O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

12 newsletter julho 2008

190 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

12 newsletter julho 2008

  1. 1. Reuniões da Terra Roxa voltam a ser bimestrais As reuniões da Terra Roxa voltarão a ser bimestrais. A decisão foi tomada na reunião semestral realizada no último dia 1 de julho, em Maringá e decidida por unanimidade. Na avaliação dos dirigentes da entidade, a experiência de espaçar o período de realização das reuniões acaba distanciando a comunicação pessoal entre os integrantes da entidade. “Embora tenhamos o contato por e-mail ou newsletter, não é a mesma coisa que nos encontrarmos para debatermos as oportunidades que temos e as possibilidades de avançarmos em nosso trabalho”, informa o presidente Fernando Lopes Kireeff. A Terra Roxa está montando o cronograma das próximas reuniões, que deverão ocorrer provavelmente em setembro (na cidade de Apucarana) e novembro (cidade ainda a ser definida). Entidade reforça contatos com empresas A reunião realizada em Maringá, dia 1, teve o objetivo principal de apresentar um balanço das atividades da Terra Roxa. Foi um período de muitos contatos e marcado por uma nova metodologia de trabalho da entidade, que passou a abordar segmentos empresariais para que venham conhecer o Norte do Estado. Entre os contatos concretizados estão os realizados com representantes do grupo indiano Tata, Hyundai, Siemens, Toyota, Molson Coors (cervejarias), Philips e Sun Microsystems. Destes, o contato com o grupo Tata resultou na solicitação de um relatório sobre o setor de couros da região.
  2. 2. “Este é um trabalho de desenvolvimento de relacionamento com empresas e tem sido um grande aprendizado. Cada caso é um caso e exige ações diferenciadas”, avaliou Kireeff. Além dos contatos com grandes empresas com sede distante da região, também foram iniciadas conversas com grandes empresas instaladas por aqui. O objetivo é vislumbrar segmentos empresariais que podem se instalar na região e que fechem o ciclo de fornecedores da empresa. Dia do Consultor, nova ação da Terra Roxa Se por um lado a Terra Roxa está abordando diretamente as empresas para que conheçam os potenciais da região, por outro está contatando também agentes que fomentam o relacionamento internacional. Para isso, foi instituída a atividade batizada de Dia do Consultor, que traz para conhecer a região consultores baseados em grandes centros ou em visitas ao Brasil. O primeiro dia do Consultor foi realizado em junho, com os convidados Ilka von Borries-Harwardt (presidente do Centro Empresarial Europeu) e Friedrich Martin Geller, seu marido e empresário na área de logística. Eles estiveram em Maringá, Arapongas e Londrina conhecendo diversos setores da economia e tendo contato direto com vários empresários e lideranças da região. Negócios com mercados emergentes O próximo Dia do Consultor será realizado nos dias 16 e 17 de julho e desta vez quem vem são os representantes do The Jai Group, Rakesh Vaidyanathan e Giancarlo Oliveira. O grupo atua com foco em multinacionais de economias emergentes em esforço de globalização. The Jai Group (www.thejaigroup.com) é formado por profissionais oriundos de nações emergentes com larga vivência com o ambiente de negócios na América do Norte e Europa. Um dos focos do grupo é prestar consultoria sobre negócios com a Índia. De acordo com informações da empresa, The Jai Group auxilia seus clientes a superar desafios - tais como navegação em território não familiar, ausência de informação confiável por falta de acesso às principais fontes, diferenças culturais e lingüísticas, obstáculos à captura de talentos e
  3. 3. oportunidades que normalmente são acessíveis automaticamente nos países de origem - prestando uma gama ampla de serviços que combinam elementos de consultoria estratégica e assessoria em fusões e aquisições. Viagens e visitas da Alemanha No primeiro semestre deste ano, a Terra Roxa esteve representada em duas viagens à Alemanha, realizadas pelo vice-presidente da entidade Adrian Von Treuenfels, e por Sandy Schöler, do departamento internacional da Terra Roxa. Foram realizados contatos com a cidade e empresários de Bremen, além da Universidade de Bremen – Jacobs Universität – com a qual está sendo estudada parceria acadêmica com Cesumar, Faccar e UEL -, e contatos com uma agência de desenvolvimento do Norte da Alemanha, para troca de informações e experiências. Também foi recebido na região um grupo de agricultores e empresários que tiveram como tema da visita a cana-de-açúcar e agroenergia. Aeroporto de Cargas Na última viagem feita por Adrian Von Treuenfels à Alemanha, em junho, ele se encontrou com Caio Koch-Weser, nascido em Rolândia, um dos fundadores da Terra Roxa Investimentos, e hoje vice-presidente do Deutsche Bank. Um dos temas discutidos no encontro foi sobre a instalação do Aeroporto de Cargas na região Norte do Paraná, projeto que vem ao encontro da linha de atuação do banco alemão. Segundo Adrian, Koch-Weser abriu as portas do banco para o recebimento e análise do projeto. “Há a possibilidade de o banco financiar o projeto”, informou Adrian.

×