brulex@bol.com.br
MODULO 00
Parte 01 1
Todos os direitos reservados 1999-2014 (c) Alex Casañas
1 /63
@brulex@brulex
2 /63
...
brulex@bol.com.br
MODULO 00
Parte 01 2
Todos os direitos reservados 1999-2014 (c) Alex Casañas
Unidade 01
4
• Objetivos a ...
brulex@bol.com.br
MODULO 00
Parte 01 3
Todos os direitos reservados 1999-2014 (c) Alex Casañas
Objetivos a serem alcançado...
brulex@bol.com.br
MODULO 00
Parte 01 4
Todos os direitos reservados 1999-2014 (c) Alex Casañas
Unidade 1
• Evolução do Pen...
brulex@bol.com.br
MODULO 00
Parte 01 5
Todos os direitos reservados 1999-2014 (c) Alex Casañas
As Organizações
• Servem à ...
brulex@bol.com.br
MODULO 00
Parte 01 6
Todos os direitos reservados 1999-2014 (c) Alex Casañas
Características das Mudança...
brulex@bol.com.br
MODULO 00
Parte 01 7
Todos os direitos reservados 1999-2014 (c) Alex Casañas
As Novas Exigências
• Ambiê...
brulex@bol.com.br
MODULO 00
Parte 01 8
Todos os direitos reservados 1999-2014 (c) Alex Casañas
Abordagem Mecânica: a organ...
brulex@bol.com.br
MODULO 00
Parte 01 9
Todos os direitos reservados 1999-2014 (c) Alex Casañas
Organização Racional de Tra...
brulex@bol.com.br
MODULO 00
Parte 01 10
Todos os direitos reservados 1999-2014 (c) Alex Casañas
O Fordismo
• O "fordismo",...
brulex@bol.com.br
MODULO 00
Parte 01 11
Todos os direitos reservados 1999-2014 (c) Alex Casañas
Teoria Clássica da Adminis...
brulex@bol.com.br
MODULO 00
Parte 01 12
Todos os direitos reservados 1999-2014 (c) Alex Casañas
Teoria Clássica da Adminis...
brulex@bol.com.br
MODULO 00
Parte 01 13
Todos os direitos reservados 1999-2014 (c) Alex Casañas
Teoria Clássica da Adminis...
brulex@bol.com.br
MODULO 00
Parte 01 14
Todos os direitos reservados 1999-2014 (c) Alex Casañas
O Modelo Burocrático de Or...
brulex@bol.com.br
MODULO 00
Parte 01 15
Todos os direitos reservados 1999-2014 (c) Alex Casañas
Características da Burocra...
brulex@bol.com.br
MODULO 00
Parte 01 16
Todos os direitos reservados 1999-2014 (c) Alex Casañas
Resultado da Pesquisa
de H...
brulex@bol.com.br
MODULO 00
Parte 01 17
Todos os direitos reservados 1999-2014 (c) Alex Casañas
O Líder
• O líder é aquele...
brulex@bol.com.br
MODULO 00
Parte 01 18
Todos os direitos reservados 1999-2014 (c) Alex Casañas
Motivação
• O ser humano t...
brulex@bol.com.br
MODULO 00
Parte 01 19
Todos os direitos reservados 1999-2014 (c) Alex Casañas
Pensamento de Herzberg
55
...
brulex@bol.com.br
MODULO 00
Parte 01 20
Todos os direitos reservados 1999-2014 (c) Alex Casañas
Triângulo de Robert Anthon...
brulex@bol.com.br
MODULO 00
Parte 01 21
Todos os direitos reservados 1999-2014 (c) Alex Casañas
Abordagem Múltipla da
Orga...
brulex@bol.com.br
MODULO 00
Parte 01 22
Todos os direitos reservados 1999-2014 (c) Alex Casañas
O Modelo Sistêmico
64
FATU...
brulex@bol.com.br
MODULO 00
Parte 01 23
Todos os direitos reservados 1999-2014 (c) Alex Casañas
Ambiente Organizacional
Am...
brulex@bol.com.br
MODULO 00
Parte 01 24
Todos os direitos reservados 1999-2014 (c) Alex Casañas
Contribuição de Burns e St...
brulex@bol.com.br
MODULO 00
Parte 01 25
Todos os direitos reservados 1999-2014 (c) Alex Casañas
73
• Ao término desta apre...
