SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 74
MÓDULO 8
Unidade 1.
NASCIMENTO E
AFIRMAÇÃO DE
UM NOVO
QUADRO
GEOPOLÍTICO
1.2 – O
TEMPO DA
GUERRA FRIA
– a
consolidação
de um mundo
bipolar
A GUERRA FRIA
(da construção do muro de
Berlim, em 1961,
até à sua destruição, em
1989)
In,
http://www.suapesquisa.com/guerrafria/
O que vais saber aqui:
1. O que se entende pela designação Guerra
Fria?
2. Quais as principais ideias divergentes entre
E.U.A e a U.R.S.S.?
3. Como se efetivou esse antagonismo dos 2
países rivais, durante 40 anos, a nível
político, militar, tecnológico ,
económico?
4. Quais os conflitos que poderiam ter
envolvido as superpotências numa guerra
real?
Atividades
 Ouve a canção “Russians”, cantada por Sting , a
partir de seu primeiro álbum solo, ”The Dream of
the Blues Turtles “, em julho de 1985.
http://www.youtube.com/watch?v=8vpOMGXFY0s
 Qual sentimento patente?
ACONTECIMENTOS
QUE MUDARM O
MUNDO
O BLOQUEIO DA
CIDADE DE
BERLIM
Vamos agora ver como
estas relações internacio-
nais criaram situações de
muito “stress”,
após a 2.ª guerra…
RELEMBRA:
No ano de 1945, com o final da 2.ª Guerra
Mundial, países como a França, Reino Unido,
Itália, Alemanha e Japão, etc. encontravam-
se numa situação socio-económica muito
difícil, com um cenário de grande destruição e
com as suas infraestruturas de produção,
comple-tamente abaladas, para além de
uma grande perda populacional.
RELEMBRA:
Diante do cenário do final da 2.ª Guerra,
somente os E.U.A. e a U.R.S.S., países
pertencentes aos Aliados vencedores,
conseguiram, mesmo diante de prejuízos,
manter a estabilidade financeira.
No entanto, existiam entre
eles grandes diferenças.
 A União Soviética possuía um SISTEMA SOCIALISTA,
baseado na economia planificada, um partido único
(Partido Comunista), igualdade social, ausência de
democracia partidária e de propriedade privada.
 Os Estados Unidos, a outra potência mundial,
defendia a expansão do SISTEMA CAPITALISTA,
baseado na economia de mercado livre (livre
concorrência), sistema político democrático e
respeito pela propriedade privada.
RELEMBRA
Na segunda metade da década de
1940 até 1989, estas duas potências
tentaram implantar nos outros países
os seus sistemas políticos e
económicos.
Isso vai resultar em vários problemas,
entre eles…
MOMENTOS DE TENSÃO
1945 – após a libertação da Polónia,
Estaline não promove a realização de
eleições livres e democráticas e pretende
impor um governo pró-soviético.
Os EUA procuram enviar observadores
internacionais e o conflito diplomático surge.
1946 - as denúncias de influência e pressão
da URSS para a ascensão ao poder dos
partidos comunistas, nos países colocados
sob a esfera de influência soviética
continuam.
É neste contexto que surge a expressão
“cortina de ferro” de W. Churchill.
"Cortina de Ferro"
Em 1946, Winston Churchill
(1.º ministro britânico), fez um famoso discurso nos
Estados Unidos, usando a expressão "Cortina de
Ferro" para se referir à influência da União Soviética
sobre os países socialistas do leste europeu.
Churchill, defendia a ideia de que, após a 2.ª Guerra
Mundial, a URSS tinha-se tornado
a grande inimiga dos valores ocidentais
(democracia e liberdade, principalmente).
 1947 – Pressão soviética sobre a
Turquia e a Grécia.
O presidente americano lança a sua
“Doutrina Truman”
para contenção do avanço comunista.
(doc. 16 A, pág. 28)
É o nome dado à política externa americana,
direcionada ao bloco de países capitalistas
europeus, no período pré-Guerra Fria.
Tinha como objetivo:
impedir a expansão do socialismo, especialmente
em nações capitalistas consideradas mais frágeis.
No mesmo ano, a URSS responde…
Então, o que foi a Guerra Fria?
 A Guerra Fria, tem início com este problema e vai até
finais dos anos 80 pois, os ESTADOS UNIDOS e a
UNIÃO SOVIÉTICA, vão disputar a hegemonia
política, económica e militar no mundo.
 Mas, as diferenças ideológicas agudizam-se com o
controlo e a planificação
do futuro da Alemanha.
A definição para a expressão de Churchill,
“GUERRA FRIA” é de um conflito que
aconteceu apenas no campo ideológico-
político, não ocorrendo um confronto militar
declarado e direto entre os Estados
Unidos e a URSS.
 Até mesmo porque, estes dois países estavam com
fortemente armados.
PERIGOS DO
MUNDO BIPOLAR
Um conflito armado direto, significaria o fim
dos dois países e, provavelmente, da vida no
planeta Terra!
Ambos os países o sabiam e o evitaram!
Mas, mesmo assim, ambos acabaram
alimentando conflitos noutros países
como, por exemplo:
na Coreia(1951-53) e
no Vietnam (1959-85).
VAMOS VER
COMO TUDO SE DESENROLOU…
ÍNDICE
ZONAS DE CONFLITO
 I – A DIVISÃO DA ALEMANHA (pág. 32-33)
 II – A AJUDA À RECONSTRUÇÃO DA
EUROPA (pág. 29-31)
 III – A DIVISÃO POLÍTICO-MILITAR (pág. 38-39)
 IV – A CONQUISTA DO ESPAÇO
 V- ENVOLVIMENTOS INDIRETOS
 VI - O FIM DA GUERRA FRIA E SUAS
IMEDIATAS CONSEQUÊNCIAS
Entre 1948-49, o ambiente de Guerra Fria
esteve em vias de se tornar um confronto militar
grave.
*Nas áreas alemãs ocupadas pelas demo-
cracias ocidentais foi feita uma reestruturação
administrativa e monetária com a atribuição de
grandes ajudas financeiras ao território.
*O oposto acontecia na Alemanha de leste,
ocupada pelos soviéticos.
A ajuda ocidental foi vista por Estaline como
uma afronta capitalista e decretou:
O BLOQUEIO À ZONA OCIDENTAL DE
BERLIM
Perante a impos-
sibilidade dos países
ocidentais contactarem por
terra, a zona oeste da
cidade de Berlim, em área
soviética, foi orga-nizada
uma ponte aérea para
abastecer a cidade e
confrontar o bloqueio.
Mais de 200 mil
viagens foram
feitas em 11 meses
 As ameaças de abate dos aviões ocidentais não se
concretizaram e o bloqueio foi levantado.
A divisão em 2 Alemanhas
No ano seguinte,
a RFA = REPUBLICA
FEDERAL ALEMÃ,
(ocidental)
separa-se da
* RDA = REPÚBLICA
DEMOCRÁTICA ALEMÃ.
II - AJUDA À
RECUPERAÇÃ
O EUROPEIA
A posição americana
e
a posição soviética
PLANO MARSHALL americano
e o COMECON soviético
 As duas potências desenvolveram planos para
desenvolver economicamente os países
membros.
 No final da década de 1940, os E.U.A. colocaram
em prática o PLANO MARSHALL, oferecendo
ajuda económica, principalmente através de
empréstimos, para reconstruir os países capitalistas
afetados pela 2.ª Guerra Mundial.
 Já o COMECON foi criado pela U.R.S.S em 1949,
com o objetivo de garantir auxílio mútuo entre os
países socialistas.
Ajuda financeira
dada pelos E.U.A.
A Paz Armada
 Uma expressão explica muito bem este período:
a existência, novamente, da Paz Armada.
 As duas potências envolveram-se numa CORRIDA AOS
ARMAMENTOS, espalhando exércitos e armamentos
nos seus territórios e nos países aliados.
 Enquanto houvesse um EQUILÍBRIO BÉLICO entre
as duas potências, a paz estaria garantida,
pois haveria
O MEDO DO ATAQUE INIMIGO.
Vamos ver 4 aspetos desta guerra:
III-DIVISÃO POLÍTICO-
MILITAR
 Formaram-se DOIS BLOCOS MILITARES, cujo
objetivo era defender os interesses militares dos
países membros.
 A OTAN/NATO - Organização do Tratado do
Atlântico Norte (surgiu em abril de 1949) era
liderada pelos Estados Unidos e tinha suas bases
nos países membros, principalmente na Europa
Ocidental.
 O PACTO DE VARSÓVIA - era comandado pela
União Soviética e defendia militarmente os países
socialistas, da Europa de Leste.
NATO/OTAN
Países fundadores da OTAN -1949:
2016 = 28 países membros
Fundação da Organização do Tratado do Atlântico Norte
(OTAN ou NATO ): 4 de Abril de 1949, em Washington, EUA.
- Sede: Bruxelas, Bélgica.
Países aderentes:
 Albânia
 Bélgica
 Bulgária
 Canadá
 Croácia
 República Checa
 Dinamarca
 Estónia
 França
 Alemanha
 Grécia
 Hungria
 Islândia
 Itália
 Letônia
 Lituânia
 Luxemburgo
 Países Baixos
 Noruega
 Polónia
 Portugal
 Romênia
 Eslováquia
 Eslovênia
 Espanha
 Turquia
