14-02-12_O-Que-É-Semiótica

1.174 visualizações

Publicada em

Explicação inicial da disciplina Comunicação e Semiótica, ministrada pela prof. ms. Agnes Arruda, aos alunos de Jornalismo e de Publicidade e Propaganda da Universidade de Mogi das Cruzes (UMC).

Traz também o conceito-base de Semiótica, signo, significante e significado.

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.174
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
61
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

14-02-12_O-Que-É-Semiótica

  1. 1. Universidade de Mogi das Cruzes (UMC) 13/02/2014 Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica
  2. 2. Prof. Ms. Agnes Arruda 13/02/2014 Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica
  3. 3.  A disciplina apresenta as várias correntes da Semiótica e da Semiose, atendo-se aos estudos da Semiótica da Cultura e da Teoria da Mídia, dando aos alunos subsídios para análise e criação de textos verbais e não verbais no âmbito da comunicação. 13/02/2014 Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica
  4. 4. Criar condições para analisar o discurso comunicacional utilizando a semiótica como referencial teórico;  Criar condições para:   conhecer a Semiótica, suas diferentes correntes teóricas e sua aplicabilidade na análise de diferentes discursos;  analisar os processos semióticos nos diferentes discursos;  conhecer como se dá a semiose nas linguagens verbais, não-verbais e sincréticas. 13/02/2014 Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica
  5. 5.          Apresentação da professora, dos alunos, do curso. O QUE É SEMIÓTCA, etimologia e linhas de pesquisa. As linhas existentes: Charles Sanders Peirce e Ferdinand Saussure As linhas existentes: Louis Hjelmsleve Umberto Eco As linhas existentes: Roman Jakobson e Morris e Greimas Análise semiótica Semiótica da Cultura: A teoria da mídia de Harry Pross Semiótica da Cultura: A escada da abstração Introdução ao pensamento complexo As raízes da Cultura de Ivan Bystrina: Sonho 13/02/2014 Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica
  6. 6.        As raízes da Cultura de Ivan Bystrina: Jogos As raízes da Cultura de Ivan Bystrina: Estados Alterados de Consciência As raízes da Cultura de Ivan Bystrina: Psicopatologias A sociedade da imagem: A era da iconofagia A sociedade da imagem: Na selva das imagens. A sociedade da imagem: A vida na superfície das imagens Semiótica da Cultura e Comunicação: Comunidades Semiótica da Cultura e Comunicação: Titanismo Semiótica da Cultura e Comunicaçãoa: Ontem, hoje e amanhã: sobre os rituais midiáticos. 13/02/2014 Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica
  7. 7.  Aulas expositivas, análise de estudo de caso, trabalhos em grupo, trabalhos em sala, atendimento e orientação. 13/02/2014 Prof. Ms. Agnes Arruda | Arte, Estética e Mídia
  8. 8.  O desempenho do aluno será expresso em notas decorrentes dos processos avaliativos a que foi submetido:  M1 – proveniente do resultado das avaliações realizadas no 1º bimestre; terá peso 1 (um).  M2 – proveniente do resultado das avaliações realizadas no 2º bimestre, entre elas uma avaliação integrada; terá peso 2 (dois).  Composição da M2  M2 = (ND x 0,70) + (NI x 0,30), sendo: ▪ (ND) Nota da Disciplina (avaliação do professor - (0 a 10) x 70% (utilizando os instrumentos de avaliação).  (NI) Nota da Prova Integrada - (0 a 10) x 30%, conforme Instrução Normativa (IN UMC 002/2010).  MS – Média proveniente da média ponderada entre M1 e M2, conforme cálculo:  MS = (M1 + 2 x M2)/3 13/02/2014 Prof. Ms. Agnes Arruda | Arte, Estética e Mídia
  9. 9. ECO, Umberto. Apocalípticos e integrados. 5. ed. São Paulo: Perspectiva, 1998.  JOLY, Martine. Introdução a análise da imagem. Campinas: Papirus, 1996.  SANTAELLA. Lucia. O que é semiótica. São Paulo: Brasiliense, 1980.  BAUMAN, Zygmunt. Globalização: as consequências humanas . Rio de Janeiro: Zahar, 1999.  MORIN, Edgar. Cultura de massas no século XX. 3. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1999.  SANTAELLA, Lucia. Semiótica aplicada. São Paulo: Thomson-Learning, 2002  13/02/2014 Prof. Ms. Agnes Arruda | Arte, Estética e Mídia
  10. 10. 13/02/2014 Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica
  11. 11.  Do grego  Semeion = Signo/Sinal  Otikos = Ótica/Visão/Relativo a  Semiótica  Ótica dos Signos  Estudo dos Sinais 13/02/2014 Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica
  12. 12. 13/02/2014 Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica
  13. 13.  Uma coisa que representa outra.  Oi?  "Signo é uma coisa que representa uma outra coisa: seu objeto. Ele só pode funcionar como signo se carregar esse poder de representar, substituir uma outra coisa diferente dele." (p.58). Santaella, L. (1983). O que é Semiótica. São Paulo: Brasiliense.  "Defino um Signo como qualquer coisa que, de um lado, é assim determinada por um Objeto e, de outro, assim determina uma idéia na mente de uma pessoa, esta última determinação, que denomino o Interpretante do signo, é, desse modo, mediatamente determinada por aquele Objeto. Um signo, assim, tem uma relação triádica com seu Objeto e com seu Interpretante (8.343)." (p.12) Santaella, L. (2000). A teoria geral dos signos: Como as linguagens significam as coisas. 2a ed. São Paulo: Pioneira. 13/02/2014 Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica
  14. 14. 13/02/2014 Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica
  15. 15. 13/02/2014 Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica
  16. 16. 13/02/2014 Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica
  17. 17. E logo você pensa 13/02/2014 Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica
  18. 18.    Pode ser qualquer “coisa” Nunca vai significar ele próprio “Cadeia” de significação 13/02/2014 Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica
  19. 19.  “Forma” dada ao signo 13/02/2014 Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica
  20. 20.  É subjetivo, cada um tem o seu. 13/02/2014 Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica
  21. 21.   Ex.: Qual o significado de: ÁRVORE 13/02/2014 Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica
  22. 22. 13/02/2014 Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica
  23. 23.  Em grupos de até 4 pessoas, listar 5 exemplos de signos com seus respectivos significantes e significados. 13/02/2014 Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica

×