���������������������������������������������������������������������������
����������������������������������������������...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Unidade 01 14-03-20 - 73 ppts - introdução - 03 slides por folha

187 visualizações

Publicada em

Material da disciplina de TGA - teoria geral de administração.

Alex Casañas
CEO/Founder
+55(61) 8413-0351
brulex@bol.com.br
@brulex
Acessem www.brulex.com.br
"Vantagem mesmo e ter desconto para o resto da vida...."

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
187
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Unidade 01 14-03-20 - 73 ppts - introdução - 03 slides por folha

  1. 1. brulex@bol.com.br MODULO 00 Parte 01 1 Todos os direitos reservados 1999-2014 (c) Alex Casañas 1 /63 @brulex@brulex 2 /63 Prof. M.Sc. Alex Casañas +55(61) 8413-0351 - MSN - brulex@hotmail.com - Página oficial: http://brulex.ning.com Redes Sociais e Parcerias Facebook: Brulex https://www.facebook.com/alex.casanas1 LinkedIn: Brulex http://br.linkedin.com/in/brulex Twitter: @brulex https://twitter.com/#!/brulex Compre com Segurança Aqui - Parceria entre o Professor Alex com o site Submarino desde 1999-2012 http://www.submarino.com.br/menu/1060/Livros/?franq=131531 www.agencialan.com.br www.brulex.com.br maior site do Brasil de Vantagens e Descontos 3Unidade 01
  2. 2. brulex@bol.com.br MODULO 00 Parte 01 2 Todos os direitos reservados 1999-2014 (c) Alex Casañas Unidade 01 4 • Objetivos a serem alcançados: • Organizações • Ambiente onde as organizações atuam mudou • Ambiente das Mudanças Versus Impactos • Primórdios da Administração 4 /63 Unidade 01 5 • Objetivos a serem alcançados: • O Pensamento de Taylor • O Fordismo • Teoria Clássica da Administração 5 /63 Unidade 01 6 • Objetivos a serem alcançados: • O Pensamento de Taylor • O Fordismo • Teoria Clássica da Administração
  3. 3. brulex@bol.com.br MODULO 00 Parte 01 3 Todos os direitos reservados 1999-2014 (c) Alex Casañas Objetivos a serem alcançados: • O Pensamento de Fayol • Funções Básicas da Empresa • O Processo Administrativo • Proporcionalidade das Funções Administrativas • Os 14 Princípios de Administração • O Pensamento de Fayol 7 Unidade 01 • Web+Bibliografia: •www.hsm.com.br – evento do Philip dia 29 de agosto de 2014 em Brasília . •http://www.sobreadministracao.com/ •http://www.estudantesdeadm.com/ 8 /63 Unidade 01 • Web+Bibliografia: •Material disponibilizado pelos professores •Profª. Maria Zélia de Almeida Souza, M.Sc. •Prof. Nério Amboni, D.Sc. •Prof. Rui Otávio Bernardes de Andrade, D.Sc. • Livros do plano de ensino
  4. 4. brulex@bol.com.br MODULO 00 Parte 01 4 Todos os direitos reservados 1999-2014 (c) Alex Casañas Unidade 1 • Evolução do Pensamento Administrativo – Contextualização da Administração no mundo contemporâneo, através do estudo da evolução do pensamento administrativo. 10 Teoria Geral da Administração Importância • O conhecimento possibilita a compreensão da realidade e a sua transformação. 11 � O estudo de diversos pensamentos sobre a realidade organizacional permite a visualização da evolução do pensamento administrativo. � Como você trabalhará junto a algum tipo de organização, o conhecimento deste campo do saber será de extrema relevância para uma atuação profissional de excelência. Campo de Estudo • As organizações são o campo de estudo da Administração. • As organizações são o campo de estudo da Administração. 12
  5. 5. brulex@bol.com.br MODULO 00 Parte 01 5 Todos os direitos reservados 1999-2014 (c) Alex Casañas As Organizações • Servem à sociedade • Realizam objetivos • Preservam conhecimentos • Proporcionam carreiras 13 Há Algo Comum às Organizações • Objetivos • Programas ou métodos para alcançar os objetivos • Necessitam de recursos • Necessitam de uma administração eficaz 14 Ambiente onde as organizações atuam mudou • Cenários de Mudanças – Tecnologia – Informação – Conhecimento – Globalização – Competição – Ameaças – Oportunidades 15