 Reino Unido
 Estados Unidos
PACTO DE VARSÓVIA:
Países membros:
 - União das Repúblicas Socialistas Soviéticas = U.R.S.S. (país
líder)
 - Bulgária
 - Polónia
 - Checoslováquia
 - Hungria
 - República Democrática Alemã (Alemanha Oriental)
 - Albânia
 - Roménia
 - China
 - Coreia do Norte
 - Cuba
Extinção: 1 julho 1991
O QUE CARATERIZOU O AMBIENTE DA GUERRA
FRIA?
E.U.A.=“A Caça às Bruxas!”
Os EUA liderou uma forte política de combate
ao comunismo no seu território e no mundo.
Usando o cinema, a televisão, os jornais, as
propagandas e até mesmo as histórias em
quadrinhos, divulgou uma campanha
valorizando o “American way of life".
Vários cidadãos americanos foram presos ou
marginalizados por defenderem ideias próximas
do socialismo.
Na URSS não foi diferente, já que o Partido
Comunista e os seus seguidores perseguiam,
prendiam e até matavam todos aqueles que
não seguiam as regras estabelecidas pelo
governo de Moscovo.
Enquanto a espionagem norte-americana cabia
aos membros da CIA…
 os funcionários da KGB faziam os serviços
secretos soviéticos.
IV-A Conquista do espaço
A Corrida Espacial
 EUA e URSS travaram uma disputa muito grande no
que se refere aos avanços espaciais.
 Ambos corriam para tentar atingir objetivos significativos
nesta área. Isso ocorria, pois havia uma certa disputa
entre as potências, com o objetivo de mostrar para o
mundo qual era o sistema mais avançado.
 No ano de 1957, a URSS lança o foguete Sputnik com
um cão dentro - a Laika-, o primeiro ser vivo a ir para o
espaço.
 Doze anos depois, em 1969, o mundo todo pôde
acompanhar pela televisão a chegada do homem a lua,
com a missão espacial norte americana.
A RIVALIDADE TÉCNICO-CIENTÍFICA
• U.R.S.S.:Para além do lançamento do primeiro
satélite (Sputnik, 1957) fez o primeiro lançamento de
um ser humano para fora da órbita, com o
astronauta Yuri Gagarin, no Vostok I, em 1961
• EUA: reação em 1969, através da expedição da
Apollo 11, que levou a primeira tripulação humana
para a lua.
http://pt.slideshare.net/joanajo12345/yuri-gagarin-
30866486?from_action=save
O satélite Sputnik a cadela Laika
o cosmonauta Yuri Gagarin
"Estou a ver a Terra! Ela é
tão bonita!“
- YURI GAGARIN
Neil Armstrong: “Um pequeno passo para um
homem, um grande passo para a humanidade”
Apollo 11 - foi a 5.ª missão tripulada do Programa Apollo e a
primeira a realizar uma alunagem, no dia 20 de julho de 1969.
Tripulada pelos astronautas Neil Armstrong, Edwin 'Buzz'
Aldrin e Michael Collins,, a missão cumpriu a meta proposta pelo
Presidente John F. Kennedy.
E.U.A. / U.R.S.S.
ENVOLVIMENTOS EM
CONFLITOS LOCAIS DE FORMA
INDIRETA
V-Envolvimentos Indiretos
 GUERRA DA COREIA : Entre os anos de 1951 e
1953 a Coreia foi palco de um conflito armado de
grandes proporções.
 Após a Revolução Maoista ocorrida na China, a
Coreia sofre pressões para adotar o sistema
socialista/comunista em todo seu território.
 A região sul da Coreia resiste e, com o apoio
militar dos Estados Unidos, defende seus
interesses.
A Guerra da Coreia - foi travada entre
25 de junho de 1950 a 27 de julho de 1953
 A Coreia na zona Sul e os seus aliados, que
incluíam os Estados Unidos e o Reino Unido,
oponham-se à Coreia da zona Norte, apoiada
pela República Popular da China e pela URSS.
 A guerra dura dois anos e termina com a
divisão da Coreia em 2 países pela linha do
PARALELO 38.
 A Coreia do Norte ficou sob influência
soviética e com um sistema socialista,
enquanto a Coreia do Sul manteve o sistema
capitalista.
A Guerra da Coreia
(1950-1953)
• Coreia do Norte:
influência da URSS
e China
• Coreia do Sul:
influência dos EUA
Divisão das duas Coreias
pelo Paralelo 38
1961- 1989 O muro de Berlim
O poder da URSS expande-se por vários
territórios após a 2.ª guerra:
 1945 a Mongólia,
 Entre 1945-49, Europa oriental, Coreia do norte, China
 Nos anos 50 e 60, no Vietname do norte, Camboja,
Birmânia, Cuba,
 Anos 70, na África negra.
Para tudo isto contribuiu o seu poder militar, a
intervenção nos processos de descolonização, os laços
de amizade estabelecidos, o apoio económi-co prestado:
isto representou o fim do seu isolacionismo
iniciado com a revolução de fevereiro de 1917.
O papel da influência dos partidos comunistas
 Desde 1948 que os partidos comunistas, por
influência da URSS, se tinham isolado no poder dos
estados, na Europa de Leste. Passaram a designar-se
democracias populares, por oposição às democracias
liberais, da europa ocidental vistas como incapazes de
garantir a igualdade de toda a classe trabalhadora
face aos poderes da burguesia.
 Assim, embora haja eleições, estas correspondem à
apresentação de listas únicas, de acordo com o ideais
marxistas, semelhantes aos da URSS.
O Pacto de Varsóvia reforçou esta situação,
mesmo perante protestos dentro das suas fronteiras de
coligação. É o caso:
 É o caso de 1956, na Hungria (Budapeste) e
 em 1968 , na Checoslováquia (Praga),
onde os tanques soviéticos restabeleceram a
ordem comunista.
1956 - Budapeste:
Foi uma revolta popular
espontânea contra as
políticas impostas pelo
governo da República
Popular da Hungria e
pela União Soviética.
1968 - Praga:
A Primavera de Praga foi um
período de liberalização política
na Checoslováquia durante a época
de sua dominação pela União
Soviética.
https://pt.wikipedia.org/wiki/Revolu%C3%A7%C
3%A3o_H%C3%BAngara_de_1956
https://pt.wikipedia.org/wiki/Primavera_de_Praga
Outro caso:
 A SITUAÇÃO DA CIDADE DE BERLIM, que
constituía um problema, na Alemanha oriental
pois,
era por Berlim
que os cidadãos da Alemanha oriental
passavam para o mundo ocidental.
https://pt.wikipedia.org/wiki/Crise_de_Berlim_de_1961
A União Soviética provocou a crise
com um ultimato exigindo a retirada das
forças armadas ocidentais de Berlim
Ocidental, acabando com a partilha de
facto da cidade, através da construção
do
MURO DE BERLIM.
CRISE DE CUBA-1962
 A URSS instalou em Cuba, uma base de mísseis
nucleares. A sua proximidade ao território
americano levou o presidente J.F. Kennedy a
lançar um ultimato à URSS, que retirou os mísseis
evitando uma guerra nuclear.
GUERRA DO VIETNAM
 Este conflito ocorreu entre 1959 e 1975 e contou
com a intervenção direta dos EUA e da URSS.
 Os soldados norte-americanos, apesar de todo
aparato tecnológico, tiveram dificuldades em
enfrentar os soldados vietcongues (apoiados pelos
soviéticos) nas florestas tropicais do país. Milhares
de pessoas, entre civis e militares morreram nos
combates.
 Os EUA saíram derrotados e tiveram que
abandonar o território vietnamita de forma
vergonhosa em 1975.
 O Vietnam passou a ser socialista.
VI-O Fim da
Guerra Fria e
suas
consequências
 A FALTA DE DEMOCRACIA,
 O ATRASO ECONÓMICO ,
 A CRISE NAS REPÚBLICAS SOVIÉTICAS,
acabaram por acelerar
A CRISE DO SOCIALISMO,
no final da década de 1980.
Em 1989, cai o Muro de Berlim
e as duas Alemanhas são
reunificadas.
No começo da década de 1990,
o então presidente da União
Soviética, Mikhail Gorbachev
começou a acelerar o fim do
socialismo naquele país e nos
seus aliados.
Com REFORMAS ECONÓMICAS,
acordos com os E.U.A. e MUDANÇAS
POLÍTICAS, o sistema soviético foi
enfraquecendo.
ERA O FIM
DE UM PERÍODO DE COMBATES
POLÍTICOS, IDEOLÓGICOS E MILITARES.
A DEMOCRACIA e O CAPITALISMO, aos
poucos, iriam sendo implantados nos
países socialistas.
Queda do Muro de Berlim
9/11/1989
OS PROCESSOS DE
DESCOLONIZAÇÃO foram:
PACÍFICOS
 ÍNDIA
 PAQUISTÃO
 GRANDE PARTE DA
ÁFRICA
VIOLENTOS
 INDONÉSIA
 INDOCHINA
Os responsáveis pelo fim
da Guerra Fria
“O maior desafio tanto no nosso século quanto nos
próximos, é salvar o planeta da destruição. Isso vai exigir
uma mudança nos próprios fundamentos da civilização
moderna e o relacionamento dos seres humanos com a
natureza.”
MIKHAIL SERGEEVICH GORBACHEV
1931-…?
1911-2004
A Guerra Fria e a corrida espacial

