SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 13
Baixar para ler offline
RESPONSABILIDADE
CIVIL
DA IMPRENSA
POR DANOS MORAIS
Acadêmicas: Déborha Leite
Karolline Cardoso
Salma Santos
Responsabilidade civil
da Imprensa
PREVISÃO LEGAL
 artigo 5º CF, incisos IV, V, X, XIII e XIV.
 foi dado tratamento específico à comunicação
social, no capítulo V da Seção III do Título VIII (Da
Ordem Social) artigos 220 e seguintes da
Constituição Federal;
 Lei 5.250/1967 (Lei de Imprensa);
LIBERDADE DE EXPRESSÃO
 Os direitos a liberdade de expressão, de
informação e de manifestação do pensamento
representam diferentes projeções do princípio
fundamental da liberdade, que é sustentáculo do
Estado Democrático de Direito. Por essa razão, tais
liberdades foram incluídas no rol dos direitos e
garantias fundamentais, previstos no artigo 5º da
Constituição Federal.
LIBERDADE DE EXPRESSÃO
“Art. 220 A manifestação do pensamento, a criação, a
expressão e a informação, sob qualquer forma,
processo ou veículo não sofrerão qualquer
restrição, observado o disposto nesta Constituição.
§ 1º Nenhuma lei conterá dispositivo que possa
constituir embaraço à plena liberdade de
informação jornalística em qualquer veículo de
comunicação social, observado o disposto nos art. 5º,
IV, V, X, XIII e XIV.”
RESTRIÇÕES A LIBERDADE DE
IMPRENSA
 A despeito da ampla liberdade de imprensa
assegurada no sistema jurídico brasileiro, dela não
podem resultar danos a terceiros. Ou seja, o direito
à liberdade de imprensa é amplo, mas não admite
abusos, o que fica evidente a partir das previsões
contidas nos incisos V e X do artigo 5º da
Constituição Federal:
RESTRIÇÕES A LIBERDADE
DE IMPRENSA
 incisos V e X do artigo 5º da Constituição
Federal:
“V - é assegurado o direito de resposta,
proporcional ao agravo, além da indenização
por dano material, moral ou à imagem;
X - são invioláveis a intimidade, a vida privada, a
honra e a imagem das pessoas, assegurado o
direito a indenização pelo dano material ou
moral decorrente de sua violação;”
RESTRIÇÕES A LIBERDADE
DE IMPRENSA
 Lei nº. 5.250/1967 (Lei de Imprensa)
“Art. 1º É livre a manifestação do
pensamento e a procura, o recebimento e a
difusão de informações ou idéias, por
qualquer meio, e sem dependência de
censura, respondendo cada um, nos
termos da lei, pelos abusos que cometer.
RESTRIÇÕES A LIBERDADE
DE IMPRENSA
 Lei nº. 5.250/1967 (Lei de Imprensa)
“Art. 12. Aqueles que, através dos meios de
informação e divulgação, praticarem
abusos no exercício da liberdade de
manifestação do pensamento e informação
ficarão sujeitos às penas desta Lei e
responderão pelos prejuízos que
causarem.” Sic grifo nosso
RESPONSABILIDADE CIVIL
DA IMPRENSA
 Responsabilidade civil da imprensa é
OBJETIVA OU SUBJETIVA?
ÊNIO SANTARELLI ZULIANI
 Responsabilidade Subjetiva
“A proposta de inclusão da atividade de imprensa na
teoria da responsabilidade objetiva não deixa de
constituir método disfarçado de censura.” (ZULIANI, Ênio
Santarelli, Responsabilidade Civil, coordenação de Eduardo de Oliveira Leite, vol. 6. Rio de Janeiro:
Forense. 2006.)
MARCELO SILVA BRITTO
 Diz-se subjetiva a responsabilidade quando se baseia
na culpa do agente, que deve ser comprovada para
gerar a obrigação indenizatória. A responsabilidade do
causador do dano, pois, somente se configura se ele
agiu com dolo ou culpa. Trata-se da teoria clássica,
também chamada teoria da culpa ou subjetiva, segundo
a qual a prova da culpa lato sensu (abrangendo o dolo)
ou stricto sensu se constitui num pressuposto do dano
indenizável.
RESPONSABILIDADE OBJETIVA
 A Lei 5.250/1967 (Lei de Imprensa), ao prever em seu art. 49,
a possibilidade de que a vítima possa ingressar contra a
pessoa física ou jurídica exploradora de meio de
comunicação ou divulgação ou que explora oficina
impressora, a Lei de Imprensa acolheu a teoria da
responsabilidade objetiva.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Teoria geral de Direitos Humanos - apresentação
Teoria geral de Direitos Humanos - apresentaçãoTeoria geral de Direitos Humanos - apresentação
Teoria geral de Direitos Humanos - apresentaçãoOlimpio Oliveira
 