  6. 6. brulex@bol.com.br MODULO 00 Parte 01 6 Todos os direitos reservados 1999-2014 (c) Alex Casañas Características das Mudanças • Incontroláveis • Permanentes • Aceleradas • Imprevisíveis 16 Ambiente das Mudanças Versus Impactos • Mudanças – Sociais, Políticas, Culturais, Econômicas, Estruturais 17 � Competição � Blocos, Países, Grupos, Empresas, Pessoas � Complexidade crescente � Tecnologias, Temas, Investimentos, Métodos � Evolução tecnológica � Informação, Métodos, Técnicas, Conceitos Forças Propulsoras 18 Mudanças Aceleradas Complexidade Crescente Evolução Tecnológica Competição Acirrada Globalização
  7. 7. brulex@bol.com.br MODULO 00 Parte 01 7 Todos os direitos reservados 1999-2014 (c) Alex Casañas As Novas Exigências • Ambiência Interna – Maior autonomia do trabalho, atividades criativas e motivadoras – Maior nível de qualificação 19 � Ambiência Externa � Concorrência acirrada � Exigências do consumidor e da comunidade Filme • Projeção e discussão do filme: “A História da Administração”. 20 Primórdios da Administração • A Administração, como ciência, data do início do século XX. Época na qual surgem os pioneiros da racionalização do trabalho, que buscaram elaborar leis mais amplas sobre a racionalidade dos sistemas produtivos. 21
  8. 8. brulex@bol.com.br MODULO 00 Parte 01 8 Todos os direitos reservados 1999-2014 (c) Alex Casañas Abordagem Mecânica: a organização vista como uma máquina • Principais Representantes – Taylor: Administração Científica – Ford: Linha de Montagem – Fayol: Processo Administrativo – Weber: Burocracia 22 O Pensamento de Taylor • Numa sociedade carente de produtos, o sucesso reside na capacidade de produção rápida associada à redução de desperdícios. • Premissa Básica – Aumentar a produtividade por intermédio da Organização Racional de Trabalho ­ ORT 23 Organização Racional de Trabalho (ORT) • É a substituição de métodos empíricos pelos métodos científicos. 24
  9. 9. brulex@bol.com.br MODULO 00 Parte 01 9 Todos os direitos reservados 1999-2014 (c) Alex Casañas Organização Racional de Trabalho Padrão de Produção • O padrão de produção dependia, em última análise, da definição da forma correta da execução das tarefas. 25 Organização Racional de Trabalho Divisãodo Trabalho e Especialização do Operário • O foco do pensamento Taylorista é a Divisão do Trabalho e a Especialização do Operário 26 Um operário desempenha a tarefa total Vários operários desempenham em paralelo partes da tarefa Vários operários desempenham em série partes da tarefa total Fonte: Chiavenato, Idalberto. Introdução à Teoria Geral da Administração pág. 64 Pensamento de Taylor Síntese 27 Maiores Salários e Maiores Lucros Seleção do Homem de Primeira Classe Supervisão CerradaLei da Fadiga Padrão de Produção Aumento da Produti- vidade Determinação da Única Maneira Certa Estudos de Tempos e Movimentos Incentivo Monetário Fonte:Motta,Fernando Prestes,IsabellaFrancisca FreitasGouveiade Vasconcelos–SãoPaulo: PioneiraThonsom–2002 pág.42
  10. 10. brulex@bol.com.br MODULO 00 Parte 01 10 Todos os direitos reservados 1999-2014 (c) Alex Casañas O Fordismo • O "fordismo", modelo iniciado e difundido pelos Estados Unidos, estabelecia a produção em massa, onde máquinas de tarefa única eram operadas por mão­de­ obra pouco especializada. 28 Teoria Clássica da Administração • O Pensamento de Fayol • Funções Básicas da Empresa • O Processo Administrativo • Proporcionalidade das Funções Administrativas • Os 14 Princípios de Administração • O Pensamento de Fayol 29 Teoria Clássica da Administração O Pensamento de Fayol • Administração é uma função distinta • Administrar é POCCC • Prever, Organizar, Comandar, Coordenar, Controlar • Administração é uma ciência 30
