Cenários e Desafios para o Administrador

3.370 visualizações

Publicada em

Palestra: Cenários e Desafios para o Administrador

Palestrante: Adm. Mário Cesar Barreto Morais, vice-presidente da ANGRAD - Associação Nacional dos Cursos de Graduação em Administração.

Evento: Café da Manhã do CRA-BA

Realização: CRA/BA - Conselho Regional de Administração da Bahia

Publicada em: Carreiras
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.370
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
16
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
77
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cenários e Desafios para o Administrador

  1. 1. ADMINISTRADORES: CENÁRIOS & DESAFIOS Prof. Adm. Mário Cesar Barreto Moraes, Dr. 2010
  2. 2. OPINIÕES DO BRASILEIRO
  3. 3. Pesquisa Grupo Ethos
  4. 4. <ul><li>QUAIS OS MOTIVOS QUE TINHAM PARA SE ORGULHAR DO PAÍS? </li></ul><ul><ul><li>29% não souberam responder. </li></ul></ul><ul><ul><li>11% nada. </li></ul></ul><ul><ul><li>15% riquezas,belezas naturais e praias. </li></ul></ul><ul><ul><li>10% futebol. </li></ul></ul><ul><ul><li>Pesquisa Fundação Itaú Social- Instituto Ayrton Senna – Unicef 2010 jovens de 15 a 19 anos Publicada JC 19/11/2007 </li></ul></ul>
  5. 5. <ul><li>QUE MAIS ENVERGONHA O JOVEM? </li></ul><ul><ul><li>20% segurança pública </li></ul></ul><ul><ul><li>20% política e políticos </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Pesquisa Fundação Itaú Social- Instituto Ayrton Senna – Unicef 2010 jovens de 15 a 19 anos Publicada JC 19/11/2007 </li></ul></ul></ul>
  6. 6. A CORRUPÇÃO DO DIA A DIA EM NÚMEROS ( Fonte Pesquisa Datafolha 2009) <ul><li>30% compram produtos contrabandeados; </li></ul><ul><li>68% compram produtos piratas; </li></ul><ul><li>10% trocam de voto por dinheiro, emprego ou presente; </li></ul><ul><li>27% receberam troco a mais e não devolveram; </li></ul>
  7. 7. A CORRUPÇÃO DO DIA A DIA EM NÚMEROS ( Fonte Pesquisa Datafolha 2009) <ul><li>31% colaram em prova ou concurso; </li></ul><ul><li>12% já compraram ou pagaram para que outra pessoa fizesse um trabalho escolar; </li></ul><ul><li>88% acreditam haver corrupção na Presidência da República e nos ministérios; </li></ul><ul><li>92% no Congresso Nacional (senadores e deputados). </li></ul>
  8. 8. ÍNDICE DE SATISFAÇÃO NO TRABALHO (1000 EXECUTIVOS DE 350 EMPRESAS ) Pesquisa Profa. Betania Tanure Fund. D. Cabral- BH 2007 <ul><li>84% INFELIZES NO TRABALHO; </li></ul><ul><li>58% ACHAVAM QUE O CÔNJUGE ESTAVA DESCONTENTE COM O RITMO EXCESSIVO DE TRABALHO; </li></ul><ul><li>54% INSASTIFEITOS COM O TEMPO DEDICADO À VIDA PESSOAL; </li></ul><ul><li>35% CREDITAVAM AOS PROBLEMAS COM O CHEFE COMO A CRISE MAIS MARCANTE DE SUAS VIDAS. </li></ul><ul><ul><ul><li>Publicado em ADMINISTRADOR CRA-SP março 2010 </li></ul></ul></ul>
  9. 9. COMO RESOLVER OS PROBLEMAS DO BRASIL E DO MUNDO?
