Teorias da Evolução - Prof. Arlei

25.866 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
16 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
25.866
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
56
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1.696
Comentários
0
Gostaram
16
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Teorias da Evolução - Prof. Arlei

  1. 1. Evolução Prof. Arlei
  2. 2. Criacionismo (Fixismo) x Evolucionismo .
  3. 3. EVOLUCIONISMO <ul><li>Estudo da origem das espécies e das modificações sofridas ao longo do tempo </li></ul>
  4. 4. Importância <ul><ul><li>Genética (Como ocorrem as mudanças)‏ </li></ul></ul><ul><ul><li>Taxonomia (Classificação dos seres vivos)‏ </li></ul></ul><ul><ul><li>Citologia (Diferenciação Celular)‏ </li></ul></ul><ul><ul><li>Ecologia (Relações entre os seres vivos)‏ </li></ul></ul>
  5. 5. Evidências da Evolução <ul><li>Embriologia Comparada </li></ul><ul><li>Anatomia comparada </li></ul><ul><li>Registros fósseis </li></ul><ul><li>Bioquímica comparada </li></ul><ul><li>Órgãos vestigiais </li></ul>
  6. 6. Evidências da Evolução <ul><li>Embriologia Comparada </li></ul><ul><li>Anatomia comparada </li></ul><ul><li>Registros fósseis </li></ul><ul><li>Bioquímica comparada </li></ul><ul><li>Órgãos vestigiais </li></ul><ul><li>Convergência de forma </li></ul>
  7. 7. Embriologia Comparada
  8. 8. Evidências <ul><ul><li>Anatomia comparada </li></ul></ul><ul><ul><li>Órgãos homólogos ( mesma origem embrionária, mas podem exercer diferentes funções). </li></ul></ul><ul><li>Órgãos análogos (Semelhantes em aparência e/ou função, mas com diferente origem embrionária). </li></ul>
  9. 9. Evidências <ul><ul><li>Convergência de forma </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Exemplo: Baleias e peixes </li></ul></ul></ul>
  10. 11. Evidências <ul><ul><li>Registros fósseis </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Exemplos: </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Archaeopiteryx </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>celacantus (fóssil vivo )‏ </li></ul></ul></ul>
  11. 12. Evidências <ul><ul><li>Bioquímica </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Composição química semelhante </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Semelhanças no Código genético </li></ul></ul></ul>
  12. 13. Evidências <ul><ul><li>Órgãos vestigiais </li></ul></ul><ul><ul><li>Exemplo: Cóccix e apêndice </li></ul></ul><ul><ul><li>A presença destas estruturas </li></ul></ul><ul><ul><li>vestigiais revela a ação de </li></ul></ul><ul><ul><li>uma evolução no sentido </li></ul></ul><ul><ul><li>regressivo, privilegiando </li></ul></ul><ul><ul><li>indivíduos com estruturas </li></ul></ul><ul><ul><li>cada vez menores, como os </li></ul></ul><ul><ul><li>dentes em algumas </li></ul></ul><ul><ul><li>espécies de baleias, dedos </li></ul></ul><ul><ul><li>laterais nos cavalos, apêndice </li></ul></ul><ul><ul><li>humano, ossos das patas em </li></ul></ul><ul><ul><li>cobras, etc.;  </li></ul></ul>
  13. 14. Teorias Evolucionistas <ul><ul><li>LAMARCKISMO </li></ul></ul><ul><ul><li>Darwinismo </li></ul></ul>
  14. 15. Teorias Evolucionistas <ul><ul><li>LAMARCKISMO </li></ul></ul><ul><ul><li>Teoria de Lamarck </li></ul></ul><ul><ul><li>Pontos básicos: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Lei do Uso e desuso </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Lei da transmissão dos caracteres adquiridos </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Importância: </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Combateu o fixismo </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Primeira teoria científica sobre a evolução </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Erro básico : as características adquiridas não são transmitidas aos descendentes. </li></ul></ul></ul>
