2. figuras da modernidade

3.331 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.331
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
328
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
33
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

2. figuras da modernidade

  1. 1. CAPÍTULO 2: FIGURAS DA MODERNIDADE. A venda das simonias e indulgências. Liga de Smalkalde - 24 anos de guerraAntropocêntricos: O universo da Renascença Corrupção Moral. civil.(séc. XIV e XVI). 1555 - paz de Augsburgo = Liberdade Crítica a autoridade da igreja.─ Busca do equilíbrio = valorização da harmonia ─ John Wyclif (1320- 1384). Religiosa. entre fé e razão. ─ Na obra confissão de Augsburg - Lutero ─ Hereges – Punição = Excomunhão e tribunal─ Resgate da cultura clássica Greco-Romana. definiu os principais fundamentos da sua do santo ofício.─ Itália - berço do renascimento. doutrina: O Luteranismo- Martinho Lutero- Alemanha. Burguesia - Concentração de capital= ─ Protesto contra a liberação do comércio de A salvação pela fé. Mecenato. indulgências. Livre exame das escrituras sagradas.─ Produção do belo. ─ Afixou na catedral de Witenburg – 1517 - As Eliminação da Hierarquia Eclesiástica.─ Principais temas. 95 teses. Aceitação somente do batismo e Natureza ─ 1520, foi excomungado - Papa Leão X - bula eucaristia como sacramentos. Expressão humana = humanismo exsurge Domine. Subordinação da igreja ao Estado. Crítica e sátira aos valores da sociedade Queimou a bula em praça pública = Bíblia - única fonte de verdade. feudal. Despertou o interesse da nobreza Alemã - O calvinismo- João Calvino- Suíça. Método científico (uso da razão) rompimento com a igreja católica. ─ Ideias expandidas primeiramente por Ulrico Crítica a teoria geocêntrica (Ptolomeu). ─ Dieta de Worms - Imperador Carlos V. Zwinglio. Defesa da teoria heliocêntrica (Nicolau Lutero deveria se retratar - Não aconteceu ─ 1536- Calvino da continuidade a expansão do Copérnico Giordano Bruno e Galileu - foi banido do território germânico. protestantismo. Galilei). O príncipe Frederico II da Saxônia- ─ Doutrina CalvinistaProtestantes: A dissolução da unidade na fé Ofereceu proteção. Princípio Agostiniano da predestinaçãoreformista. Traduziu a bíblia do latim para o fundamentado na salvação pela fé. Movimento deflagrado pelo monge Alemão. Condição financeira- indício da Agostinho Martinho Lutero - 1517. ─ 1523 e 1525 - Revolta dos camponeses predestinação. Causas. anabatistas - Thomas Muntzer. O trabalho= forma de agradar Deus. O extenso patrimônio da igreja católica e a ─ 1529 - Dieta de Spira - Carlos V. Riqueza material= Graça concedida por cobrança dos dízimos- contrariava os Decidiu tolerar a religião apenas nas Deus (fruto do trabalho). interesses da monarquia nacionais. regiões já convertidas, proibiu a Conduta e moral Burguesa= exaltação do Doutrina do justo preço (usura) - propagação. lucro e riqueza material. prejudicava a Burguesia. Reação dos príncipes Alemães - Contra a Rigor da disciplina = justificativa religiosa Distanciamento da igreja católica dos seus falta de liberdade religiosa. para a ética do capitalista. respectivos ofícios espirituais.