  10. 10. SEGUNDO FREDERCK MAYER, HÁ APENAS 3 FORMAS…
  11. 11. 1ª - UMA REVOLUÇÃO
  12. 12. 2ª - UMA GUERRA
  13. 13. 3ª. PELA EDUCAÇÃO
  14. 14. <ul><li>“ A civilização é uma corrida entre a educação e a catástrofe” </li></ul><ul><li>H.G. Wells </li></ul>
  15. 15. CENÁRIOS DA EDUCAÇÃO BRASILEIRA
  16. 16. A Realidade Brasileira I <ul><li>O IDEB - Índice de Desenvolvimento da Educação Básica é uma nota que varia de 0 a 10 e avalia as escolas públicas. </li></ul><ul><li>A nota média das escolas do Brasil no ensino fundamental 1, do 1º ao 5º ano é 4,2 e no ensino fundamental 2, do 6º ao 9º ano é 3,8. </li></ul>30/04/10
  17. 17. A Realidade Brasileira II <ul><li>PISA é o programa de avaliação de sistemas educativos mais difundido no mundo. </li></ul><ul><li>O Brasil está em 54º lugar em Matemática (dentre 57 países) e em 49º lugar em Leitura (dentre 56 países). </li></ul>30/04/10
  18. 18. A Realidade Brasileira III <ul><li>SAEB é o sistema de avaliação da educação básica brasileiro. </li></ul><ul><li>Apenas 9,8% dos alunos do 3º ano do ensino médio sabem o conteúdo esperado em Matemática e 24,5% o de Língua Portuguesa. </li></ul>30/04/10
  19. 19. A Realidade Brasileira IV <ul><li>O INAF é o Indicador de Analfabetismo Funcional, criado pelo Instituto Paulo Montenegro com o intuito de medir os índices de analfabetismo funcional da população brasileira entre 15 e 64 anos. </li></ul>30/04/10
  20. 20. A Realidade Brasileira V <ul><li>O INAF Leitura e Escrita 2005 aponta que no Brasil h á 7% de analfabetos , 30% de alfabetizados de n í vel rudimentar (conseguem localizar informa ç ões expl í citas em textos muito curtos), 38% de n í vel b á sico (localizam informa ç ões em textos curtos a m é dios) e 26% de n í vel pleno (dom í nio completo das habilidades) . </li></ul>30/04/10
  21. 21. A Realidade Brasileira VI <ul><li>O teste de Matem á tica do INAF, realizado em 2004, mostra que 2% dos adultos brasileiros são analfabetos, 29% são alfabetizados de n í vel rudimentar (lêem n ú meros, como pre ç os e telefones), 46% de n í vel b á sico (conseguem somar, subtrair e multiplicar, mas não identificam rela ç ões de proporcionalidade) e 23% de n í vel pleno (resolvem problemas complexos usando uma s é rie de opera ç ões diferentes e apresentam familiaridade com gr á ficos).   </li></ul>30/04/10
  22. 22. A Realidade Brasileira VII <ul><li>De acordo com o INAF, 74% da população brasileira não consegue entender um texto simples. </li></ul>30/04/10
  23. 23. A Realidade Brasileira VIII 30/04/10 <ul><li>Apenas 33% das 294 metas do Plano Nacional de Educação, foram cumpridas entre 2001 e 2008. </li></ul>
  24. 24. A Realidade Brasileira IX <ul><li>O plano previa que 50% das crianças de 0 a 3 anos estivessem matriculadas em creches até 2010 . Segundo o IBGE, só 18,1% estavam em creches em 2008 . </li></ul>30/04/10 - Fonte: Folha de São Paulo, 03/03/2010.
  25. 25. A Realidade Brasileira X 30/04/10 - Fonte: Folha de São Paulo, 03/03/2010. <ul><li>Na faixa etária (15 a 17 anos), 16% estão fora da escola em 2008 . </li></ul>
  26. 26. A Realidade Brasileira XI 30/04/10 - Fonte: Folha de São Paulo, 03/03/2010. <ul><li>Na educação superior, o plano estabelecia uma meta de 30% dos jovens na universidade em 2010. Em  2008, o índice estava em 13,7%. </li></ul>
  27. 27. EXISTE REPERCUSSÃO NO ENSINO SUPERIOR?