Declaração dos direitos do homem e do cidadão
Declaração dos direitos do homem e do cidadãoDeclaração dos direitos do homem e do cidadão
Declaração dos direitos do homem e do cidadãoInstituto Santa Teresa
 
Cidadão e cidadania
Cidadão e cidadaniaCidadão e cidadania
Cidadão e cidadaniadinicmax
 
Direitos sociais aula
Direitos sociais aula  Direitos sociais aula
Direitos sociais aula Daniele Rubim
 
Código de Ética do Jornalista ( Comentado e Comparado com a Constituição Fede...
Código de Ética do Jornalista ( Comentado e Comparado com a Constituição Fede...Código de Ética do Jornalista ( Comentado e Comparado com a Constituição Fede...
Código de Ética do Jornalista ( Comentado e Comparado com a Constituição Fede...isisnogueira
 
Declaração de direitos do homem e do cidadão
Declaração de direitos do homem e do cidadãoDeclaração de direitos do homem e do cidadão
Declaração de direitos do homem e do cidadãoGabrielaMansur
 
As ciências sociais e os pioneiros
As ciências sociais e os pioneirosAs ciências sociais e os pioneiros
As ciências sociais e os pioneirosrochamendess82
 
Direito a igualdade
Direito a igualdadeDireito a igualdade
Direito a igualdadembdmm
 
Código genètico e o seguro 2014
Código genètico e o seguro 2014Código genètico e o seguro 2014
Código genètico e o seguro 2014paulooficinadotexto
 
Palestra CLQ Adolescente: direito de escolha
Palestra CLQ Adolescente: direito de escolha Palestra CLQ Adolescente: direito de escolha
Palestra CLQ Adolescente: direito de escolha Rosalia Ometto
 
Direitos políticos
 Direitos políticos Direitos políticos
Direitos políticosMaira Conde
 
ART 5° DA CF; DIREITOS INDIVIDUAIS E COLETIVOS.
ART 5° DA CF; DIREITOS INDIVIDUAIS E COLETIVOS.ART 5° DA CF; DIREITOS INDIVIDUAIS E COLETIVOS.
ART 5° DA CF; DIREITOS INDIVIDUAIS E COLETIVOS.BrunaMonte
 

Mais procurados (17)

Teoria geral de Direitos Humanos - apresentação
Teoria geral de Direitos Humanos - apresentaçãoTeoria geral de Direitos Humanos - apresentação
Teoria geral de Direitos Humanos - apresentação
 
sufrágio universal
sufrágio universalsufrágio universal
sufrágio universal
 
Declaração dos direitos do homem e do cidadão
Declaração dos direitos do homem e do cidadãoDeclaração dos direitos do homem e do cidadão
Declaração dos direitos do homem e do cidadão
 
Cidadão e cidadania
Cidadão e cidadaniaCidadão e cidadania
Cidadão e cidadania
 
Direitos sociais aula
Direitos sociais aula  Direitos sociais aula
Direitos sociais aula
 
Código de Ética do Jornalista ( Comentado e Comparado com a Constituição Fede...
Código de Ética do Jornalista ( Comentado e Comparado com a Constituição Fede...Código de Ética do Jornalista ( Comentado e Comparado com a Constituição Fede...
Código de Ética do Jornalista ( Comentado e Comparado com a Constituição Fede...
 
