarem soluções e respostas.  O pais deveriam responder o mínimo possível para estimular a pesquisa em busca de respostas.
  21. 21. Vitória é superar as próprias dificuldades. Sucesso é o reconhecimento público das vitórias (pessoais, familiares, grupais). Entretanto, o que qualifica a vitória e o sucesso para a eternidade é a ética progressiva.

×