  28. 28. Desempenho em Formação Geral Á rea Ingressantes Concluintes TOTAL 44,2 47,2 Administra ç ão 40,8 44,1 Arquivologia 49,2 52,1 Biblioteconomia 46,2 49,1 Biomedicina 46,2 48,5 Ciências Cont á beis 43,6 44,7 Ciências Econômicas 44,4 46,4 Comunica ç ão Social 46,4 49,2 Design 46,7 50,4 Direito 47,0 50,4 Forma ç ão de Professores 45,8 46,9 M ú sica 46,8 49,1 Psicologia 43,9 47,2 Secretariado Executivo 43,8 45,2 Teatro 46,4 47,2 Turismo 48,2 51,1
  29. 29. COMPONENTE ESPECÍFICO : Desempenho médio Á rea Ingressantes Concluintes TOTAL 32,9 41,8 Administração 33,2 41,3 Arquivologia 37,9 47,1 Biblioteconomia 34,7 44,0 Biomedicina 30,7 43,8 Ciências Contábeis 22,8 30,0 Ciências Econômicas 27,4 34,5 Comunicação Social 34,0 40,3 Design 42,1 52,8 Direito 31,2 42,8 Formação de Professores 39,6 43,7 Música 36,5 45,0 Psicologia 41,1 52,7 Secretariado Executivo 35,5 42,4 Teatro 41,3 48,0 Turismo 41,5 48,5
  30. 30. Outras Repercussões (I) <ul><li>ESTUDANTES DESPREPARADOS E DESESTIMULADOS NO ENSINO SUPERIOR. </li></ul><ul><li>REFORÇO DO ENSINO MÉDIO PELAS IES. </li></ul><ul><li>DESPREPARO PARA A LEITURA E SOLUÇÃO DE PROBLEMAS ELEMENTARES NO ENSINO SUPERIOR. </li></ul>30/04/10
  31. 31. Outras Repercussões (II) <ul><li>DIFICULDADE DE ACOMPANHAMENTO NO ENSINO SUPERIOR. </li></ul><ul><li>OPÇÃO DOS ESTUDANTES, PRIORITARIAMENTE, POR CURSOS QUE PRIVILEGIEM O QUALITATIVO EM DETRIMENTO DO QUANTITATIVO. </li></ul>30/04/10
  32. 32. Outras Repercussões (III) <ul><li>PROFISSIONAIS COM DIFICULDADE EM TOMAR DECISÕES. </li></ul><ul><li>PROFISSIONAIS DESPREPARADOS PARA FUNÇÕES QUE EXIJAM DEMAIS. </li></ul>30/04/10
  33. 33. Outras Repercussões (IV) <ul><li>FALTA DE TÉCNICOS QUALIFICADOS NO MERCADO. </li></ul><ul><li>SUPER VALORIZAÇÃO DE TÉCNICOS QUALIFICADOS NO MERCADO. </li></ul>30/04/10
  34. 34. PANORAMA DA EDUCAÇÃO SUPERIOR NACIONAL
  35. 35. Instituições por Organização Acadêmica 2007 8,0% 92,0% Universidades Faculdades, Centros, Escolas e Centros de Educação Tecnológica
  36. 36. Instituições por categoria administrativa Instituições de Educação Superior 11% Públicas 89% Privadas 5% Federais 3% Estaduais 2% Municipais 76% Particulares 13% Comunit./Conf.
