A igreja medieval

1.789 visualizações

Publicada em

Igreja Medieval (Idade Média)

0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.789
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A igreja medieval

  1. 1.  Com a expansão do feudalismo por toda a Europa Medieval, observamos a ascensão de uma das mais importantes e poderosas instituições desse mesmo período: A IGREJA CATÓLICA
  2. 2.  Aproveitando-se da expansão do cristianismo, observada durante o fim do Império Romano, a Igreja alcançou a condição de principal instituição a disseminar e refletir os valores da doutrina cristã. MAS QUE VALORES ERAM ESSES?
  3. 3.  Fomentava valores como a passividade e a submissão dos homens comuns perante o senhor, tanto espiritual [clérigo], encarregado de proteger as almas, quanto o senhor feudal da terra [nobre], que protegia os corpos.
  4. 4.  Foi no Concílio de Nicéia, em 325, que se assentaram as bases religiosas e ideológicas da Igreja Católica Apostólica Romana.
  5. 5.  Através da centralização de seus princípios e a formulação de uma estrutura hierárquica, a Igreja teve condições suficientes para alargar o seu campo de influências durante a Idade Média.
  6. 6.  Os patriarcas, bispos das principais cidades do Império Romano [Roma, Constantinopla, Jerusalém, Alexandria] Os arcebispos das capitais das províncias. Bispos das províncias. Padres das dioceses Em 455 o bispo de Roma assumiu a chefia de toda a cristandade ocidental proclamando-se papa.
  7. 7.  Alto clero - reunia bispos, abades e cônegos, vindos de famílias da nobreza. Possuíam também muitos privilégios como a isenção de impostos, a posse de terras, o direito a cobrança do dízimo e o fato deles possuírem um tribunal próprio. Baixo clero - se compunha de sacerdotes pobres, que constituíam uma plebe eclesiástica. Possuíam privilégios, mas não em tanta escala como os do Alto Clero.
  8. 8.  Estabelecida em uma sociedade marcada pelo pensamento religioso, a Igreja esteve nos mais diferentes extratos da sociedade medieval. A própria organização da sociedade medieval (dividida em Clero, Nobreza e Servos) era um reflexo da Santíssima Trindade.
  9. 9.  A vida terrena era desprezada em relação aos benefícios a serem alcançados pela vida nos céus. Dessa maneira, muitos dos costumes dessa época estavam influenciados pelo dilema da vida após a morte.
  10. 10.  Além de se destacar pela sua presença no campo das idéias, a Igreja também alcançou grande poder material.
  11. 11.  A exigência do celibato foi um importante mecanismo para que a Igreja conservasse o seu patrimônio. O crescimento do poder material da Igreja chegou a causar reações dentro da própria instituição.
  12. 12.  Aqueles que viam na influência político-econômica da Igreja uma ameaça aos princípios religiosos começaram a se concentrar em ... ordens religiosas que se abstinham de qualquer tipo de regalia ou conforto material.
  13. 13.  Essa cisão nas práticas da Igreja veio subdividir o clero em duas vertentes: Clero secular, composto pelas ordens religiosas mais voltadas às praticas espirituais e a pregação de valores cristãos. Clero regular, que administrava os bens da Igreja e a representava nas questões políticas.
  14. 14.  A Igreja também teve grande monopólio sob o mundo letrado daquele período. Exceto os membros da Igreja, pouquíssimas pessoas eram alfabetizadas ou tinham acesso às obras escritas.
  15. 15.  Muitos mosteiros medievais preservavam bibliotecas inteiras onde grandes obras do Mundo Clássico e Oriental eram preservadas. São Tomás de Aquino e Santo Agostinho, por exemplo, foram dois membros da Igreja que produziram tratados filosóficos que dialogavam com os pensadores da Antiguidade.
  16. 16.  Mesmo contando com tamanho poder e influência, a Igreja também sofreu com manifestações dissidentes.
  17. 17.  As heresias, seitas e ritos pagãos interpretavam o texto bíblico de forma independente ou não reconheciam o papel sagrado da Igreja. Em 1054, a Cisma do Oriente marcou uma grande ruptura interna da Igreja, que deu origem à Igreja Bizantina.
  18. 18.  Não cabe a nós querer criminalizar ou repudiar a Igreja dos dias de hoje, com base nas suas ações passadas. As questões e práticas dessa instituição não são exatamente iguais àquelas encontradas entre os séculos V e XV.
  19. 19.  Dessa maneira, ao darmos conta do papel desempenhado por essa instituição religiosa, durante a Idade Média, obtemos uma grande fonte de reflexão sob tal período histórico.

×