Lourenço Médicis

1.352 visualizações

Publicada em

História e Cultura das Artes - Lourenço Médicis

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.352
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
28
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Lourenço Médicis

  1. 1. CMRP História e Cultura das Artes Professora Helena Branco Módulo 5 Recuperação 10ºB Trabalho realizado por: Carolina Pardal
  2. 2. Nasceu em Florença a 1 de Janeiro de 1449; Foi educado no palácio da sua família, detentora de uma grande fortuna; Tinha uma inteligência acima da média e desde cedo demonstrou grande interesse pela Filosofia e Belas Artes.
  3. 3. Quem foi? Vida em adulto
  4. 4. Popular banqueiro e governante Florentino (1453 – 1492); Com grande sabedoria e tato políticos, ofereceu contínua prosperidade, fama e bem estar à cidade; Excelente mecenas da época; Promotor da histórica explosão cultural, económica e científica da cidade.
  5. 5. Desenvolveu a sua cultura, atraindo para a sua corte nomes como Giovanni Mirandola (humanista), Poliziano (poeta), Leonardo Da Vinci (pintor)… financiando as suas obras; Fundou tipografias, escolas e bibliotecas; Foi um grande colecionador de livros, obras de arte e objetos raros; Renovou arquitetonicamente a cidade e criou um ambiente de permanente animação e esplendor em Florença;
  6. 6. Cognominado “O Mágnifico”, casou com uma Orsini, de família pertencente à nobreza romana; Teve sete filhos e conseguiu com que o seu filho Giovanni fosse nomeado cardeal; Com a morte do seu pai (1469), Lorenzo e o seu irmão Giuliano foram designados “príncipes do Estado”; Na política, o facto mais marcante foi o sufocamento da Conspiração dos Pazzi (1478), banqueiros rivais dos Medici; Foi feito um plano para matar os irmãos
  7. 7. Quão bela é a juventude, a qual, porém, foge depressa! Seja bem alegre quem assim o deseja porque do amanhã não temos nenhuma certeza.
  8. 8. Quem muito tempo espera, muito tempo consome… E o tempo não espera, mas foge depressa.

×