O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.
Terra Roxa apresenta balanço positivo de 2013 
Consolidada como a ponte entre os interesses empresariais do Norte do Paran...
2 
Missão fecha ano de bom relacionamento com o Canadá 
Valêncio também elencou entre os muitos trabalhos realizados pela ...
3 
Case de sucesso 
Um outro exemplo de que quando se consegue aproximar parceiros certos o resultado é 
bem mais efi caz ...
Das reuniões realizadas até agora, há consenso de que a maior difi culdade em avanços nas negociações 
é justamente prospe...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

53 newsletter dezembro 2013

201 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

53 newsletter dezembro 2013

  1. 1. Terra Roxa apresenta balanço positivo de 2013 Consolidada como a ponte entre os interesses empresariais do Norte do Paraná com o mundo, a Agência de Desenvolvimento Terra Roxa Investimentos realizou um balanço do ano de 2013, em assembleia geral realizada no final de novembro, em Rolândia, no qual ficou evidente os avanços e também os grandes desafios que ainda tem pela frente. Os participantes foram recepcionados pelo presidente, José Carlos Valêncio, que destacou a importância do relacionamento estabelecido pela Terra Roxa com as instituições, entidades e empresariado da região. “É essa força que vai consolidar a nossa proposta de nos tornarmos uma grande metrópole linear, unindo o eixo Maringá-Londrina”, comentou. Nove anos de trabalho A Terra Roxa chega ao nono ano de trabalho e, de acordo com balanço apresentado durante a Assembleia realizada em Rolândia, foram recepcionadas 64 comitivas internacionais, vindas de 16 países e 23 setores econômicos, instituições, representações diplomáticas e poder público. Só em 2013, além das já citadas missões do Canadá e de Utah, estiveram na região comitivas do Japão, Alemanha, Argentina, Moçambique, Namíbia entre outras, totalizando 22 missões estrangeiras. Trem Pé-Vermelho leva TRI a ter cadeira cativa no Conselho Consultivo da ANTT Dezembro de 2013 Um dos projetos de grande interesse da região, citado por Valêncio – o qual também contribuiu com a divulgação do trabalho da Terra Roxa – foi o Trem Pé-Vermelho. “Conseguimos chegar a várias lideranças para discutir o projeto”, comentou. O grande envolvimento da agência com o projeto também rendeu-lhe o convite da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e do Ministério dos Transportes, a ocupar assento no Conselho Consultivo do Grupo de Trabalho Trens de Passageiros, criado para avaliar e discutir todas as questões técnicas, regulatórias, tecnológicas, burocráticas, entre outras, envolvendo os projetos de trens de passageiros que estão em andamento no país. A Terra Roxa participa das reuniões do Conselho desde junho deste ano. 1
  2. 2. 2 Missão fecha ano de bom relacionamento com o Canadá Valêncio também elencou entre os muitos trabalhos realizados pela Terra Roxa em 2013, a aproximação do Norte do Paraná com o Consulado Geral do Canadá no Brasil, iniciada no primeiro semestre e que culminou com uma missão empresarial da região para aquele país, no mês de outubro. A comitiva foi composta por 16 representantes de entidades do Norte e Noroeste do Paraná, que visitou quatro cidades. “Foi uma missão muito proveitosa. Conhecemos as tecnologias de inovação e tivemos a oportunidade de divulgar melhor o trabalho da Terra Roxa entre os participantes da viagem”, comentou Valêncio. O grupo visitou institutos tecnológicos, instituições de ensino e entidades públicas e privadas inovadoras nas cidades de Ottawa, Toronto, Montreal e Saint-Hyacinthé. Salto de qualidade nas reuniões de negócios 2013 foi marcado pelo salto na qualidade das reuniões de negócios organizadas pela agência. Um bom exemplo foi a recepção da comitiva formada por mais de 20 empresários e representantes do governo do Estado de Utah (EUA), seguida da rodada de negócios que reuniu 14 empresas da região e realização de 40 reuniões. Muitos dos contatos estabelecidos ainda estão em andamento. “Nesta reunião conseguimos juntar os parceiros certos e isso foi possível graças a um minucioso trabalho de análise do perfil dos participantes, proporcionando um encontro entre pessoas com os mesmos interesses”, comentou o vice-presidente da entidade, Fernando Kireeff. Muitos dos participantes estão dando sequência a parcerias que têm chances reais de se tornarem negócios de sucesso. A Terra Roxa acompanha estes contatos e busca fomentar a continuidade da interação entre eles, visando à realização de negócios e atração de investimentos.
