Sobre o controle da fusariose na Pimenta-do-reino

2.113 visualizações

Publicada em

Breve descrição sobre a incidência e controle da praga fusariose causada por um fungo

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.113
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
39
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sobre o controle da fusariose na Pimenta-do-reino

  1. 1. O controle da fusariose na cultura de pimenta-do-reino na região de Capitão Poço Capitão Poço 2014 Universidade Federal Rural da Amazônia Campus Capitão Poço Agronomia
  2. 2. Emanuel Bonfim de Abreu Franca Jerry Adrane de Souza Júlio Barreto Soares Raimundo Elinaldo Alves Correa Capitão Poço 2014 Universidade Federal Rural da Amazônia Campus Capitão Poço Agronomia
  3. 3. APRESENTAÇÃO Atualmente a pimenta-do-reino tem uma forte importância econômica na região de Capitão Poço. Grande parte da produção é exportada para diversos países. A combinação de produtividade e garantia de compra torna a cultura da pimenta-do-reino uma atividade lucrativa para os produtores.
  4. 4. Primeiro Pepper Day do Brasil realizando em 29 de março de 2014 em Capitão Poço (Embrapa, 2014). Figura 1: sede município de Capitão Poço. Fonte: Google APRESENTAÇÃO
  5. 5. APRESENTAÇÃO Figura 2: A fusariose da pimenta-do- reino, causada pelo fungo Fusarium solani f. sp. Piperis. Fote: Embrapa O perigo que assombra os produtores. A FUSARIOSE
  6. 6. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA DUARTE (2014, p 91) “A infecção pode iniciar pelas raízes e ramos. Se as raízes de uma planta são infectadas, as folhas amarelecem e murcham, ocorre queda de folhas e de internódios e a folhagem fica esparsa” TREMACOLDI (2011, p. 3)”A incorporação ao solo de folhas frescas ou secas de nim trituradas, antes do transplante das mudas pré-enraizadas de pimenteira-do-reino, a partir de 10 g/l, promoveu o controle da podridão das raízes em 100%” BENCHIMOL & SUTTON (2006 p.183) “Com base nos resultados obtidos, conclui-se que a casca de caranguejo auxilia na redução da incidência de fusariose e na promoção do crescimento de mudas de pimenteira-do-reino”
  7. 7. MATERIAIS E MÉTODOS Pesquisas Bibliográficas: realizamos este tipo de pesquisa inicialmente como ponte de partida e entrada ao assunto fusariose. Entrevistas: Entrevistamos o produtor Sr. Pedro Alcântara Soares, onde buscamos esclarecer qual o método e manejo utilizado por ele para o controle da fusariose na propriedade, e se havia incidência em sua propriedade. Visita de campo: visitamos duas propriedades do Sr. Pedro para observarmos se havia focos de fusariose em seus pimentais.
  8. 8. RESULTADOS E DISCUSSÃO Ao discutirmos sobre métodos de controle da fusariose, temos que ter em vista que o controle refere-se pincipalmente a evitar o surgimento da doença, uma vez que quando instalada não tem cura e dificilmente será erradicada. Identificamos vários método para o controlo desta praga. Vale ressaltar que mesmo a fusariose sendo causada por um fungo fungicidas pouco tem efeito após a contaminação das plantas. Quanto a existência da doença na região, observamos casos como o do senhor Elias da Pimenta, onde um cultivo de aproximadamente 45 mil plantas foi dizimado pela fusariose em menos de um ano segundo declarações do entrevistado.
  9. 9. CONSIDERAÇÕES FINAIS Conclui-se que os métodos químicos de controle da fusariose são ineficazes, de modo que são pouco utilizados. Para os produtores da região de Capitão Poço as praticas tradicionais de controle biológico como a seleção de estacas sadias e de variedades tolerantes a fusariose, são a melhor maneira de ter o controle sobre esta doença. Por fim, constatamos que mesmo existindo casos extremos como o do senhor Elias da pimenta, nos cultivos da região a incidência da doença está sobre controle o que aponta a eficácia dos métodos utilizados.
  10. 10. REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFIAS BENCHIMOL, R.L., SUTTON, J. C. & DIAS-FILHO, M. B. Potencialidade da casca de caranguejo na redução da incidência de fusariose e na promoção do crescimento de mudas de pimenteira-do-reino. Fitopatologia Brasileira 31:180-184. 2006. DUARTE, M.L.R. Doenças e métodos de controle. In: Sistemas de produção: cultivo da pimenteira-do-reino na região norte. Belém-pa. Embrapa, 2004. Cap. 12, p. 91-111. TREMACOLDI C. R. In: Comunicado Técnico: Tecnologia para o controle da podridão de raízes em mudas de pimenteira-do-reino. Belém-pa. Embrapa, 2011 ed. 226, p. 1-4. EMBRAPA. Primeiro "Dia da Pimenta-do-reino" é neste sábado, no Pará., 2014. Disponível em: <http://www.cpatu.embrapa.br/noticias/2014/primeiro- dia-da-pimenta-do-reino-e-sabado-no-para>. Acesso em: 17 jun. 2014.

×