O Estado Novo

863 visualizações

Publicada em

Estado Novo

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
863
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
265
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
19
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O Estado Novo

  1. 1. História e Geografia de Portugal • 6.° ano O Estado Novo
  2. 2. História e Geografia de Portugal • 6.° ano O golpe militar de 28 de maio, chefiado pelo general Gomes da Costa, deu-se em Braga e pôs fim à 1.ª República. Rapidamente aderiram tropas de todo o País. A imagem que se vê abaixo mostra o general Gomes da Costa a entrar em Lisboa com as suas tropas. O que representa o golpe militar do 28 de maio de 1926? Os militares encerraram o Parlamento e instalaram, em Portugal, uma ditadura militar que durou de 1926 a 1933. Durante este período foram suspensas as liberdades previstas na Constituição.
  3. 3. História e Geografia de Portugal • 6.° ano Em 1928, o Presidente da República, Óscar Carmona, convidou o Professor Oliveira Salazar para fazer parte do Governo como ministro das Finanças. Como é que Salazar se tornou chefe do Governo em 1932? Oliveira SalazarCartaz de propaganda à Constituição de 1933 Em 1932, Salazar foi nomeado chefe do Governo, cargo que manteve até 1968. Foi sob a sua orientação que foi elaborada a Constituição de 1933 que deu início ao novo regime conhecido por Estado Novo. Salazar, como chefe do Governo, passou a controlar todos os ministérios e a ter todos os poderes. Postal de propaganda do Estado Novo
  4. 4. História e Geografia de Portugal • 6.° ano Salazar aumentou as receitas do Estado através dos impostos e diminuiu as despesas com a educação, a saúde e a assistência social. Aumentou as reservas de ouro no banco de Portugal através das exportações de volfrâmio e produtos agrícolas para os países envolvidos na 2.ª Guerra Mundial. Como conseguiu Salazar o desenvolvimento do País? Cartaz de propaganda da política económica de Salazar A maior parte das reservas de ouro foram aplicadas na construção de obras públicas, tais como estradas, pontes, edifícios públicos, escolas, barragens e hospitais. No entanto, este crescimento não foi suficiente para transformar Portugal num País moderno e desenvolvido. Muitos portugueses, sem trabalho, emigraram principalmente para a França, a Alemanha e a Venezuela. Ponte Salazar Estádio Nacional, em Lisboa Interior de uma escola do Estado Novo Edifício dos CTT, em Amarante Barragem de Castelo de Bode
  5. 5. História e Geografia de Portugal • 6.° ano Salazar governou em ditadura. Dele dependiam todas as decisões para governar o País e não permitia a formação de novos partidos políticos. Existia um único partido político chamado União Nacional. Como é que Salazar limitava a liberdade dos portugueses? Cartaz eleitoral da União Nacional Durante este tempo de ditadura, não havia liberdade de expressão, era proibido o direito à greve e a polícia política perseguia todos aqueles que se manifestassem contra o Governo. A GNR expulsa pela força as mulheres dos operários em greve (1942) Notícia cortada pela censura
  6. 6. História e Geografia de Portugal • 6.° ano Como é que Salazar divulgou os princípios do Estado Novo junto da população? Membros da Legião Portuguesa Postal de propaganda a Carmona e Salazar Tal como vês nas imagens, Salazar desenvolveu, com a sua propaganda, um espírito de obediência ao Estado Novo, mentalizando a população para as vantagens que este lhes dava. Jovens da Mocidade Portuguesa
  7. 7. História e Geografia de Portugal • 6.° ano O Estado Novo
  8. 8. História e Geografia de Portugal • 6.° ano Como se desenvolveu a oposição ao Estado Novo? Trabalhadores rurais em protesto Apesar de toda a propaganda do Estado Novo, existiam movimentos clandestinos de oposição. Por exemplo, o Movimento de Unidade Democrática, constituído por homens e mulheres comunistas, republicanos, monárquicos, socialistas e católicos. Uniram-se para lutar contra o regime salazarista. Manifestação de estudantes, Coimbra, 1969 Mas é sobretudo durante as campanhas eleitorais para a eleição do Presidente da República que a oposição se torna mais visível. Foi a candidatura do general Humberto Delgado, em 1958, que mais abalou a estabilidade do regime salazarista. Também houve manifestações de estudantes e de intelectuais, sobretudo a partir da década de 1960. Sá Carneiro na Assembleia Nacional a manifestar ideias contrárias ao Estado Novo
  9. 9. História e Geografia de Portugal • 6.° ano O que foi a guerra colonial? Cartaz a favor da unidade do Império Durante o Estado Novo, as colónias portuguesas estavam totalmente dependentes do Governo de Lisboa. Salazar negava-lhes o direito de independência e afirma que as colónias são terra portuguesa. Observa o cartaz que te transmite este espírito de forte colonialismo. Embarque das tropas portuguesas para AngolaOs vivos e os mortos – o reencontro de um soldado com a família (à esquerda) e os pais condecorados pela morte dos filhos na guerra Localização das colónias portuguesas no período da guerra colonial A partir de 1961 iniciaram-se nas colónias portuguesas movimentos de luta pela independência. Em resposta, Salazar enviou tropas para lutar contra estes movimentos. Iniciou-se, assim, um longo período de guerra colonial, que durou 13 anos. A guerra colonial provocou milhares de mortos entre os militares portugueses e os membros dos movimentos de libertação. As consequências trágicas da guerra causaram um enorme descontentamento entre os militares portugueses e a população.

×