  11. 11. brulex@bol.com.br MODULO 00 Parte 01 11 Todos os direitos reservados 1999-2014 (c) Alex Casañas Teoria Clássica da Administração Funções Básicas da Empresa • Técnicas – Relacionadas à produção de bens e de serviços da empresa. 31 � Comerciais � Denominadas modernamente de marketing, relacionam-se com a compra, venda e permuta dos bens produzidos e consumidos pela empresa. Teoria Clássica da Administração Funções Básicas da Empresa • Financeiras – Relacionadas à busca e gerenciamento dos recursos financeiros utilizados pela empresa. 32 � Segurança � Relacionada à proteção da propriedade e das pessoas. � Contábeis � Relacionadas ao registro das transações efetuadas pela empresa, elaboração de balanços e estatísticas. Teoria Clássica da Administração Funções Básicas da Empresa • Administrativas – Prever • Relacionada à tomada de decisões sobre o futuro. 33 � Organizar � Envolver a(s) decisão(ões) sobre a alocação de recursos, sobre as coisas necessárias ao funcionamento da empresa.
  12. 12. brulex@bol.com.br MODULO 00 Parte 01 12 Todos os direitos reservados 1999-2014 (c) Alex Casañas Teoria Clássica da Administração Funções Básicas da Empresa 34 � Comandar � Envolve o ato de dirigir e orientar as pessoas. � Coordenar � Ato de harmonizar os esforços, as atividades da empresa em torno de um objetivo. Teoria Clássica da Administração Funções Básicas da Empresa 35 � Controlar � Consiste na verificação das ações visando o menor desvio possível entre o que foi estabelecido e o que está sendo realizado. Teoria Clássica da Administração O Processo Administrativo 36 Planejamento Controle Organização Direção
  13. 13. brulex@bol.com.br MODULO 00 Parte 01 13 Todos os direitos reservados 1999-2014 (c) Alex Casañas Teoria Clássica da Administração Proporcionalidade das Funções Administrativas • A função administrativa torna­se cada vez mais relevante à medida que cresce o nível de hierarquia ocupado. Assim, enquanto a principal capacidade de um operário é a técnica, a capacidade de um gestor é a administrativa. 37 Teoria Clássica da Administração Proporcionalidade das Funções Administrativas 38 Funções Administrativas Funções Técnicas Nível Gerencial da Organização Nível Operacional 0 100%Tempo CEO O Pensamento de Fayol 39 Maior Eficiência Organização Formal Objeto Principal da Organização: Tarefas Divisão de Trabalho Especia- lização Unidade de Comando Amplitude de Controle Maior Salário Maiores Lucros Fonte: Motta, Fernando Prestes, Isabella Francisca Freitas Gouveia de Vasconcelos – Teoria Geral da Administração – São Paulo: Pioneira Thonsom Learning – 2002 pág. 42
  14. 14. brulex@bol.com.br MODULO 00 Parte 01 14 Todos os direitos reservados 1999-2014 (c) Alex Casañas O Modelo Burocrático de Organização • O que é burocracia? – Papelada? – Morosidade? – Algo que não funciona? • Não foi isso que Weber analisou e descreveu. 40 O Modelo Burocrático de Organização • Max Weber – Sociólogo alemão que viveu entre 1864 – 1920 pensou de forma distinta. • Na linguagem Weberiana, burocracia é o espaço social formalmente organizado, onde ocorrem as relações sociais. 41 Burocracia Segundo Weber • Como se observa, para Weber, a Burocracia é uma forma de organização social. É a organização eficiente por excelência, baseada na adequação dos meios aos objetivos (fins). 42
  15. 15. brulex@bol.com.br MODULO 00 Parte 01 15 Todos os direitos reservados 1999-2014 (c) Alex Casañas Características da Burocracia 43 � Caráter legal das normas; � Caráter formal das comunicações; � Divisão do trabalho; � Impessoalidade no relacionamento; � Hierarquização da autoridade; � Rotinas e procedimentos; � Competência técnica e mérito; � Especialização da Administração; � Profissionalização; � Previsibilidade do funcionamento. A Burocracia é Baseada em: Previsibilidade do comportamento humano. Padronização do desempenho dos participantes. Conseqüências Previstas Máxima eficiência da organização. Objetivos Fonte: Chiavenato. Idalberto. Introdução à Teoria Geral da Administração pág. 231 Burocracia Problema ou Solução? • O problema, portanto, não é a Burocracia, mas o uso excessivo que se faz dela. Este excesso de Burocracia é o gerador de disfunções. 44 Abordagem Humanística Característica • A abordagem Clássica via o trabalhador como recurso para a produção. 45 � A abordagem Humanística desenvolve um enfoque distinto – considera o empregado um ser humano, não uma “peça humana”.