Direito à vida
Direito à vidaDireito à vida
Direito à vida
 
Declaração de direitos do homem e do cidadão
Declaração de direitos do homem e do cidadãoDeclaração de direitos do homem e do cidadão
Declaração de direitos do homem e do cidadão
 
As ciências sociais e os pioneiros
As ciências sociais e os pioneirosAs ciências sociais e os pioneiros
As ciências sociais e os pioneiros
 
Direito a igualdade
Direito a igualdadeDireito a igualdade
Direito a igualdade
 
Cidadania
CidadaniaCidadania
Cidadania
 
Código genètico e o seguro 2014
Código genètico e o seguro 2014Código genètico e o seguro 2014
Código genètico e o seguro 2014
 
Palestra CLQ Adolescente: direito de escolha
Palestra CLQ Adolescente: direito de escolha Palestra CLQ Adolescente: direito de escolha
Palestra CLQ Adolescente: direito de escolha
 
Editorial - Advogados e Jornalistas
Editorial - Advogados e JornalistasEditorial - Advogados e Jornalistas
Editorial - Advogados e Jornalistas
 
Microsoft power point
Microsoft power pointMicrosoft power point
Microsoft power point
 
Direitos políticos
 Direitos políticos Direitos políticos
Direitos políticos
 
ART 5° DA CF; DIREITOS INDIVIDUAIS E COLETIVOS.
ART 5° DA CF; DIREITOS INDIVIDUAIS E COLETIVOS.ART 5° DA CF; DIREITOS INDIVIDUAIS E COLETIVOS.
ART 5° DA CF; DIREITOS INDIVIDUAIS E COLETIVOS.
 

Semelhante a Imprensa 2

Quais as responsabilidades jurídicas de um blogueiro como veículo de comunica...
Quais as responsabilidades jurídicas de um blogueiro como veículo de comunica...Quais as responsabilidades jurídicas de um blogueiro como veículo de comunica...
Quais as responsabilidades jurídicas de um blogueiro como veículo de comunica...Le Fil
 
Responsabilidade dos Veículos de Comunicação
Responsabilidade dos Veículos de Comunicação Responsabilidade dos Veículos de Comunicação
Responsabilidade dos Veículos de Comunicação Carla Viola
 
Apostila inss.recife2014 direitoconstitucional andrevieira2
Apostila inss.recife2014 direitoconstitucional andrevieira2Apostila inss.recife2014 direitoconstitucional andrevieira2
Apostila inss.recife2014 direitoconstitucional andrevieira2Amaury Dias
 
Palestra: A decisão do STF sobre biografias: aspectos de direito autoral e da...
Palestra: A decisão do STF sobre biografias: aspectos de direito autoral e da...Palestra: A decisão do STF sobre biografias: aspectos de direito autoral e da...
Palestra: A decisão do STF sobre biografias: aspectos de direito autoral e da...Cultura e Mercado
 
Apostila tre.rs2014 direito_constitucional_andrévieira
Apostila tre.rs2014 direito_constitucional_andrévieiraApostila tre.rs2014 direito_constitucional_andrévieira
Apostila tre.rs2014 direito_constitucional_andrévieiraFernando Macedo
 
Tendência do judiciário nas decisões sobre manifestações online Dr.Jane Resina
Tendência do judiciário nas decisões sobre manifestações online Dr.Jane ResinaTendência do judiciário nas decisões sobre manifestações online Dr.Jane Resina
Tendência do judiciário nas decisões sobre manifestações online Dr.Jane ResinaReclame Aqui
 
ESTUDO SOBRE A PARTICIPAÇÃO POLÍTICA E DEMOCRACIA
ESTUDO SOBRE A PARTICIPAÇÃO POLÍTICA E DEMOCRACIAESTUDO SOBRE A PARTICIPAÇÃO POLÍTICA E DEMOCRACIA
ESTUDO SOBRE A PARTICIPAÇÃO POLÍTICA E DEMOCRACIATiagoVendramini1
 