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

7 01 parte_1_as_transformações_das_primeiras_décadas_do_século_xx
7 01 parte_1_as_transformações_das_primeiras_décadas_do_século_xx7 01 parte_1_as_transformações_das_primeiras_décadas_do_século_xx
7 01 parte_1_as_transformações_das_primeiras_décadas_do_século_xxVítor Santos
 
7 03 a degradação do ambiente internacional
7 03 a degradação do ambiente internacional7 03 a degradação do ambiente internacional
7 03 a degradação do ambiente internacionalVítor Santos
 
8 01 nascimento e afirmação de um novo quadro geopolítico
8 01 nascimento e afirmação de um novo quadro geopolítico8 01 nascimento e afirmação de um novo quadro geopolítico
8 01 nascimento e afirmação de um novo quadro geopolíticoVítor Santos
 
Os polos de desenvolvimento económico- Módulo 9
 Os polos de desenvolvimento económico- Módulo 9  Os polos de desenvolvimento económico- Módulo 9
Os polos de desenvolvimento económico- Módulo 9 nanasimao
 
Bloqueio de Berlim e Guerra da Coreia
Bloqueio de Berlim e Guerra da CoreiaBloqueio de Berlim e Guerra da Coreia
Bloqueio de Berlim e Guerra da CoreiaAulas de História
 
O agudizar das tensões politicas e sociais a partir dos anos 30
O agudizar das tensões politicas e sociais a partir dos anos 30O agudizar das tensões politicas e sociais a partir dos anos 30
O agudizar das tensões politicas e sociais a partir dos anos 30Ana Vilardouro
 
4 A regressão do demoliberalismo
4   A regressão do demoliberalismo4   A regressão do demoliberalismo
4 A regressão do demoliberalismoNúria Inácio
 
Mutações nos Comportamentos e na Cultura
Mutações nos Comportamentos e na CulturaMutações nos Comportamentos e na Cultura
Mutações nos Comportamentos e na Culturagofontoura
 
Portugal. Da Revolução de 25 de Abril à estabilização da Democracia
Portugal. Da Revolução de 25 de Abril à estabilização da DemocraciaPortugal. Da Revolução de 25 de Abril à estabilização da Democracia
Portugal. Da Revolução de 25 de Abril à estabilização da Democraciahome
 
Estado novo portugal
Estado novo portugalEstado novo portugal
Estado novo portugalTeresa Maia
 
8 02 portugal do autoritarismo à democracia alunos
8 02 portugal do autoritarismo à democracia alunos8 02 portugal do autoritarismo à democracia alunos
8 02 portugal do autoritarismo à democracia alunosVítor Santos
 
Apresentação a grande depressão e o seu impacto social
Apresentação a grande depressão e o seu impacto socialApresentação a grande depressão e o seu impacto social
Apresentação a grande depressão e o seu impacto socialEscoladocs
 
O imobilismo político e crescimento económico português do pós II Guerra Mund...
O imobilismo político e crescimento económico português do pós II Guerra Mund...O imobilismo político e crescimento económico português do pós II Guerra Mund...
O imobilismo político e crescimento económico português do pós II Guerra Mund...Susana Cardoso Simões
 
As consequências da 1ª guerra mundial
As consequências da 1ª guerra mundialAs consequências da 1ª guerra mundial
As consequências da 1ª guerra mundialSusana Simões
 
A primeira república portuguesa
A primeira república portuguesaA primeira república portuguesa
A primeira república portuguesacattonia
 