  16. 16. brulex@bol.com.br MODULO 00 Parte 01 16 Todos os direitos reservados 1999-2014 (c) Alex Casañas Resultado da Pesquisa de Hawthorne • Mayo – O trabalho é uma atividade tipicamente grupal; – O operário não reage como indivíduo isolado, mas como membro de um grupo social; – A pessoa é motivada essencialmente pela necessidade de: • “Estar junto”; • “Ser reconhecida”; • Receber adequada comunicação. 46 Teoria Behaviorista • A Teoria Comportamental (Behaviorista) da Administração, popularizada a partir da década de 50, buscou uma síntese entre a Teoria Clássica e a Teoria de Relações Humanas. 47 Teoria Behaviorista Assuntos • Principais Temas: – Liderança – Motivação – Autoridade – Estilos Gerenciais – Processo Decisório 48
  17. 17. brulex@bol.com.br MODULO 00 Parte 01 17 Todos os direitos reservados 1999-2014 (c) Alex Casañas O Líder • O líder é aquele que: – Faz uma pessoa que nunca sorriu sorrir. – Transmiteenergia positiva. – Demonstracoragem. – Consegueformar um time de discípulos. – Conseguemudar crenças e atitudes das pessoas. – Adaptaseu comportamentode acordo com as diferentessituaçõespara tirar proveito das mesmas. – É apaixonado pelo que faz. – Pauta suas vidas em princípios. (Covey, 1994) 49 O Chefe • Chefe é aquele que ocupa um cargo para impor/ determinar o que deve ser feito pelas pessoas. • Alguns são o verdadeiro burocrata, ou seja, aquele que gosta de cumprir o que foi determinado. • O chefe é aquele que tem a “mesa” comouma fonte de segurança para demonstrar aos outros que possui o poder do cargo. 50 Motivação 51 SATISFAÇÃO INSATISFAÇÃO TEMPO Segundo Maslow, o comportamento humano pode ser explicado por meio do entendimento das necessidades que levam a pessoa à ação.
  18. 18. brulex@bol.com.br MODULO 00 Parte 01 18 Todos os direitos reservados 1999-2014 (c) Alex Casañas Motivação • O ser humano tem necessidades que precisam ser atendidas. É na busca da satisfação da necessidade que o comportamento humano é dirigido. Quando essa necessidade é razoavelmente satisfeita, surge outra em seu lugar e o processo de satisfação tem início novamente. 52 Motivação 53 NECESSIDADESBÁSICAS DO HOMEM AUTO-REALIZAÇÃO Realização do seu próprio potencial. Auto- desenvolvimento, criatividade, auto-expressão EGO OU ESTIMA Autoconfiança, independência, reputação, etc. SOCIAIS Sentimentos de aceitação, amizade, associação. Sentimento de pertencer ao grupo FISIOLÓGICAS Sobrevivência, alimentação, roupa e teto SEGURANÇA Proteção sua e da família. Estabilidade no lar e no emprego Hierarquia de Necessidades 54 Modelo Maslow Modelo Herzberg Condições Físicas de Trabalho Salário/Vida Pessoal Necessidades Fisiológicas Necessidades de Segurança Necessidades Fisiológicas Necessidades de Auto-Realização Necessidades de Auto-Estima Necessidades de Segurança Necessidades Fisiológicas Necessidades Sociais Necessidades de Auto-Realização Necessidades de Auto-Estima Necessidades de Segurança Necessidades Fisiológicas Necessidades Sociais O trabalho em si/Progresso Responsabilidades/Crescimento Realização Reconhecimento Status (Supervisão Técnica) Políticas Administrativas e Empresariais Segurança no Cargo Relações Interpessoais Supervisão Colegas e Subordinados Necessidades de Auto-Realização Necessidades de Auto-Estima Necessidades de Segurança Necessidades Fisiológicas Necessidades Sociais Chiavenato,I.–Administração:Teoria, ProcessoePrática,1994,pág.386