Aula Graduação Dir.Constitucional
Aula Graduação Dir.ConstitucionalAula Graduação Dir.Constitucional
Aula Graduação Dir.ConstitucionalGrupo VAHALI
 
Direitos estabelecidos no rol do art5º da crfb
Direitos estabelecidos no rol do art5º da crfbDireitos estabelecidos no rol do art5º da crfb
Direitos estabelecidos no rol do art5º da crfbJose Marcelo Pimenta
 
Direitos, liberdade e garantias da constituição da república portuguesa
Direitos, liberdade e garantias da constituição da república portuguesaDireitos, liberdade e garantias da constituição da república portuguesa
Direitos, liberdade e garantias da constituição da república portuguesastcnsaidjv
 
Constitucição federal
Constitucição federalConstitucição federal
Constitucição federalWebJurídico
 
Constituição federal atualiz 100810
Constituição federal   atualiz 100810Constituição federal   atualiz 100810
Constituição federal atualiz 100810Pedro Kurbhi
 
Quais são as esferas em que o governo federal deve e pode interferir
Quais são as esferas em que o governo federal deve e pode interferirQuais são as esferas em que o governo federal deve e pode interferir
Quais são as esferas em que o governo federal deve e pode interferirantonio ferreira
 
AmeaçAs à Liberdade De ExpressãO
AmeaçAs à Liberdade De ExpressãOAmeaçAs à Liberdade De ExpressãO
AmeaçAs à Liberdade De ExpressãOIsabella Ferreira
 
Constituição da República Federativa do Brasil
Constituição da República Federativa do BrasilConstituição da República Federativa do Brasil
Constituição da República Federativa do BrasilACS PM RN
 

Semelhante a Imprensa 2 (20)

Quais as responsabilidades jurídicas de um blogueiro como veículo de comunica...
Quais as responsabilidades jurídicas de um blogueiro como veículo de comunica...Quais as responsabilidades jurídicas de um blogueiro como veículo de comunica...
Quais as responsabilidades jurídicas de um blogueiro como veículo de comunica...
 
Responsabilidade dos Veículos de Comunicação
Responsabilidade dos Veículos de Comunicação Responsabilidade dos Veículos de Comunicação
Responsabilidade dos Veículos de Comunicação
 
Apostila inss.recife2014 direitoconstitucional andrevieira2
Apostila inss.recife2014 direitoconstitucional andrevieira2Apostila inss.recife2014 direitoconstitucional andrevieira2
Apostila inss.recife2014 direitoconstitucional andrevieira2
 
Palestra: A decisão do STF sobre biografias: aspectos de direito autoral e da...
Palestra: A decisão do STF sobre biografias: aspectos de direito autoral e da...Palestra: A decisão do STF sobre biografias: aspectos de direito autoral e da...
Palestra: A decisão do STF sobre biografias: aspectos de direito autoral e da...
 
Constituição (3).pdf
Constituição (3).pdfConstituição (3).pdf
Constituição (3).pdf
 
Apostila tre.rs2014 direito_constitucional_andrévieira
Apostila tre.rs2014 direito_constitucional_andrévieiraApostila tre.rs2014 direito_constitucional_andrévieira
Apostila tre.rs2014 direito_constitucional_andrévieira
 
Tendência do judiciário nas decisões sobre manifestações online Dr.Jane Resina
Tendência do judiciário nas decisões sobre manifestações online Dr.Jane ResinaTendência do judiciário nas decisões sobre manifestações online Dr.Jane Resina
Tendência do judiciário nas decisões sobre manifestações online Dr.Jane Resina
 
ESTUDO SOBRE A PARTICIPAÇÃO POLÍTICA E DEMOCRACIA
ESTUDO SOBRE A PARTICIPAÇÃO POLÍTICA E DEMOCRACIAESTUDO SOBRE A PARTICIPAÇÃO POLÍTICA E DEMOCRACIA
ESTUDO SOBRE A PARTICIPAÇÃO POLÍTICA E DEMOCRACIA
 