9 02 a viragem para uma nova era
9 02 a viragem para uma nova era9 02 a viragem para uma nova era
9 02 a viragem para uma nova eraVítor Santos
 
A regressão do demoliberalismo
A regressão do demoliberalismoA regressão do demoliberalismo
A regressão do demoliberalismohome
 

Mais procurados (20)

Frentes populares
Frentes popularesFrentes populares
Frentes populares
 
Guerra Fria
Guerra FriaGuerra Fria
Guerra Fria
 
7 01 parte_1_as_transformações_das_primeiras_décadas_do_século_xx
7 01 parte_1_as_transformações_das_primeiras_décadas_do_século_xx7 01 parte_1_as_transformações_das_primeiras_décadas_do_século_xx
7 01 parte_1_as_transformações_das_primeiras_décadas_do_século_xx
 
7 03 a degradação do ambiente internacional
7 03 a degradação do ambiente internacional7 03 a degradação do ambiente internacional
7 03 a degradação do ambiente internacional
 
8 01 nascimento e afirmação de um novo quadro geopolítico
8 01 nascimento e afirmação de um novo quadro geopolítico8 01 nascimento e afirmação de um novo quadro geopolítico
8 01 nascimento e afirmação de um novo quadro geopolítico
 
Os polos de desenvolvimento económico- Módulo 9
 Os polos de desenvolvimento económico- Módulo 9  Os polos de desenvolvimento económico- Módulo 9
Os polos de desenvolvimento económico- Módulo 9
 
Bloqueio de Berlim e Guerra da Coreia
Bloqueio de Berlim e Guerra da CoreiaBloqueio de Berlim e Guerra da Coreia
Bloqueio de Berlim e Guerra da Coreia
 
O agudizar das tensões politicas e sociais a partir dos anos 30
O agudizar das tensões politicas e sociais a partir dos anos 30O agudizar das tensões politicas e sociais a partir dos anos 30
O agudizar das tensões politicas e sociais a partir dos anos 30
 
4 A regressão do demoliberalismo
4   A regressão do demoliberalismo4   A regressão do demoliberalismo
4 A regressão do demoliberalismo
 
Mutações nos Comportamentos e na Cultura
Mutações nos Comportamentos e na CulturaMutações nos Comportamentos e na Cultura
Mutações nos Comportamentos e na Cultura
 
Portugal. Da Revolução de 25 de Abril à estabilização da Democracia
Portugal. Da Revolução de 25 de Abril à estabilização da DemocraciaPortugal. Da Revolução de 25 de Abril à estabilização da Democracia
Portugal. Da Revolução de 25 de Abril à estabilização da Democracia
 
Estado novo portugal
Estado novo portugalEstado novo portugal
Estado novo portugal
 
8 02 portugal do autoritarismo à democracia alunos
8 02 portugal do autoritarismo à democracia alunos8 02 portugal do autoritarismo à democracia alunos
8 02 portugal do autoritarismo à democracia alunos
 
Apresentação a grande depressão e o seu impacto social
Apresentação a grande depressão e o seu impacto socialApresentação a grande depressão e o seu impacto social
Apresentação a grande depressão e o seu impacto social
 
O imobilismo político e crescimento económico português do pós II Guerra Mund...
O imobilismo político e crescimento económico português do pós II Guerra Mund...O imobilismo político e crescimento económico português do pós II Guerra Mund...
O imobilismo político e crescimento económico português do pós II Guerra Mund...
 
As consequências da 1ª guerra mundial
As consequências da 1ª guerra mundialAs consequências da 1ª guerra mundial
As consequências da 1ª guerra mundial
 
A primeira república portuguesa
A primeira república portuguesaA primeira república portuguesa
A primeira república portuguesa
 
Pós 25 de abril
Pós 25 de abrilPós 25 de abril
Pós 25 de abril
 
9 02 a viragem para uma nova era
9 02 a viragem para uma nova era9 02 a viragem para uma nova era
9 02 a viragem para uma nova era
 
A regressão do demoliberalismo
A regressão do demoliberalismoA regressão do demoliberalismo
A regressão do demoliberalismo
 

Destaque

Resumos de História 12ºano - Preparação para exame
Resumos de História 12ºano - Preparação para exameResumos de História 12ºano - Preparação para exame
Resumos de História 12ºano - Preparação para exameMaria Rebelo
 
Historia a-12-ano-resumo
Historia a-12-ano-resumoHistoria a-12-ano-resumo
Historia a-12-ano-resumoEscoladocs
 
2014 módulo 2 - unidade 8
2014 módulo 2 - unidade 82014 módulo 2 - unidade 8
2014 módulo 2 - unidade 8Dayse Neco
 
Viragem outraera
Viragem outraeraViragem outraera
Viragem outraerasarabotelho
 
Ordem bipolar da guerra fria
Ordem bipolar da guerra friaOrdem bipolar da guerra fria
Ordem bipolar da guerra friaDaniel Brito
 
Propostas de resolução teste 12º
Propostas de resolução teste 12ºPropostas de resolução teste 12º
Propostas de resolução teste 12ºEscoladocs
 
Teste de avaliação de hca do módulo 8 2011 2012
Teste de avaliação de hca do módulo 8 2011 2012Teste de avaliação de hca do módulo 8 2011 2012
Teste de avaliação de hca do módulo 8 2011 2012João Couto
 
1 01 a cultura do ágora
1 01 a cultura do ágora1 01 a cultura do ágora
1 01 a cultura do ágoraVítor Santos
 
Mundo bipolar guerra fria
Mundo bipolar guerra friaMundo bipolar guerra fria
Mundo bipolar guerra friaanabnsouza
 
Guerra fria - O mundo bipolar
Guerra fria - O mundo bipolar Guerra fria - O mundo bipolar
Guerra fria - O mundo bipolar Elizangela Silva
 
00 1 preparação_exame_nacional_2017
00 1 preparação_exame_nacional_201700 1 preparação_exame_nacional_2017
00 1 preparação_exame_nacional_2017Vítor Santos
 

Destaque (15)

Modulo 8 e 9 historia A 12ºano
Modulo 8 e 9 historia A 12ºanoModulo 8 e 9 historia A 12ºano
Modulo 8 e 9 historia A 12ºano
 
Resumos de História 12ºano - Preparação para exame
Resumos de História 12ºano - Preparação para exameResumos de História 12ºano - Preparação para exame
Resumos de História 12ºano - Preparação para exame
 
Historia a-12-ano-resumo
Historia a-12-ano-resumoHistoria a-12-ano-resumo
Historia a-12-ano-resumo
 
2014 módulo 2 - unidade 8
2014 módulo 2 - unidade 82014 módulo 2 - unidade 8
2014 módulo 2 - unidade 8
 
Viragem outraera
Viragem outraeraViragem outraera
Viragem outraera
 
Ordem bipolar da guerra fria
Ordem bipolar da guerra friaOrdem bipolar da guerra fria
Ordem bipolar da guerra fria
 
Estalinismoshort
EstalinismoshortEstalinismoshort
Estalinismoshort
 
Propostas de resolução teste 12º
Propostas de resolução teste 12ºPropostas de resolução teste 12º
Propostas de resolução teste 12º
 
Ordem Bipolar Prof Sergio Geo
Ordem Bipolar Prof Sergio GeoOrdem Bipolar Prof Sergio Geo
Ordem Bipolar Prof Sergio Geo
 