  15. 16. <ul><li>A girafa habita locais onde o solo é seco e com pouca vegetação. Obrigada a comer brotos de árvores a girafa foi se esticando para cima. Esse hábito provocou o enorme pescoço e as pernas anteriores, meio longas do que as posteriores. </li></ul><ul><ul><li>As cobras evoluíram a partir de ancestrais que apresentavam pernas a corpos curtos. Obrigados, por modificação ambiental, a rastejar a passar através de aberturas estreitas, acabavam sendo ápodes a de corpo alongado. </li></ul></ul><ul><ul><li>As membranas entre os dedos das aves aquáticas resultaram do uso durante a natação. </li></ul></ul><ul><li>Aves pernaltas como as garças, teriam desenvolvido as pernas, esticando-as para manter o corpo fora d'água, em regiões inundadas. </li></ul><ul><li>Plantas de regiões desérticas teriam diminuído a superfície das folhas, para evitar a transpiração; tais folhas acabaram transformadas em espinhos. Para conservar água os caules adquiriram a consistência suculenta. </li></ul>
  16. 17. ATENÇÃO <ul><li>Observe, que para Lamarck, o meio ambiente induz as modificações </li></ul>
  17. 18. Teorias Evolucionistas <ul><ul><li>Darwinismo </li></ul></ul><ul><ul><li>Teoria de Darwin – livro: A origem das espécies - 1859 </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Ponto básico: </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Seleção Natural </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Importância: </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Base da atual Teoria da Evolução (Neodarwinismo)‏ </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Erro básico : </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Não explicava a origem das variações e nem como elas são transmitidas aos descendentes </li></ul></ul></ul>
  18. 19. <ul><li>O processo evolutivo proposto por Darwin pode ser resumido nos seguintes itens: </li></ul><ul><li>Todos os organismos apresentam uma elevada capacidade reprodutiva. </li></ul><ul><li>Contudo, verifica-se que o número de indivíduos de uma mesma espécie permanece constante, o que só pode ser explicado pela grande mortalidade natural. </li></ul><ul><li>A mortalidade decorre da falta de alimento, pois o suprimento alimentar, para qualquer população não é ilimitado. </li></ul><ul><li>A falta dos meios de subsistência gira uma competição, ou seja, uma contínua luta pela vida entre os organismos com as mesmas exigências alimentares. </li></ul><ul><li>Em todas as espécies os indivíduos nunca são iguais, exibindo variação que podem ser herdadas. </li></ul><ul><li>Em um determinado ambiente, os indivíduos dotados de variação favoráveis estarão mais capacitados a sobreviver, do que os que possuem variações desfavoráveis. Assim, as variações favoráveis são transmitidas para os descendentes e, acumulando-se com o tempo, dão origem a grandes diferenças. </li></ul><ul><li>O processo de seleção natural, imposto pelo meio ambiente, e prolongado por várias gerações produz adaptações cada vez mais perfeitas e complexas, de terminando dessa forma, um processo de evolução progressiva. </li></ul>
  19. 20. <ul><li>. COMPARAÇÃO ENTRE AS TEORIAS DE LAMARCK E DARWIN </li></ul><ul><li>Tanto para Lamarck como para Darwin o meio ambiente exerce um papel preponderante no processo evolutivo. * Segundo Lamarck o ambiente é o principal fator que provoca modificações nos organismos; </li></ul><ul><li>* Para Darwin o ambiente apenas seleciona as variações mais favoráveis. Seleção Natural </li></ul>
  20. 23. Neo Darwinismo ou Teoria Sintética da Evolução <ul><li>Acrescentam aos princípios de Darwin a genética ( como as mudanças ocorrem). </li></ul><ul><li>Princípios </li></ul><ul><ul><li>As populações possuem variações genéticas através de mutação ao acaso </li></ul></ul><ul><ul><li>populações evoluem por mudanças nas freqüências gênicas </li></ul></ul><ul><ul><li>a diversificação vem através da especiação </li></ul></ul>
  21. 24. <ul><li>De acordo com esta teoria os processos básicos da evolução são quatro: </li></ul><ul><li>Mutação, </li></ul><ul><li>Recombinação Genética, </li></ul><ul><li>Seleção natural </li></ul><ul><li>Isolamento Reprodutivo. </li></ul><ul><li>Os três primeiros constituem as fontes da variabilidade genética, sem a qual não pode ocorrer modificação. A seleção natural e o isolamento reprodutivo orientam estas variações em canais adaptativos. </li></ul>Neo Darwinismo ou Teoria Sintética da Evolução
  22. 25. ESPECIAÇÃO Formação de novas espécies Espécie: Conjunto de indivíduos semelhantes que se reproduzem entre si gerando indivíduos férteis <ul><li>Fatores que levam a especiação </li></ul><ul><li>Isolamento Geográfico </li></ul><ul><li>Isolamento Reprodutivo </li></ul>

×