  2. 2. Condenou com Veemência dos gastos e os 1543- Foi estabelecido do Índex Librorum Ampliação do poder político- prazeres mundanos. Proibitorum. Administrativo dos monarcas. Rígida conduta dos costumes. Entre 1545 e 1563 - concílio de Trento- Instituição de uma justiça real.─ Seguidores Estabeleceu a reafirmação dos dogmas A unificação dos padrões monetários. Inglaterra = puritanos católicos. Criação de um corpo de agentes França = Huguenotes Aceitação da salvação pela fé e burocráticos a serviço do rei. Escócia= Presbiterianos também pelas obras. Organização de um exército nacional.O Anglicanismo - Rei Henrique VIII. Confirmação do culto aos santos, da Instituição de impostos reais, sistema─ Henrique VIII - criou um protesto para Hierarquia eclesiástica da infabilidade unificado de arrecadação. ruptura oficial com a igreja católica. da orientação do Papa. ─ Monarquias nacionais Europeias; Questão do divórcio. Supreção das práticas mercatológi-cas ─ Portugal e Espanha─ Ato de supremacia - 1534, instituição da (indulgências, vendas de cargos Processo de expulsão dos mouros (povos igreja Anglicana. eclesiásticos e simonia). Islamizados) - Invadiram a península no O chefe de Estado passava a ser também Manutenção do Celibato Clerical- século VIII. chefe religioso. Seminários voltados para a boa Guerra de reconquista. Promoveu o confisco de todas as formação espiritual do clero. Cruzadas - atuação dos Monarcas propriedades e bens eclesiásticos da igreja A igreja patrocinou o estilo Barroco. Europeus = reino de Portugal século XII = católica = acúmulo de capitais. No Brasil- primeira missão jesuítica- Padre Dinastia de Borgonha.─ Reinado de Elizabeth I (1558-1603) Manuel da Nóbrega 1548. Aliança entre os reis de Castela e Aragão - O Anglicanismo foi sistematizado – 39 Participou da fundação da cidade de século XV = Monarquia da Espanha. artigos- 1571 - Intenção era obter a São Sebastião do Rio de Janeiro. ─ França e Inglaterra uniformidade doutrinária. Destaque para a atuação do Padre José Guerra dos cem anos (1337-1453) Monte a formalidade dos ritos católicos de Anchieta 1553- Fundação da Escola Enfraqueceu o poder e a autoridade da (Hierarquia) – adotou o conteúdo Jesuíta- Colégio de São Paulo 25 de nobreza feudal favorecendo o processo protestante. janeiro de 1554. de centralização.Contrarreforma católica Monarquias nacionais: A Hipertrofia dos poderes ─ Heranças da ordem feudal─ Conter a propagação dos princípios do rei. Preservação dos privilégios feudais. protestantes - Papa Paulo III. ─ Processo de centralização do poder = Isenção de impostos - clero e nobreza. 1534 - reconhecimento da criação da Interesse dos grupos senhoriais e a classe Controle das terras e cargos públicos. companhia de Jesus Inácio de Loyola- Burguesa = Unificação dos padrões Tribunais especiais Catequese. monetários. Controle das altas patentes do 1542- restauração do tribunal da ─ Os novos regimes procuraram promover os exército. inquisição. seguintes pressuposto. Domínio sobre a massa campesina.
  3. 3. As relações econômicas e sociais no Antigo Holanda - Acumulação de capitais - Aperfeiçoamento de recursos importadosregime. Construção naval. do Oriente.─ Economia de mercado- fundamentada na ─ Tráfico de escravos e práticas da pirataria. Bússola circulação de riquezas e na circulação ─ Transição do sistema artesanal para o Pólvora monetária = excedente = lucro. manufatureiro. Astrolábio─ Práticas voltadas para o processo de Divisão do trabalho. Navegações Portuguesas acumulação primitiva de capitais = de Cercamento dos campos – Gentry. ─ Pioneirismo - Burguesia (capital acumulado) - Mercantilismo – séc. XV e XVIII. Mão de obra barata. posição geográfica.