Teste de avaliação de hca do módulo 8 2011 2012
Teste de avaliação de hca do módulo 8 2011 2012Teste de avaliação de hca do módulo 8 2011 2012
Teste de avaliação de hca do módulo 8 2011 2012
 
1 01 a cultura do ágora
1 01 a cultura do ágora1 01 a cultura do ágora
1 01 a cultura do ágora
 
Mundo bipolar guerra fria
Mundo bipolar guerra friaMundo bipolar guerra fria
Mundo bipolar guerra fria
 
Guerra fria - O mundo bipolar
Guerra fria - O mundo bipolar Guerra fria - O mundo bipolar
Guerra fria - O mundo bipolar
 
00 1 preparação_exame_nacional_2017
00 1 preparação_exame_nacional_201700 1 preparação_exame_nacional_2017
00 1 preparação_exame_nacional_2017
 
Guerra fria e o mundo bipolar
Guerra fria e o mundo bipolarGuerra fria e o mundo bipolar
Guerra fria e o mundo bipolar
 

Semelhante a A Guerra Fria e a corrida espacial

2oS _ A18 _ L5 _ Guerra Fria _ 3 Nov 20_1700702154.pptx
2oS _ A18 _ L5 _ Guerra Fria _  3 Nov 20_1700702154.pptx2oS _ A18 _ L5 _ Guerra Fria _  3 Nov 20_1700702154.pptx
2oS _ A18 _ L5 _ Guerra Fria _ 3 Nov 20_1700702154.pptxerikmega110
 
CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS DA GUERRA FRIA
CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS DA GUERRA FRIACAUSAS E CONSEQUÊNCIAS DA GUERRA FRIA
CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS DA GUERRA FRIAConceição Fontolan
 
Pós 2ª guerra
Pós 2ª guerraPós 2ª guerra
Pós 2ª guerradinicmax
 
História 9º ano slide Guerra Fria
História   9º ano slide Guerra FriaHistória   9º ano slide Guerra Fria
História 9º ano slide Guerra FriaJanaína Bindá
 
Guerra fria prof. josédna. wr.
Guerra fria prof. josédna. wr.Guerra fria prof. josédna. wr.
Guerra fria prof. josédna. wr.Willi Roger
 
Guerra Fria - Geometria e História
Guerra Fria - Geometria e HistóriaGuerra Fria - Geometria e História
Guerra Fria - Geometria e Históriakikirinhabt
 
Guerra Fria - História e Geometria
Guerra Fria - História e GeometriaGuerra Fria - História e Geometria
Guerra Fria - História e Geometriakikirinhabt
 
Guerra Fria - Geometria e História
Guerra Fria - Geometria e HistóriaGuerra Fria - Geometria e História
Guerra Fria - Geometria e Históriakikirinhabt
 
Guerra Fria - História e Geometria
Guerra Fria - História e GeometriaGuerra Fria - História e Geometria
Guerra Fria - História e Geometriakikirinhabt
 
Guerra Fria - Geometria e História
Guerra Fria - Geometria e HistóriaGuerra Fria - Geometria e História
Guerra Fria - Geometria e Históriakikirinhabt
 
Guerra Fria - História e Geometria
Guerra Fria - História e GeometriaGuerra Fria - História e Geometria
Guerra Fria - História e Geometriakikirinhabt
 
Guerra Fria - Geometria e História
Guerra Fria - Geometria e HistóriaGuerra Fria - Geometria e História
Guerra Fria - Geometria e Históriakikirinhabt
 
Guerra Fria - História e Geometria
Guerra Fria - História e GeometriaGuerra Fria - História e Geometria
Guerra Fria - História e Geometriakikirinhabt
 
Guerra Fria - Geometria e História
Guerra Fria - Geometria e HistóriaGuerra Fria - Geometria e História
Guerra Fria - Geometria e Históriakikirinhabt
 
Guerra Fria - Geometria e História
Guerra Fria - Geometria e HistóriaGuerra Fria - Geometria e História
Guerra Fria - Geometria e Históriakikirinhabt
 

Semelhante a A Guerra Fria e a corrida espacial (20)

2oS _ A18 _ L5 _ Guerra Fria _ 3 Nov 20_1700702154.pptx
2oS _ A18 _ L5 _ Guerra Fria _  3 Nov 20_1700702154.pptx2oS _ A18 _ L5 _ Guerra Fria _  3 Nov 20_1700702154.pptx
2oS _ A18 _ L5 _ Guerra Fria _ 3 Nov 20_1700702154.pptx
 
CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS DA GUERRA FRIA
CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS DA GUERRA FRIACAUSAS E CONSEQUÊNCIAS DA GUERRA FRIA
CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS DA GUERRA FRIA
 
Pós 2ª guerra
Pós 2ª guerraPós 2ª guerra
Pós 2ª guerra
 
Guerra fria
Guerra fria  Guerra fria
Guerra fria
 
Guerra fria
Guerra friaGuerra fria
Guerra fria
 
História 9º ano slide Guerra Fria
História   9º ano slide Guerra FriaHistória   9º ano slide Guerra Fria
História 9º ano slide Guerra Fria
 
O mundo após 1945
O mundo após 1945O mundo após 1945
O mundo após 1945
 
Guerra fria
Guerra friaGuerra fria
Guerra fria
 
Guerra fria
Guerra friaGuerra fria
Guerra fria
 
Guerra fria prof. josédna. wr.
Guerra fria prof. josédna. wr.Guerra fria prof. josédna. wr.
Guerra fria prof. josédna. wr.
 
Guerra Fria - Geometria e História
Guerra Fria - Geometria e HistóriaGuerra Fria - Geometria e História
Guerra Fria - Geometria e História
 
Guerra Fria - História e Geometria
Guerra Fria - História e GeometriaGuerra Fria - História e Geometria
Guerra Fria - História e Geometria
 
Guerra Fria - Geometria e História
Guerra Fria - Geometria e HistóriaGuerra Fria - Geometria e História
Guerra Fria - Geometria e História
 
Guerra Fria - História e Geometria
Guerra Fria - História e GeometriaGuerra Fria - História e Geometria
Guerra Fria - História e Geometria
 
Guerra Fria - Geometria e História
Guerra Fria - Geometria e HistóriaGuerra Fria - Geometria e História
Guerra Fria - Geometria e História
 
Guerra Fria - História e Geometria
Guerra Fria - História e GeometriaGuerra Fria - História e Geometria
Guerra Fria - História e Geometria
 
Guerra Fria - Geometria e História
Guerra Fria - Geometria e HistóriaGuerra Fria - Geometria e História
Guerra Fria - Geometria e História
 
Guerra Fria - História e Geometria
Guerra Fria - História e GeometriaGuerra Fria - História e Geometria
Guerra Fria - História e Geometria
 
Guerra Fria - Geometria e História
Guerra Fria - Geometria e HistóriaGuerra Fria - Geometria e História
Guerra Fria - Geometria e História
 
Guerra Fria - Geometria e História
Guerra Fria - Geometria e HistóriaGuerra Fria - Geometria e História
Guerra Fria - Geometria e História
 

Mais de angelamoliveira

Regras essenciais para aprender história
Regras essenciais para aprender históriaRegras essenciais para aprender história
Regras essenciais para aprender históriaangelamoliveira
 
O triunfo das revoluções liberais
O triunfo das revoluções liberaisO triunfo das revoluções liberais
O triunfo das revoluções liberaisangelamoliveira
 
Ultimos reis de Portugal
Ultimos reis de PortugalUltimos reis de Portugal
Ultimos reis de Portugalangelamoliveira
 