25 Abril
25 Abril25 Abril
25 Abril
 
25 de Abril
25 de Abril25 de Abril
25 de Abril
 
Aula Graduação Dir.Constitucional
Aula Graduação Dir.ConstitucionalAula Graduação Dir.Constitucional
Aula Graduação Dir.Constitucional
 
Direitos estabelecidos no rol do art5º da crfb
Direitos estabelecidos no rol do art5º da crfbDireitos estabelecidos no rol do art5º da crfb
Direitos estabelecidos no rol do art5º da crfb
 
Direitos, liberdade e garantias da constituição da república portuguesa
Direitos, liberdade e garantias da constituição da república portuguesaDireitos, liberdade e garantias da constituição da república portuguesa
Direitos, liberdade e garantias da constituição da república portuguesa
 
Constitucição federal
Constitucição federalConstitucição federal
Constitucição federal
 
Constituição federal atualiz 100810
Constituição federal   atualiz 100810Constituição federal   atualiz 100810
Constituição federal atualiz 100810
 
Quais são as esferas em que o governo federal deve e pode interferir
Quais são as esferas em que o governo federal deve e pode interferirQuais são as esferas em que o governo federal deve e pode interferir
Quais são as esferas em que o governo federal deve e pode interferir
 
AmeaçAs à Liberdade De ExpressãO
AmeaçAs à Liberdade De ExpressãOAmeaçAs à Liberdade De ExpressãO
AmeaçAs à Liberdade De ExpressãO
 
Para o 3º ano hist
Para o 3º ano histPara o 3º ano hist
Para o 3º ano hist
 
Constituição
ConstituiçãoConstituição
Constituição
 
Constituição da República Federativa do Brasil
Constituição da República Federativa do BrasilConstituição da República Federativa do Brasil
Constituição da República Federativa do Brasil
 

Mais de bola33

Advogado 1
Advogado 1Advogado 1
Advogado 1bola33
 
Advogado 1
Advogado 1Advogado 1
Advogado 1bola33
 
Tabeliões
TabeliõesTabeliões
Tabeliõesbola33
 
Oficina mecanica
Oficina mecanicaOficina mecanica
Oficina mecanicabola33
 
Shopping center
Shopping centerShopping center
Shopping centerbola33
 
Resp estado
Resp estadoResp estado
Resp estadobola33
 
Dano por animais
Dano por animaisDano por animais
Dano por animaisbola33
 
Bancaria
BancariaBancaria
Bancariabola33
 

Mais de bola33 (8)

Advogado 1
Advogado 1Advogado 1
Advogado 1
 
Advogado 1
Advogado 1Advogado 1
Advogado 1
 
Tabeliões
TabeliõesTabeliões
Tabeliões
 
Oficina mecanica
Oficina mecanicaOficina mecanica
Oficina mecanica
 
Shopping center
Shopping centerShopping center
Shopping center
 
Resp estado
Resp estadoResp estado
Resp estado
 
Dano por animais
Dano por animaisDano por animais
Dano por animais
 
Bancaria
BancariaBancaria
Bancaria
 

Último

ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira partecoletivoddois
 
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptx
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptx
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxalessandraoliveira324
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptAlineSilvaPotuk
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.HildegardeAngel
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAlexandreFrana33
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASEdinardo Aguiar
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdfDemetrio Ccesa Rayme
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdfProfGleide
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 

Último (20)

ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
 
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptx
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptx
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptx
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 