  37. 37. IES Até 1000 Alunos De 1001 A 2000 Alunos De 2001 A 5000 Alunos + De 5000 Alunos 67,8% 13,6% 9,2% 9,6% IES segundo o tamanho (matrículas)
  38. 38. Número de IES por Região Geográfica NORTE CENTRO OESTE SUL SUDESTE NORDESTE 5,9% 17,8% 48,9% 16,5% 10,9%
  39. 39. CURSOS COM MAIOR NÚMERO DE MATRÍCULAS CURSOS 2006 2007 VARIAÇÃO ADMINISTRAÇÃO 654.109 680.687 4,06% DIREITO 589.351 613.950 4,17% LETRAS 609.422 574.019 -6,17 % ENGENHARIAS 371.502 417.448 12,37 % PEDAGOGIA 281.172 284.725 1,26 %
  40. 40. EVOLUÇÃO DAS MATRÍCULAS NO ENSINO SUPERIOR PRESENCIAL ANO TOTAL DE MATRÍCULAS VARIAÇÃO 2000 2.694.245 - 2001 3.030.754 12,49 % 2002 3.479.913 14,82 % 2003 3.887.771 11,17 %
  41. 41. EVOLUÇÃO DAS MATRÍCULAS NO ENSINO SUPERIOR PRESENCIAL ANO TOTAL DE MATRÍCULAS VARIAÇÃO 2004 4.163.733 7,09 % 2005 4.453.156 6,95 % 2006 4.676.646 5,02% 2007 4.880.381 4,36%
  42. 42. EVOLUÇÃO DAS MATRÍCULAS NO ENSINO SUPERIOR A DISTÂNCIA ANO TOTAL VARIAÇÃO 2002 49.532 - 2003 63.137 27,47% 2004 61.379 -2,78 %
  43. 43. EVOLUÇÃO DAS MATRÍCULAS NO ENSINO SUPERIOR A DISTÂNCIA ANO TOTAL VARIAÇÃO 2005 164.660 137,33 % 2006 260.133 57,98 % 2007 369.766 42,14 %
  44. 44. Ensino Superior – Cenário Atual Relação Ingressante/Vaga nas IES 0 500.000 1.000.000 1.500.000 2.000.000 2.500.000 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 Número de Vagas Número de Ingressantes Fonte:Hoper Consultoria
  45. 45. Estimativa População 2005-2010 Faixa Etária 18-24 anos 24.824.098 24.808.038 24.703.957 24.497.264 24.152.428 23.787.844 184.184.264 186.770.562 189.335.118 191.869.683 194.370.095 196.834.086 2005 2006 2007 2008 2009 2010 Faixa Etária de 18-24 População Total Fonte: IBGE/PNAD
  46. 46. Fonte: IBGE/PNAD Ano Faixa Etária de 15-17 anos População Total 2003 10.545.913 178.985.306 2004 10.451.586 181.586.030 2005 10.315.317 184.184.264 2006 10.132.643 186.770.562 2007 9.945.208 189.335.118 2008 9.832.949 191.869.683 2009 9.820.322 194.370.095 2010 9.856.171 196.834.086 Estimativa População 2003-2010 - Faixa Etária 15-17 anos
  47. 47. <ul><li>De 1995 a 2005, os gastos do governo federal com saúde e educação caíram em relação ao PIB. </li></ul><ul><li>SAÚDE 1,79% para 1,59% </li></ul><ul><li>EDUCAÇÃO 0,95% para 0,77% </li></ul>Panorama Nacional - Pesquisa IPEA
  48. 48. <ul><li>A Educação que ocupava o 4º lugar em 1995 passou para o 5º superada pela Assistência Social , entre as áreas sociais. </li></ul>Panorama Nacional - Pesquisa IPEA
  49. 49. <ul><li>27,47% Manutenção da casa </li></ul><ul><li>19,57% Alimentos e bebidas </li></ul><ul><li>7,51% Transporte/veículo </li></ul><ul><li>7,33% Higiene e saúde </li></ul><ul><li>5,25% Vestuário e calçados </li></ul><ul><li>4,14% Móveis e eletrodomésticos </li></ul><ul><li>3,71% Recreação e viagem </li></ul><ul><li>2,61% Educação </li></ul><ul><li>0,71% Fumo </li></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Fonte:Pesquisa Target Marketing JC 13/05/08 </li></ul></ul></ul></ul></ul>Panorama Nacional - Gastos da População Brasileira