Romanos ermine street guard
Romanos ermine street guardRomanos ermine street guard
Romanos ermine street guardangelamoliveira
 
7.º ano - A evolução do homem
7.º ano - A evolução do homem7.º ano - A evolução do homem
7.º ano - A evolução do homemangelamoliveira
 
O Renascimento e a formação da mentalidade moderna.
 O Renascimento e a formação da mentalidade moderna. O Renascimento e a formação da mentalidade moderna.
O Renascimento e a formação da mentalidade moderna.angelamoliveira
 

Mais de angelamoliveira (8)

Regras essenciais para aprender história
Regras essenciais para aprender históriaRegras essenciais para aprender história
Regras essenciais para aprender história
 
O triunfo das revoluções liberais
O triunfo das revoluções liberaisO triunfo das revoluções liberais
O triunfo das revoluções liberais
 
Ultimos reis de Portugal
Ultimos reis de PortugalUltimos reis de Portugal
Ultimos reis de Portugal
 
Romanos ermine street guard
Romanos ermine street guardRomanos ermine street guard
Romanos ermine street guard
 
Os loucos anos 20
Os loucos anos 20Os loucos anos 20
Os loucos anos 20
 
7.º ano - A evolução do homem
7.º ano - A evolução do homem7.º ano - A evolução do homem
7.º ano - A evolução do homem
 
Os deuses gregos
Os deuses gregosOs deuses gregos
Os deuses gregos
 
O Renascimento e a formação da mentalidade moderna.
 O Renascimento e a formação da mentalidade moderna. O Renascimento e a formação da mentalidade moderna.
O Renascimento e a formação da mentalidade moderna.
 

Último

ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024Jeanoliveira597523
 
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresLilianPiola
 
Regência Nominal e Verbal português .pdf
Regência Nominal e Verbal português .pdfRegência Nominal e Verbal português .pdf
Regência Nominal e Verbal português .pdfmirandadudu08
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfAdrianaCunha84
 
Bullying - Texto e cruzadinha
Bullying        -     Texto e cruzadinhaBullying        -     Texto e cruzadinha
Bullying - Texto e cruzadinhaMary Alvarenga
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxIsabelaRafael2
 
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirIedaGoethe
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
activIDADES CUENTO lobo esta CUENTO CUARTO GRADO
activIDADES CUENTO  lobo esta  CUENTO CUARTO GRADOactivIDADES CUENTO  lobo esta  CUENTO CUARTO GRADO
activIDADES CUENTO lobo esta CUENTO CUARTO GRADOcarolinacespedes23
 
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptxA experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptxfabiolalopesmartins1
 
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogar
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogarCaixa jogo da onça. para imprimir e jogar
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogarIedaGoethe
 
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdfJorge Andrade
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfManuais Formação
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfEditoraEnovus
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfIedaGoethe
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 

Último (20)

ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
 
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
 
Regência Nominal e Verbal português .pdf
Regência Nominal e Verbal português .pdfRegência Nominal e Verbal português .pdf
Regência Nominal e Verbal português .pdf
 
Em tempo de Quaresma .
Em tempo de Quaresma                            .Em tempo de Quaresma                            .
Em tempo de Quaresma .
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
 
Bullying - Texto e cruzadinha
Bullying        -     Texto e cruzadinhaBullying        -     Texto e cruzadinha
Bullying - Texto e cruzadinha
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
 
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
 
activIDADES CUENTO lobo esta CUENTO CUARTO GRADO
activIDADES CUENTO  lobo esta  CUENTO CUARTO GRADOactivIDADES CUENTO  lobo esta  CUENTO CUARTO GRADO
activIDADES CUENTO lobo esta CUENTO CUARTO GRADO
 
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptxA experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
 
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogar
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogarCaixa jogo da onça. para imprimir e jogar
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogar
 