  19. 19. brulex@bol.com.br MODULO 00 Parte 01 19 Todos os direitos reservados 1999-2014 (c) Alex Casañas Pensamento de Herzberg 55 Fatores Motivacionais (Satisfacientes) Fatores Higiênicos (Insatisfacientes) Conteúdo do Cargo (Como o indivíduo se sente em relação a seu CARGO) Contexto do Cargo (Como o indivíduo se sente em relação à sua EMPRESA) � O trabalho em si � Realização � Reconhecimento � Progresso profissional � Responsabilidade � As condições de trabalho � Administração da empresa � Salário � Relações com o supervisor � Benefícios e serviços sociais Chiavenato, I. – Administração: Teoria, Processo e Prática, 1994, pág. 385 Autoridade 56 Teoria Tradicional Nova Concepção de Bernard Autoridade é função do cargo Autoridade é função do cargo � A autoridade é imposta em função do cargo. � A liderança é exercida por meio da autoridade. � O chefe é o líder. � A autoridade é o caráter de uma ordem (decisão) que, pela sua adequação aos desejos (objetivos) do grupo, é aceita com um mínimo de resistência ou sem resistência. � A liderança é exercida por meio de influência do grupo e do meio ambiente, intimamente relacionados. � Líder é o que consegue a aceitação do grupo. IMPOSIÇÃO ACEITAÇÃO Decisão Fruto de um processo • Processo de formulação de alternativas para escolha da melhor delas. • O processo decisório é caótico e complexo. 57 � Complexo � Porque há incertezas. � Caótico � Não há uma visão clara e completa dos objetivos.
  20. 20. brulex@bol.com.br MODULO 00 Parte 01 20 Todos os direitos reservados 1999-2014 (c) Alex Casañas Triângulo de Robert Anthony 58 Estratégico Tático Operacional O Processo Decisório Etapas 59 4 Procura de Alternativas de Solução 6 Escolha da Alternativa mais Adequada 7 Implementação da Alternativa Escolhida 1 Percepção da Situação 2 Análise e Definição do Problema 3 Definição dos Objetivos 5 Avaliação e Comparação dessas Alternativas Fonte: Idalberto, Chiavenato. Introdução à Teoria Geral da Administração pág. 571 Escola Estruturalista • A Escola Estruturalista busca desenvolver uma análise globalizante dos fatores que compõem o todo organizacional, por meio de uma abordagem múltipla. 60
  21. 21. brulex@bol.com.br MODULO 00 Parte 01 21 Todos os direitos reservados 1999-2014 (c) Alex Casañas Abordagem Múltipla da Organização • A Escola Estruturalista enfoca simultaneamente: – Organização formal x organização informal. – Recompensassalariais e materiais e as recompensas intrínsecas. – Os diferentesníveis hierárquicos de uma organização. • Institucional, Gerencial e Técnico – A análise interorganizacional. – ConflitosOrganizacionais. 61 Abordagem Sistêmica • A Teoria Geral dos Sistemas (TGS) busca estudar os sistemas globalmente, envolvendo todas as interdependências de suas partes. 62 Abordagem Sistêmica • A TGS fundamenta­se em três pontos: – Cada sistemafaz parte de um sistemamaior; – Os sistemassão abertos, ou seja, estão em constante intercâmbiocom o ambiente; – As funçõesde um sistema dependemde sua natureza. 63 � O que vem a ser um sistema? � “Sistema é um todo complexo ou organizado, é um conjunto de partes ou elementos que formam um todo unitário ou complexo”. (Maximiano, Antonio Cesar. Teoria Geral da Administração pág.238)