Imprensa 2

  • 2. Acadêmicas: Déborha Leite Karolline Cardoso Salma Santos Responsabilidade civil da Imprensa
  • 3. PREVISÃO LEGAL  artigo 5º CF, incisos IV, V, X, XIII e XIV.  foi dado tratamento específico à comunicação social, no capítulo V da Seção III do Título VIII (Da Ordem Social) artigos 220 e seguintes da Constituição Federal;  Lei 5.250/1967 (Lei de Imprensa);
  • 4. LIBERDADE DE EXPRESSÃO  Os direitos a liberdade de expressão, de informação e de manifestação do pensamento representam diferentes projeções do princípio fundamental da liberdade, que é sustentáculo do Estado Democrático de Direito. Por essa razão, tais liberdades foram incluídas no rol dos direitos e garantias fundamentais, previstos no artigo 5º da Constituição Federal.
  • 5. LIBERDADE DE EXPRESSÃO “Art. 220 A manifestação do pensamento, a criação, a expressão e a informação, sob qualquer forma, processo ou veículo não sofrerão qualquer restrição, observado o disposto nesta Constituição. § 1º Nenhuma lei conterá dispositivo que possa constituir embaraço à plena liberdade de informação jornalística em qualquer veículo de comunicação social, observado o disposto nos art. 5º, IV, V, X, XIII e XIV.”
  • 6. RESTRIÇÕES A LIBERDADE DE IMPRENSA  A despeito da ampla liberdade de imprensa assegurada no sistema jurídico brasileiro, dela não podem resultar danos a terceiros. Ou seja, o direito à liberdade de imprensa é amplo, mas não admite abusos, o que fica evidente a partir das previsões contidas nos incisos V e X do artigo 5º da Constituição Federal:
  • 7. RESTRIÇÕES A LIBERDADE DE IMPRENSA  incisos V e X do artigo 5º da Constituição Federal: “V - é assegurado o direito de resposta, proporcional ao agravo, além da indenização por dano material, moral ou à imagem; X - são invioláveis a intimidade, a vida privada, a honra e a imagem das pessoas, assegurado o direito a indenização pelo dano material ou moral decorrente de sua violação;”
  • 8. RESTRIÇÕES A LIBERDADE DE IMPRENSA  Lei nº. 5.250/1967 (Lei de Imprensa) “Art. 1º É livre a manifestação do pensamento e a procura, o recebimento e a difusão de informações ou idéias, por qualquer meio, e sem dependência de censura, respondendo cada um, nos termos da lei, pelos abusos que cometer.
  • 9. RESTRIÇÕES A LIBERDADE DE IMPRENSA  Lei nº. 5.250/1967 (Lei de Imprensa) “Art. 12. Aqueles que, através dos meios de informação e divulgação, praticarem abusos no exercício da liberdade de manifestação do pensamento e informação ficarão sujeitos às penas desta Lei e responderão pelos prejuízos que causarem.” Sic grifo nosso
  • 10. RESPONSABILIDADE CIVIL DA IMPRENSA  Responsabilidade civil da imprensa é OBJETIVA OU SUBJETIVA?
  • 11. ÊNIO SANTARELLI ZULIANI  Responsabilidade Subjetiva “A proposta de inclusão da atividade de imprensa na teoria da responsabilidade objetiva não deixa de constituir método disfarçado de censura.” (ZULIANI, Ênio Santarelli, Responsabilidade Civil, coordenação de Eduardo de Oliveira Leite, vol. 6. Rio de Janeiro: Forense. 2006.)
  • 12. MARCELO SILVA BRITTO  Diz-se subjetiva a responsabilidade quando se baseia na culpa do agente, que deve ser comprovada para gerar a obrigação indenizatória. A responsabilidade do causador do dano, pois, somente se configura se ele agiu com dolo ou culpa. Trata-se da teoria clássica, também chamada teoria da culpa ou subjetiva, segundo a qual a prova da culpa lato sensu (abrangendo o dolo) ou stricto sensu se constitui num pressuposto do dano indenizável.
  • 13. RESPONSABILIDADE OBJETIVA  A Lei 5.250/1967 (Lei de Imprensa), ao prever em seu art. 49, a possibilidade de que a vítima possa ingressar contra a pessoa física ou jurídica exploradora de meio de comunicação ou divulgação ou que explora oficina impressora, a Lei de Imprensa acolheu a teoria da responsabilidade objetiva.