  50. 50. <ul><li>Mais de 5 sm (R$ 2.326) 3,74% </li></ul><ul><li>Mais de 4 até 5 sm (R$ 1.861 a R$ 2.325) 2,12% </li></ul><ul><li>Mais de 3 até 4 sm (R$ 1.396 a R$ 1.860) 3,76% </li></ul><ul><li>Mais de 2 até 3 sm (R$ 931 a R$ 1.395) 9,70% </li></ul><ul><li>Menos de 2 sm (R$ 929) 80,68% </li></ul>Panorama Nacional - Relação Renda Média e % de Estudantes no Ensino Superior
  51. 51. <ul><li>“ A atual geração tem o privilégio de acompanhar uma das grandes mudanças de fase na existência humana. </li></ul><ul><li>No entanto, a escola não está acompanhando esta mudança.” </li></ul><ul><ul><ul><ul><li>Domenico De Masi </li></ul></ul></ul></ul>
  52. 52. <ul><li>“ Demonstrado está, historicamente,que todos os países hoje situados no chamado Primeiro Mundo, lá chegaram porque souberam investir bem na educação. Não existe exceção a esta regra.” </li></ul><ul><ul><li>Jefferson Péres </li></ul></ul><ul><ul><li>A Crítica </li></ul></ul><ul><ul><li>Manaus AM </li></ul></ul>
  53. 53. <ul><li>“ PARA A NOVA ECONOMIA, A ESCOLA SUPERIOR É O TIRO DE PARTIDA E NÃO A FITA DE CHEGADA “ </li></ul><ul><li>Gary Becker – Prêmio Nobel de Economia . </li></ul>
  54. 54. <ul><li>“ Um homem que vence na vida pelas próprias forças acredita na sorte, mas manda o filho estudar em Oxford.” </li></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Christina Stead </li></ul></ul></ul></ul></ul>
  55. 55. <ul><li>“ A preocupação principal da educação é facilitar a empregabilidade dos formandos, que devem deixar a situação de buscar trabalho para assumirem, acima de tudo, a função de criar trabalho.” </li></ul><ul><li>Elaine Guerra </li></ul><ul><li>Anais XII ENANGRAD </li></ul>
  56. 56. EXIGÊNCIAS DA SOCIEDADE DO CONHECIMENTO
  57. 57. <ul><li>1 ª Instru ç ão Universal de Alto N í vel </li></ul><ul><li>2 ª Aprendizado que Dure Toda a Vida </li></ul>
  58. 58. Conhecimentos Atitudes Pilares da Formação Acadêmica Curso de Administração Competências Habilidades
  59. 59. <ul><li>Em recente levantamento da revista inglesa The Economist, que ouviu empresários do mundo inteiro das áreas de bens de consumo e varejo, indica que o perfil do profissional ideal mudará nos próximos 15 anos - quem tiver capacidade de gestão estará à frente . No estudo esta é a tendência apontada por 75% dos entrevistados. </li></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Folha Dirigida 12/09/06 </li></ul></ul></ul></ul></ul>
  60. 60. “ A Sociedade precisa de ADMINISTRADORES.” Antonio Gildo Paes Galindo
  61. 61. “ Não existem países desenvolvidos e subdesenvolvidos, mas sim países que sabem administrar a tecnologia existente e seus recursos disponíveis e potenciais e países que ainda não o sabem. “ Peter Drucker
  62. 62. O mérito do administrador é o de acompanhar a evolução do mundo atual, manter vivas as empresas e promover a integração do homem no espaço em que trabalha.
  63. 63. QUE TIPO DE ADMINISTRADORES?
  64. 64. UM ADMINISTRADOR ACADÊMICO? GENERALISTA? ESPECIALISTA? TECNOLÓGICO ?