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 

A Guerra Fria e a corrida espacial

  • 1. MÓDULO 8 Unidade 1. NASCIMENTO E AFIRMAÇÃO DE UM NOVO QUADRO GEOPOLÍTICO 1.2 – O TEMPO DA GUERRA FRIA – a consolidação de um mundo bipolar
  • 2. A GUERRA FRIA (da construção do muro de Berlim, em 1961, até à sua destruição, em 1989) In, http://www.suapesquisa.com/guerrafria/
  • 3. O que vais saber aqui: 1. O que se entende pela designação Guerra Fria? 2. Quais as principais ideias divergentes entre E.U.A e a U.R.S.S.? 3. Como se efetivou esse antagonismo dos 2 países rivais, durante 40 anos, a nível político, militar, tecnológico , económico? 4. Quais os conflitos que poderiam ter envolvido as superpotências numa guerra real?
  • 4. Atividades  Ouve a canção “Russians”, cantada por Sting , a partir de seu primeiro álbum solo, ”The Dream of the Blues Turtles “, em julho de 1985. http://www.youtube.com/watch?v=8vpOMGXFY0s  Qual sentimento patente?
  • 5.
  • 6. ACONTECIMENTOS QUE MUDARM O MUNDO O BLOQUEIO DA CIDADE DE BERLIM Vamos agora ver como estas relações internacio- nais criaram situações de muito “stress”, após a 2.ª guerra…
  • 7. RELEMBRA: No ano de 1945, com o final da 2.ª Guerra Mundial, países como a França, Reino Unido, Itália, Alemanha e Japão, etc. encontravam- se numa situação socio-económica muito difícil, com um cenário de grande destruição e com as suas infraestruturas de produção, comple-tamente abaladas, para além de uma grande perda populacional.
  • 8. RELEMBRA: Diante do cenário do final da 2.ª Guerra, somente os E.U.A. e a U.R.S.S., países pertencentes aos Aliados vencedores, conseguiram, mesmo diante de prejuízos, manter a estabilidade financeira. No entanto, existiam entre eles grandes diferenças.
  • 9.  A União Soviética possuía um SISTEMA SOCIALISTA, baseado na economia planificada, um partido único (Partido Comunista), igualdade social, ausência de democracia partidária e de propriedade privada.  Os Estados Unidos, a outra potência mundial, defendia a expansão do SISTEMA CAPITALISTA, baseado na economia de mercado livre (livre concorrência), sistema político democrático e respeito pela propriedade privada. RELEMBRA
  • 10.
  • 11. Na segunda metade da década de 1940 até 1989, estas duas potências tentaram implantar nos outros países os seus sistemas políticos e económicos. Isso vai resultar em vários problemas, entre eles…
  • 12. MOMENTOS DE TENSÃO 1945 – após a libertação da Polónia, Estaline não promove a realização de eleições livres e democráticas e pretende impor um governo pró-soviético. Os EUA procuram enviar observadores internacionais e o conflito diplomático surge.
  • 13. 1946 - as denúncias de influência e pressão da URSS para a ascensão ao poder dos partidos comunistas, nos países colocados sob a esfera de influência soviética continuam. É neste contexto que surge a expressão “cortina de ferro” de W. Churchill.
  • 14.
  • 15. "Cortina de Ferro" Em 1946, Winston Churchill (1.º ministro britânico), fez um famoso discurso nos Estados Unidos, usando a expressão "Cortina de Ferro" para se referir à influência da União Soviética sobre os países socialistas do leste europeu. Churchill, defendia a ideia de que, após a 2.ª Guerra Mundial, a URSS tinha-se tornado a grande inimiga dos valores ocidentais (democracia e liberdade, principalmente).
  • 16.  1947 – Pressão soviética sobre a Turquia e a Grécia. O presidente americano lança a sua “Doutrina Truman” para contenção do avanço comunista. (doc. 16 A, pág. 28) É o nome dado à política externa americana, direcionada ao bloco de países capitalistas europeus, no período pré-Guerra Fria. Tinha como objetivo: impedir a expansão do socialismo, especialmente em nações capitalistas consideradas mais frágeis.
  • 17. No mesmo ano, a URSS responde…
  • 18. Então, o que foi a Guerra Fria?  A Guerra Fria, tem início com este problema e vai até finais dos anos 80 pois, os ESTADOS UNIDOS e a UNIÃO SOVIÉTICA, vão disputar a hegemonia política, económica e militar no mundo.  Mas, as diferenças ideológicas agudizam-se com o controlo e a planificação do futuro da Alemanha.
  • 19. A definição para a expressão de Churchill, “GUERRA FRIA” é de um conflito que aconteceu apenas no campo ideológico- político, não ocorrendo um confronto militar declarado e direto entre os Estados Unidos e a URSS.  Até mesmo porque, estes dois países estavam com fortemente armados.
  • 20. PERIGOS DO MUNDO BIPOLAR Um conflito armado direto, significaria o fim dos dois países e, provavelmente, da vida no planeta Terra! Ambos os países o sabiam e o evitaram!
  • 21. Mas, mesmo assim, ambos acabaram alimentando conflitos noutros países como, por exemplo: na Coreia(1951-53) e no Vietnam (1959-85). VAMOS VER COMO TUDO SE DESENROLOU…
  • 23. ZONAS DE CONFLITO  I – A DIVISÃO DA ALEMANHA (pág. 32-33)  II – A AJUDA À RECONSTRUÇÃO DA EUROPA (pág. 29-31)  III – A DIVISÃO POLÍTICO-MILITAR (pág. 38-39)  IV – A CONQUISTA DO ESPAÇO  V- ENVOLVIMENTOS INDIRETOS  VI - O FIM DA GUERRA FRIA E SUAS IMEDIATAS CONSEQUÊNCIAS
  • 24. Entre 1948-49, o ambiente de Guerra Fria esteve em vias de se tornar um confronto militar grave. *Nas áreas alemãs ocupadas pelas demo- cracias ocidentais foi feita uma reestruturação administrativa e monetária com a atribuição de grandes ajudas financeiras ao território. *O oposto acontecia na Alemanha de leste, ocupada pelos soviéticos. A ajuda ocidental foi vista por Estaline como uma afronta capitalista e decretou: O BLOQUEIO À ZONA OCIDENTAL DE BERLIM
  • 25.
  • 26. Perante a impos- sibilidade dos países ocidentais contactarem por terra, a zona oeste da cidade de Berlim, em área soviética, foi orga-nizada uma ponte aérea para abastecer a cidade e confrontar o bloqueio. Mais de 200 mil viagens foram feitas em 11 meses
  • 27.  As ameaças de abate dos aviões ocidentais não se concretizaram e o bloqueio foi levantado.
  • 28. A divisão em 2 Alemanhas No ano seguinte, a RFA = REPUBLICA FEDERAL ALEMÃ, (ocidental) separa-se da * RDA = REPÚBLICA DEMOCRÁTICA ALEMÃ.
  • 29. II - AJUDA À RECUPERAÇÃ O EUROPEIA A posição americana e a posição soviética
  • 30. PLANO MARSHALL americano e o COMECON soviético  As duas potências desenvolveram planos para desenvolver economicamente os países membros.  No final da década de 1940, os E.U.A. colocaram em prática o PLANO MARSHALL, oferecendo ajuda económica, principalmente através de empréstimos, para reconstruir os países capitalistas afetados pela 2.ª Guerra Mundial.  Já o COMECON foi criado pela U.R.S.S em 1949, com o objetivo de garantir auxílio mútuo entre os países socialistas.
  • 32. A Paz Armada  Uma expressão explica muito bem este período: a existência, novamente, da Paz Armada.  As duas potências envolveram-se numa CORRIDA AOS ARMAMENTOS, espalhando exércitos e armamentos nos seus territórios e nos países aliados.  Enquanto houvesse um EQUILÍBRIO BÉLICO entre as duas potências, a paz estaria garantida, pois haveria O MEDO DO ATAQUE INIMIGO. Vamos ver 4 aspetos desta guerra:
  • 33. III-DIVISÃO POLÍTICO- MILITAR  Formaram-se DOIS BLOCOS MILITARES, cujo objetivo era defender os interesses militares dos países membros.  A OTAN/NATO - Organização do Tratado do Atlântico Norte (surgiu em abril de 1949) era liderada pelos Estados Unidos e tinha suas bases nos países membros, principalmente na Europa Ocidental.  O PACTO DE VARSÓVIA - era comandado pela União Soviética e defendia militarmente os países socialistas, da Europa de Leste.
  • 34. NATO/OTAN Países fundadores da OTAN -1949: 2016 = 28 países membros
  • 35. Fundação da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN ou NATO ): 4 de Abril de 1949, em Washington, EUA. - Sede: Bruxelas, Bélgica. Países aderentes:  Albânia  Bélgica  Bulgária  Canadá  Croácia  República Checa  Dinamarca  Estónia  França  Alemanha  Grécia  Hungria  Islândia  Itália  Letônia  Lituânia  Luxemburgo  Países Baixos  Noruega  Polónia  Portugal  Romênia  Eslováquia  Eslovênia  Espanha  Turquia  Reino Unido  Estados Unidos
