O Deus soberano e a corrupção humana

124 visualizações

Publicada em

Os cinco ponto do arminianismo e sua contestação pelo Sínodo de Dort. O primeiro ponto do Calvinismo: Depravação Total

Publicada em: Espiritual
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

O Deus soberano e a corrupção humana

  1. 1. Enganoso é o coração, mais do que todas asEnganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e desesperadamente corrupto; quem ocoisas, e desesperadamente corrupto; quem o conhecerá? (Jr 17:9)conhecerá? (Jr 17:9)
  2. 2.  Jacob Hermann (1560-1609) – Teólogo holandês, conhecido pela forma latina do seu sobrenome – Armínius. Influenciado pelo humanismo, duvidava da Graça soberana pregada pelos reformadores  Seus seguidores, os arminianos, após sua morte, apresentaram ao Parlamento Holandês os “Cinco pontos do Arminianísmo”  Em 1618 reúne-se o Sínodo da Igreja Reformada Holandesa na cidade de Dordrecht (conhecida em inglês como Dort) para examinar os ensinos do Arminianismo à luz das Escrituras Um pouco de história
  3. 3.   Foram um total de 180 sessões de debate, consumindo sete meses. Ao final reafirmaram a posição dos Reformadores Protestantes e formularam o que hoje é conhecido como os 5 Pontos do Calvinismo (em honra ao Reformador francês, Jehan Cauvin - João Calvino) Um pouco de história
  4. 4.  1. Vontade Livre – O homem não está tão incapaz que não esteja habilitado a aceitar Jesus como Salvador. 1. Os Reformadores reconhecem que o homem foi dotado de vontade livre, mas não está livre da escravidão de satanás, sendo totalmente incapaz de exercer sua vontade livremente para obter salvação. Precisa ser vivificado por Deus antes de poder crer em Cristo. Sem ser vivificado por Deus, o homem está em TOTAL CORRUPÇÃO. Os cinco pontos do Arminianismo
  5. 5.  2. Eleição Condicional – A salvação está baseada no pré-conhecimento de Deus que sabe quem vai exercer sua vontade para crer em Cristo 1. Os Reformadores em Dort sustentaram que o pré-conhecimento de Deus é baseado em seu próprio plano, não está condicionado à vontade do homem, espiritualmente morto. Assim afirmaram a ELEIÇÃO INCONDICIONAL Os cinco pontos do Arminianismo
  6. 6.  3. Expiação Universal – A morte de Cristo oferece oportunidade para que Deus salve todos os homens, contudo, o homem deve exercer sua livre vontade para aceitar a Cristo e determinar a sua salvação. 1. Para os Reformadores, A morte de Cristo é suficiente para todos, mas eficaz apenas para os eleitos. Morreu para fazer a expiação pelos pecados daqueles que lhe foram entregues pelo Pai, desde a eternidade. Sua morte foi 100% bem sucedida. Assim, declararam a EXPIAÇÃO LIMITADA Os cinco pontos do Arminianismo
  7. 7.  4. A Graça pode ser impedida – Deus quer salvar a todos, mas a partir do momento que o homem precisa exercer sua vontade, ele pode resistir à vontade de Deus para a sua salvação. 1. O Sínodo de Dort respondeu que a Graça de Deus não pode ser impedida. Ele não impõe sua vontade sobre a vontade humana, mas vivifica em Cristo o homem que estava morto em seus pecados, direcionando-o para Deus. Assim, reafirmaram a IRRESISTÍVEL GRAÇA Os cinco pontos do Arminianismo
  8. 8.  5. O homem pode cair da Graça – Se o homem é salvo por sua própria vontade, só continua na salvação se assim o quiser ou se cair em pecado grave, podendo cair da graça. Se depois se arrepender é salvo de novo. 1. Os Reformadores de Dort rejeitaram totalmente. Pensando objetivamente, se a Salvação é obra realizada pelo Senhor e o homem nada faz por sua salvação (é dom de Deus), por consequência, permanecer salvo é obra de Deus. Ele prometeu completar em nós a obra que começou (Fp 1:6). Desta forma definiram a PERSEVERANÇA DO SANTOS Os cinco pontos do Arminianismo
  9. 9.  1. Total corrupção 2. Eleição incondicional 3. Limitada Expiação 4. Irresistível graça 5. Perseverança dos santos Os 5 Pontos do Calvinismo