─ As práticas mercantilistas se manifestaram Expansionismo: por mares nunca dantes ─ Escola de sagres- infante D. Henrique por meio de diferentes estratégias: navegados? ─ Navegação sobre o périplo Africano = possível Defesa da balança comercial superavitária. ─ Monopólio das visadas especiarias orientais. passagem pela costa Africana a entre o Protecionismo alfandegário. Mercador Árabe- Marcador Italiano = Atlântico e o índico. Metalismo. Constantinopla. ─ Marco inicial - conquista de Ceuta – 1415 ( Estímulo aos setores produtivos ( Preço elevado no mercado europeu. atual Marrocos) agricultura e manufatura) Desejo da burguesia por uma rota ─ Conquista do arquipélago de açores e Construção naval alternativa para o oriente madeira. Colonialismo Motivação para o início das grandes ─ Desenvolvimento da lavoura canavieira e a Monopólio navegações, atenderem a necessidade Vinicultura Latifúndio- monocultor da oferta de alimentos e metais ─ 1488- O navegante Bartolomeu Dias Regime de trabalho compulsório preciosos = novas terras. descobriu o cabo das tormentas = cabo da Restrição manufatureira ─ O projeto expansionista contou com recursos Boa Esperança. Rígido aparato fiscal disponibilizados por diferentes setores da ─ 1498 - A expedição de Vasco da Gama chegou─ As práticas mercantilistas nas diferentes sociedade. a região de Calicute, na Índia. monarquias Igreja católica - difusão da fé Católica. Navegações Espanholas Portugal - Colonialismo Burguesia - busca da rota alternativa para ─ 1492 iniciava o seu projeto Expansionista. Espanha - Bulionismo o comércio das especiarias. ─ Sua rota - definida pela convicção da França- Colbertismo - produção de Monarquias nacionais- conquista de terras esfericidade do planeta = navegante Genovês manufaturas de luxo, produção agrícola, e de metais preciosos. Cristóvão Colombo. construção naval e protecionismo ─ Impostos reais garantiram os capitais ─ Financiando pelos reis Espanhóis- Fernando alfandegário. necessários de Aragão e Isabel de Castela. ─ Desenvolvimento técnico-naval ─ Partiu de Palos em 4 de agosto de 1492 - Inglaterra - comercialismo - manufatura Invenção da caravela caravelas Santa Maria, Pinta e Nina. têxtil - Balança comercial superavitária.
  4. 4. ─ Colombo aportaria na ilha de Guanaani ─ No dia 22 de abril - avistou monte pascoal - A ─ Destruição das civilizações pré- colombianas (atual São Salvador), na região das Bahamas, em terra = ilha de Vera Cruz - local de desembarque ─ Imposição da cultura dos valores Europeus sobre 12 de outubro de 1492. = Porto Seguro - Bahia Cabrália. os povos dominados. Pensava que havia chegado a terras ─ No dia 2 de maio - deixaram a terra brasileira pra orientais - por isso retornou dizendo haver Índia. chegado as Índias. Expedição comandava por Gaspar de 1513 - Navegante e explorador Espanhol Lemos com a carta de Pero Vaz de Vasco Nunes de Balboa descobriu o Caminha = levar ao rei de Portugal notícias pacífico - deu o nome de mar delsur. da descoberta de novas terras. A Espanha patrocinou a primeira ─ Choque de culturas. viagem de circunavegação - comprovou Outras expedições Européias. a esfericidade da terra. ─ Franceses - ocuparam a região do Canadá e da Iniciava por Fernão de Magalhães e 1519. Louisiana ( Oeste Norte-Americano). Completada por seu contra-Almirante ─ Ingleses - ocuparam conhecida como as treze Sebastião El Cano, em 1522. colônias- Região do Atlântico Norte + A hora da Diplomacia estabelecimentos comerciais no litoral na Índia.─ 1479- Tratado de Alcaçovas- Toledo ─ Holandeses- Guiava as Ilhas Caribenhas.─ 1493- bula Inter Coetera - autoridade do Papa O mundo Internacionalizado Alexandre VI. ─ Internacionalização de mercados- Centros 100 léguas do arquipélago de cabo verde. econômicos foram interligados comercialmente Oeste- Espanha em escala mundial. Leste- Portugal Os desdobramentos do processo─ 1494- Tratado de Tordesilhas ─ Transição das relações feudais pra capitalistas 370 léguas do arquipélago de cabo verde. ─ Acumulação primitiva de capitais Forte suposição da existência de terras no ─ Transferência do eixo econômico Atlântico Sul. Mar mediterrâneo para o Oceano O achamento do Brasil. Atlântico─ 1500- O rei D. Emanuel patrocinou uma das ─ Declínio econômico das cidades Italianas maiores esquadras. Perda do monopólio comércio das 13 naus - 1500 integrantes - militares, especiarias geógrafos, cartógrafos, escrivães e burocratas. ─ Transferência dos fluxos de metais preciosos da Chefia de Pedro Álvares Cabral América para a Europa. ─ Prática do tráfico de escravos e da pirataria

×