  • 36. PACTO DE VARSÓVIA: Países membros:  - União das Repúblicas Socialistas Soviéticas = U.R.S.S. (país líder)  - Bulgária  - Polónia  - Checoslováquia  - Hungria  - República Democrática Alemã (Alemanha Oriental)  - Albânia  - Roménia  - China  - Coreia do Norte  - Cuba Extinção: 1 julho 1991
  • 37.
  • 38. O QUE CARATERIZOU O AMBIENTE DA GUERRA FRIA?
  • 39. E.U.A.=“A Caça às Bruxas!” Os EUA liderou uma forte política de combate ao comunismo no seu território e no mundo. Usando o cinema, a televisão, os jornais, as propagandas e até mesmo as histórias em quadrinhos, divulgou uma campanha valorizando o “American way of life". Vários cidadãos americanos foram presos ou marginalizados por defenderem ideias próximas do socialismo.
  • 40.
  • 41. Na URSS não foi diferente, já que o Partido Comunista e os seus seguidores perseguiam, prendiam e até matavam todos aqueles que não seguiam as regras estabelecidas pelo governo de Moscovo. Enquanto a espionagem norte-americana cabia aos membros da CIA…  os funcionários da KGB faziam os serviços secretos soviéticos.
  • 42.
  • 43. IV-A Conquista do espaço
  • 44. A Corrida Espacial  EUA e URSS travaram uma disputa muito grande no que se refere aos avanços espaciais.  Ambos corriam para tentar atingir objetivos significativos nesta área. Isso ocorria, pois havia uma certa disputa entre as potências, com o objetivo de mostrar para o mundo qual era o sistema mais avançado.  No ano de 1957, a URSS lança o foguete Sputnik com um cão dentro - a Laika-, o primeiro ser vivo a ir para o espaço.  Doze anos depois, em 1969, o mundo todo pôde acompanhar pela televisão a chegada do homem a lua, com a missão espacial norte americana.
  • 45. A RIVALIDADE TÉCNICO-CIENTÍFICA • U.R.S.S.:Para além do lançamento do primeiro satélite (Sputnik, 1957) fez o primeiro lançamento de um ser humano para fora da órbita, com o astronauta Yuri Gagarin, no Vostok I, em 1961 • EUA: reação em 1969, através da expedição da Apollo 11, que levou a primeira tripulação humana para a lua. http://pt.slideshare.net/joanajo12345/yuri-gagarin- 30866486?from_action=save
  • 46. O satélite Sputnik a cadela Laika o cosmonauta Yuri Gagarin "Estou a ver a Terra! Ela é tão bonita!“ - YURI GAGARIN
  • 47. Neil Armstrong: “Um pequeno passo para um homem, um grande passo para a humanidade” Apollo 11 - foi a 5.ª missão tripulada do Programa Apollo e a primeira a realizar uma alunagem, no dia 20 de julho de 1969. Tripulada pelos astronautas Neil Armstrong, Edwin 'Buzz' Aldrin e Michael Collins,, a missão cumpriu a meta proposta pelo Presidente John F. Kennedy.
  • 48. E.U.A. / U.R.S.S. ENVOLVIMENTOS EM CONFLITOS LOCAIS DE FORMA INDIRETA
  • 49. V-Envolvimentos Indiretos  GUERRA DA COREIA : Entre os anos de 1951 e 1953 a Coreia foi palco de um conflito armado de grandes proporções.  Após a Revolução Maoista ocorrida na China, a Coreia sofre pressões para adotar o sistema socialista/comunista em todo seu território.  A região sul da Coreia resiste e, com o apoio militar dos Estados Unidos, defende seus interesses.
  • 50. A Guerra da Coreia - foi travada entre 25 de junho de 1950 a 27 de julho de 1953  A Coreia na zona Sul e os seus aliados, que incluíam os Estados Unidos e o Reino Unido, oponham-se à Coreia da zona Norte, apoiada pela República Popular da China e pela URSS.  A guerra dura dois anos e termina com a divisão da Coreia em 2 países pela linha do PARALELO 38.  A Coreia do Norte ficou sob influência soviética e com um sistema socialista, enquanto a Coreia do Sul manteve o sistema capitalista.
  • 51. A Guerra da Coreia (1950-1953) • Coreia do Norte: influência da URSS e China • Coreia do Sul: influência dos EUA Divisão das duas Coreias pelo Paralelo 38
  • 52. 1961- 1989 O muro de Berlim O poder da URSS expande-se por vários territórios após a 2.ª guerra:  1945 a Mongólia,  Entre 1945-49, Europa oriental, Coreia do norte, China  Nos anos 50 e 60, no Vietname do norte, Camboja, Birmânia, Cuba,  Anos 70, na África negra. Para tudo isto contribuiu o seu poder militar, a intervenção nos processos de descolonização, os laços de amizade estabelecidos, o apoio económi-co prestado: isto representou o fim do seu isolacionismo iniciado com a revolução de fevereiro de 1917.
  • 53. O papel da influência dos partidos comunistas  Desde 1948 que os partidos comunistas, por influência da URSS, se tinham isolado no poder dos estados, na Europa de Leste. Passaram a designar-se democracias populares, por oposição às democracias liberais, da europa ocidental vistas como incapazes de garantir a igualdade de toda a classe trabalhadora face aos poderes da burguesia.  Assim, embora haja eleições, estas correspondem à apresentação de listas únicas, de acordo com o ideais marxistas, semelhantes aos da URSS.
  • 54. O Pacto de Varsóvia reforçou esta situação, mesmo perante protestos dentro das suas fronteiras de coligação. É o caso:  É o caso de 1956, na Hungria (Budapeste) e  em 1968 , na Checoslováquia (Praga), onde os tanques soviéticos restabeleceram a ordem comunista.
  • 55. 1956 - Budapeste: Foi uma revolta popular espontânea contra as políticas impostas pelo governo da República Popular da Hungria e pela União Soviética. 1968 - Praga: A Primavera de Praga foi um período de liberalização política na Checoslováquia durante a época de sua dominação pela União Soviética. https://pt.wikipedia.org/wiki/Revolu%C3%A7%C 3%A3o_H%C3%BAngara_de_1956 https://pt.wikipedia.org/wiki/Primavera_de_Praga
  • 56. Outro caso:  A SITUAÇÃO DA CIDADE DE BERLIM, que constituía um problema, na Alemanha oriental pois, era por Berlim que os cidadãos da Alemanha oriental passavam para o mundo ocidental. https://pt.wikipedia.org/wiki/Crise_de_Berlim_de_1961
  • 57. A União Soviética provocou a crise com um ultimato exigindo a retirada das forças armadas ocidentais de Berlim Ocidental, acabando com a partilha de facto da cidade, através da construção do MURO DE BERLIM.
  • 58.
  • 59.
  • 60.
  • 61. CRISE DE CUBA-1962  A URSS instalou em Cuba, uma base de mísseis nucleares. A sua proximidade ao território americano levou o presidente J.F. Kennedy a lançar um ultimato à URSS, que retirou os mísseis evitando uma guerra nuclear.
  • 62. GUERRA DO VIETNAM  Este conflito ocorreu entre 1959 e 1975 e contou com a intervenção direta dos EUA e da URSS.  Os soldados norte-americanos, apesar de todo aparato tecnológico, tiveram dificuldades em enfrentar os soldados vietcongues (apoiados pelos soviéticos) nas florestas tropicais do país. Milhares de pessoas, entre civis e militares morreram nos combates.  Os EUA saíram derrotados e tiveram que abandonar o território vietnamita de forma vergonhosa em 1975.  O Vietnam passou a ser socialista.
  • 63.
  • 64. VI-O Fim da Guerra Fria e suas consequências
  • 65.  A FALTA DE DEMOCRACIA,  O ATRASO ECONÓMICO ,  A CRISE NAS REPÚBLICAS SOVIÉTICAS, acabaram por acelerar A CRISE DO SOCIALISMO, no final da década de 1980.
  • 66. Em 1989, cai o Muro de Berlim e as duas Alemanhas são reunificadas. No começo da década de 1990, o então presidente da União Soviética, Mikhail Gorbachev começou a acelerar o fim do socialismo naquele país e nos seus aliados.
  • 67. Com REFORMAS ECONÓMICAS, acordos com os E.U.A. e MUDANÇAS POLÍTICAS, o sistema soviético foi enfraquecendo. ERA O FIM DE UM PERÍODO DE COMBATES POLÍTICOS, IDEOLÓGICOS E MILITARES. A DEMOCRACIA e O CAPITALISMO, aos poucos, iriam sendo implantados nos países socialistas.
  • 68. Queda do Muro de Berlim 9/11/1989
  • 69.
  • 70. OS PROCESSOS DE DESCOLONIZAÇÃO foram: PACÍFICOS  ÍNDIA  PAQUISTÃO  GRANDE PARTE DA ÁFRICA VIOLENTOS  INDONÉSIA  INDOCHINA
  • 71. Os responsáveis pelo fim da Guerra Fria
  • 72. “O maior desafio tanto no nosso século quanto nos próximos, é salvar o planeta da destruição. Isso vai exigir uma mudança nos próprios fundamentos da civilização moderna e o relacionamento dos seres humanos com a natureza.” MIKHAIL SERGEEVICH GORBACHEV 1931-…?