  3. 3. 3 Case de sucesso Um outro exemplo de que quando se consegue aproximar parceiros certos o resultado é bem mais efi caz envolve a empresa londrinense Araucária Genética Bovina e a japonesa Brastel. Por meio de um trabalho realizado pelo membro da Terra Roxa e CEO do Sicoob Norte do Paraná, George Hiraiwa, o empresário Marcelo Vezozzo, proprietário da Araucária, conheceu o aparelho Milk Checker, desenvolvido para detectar anormalidades na condutividade elétrica do leite de vaca, quando os sintomas ainda não são visíveis a olho nu, a chamada mastite subclínica. Se não for diagnosticada a tempo, a mastite subclínica pode evoluir para a mastite clínica, gerando grandes prejuízos para o produtor. Portátil e leve, o aparelho já foi testado e aprovado por produtores do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. “Estamos tendo excelente aceitação pelos produtores, cooperativas, veterinários, assentamento de sem-terra, entre outros”, comenta Vezozzo. A intenção agora é expandir a venda para todo o país. A Araucária é a única representante no país para a venda do aparelho japonês. “Eu já conhecia o trabalho da Terra Roxa, mas esta foi a primeira oportunidade de negócios. E está sendo muito bem sucedida”, complementa. Banco de dados minucioso Com base na experiência da rodada de negócios com a comitiva de Utah e também com o case envolvendo a Araucária Genética Bovina, a Terra Roxa tem a meta, para o próximo ano, de organizar um banco de dados minucioso e segmentado, visando agilizar os negócios com as empresas da região. O conselheiro da Terra Roxa e Vice-presidente do Sistema Fiep, Carlos Walter Martins Pedro, enfatizou na assembleia a necessidade da agência se munir de instrumentos mais precisos, como o banco de dados segmentado, para estar melhor conectada com as empresas da região, propiciando benefícios em maior escala e buscando desenvolvimento conjunto. “Para isso é necessário também manter uma estreita ligação com parceiros estratégicos como a FIEP, Sebrae e as Associações Comerciais e Empresariais da região”, enfatizou. África Austral: boas perspectivas de negócios Entre as boas perspectivas de negócios está a relação que vem sendo solidifi cada com o Walvis Bay Corridor Group, da Namíbia, cujos representantes já estiveram na região diversas vezes, em contato com empresários. Na última visita, as reuniões se concentraram em Arapongas, principal polo moveleiro do país, um setor de grande interesse para o grupo e de grande potencial para realização de negócios na África Austral. E agora, será a vez de empresários brasileiros conhecerem os países africanos. A Terra Roxa está organizando uma missão institucional e empresarial, em parceria com o governo da Namíbia, que deve ocorrer ainda no primeiro semestre de 2014.
  4. 4. Das reuniões realizadas até agora, há consenso de que a maior difi culdade em avanços nas negociações é justamente prospectar clientes e não questões logísticas. “Daí a grande importância de agora irmos até lá para conhecer melhor esses potenciais parceiros comerciais, com o apoio dos governos e instituições locais”, esclareceu Alexandre Farina. 4 Parcerias começam a dar maior autonomia à Terra Roxa Outra boa notícia apresentada na Assembleia da Terra Roxa foi o equilíbrio fi nanceiro que a agência alcançou. O UniCesumar e Sicoob se uniram, em 2013, às Associações Comerciais de toda a região e à Federação das Indústrias do Estado do Paraná na manutenção da entidade, e o UniCesumar, através de seu reitor Wilson de Matos Silva, que também é diretor da Terra Roxa, anunciou que irá aumentar sua contribuição em 2014. “Com esses recursos temos mais condições de manter e ampliar nosso trabalho em prol de prospectar negócios e atrair investimentos para o Norte do Paraná, contribuindo com o desenvolvimento da região”, salientou o presidente José Carlos Valêncio. “Que os vossos esforços desafiem as impossibilidades, lembrai-vos de que as grandes coisas do homem foram conquistadas do que parecia impossível.” Charles Chaplin A magia desta data revela novos horizontes, harmonia, prosperidade, confiança, saúde, esperança e muito amor em nossos corações Que as realizações alcançadas este ano, sejam apenas sementes planta-das, que serão colhidas com maior sucesso no ano de 2014 Feliz Natal e Próspero Ano Novo! São os votos da Terra Roxa Investimentos a todos os seus amigos, clientes e parceiros

×