  65. 65. Fonte:Pesquisa Nacional CFA ANGRAD, 2006. IDENTIDADE DO ADMINISTRADOR TRAÇOS DE IDENTIDADE DO ADMINISTRADOR 2003 (%) 2006 (%) ATUAR COM VISÃO SISTÊMICA DA ORGANIZAÇÃO 31,00 36,59 FORMAR, LIDERAR E MOTIVAR EQUIPES DE TRABALHO 11,46 17,89 ARTICULAR AS DIVERSAS ÁREAS DA ORGANIZAÇÃO 5,73 15,85 PROMOVER AÇÕES INTRA E INTER E INTRADEPARTAMENTAIS CRIANDO SINERGIA ENTRE PESSOAS E RECURSOS DISPONÍVEIS GERANDO PROCESSOS EFICAZES 32,48 13,82 NEGOCIAR CONFLITOS E INTERESSES 2,55 6,91 OTIMIZAR A UTILIZAÇÃO DE RECURSOS 12,31 5,28 ZELAR PELO CLIMA ORGANIZACIONAL 0,42 - OUTRA 4,03 3,66
  66. 66. Fonte:Pesquisa Nacional CFA ANGRAD, 2006. COMPETÊNCIAS 2006 (%) IDENTIFICAR PROBLEMAS, FORMULAR E IMPLANTAR SOLUÇÕES. 71,19 DESENVOLVER RACIOCÍNIO LÓGICO, CRÍTICO E ANALÍTICO SOBRE A REALIDADE ORGANIZACIONAL. 63,13 ASSUMIR O PROCESSO DECISÓRIO DAS AÇÕES DE PLANEJAMENTO, ORGANIZAÇÃO, DIREÇÃO E CONTROLE. 60,50 DESENVOLVER E SOCIALIZAR O CONHECIMENTO ALCANÇADO NO AMBIENTE DE TRABALHO. 54,91 ELABORAR E INTERPRETAR CENÁRIOS. 46,80
  67. 67. Fonte:Pesquisa Nacional CFA ANGRAD, 2006. CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 2006 (%) ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAS E EQUIPES. 62,19 ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA. 60,12 ADMINISTRAÇÃO ESTRATÉGICA. 57,45 VISÃO AMPLA, PROFUNDA E ARTICULADA DO CONJUNTO DAS ÁREAS DO CONHECIMENTO. 54,60 ADMINISTRAÇÃO DE VENDAS E MARKETING. 51,90
  68. 68. Fonte:Pesquisa Nacional CFA ANGRAD, 2006. HABILIDADES 2006 (%) VISÃO DO TODO. 74,04 RELACIONAMENTO INTERPESSOAL. 71,50 ADAPTAÇÃO À TRANSFORMAÇÃO. 61,79 LIDERANÇA. 61,07 CRIATIVIDADE E INOVAÇÃO. 55,37
  69. 69. Fonte:Pesquisa Nacional CFA ANGRAD, 2006. ATITUDES 2006 (%) COMPORTAMENTO ÉTICO. 75,21 PROFISSIONALISMO. 73,05 COMPROMETIMENTO. 71,16 APRENDIZADO CONTÍNUO. 69,61 ATITUDE EMPREENDEDORA/INICIATIVA. 62,32
  70. 70. DUAS REFLEXÕES….
  71. 71. <ul><li>Etimologicamente a palavra currículo vem do latim “curriculum”, pista de corrida. Podemos dizer que no curso dessa “corrida”, que é o currículo, acabamos por nos tornar o que somos. </li></ul><ul><ul><ul><ul><li>Tomaz Tadeu da Silva </li></ul></ul></ul></ul>
  72. 72. <ul><li>“ Os analfabetos do próximo século não são aqueles que não sabem ler ou escrever, mas aqueles que se recusam a aprender, reaprender e voltar a aprender.” </li></ul><ul><ul><ul><ul><li>Alvin Tofler </li></ul></ul></ul></ul>
  73. 73. MUITO OBRIGADO! www.observatorioacademico.com www.angrad.org.br
  74. 74. <ul><li>REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA </li></ul><ul><li>EGAN, Kieran. A mente educada: os males da educação e a ineficiência educacional das escolas. Rio: Bertrand Brasil, 2002. </li></ul><ul><li>FISCHETTI, Mark. Está atolado no meio de uma montanha de dados  Então veja a saída de alguns especialistas no assunto. Revista América Economica – Dow Jones. Nov 97 n. 125. Rio de Janeiro: Editora Amec Lesec, 1997. </li></ul><ul><li>FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996. </li></ul><ul><li>GALINDO, Antonio Gildo. A importancia do planejamento pedagógico para a qualidade do ensino de administração. João Pessoa: CRA-PB, 2010. Apresentação em polígrafo. </li></ul><ul><li>LUZURIAGA, Lorenzo. História da educação e da pedagogia. São Paulo: Cia. Editora Nacional, 2001. </li></ul><ul><li>MARSHALL, Stephanie Pace. Criando comunidades vigorosas centradas no aprendizado para o século XXI. A organização do futuro: como preparar hoje as empresas de amanhã. São Paulo: Futura, 1997. </li></ul><ul><li>  </li></ul>

×