  10. 10.   O que os reformadores mais prezavam, o que mantinha de pé a Teologia reformada, o que estava sempre sendo afirmado é que Deus é soberano.  Qualquer tentativa de fazer do homem um ser autossuficiente é um retorno ao pecado original, quando Adão e Eva foram tentados a serem como Deus  O soberano Deus tem um plano eterno que se cumprirá ao longo da história quer concordemos ou não O Deus soberano
  11. 11.   Quem és tu, ó homem, para discutires com Deus?! Porventura, pode o objeto perguntar a quem o fez: Por que me fizeste assim? Ou não tem o oleiro direito sobre a massa, para do mesmo barro fazer um vaso para honra e outro, para desonra? Que diremos, pois, se Deus, querendo mostrar a sua ira e dar a conhecer o seu poder, suportou com muita longanimidade os vasos de ira, preparados para a perdição, a fim de que também desse a conhecer as riquezas da sua glória em vasos de misericórdia, que para glória preparou de antemão (Rm 9:20-23) O Deus soberano
  12. 12.   Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos, os meus caminhos, diz o SENHOR, porque, assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos, mais altos do que os vossos pensamentos. Porque, assim como descem a chuva e a neve dos céus e para lá não tornam, sem que primeiro reguem a terra, e a fecundem, e a façam brotar, para dar semente ao semeador e pão ao que come,(Is 55:8-10) O Deus soberano
  13. 13.   Depravação Total  Não é depravação absoluta  Não é incapacidade de praticar o bem  Significa que o homem está incapacitado de ajudar a si mesmo no que se refere à salvação  Ele vos deu vida, estando vós mortos nos vossos delitos e pecados, nos quais andastes outrora, segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe da potestade do ar, do espírito que agora atua nos filhos da desobediência; entre os quais também todos nós andamos outrora, segundo as inclinações da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos; e éramos, por natureza, filhos da ira, como também os demais. (Ef 2:1-3) O Deus soberano e a corrupção humana
  14. 14.   O homem sem Deus está preso nos laços do diabo:  disciplinando com mansidão os que se opõem, na expectativa de que Deus lhes conceda não só o arrependimento para conhecerem plenamente a verdade, mas também o retorno à sensatez, livrando- se eles dos laços do diabo, tendo sido feitos cativos por ele para cumprirem a sua vontade (2Tm 2:25,26)  Não consegue discernir as coisas espirituais:  Ora, o homem natural não aceita as coisas do Espírito de Deus, porque lhe são loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente. (1Co 2:14) O Deus soberano e a corrupção humana
  15. 15.   Ama mais as trevas que a luz:  O julgamento é este: que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz; porque as suas obras eram más. (Jo 3:19)  É continuamente mau, desesperadamente corrupto:  Viu o SENHOR que a maldade do homem se havia multiplicado na terra e que era continuamente mau todo desígnio do seu coração (Gn 6:5)  Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e desesperadamente corrupto; quem o conhecerá? (Jr 17:9)
  16. 16.   O homem natural não compreende as coisas de Deus, está morto espiritualmente, amarrado pelo diabo, ama mais as trevas que a luz, tem o coração enganoso, desesperadamente corrupto. O que esperar dele? O Deus soberano e a corrupção humana
  17. 17.   A fé vem depois do dom da vida e da graça:  Mas Deus, sendo rico em misericórdia, por causa do grande amor com que nos amou, e estando nós mortos em nossos delitos, nos deu vida juntamente com Cristo, – pela graça sois salvos (Ef 2:4,5)  A salvação é dom de Deus, não é obra do homem:  Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie (Ef 2:8,9) O Deus soberano e a corrupção humana

×