1º ano - Reforma Religiosa

4.006 visualizações

Publicada em

Profº Daniel Bronstrup - História.

0 comentários
6 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.006
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
898
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
304
Comentários
0
Gostaram
6
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

1º ano - Reforma Religiosa

  1. 1. REFORMARELIGIOSA!!
  2. 2. Terras Americanas... Invadidas por muitos padres da Igreja Católica. ◦ Objetivo: novos fiéis. Na Europa: ◦ Várias mudanças profundas na mentalidade das pessoas. ◦ Passaram a analisar, de forma crítica, a sua religiosidade.
  3. 3. MOTIVO DASCRÍTICAS:  Postura do Clero desde o final da Idade Média. ◦ Envolvidos em inúmeros escândalos (por exemplo: sexuais). ◦ Comprometia seriamente a postura da Igreja.  Quem era o Clero? ◦ Formado na maioria por indivíduos ricos (que compravam cargos como bispo e arcebispo). ◦ Os Padres possuíam pouca instrução e eram despreparados para o exercício do
  4. 4. Práticas que provocavam críticas.. Simonia: ◦ Venda de relíquias supostamente sagradas. ◦ Exemplo: Pedaço da Cruz que Cristo foi crucificado. Pedaços do manto da Virgem Maria. Indulgências: ◦ Venda do perdão dos Pecados. ◦ Comprando as indulgências, segundo os religiosos, livrava a alma do purgatório e guardava um lugar no céu.
  5. 5. Na doutrina católica, Indulgência (do latim indulgentia, que provém deindulgeo, “para ser gentil”) é a eliminação total ou parcial das penastemporais do cristão devidas a Deus pelos pecados cometidos, mas jáperdoados pelo sacramento da Confissão, na vida terrena.Inventadas no século XI, as indulgências foram dadas aos cruzados comorecompensa pela conquista da Terra Santa; a quem pagasse um soldadopara aquela tarefa e, finalmente "vendidas" a quem ajudasse a igrejafinanceiramente.
  6. 6. Capitalismo em expansão... Através das trocas comerciais. Choque com a Doutrina econômica da Igreja: ◦ Condenava:  LUCRO  RIQUEZA  USURA = nome dado a prática de se cobrar juros excessivos pelo empréstimo de uma determinada quantia de dinheiro. Isso tudo impedia o avanço das práticas capitalistas = atividades dos comerciantes.
  7. 7. Martinho Lutero Monge Agostiniano, discípulo da Igreja Católica passa a questioná-la. ◦ Nasceu em 1483, na Alemanha. Lecionou na Universidade de Winttenberg. Em 1510 viajou para Roma e voltou indignado com a vida Luxuosa, desregrada e Corrupta do alto Clero e do Papa. Em 1517 um monge dominicano chamado Tetzel passa a vender indulgências para a construção da basílica de São Pedro.
  8. 8. Basílica de São Pedro, no Vaticano
  9. 9. Manifestação Pública de Lutero! Publicação das 95 teses fixadas na porta da Igreja de Wittenberg. ◦ Condenava: indulgências, o Papa e outros escândalos da Igreja Católica. Papa Leão X: ◦ Pediu para que Lutero se retratasse, fato que não ocorreu. ◦ Martinho Lutero foi excomungado (Dieta de Worms – 1521).
  10. 10. As 95 Teses de Lutero. A Igreja do Castelo, onde Lutero pregou suas 95 Teses.
  11. 11. "Que se me convençam mediante testemunho das Escrituras e clarosargumentos da razão, porque não acredito nem no Papa nemnos concíliosjá que está provado amiúde que estãoerrados, contradizendo-se a si mesmos - pelos textos da SagradaEscritura que citei, estou submetido a minha consciência e unido àpalavra de Deus. Por isto, não posso nem quero retratar-me denada, porque fazer algo contra a consciência não é seguro nemsaudável.“ Martinho Lutero, Dieta de Worms,1521. Vídeo.
  12. 12. Síntese da doutrina Luterana: Negou a autoridade do papa e toda a estrutura de poder da Igreja; Defendeu a supremacia do poder civil sobre o religioso (Igreja deveria se subordinar ao Estado); Substituiu a língua latina pela alemã nos cultos religiosos; Traduziu a Bíblia para o alemão; Defendeu a liberdade de interpretação da Bíblia pelos fiéis.