  22. 22. brulex@bol.com.br MODULO 00 Parte 01 22 Todos os direitos reservados 1999-2014 (c) Alex Casañas O Modelo Sistêmico 64 FATURAMENTOCUSTOS CLIENTE INPUT OUTPUT MATERIAIS ENERGIA INFORMAÇÃO SERVIÇO PRODUTO HARDWARE EQUIPAMENTOS E MATERIAIS SOFTWARE PROCESSAMENTOS HUMAWARE ELEMENTO HUMANO FEEDBACK Fonte: Adaptação de Campos, Vicente Falconi; INTQC – Controle da Qualidade Total (no estilo japonês) pág. 4 O Modelo Sociotécnico de Tavistock Contribuição • A contribuição do modelo de Tavistock é a concepção da organização como um sistema formado pelo subsistema social e pelo subsistema técnico. 65 SUBSISTEMA SOCIAL SUBSISTEMA TÉCNICO Formado pelos indivíduos, pelas relações sociais travadas no seio da organização na realização das tarefas. É o sistema social que transforma a eficiência potencial em eficiência real. Compreende a demanda da tarefa, o ambiente físico, as máquinas, os equipamentos, o layout, sendo portanto responsável pela eficiência potencial da organização. Ambiente Organizacional • O ambiente onde as organizações atuam divide­ se em duas dimensões: – Ambiente Imediato • Onde são encontrados os segmentos diretamente relacionados à organização. 66 � Macroambiente � Segmentos que impactam sobre todas as organizações semelhantes.
  23. 23. brulex@bol.com.br MODULO 00 Parte 01 23 Todos os direitos reservados 1999-2014 (c) Alex Casañas Ambiente Organizacional Ambiente Imediato • Elementos mais relevantes: – Mercado e clientes – Concorrência – Fornecedores – Sindicatos 67 Ambiente Organizacional Macroambiente • Elementos mais relevantes: – Sociedade – Economia – Ecologia – Tecnologia 68 Teorias da Contingência • Enquanto os autores clássicos defendiam a idéia da determinação de melhor método de trabalho (“the best way”), a Teoria da Contingência entende que é relativa a validade de princípios gerais de Administração. Cada ambiente organizacional demandará diferentes estruturas e estratégias. 69
  24. 24. brulex@bol.com.br MODULO 00 Parte 01 24 Todos os direitos reservados 1999-2014 (c) Alex Casañas Contribuição de Burns e Stalker • Com base em estudos relacionados à introdução de inovações eletrônicas em empresas escocesas tradicionais, os autores afirmam que cabe à administraçãocompreender a ambiência externa à organização, assim comoapresenta os problemas internos como produto das pressões e mudançasdo mercado nos requisitos técnicos e na própria estrutura da sociedade. 70 Modelos Mecanísticos/Orgânicos • Burns e Stalker classificaram as organizações em Mecanísticas e Orgânicas. • Burns e Stalker classificaram as organizações em Mecanísticas e Orgânicas. 71 Características dos Modelos Mecânicos e Orgânicos 72 Forma piramidal Divisão do trabalho por especialização de funções Definição precisa de atividades e responsabilidades Estímulo ao resultado individual Decisões no topo da organização Diluição da hierarquia Mínima formalização de tarefas Pressupostos de mudanças dos papéis individuais Enfoque de resolução de problemas específicos Ênfase na pessoa/equipe Estímulo aos resultados grupais Decisões nos níveis mais baixos Modelos mecanicistas Modelos Orgânicos
  25. 25. brulex@bol.com.br MODULO 00 Parte 01 25 Todos os direitos reservados 1999-2014 (c) Alex Casañas 73 • Ao término desta apresentação você deverá ser capaz de explicar e delinear sobre: • Organizações • Ambiente onde as organizações atuam mudou • Ambiente das Mudanças Versus Impactos • Primórdios da Administração 74 • Ao término desta apresentação você deverá ser capaz de explicar e delinear sobre: • O Pensamento de Taylor • O Fordismo • Teoria Clássica da Administração 75 • Ao término desta apresentação você deverá ser capaz de explicar e delinear sobre: • O Pensamento de Fayol • Funções Básicas da Empresa • O Processo Administrativo • Proporcionalidade das Funções Administrativas • Os 14 Princípios de Administração • O Pensamento de Fayol
  26. 26. ��������������������������������������������������������������������������� ��������������������������������������������������������������������������������� �����������������������������������������������������

×