  13. 13. Reforma Religiosa... A partir desta ação, surgiu a Religião Luterana. Em diversas partes da Europa surgiram novas religiões. ◦ Calvinismo de João Calvino na França. ◦ Anglicanismo do rei Henrique VIII na Inglaterra. Lutero (de batina escura) é ouvido por Carlos V, Dieta de Spira: religião como assunto de Estado. Agora cada Estado tinha liberdade de seguir o curso religioso que a sua consciência ditasse.
  14. 14. REFORMA CALVINISTA.  João Calvino (1509-1564) também criticou o predomínio do catolicismo. ◦ Os calvinistas também são denominados de huguenotes (França), presbiterianos (Escócia) e puritanos (Inglaterra).  Teoria da Predestinação: a salvação era atribuída por Deus somente aos homens escolhidos (predestinados). ◦ O trabalho aproximava o homem de Deus e o ócio era totalmente condenável. ◦ Calvino defendeu o enriquecimento do homem por meio do trabalho e da poupança.
  15. 15. Reforma Anglicana: Catolicismo sem Roma. Está Relacionada com fatores políticos. Henrique VIII (casado com Catarina de Aragão), pediu autorização ao papa Clemente VII a anulação de seu casamento. ◦ Pretendia contrair núpcias com Ana Bolena, para que pudesse ter um herdeiro do sexo masculino. O papa recusou-se a conceder o Divórcio. Henrique VIII rompeu com a Igreja Católica e criou uma nova religião Oficial do Estado comandada por ele. (Ato de
  16. 16. Reforma Anglicana: Catolicismo sem Roma.  O rei tinha fortes interesses em apropriar-se das inúmeras terras da Igreja e de diminuir, ou eliminar de vez, a influência da Igreja Católica na Inglaterra.Os Nobres e os burgueses queforam beneficiados com asações de Henrique VIIItornaram-se defensores danova religião e inimigos daIgreja Católica.
  17. 17. CONTRAREFORMA ou REFORMA CATÓLICA Era urgente reconquistar o rebanho de fiéis e impedir o avanço das novas religiões. Recuperando também o prestígio e a autoridade. Início durante o pontificado do papa Paulo III (1534-1550). ◦ Realização do Concílio de Trento (1545-1563), para moralizar o comportamento do Clero. ◦ Pouco mudou no que se refere à doutrina católica. Apenas reafirmou seus dogmas.
  18. 18. Concílio de Trento (1545-1563) determinações: Manutenção do culto aos santos e a veneração das imagens. Manutenção da exigência do celibato. Crença nas boas ações são tão necessárias para a salvação quanto a fé. Manutenção dos sacramentos e a crença na transubstanciação (presença do corpo de Cristo na Eucaristia). Interpretação da Bíblia segundo as tradições e ensinamentos transmitidos exclusivamente pela Igreja. Manutenção do latim como lígua oficial na liturgia católica. Criação do Index Librorum Proibitorum (índice de livros considerados ofensivos e cuja leitura era proibida).
  19. 19. Resgate de instrumentos de repressão: • Retomada do Tribunal de Inquisição (ou Tribunal do Santo Ofício) para combater as Heresias ocorridas. Punição através do auto de Fé. • Queriam deter o avanço do protestantismo e a difusão das novas descobertas científicas e filosóficas.Galileu diante do SantoOfício, pintura do século XIXde Joseph-Nicolas Robert-Fleury.
  20. 20. Criação da Companhia de Jesus.• Em 1534 pelo espanhol Inácio de Loyola.• Objetivo: combater as heresias e os protestantes, propagar o Cristianismo para os outros povos e outras regiões do mundo.• Na América: difundir o cristianismo nas colônias e ampliar o número de católicos na América.• A Igreja transformou a conversão dos nativos numa justificativa para a dominação espanhola.• Fundaram missões com objetivo de
  21. 21. Prof. Msc. Daniel Alves Bronstrup BLOG: profhistdaniel.blogspot.com @danielbronstrup facebook.com/daniel.alvesbronstrup

×