O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

46 newsletter março 2013

206 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

46 newsletter março 2013

  1. 1. Março / 2013 1 Solenidade de posse da nova diretoria será em Apucarana A solenidade de posse do conselho de administração e scal da Agência de Desenvolvimento Terra Roxa Investimentos está marcada para o próximo dia 2 de abril, em Apucarana. A ocasião será marcada por encontro com prefeitos, presidentes de câmaras, presidentes de associações comerciais e empresariais entre outros líderes da região, para apresentação da proposta de trabalho e projetos da Terra Roxa, inclusive o andamento do projeto Trem Pé-Vermelho, buscando articulação em torno deste projeto para torná-lo uma meta regional, e selando a união de lideranças em favor do desenvolvimento regional. Já conrmaram presença os prefeitos de Londrina Alexandre Kiree; de Apucarana, Beto Preto; de Maringá, Carlos Roberto Pupin; o presidente do Sistema Fiep, Edson Campagnolo; e o presidente do Sicoob Central-PR, Jeerson Nogaroli. Presidente fala das expectativas para a gestão 2012-2014 A agência de desenvolvimento Terra Roxa Investimentos começou 2013 com nova diretoria e muitos desaos pela frente, mas sempre com o foco no desenvolvimento da região. A entidade agora é presidida pelo engenheiro civil José Carlos Valêncio. Valêncio tem vasto currículo prossional e de participação de entidades de classe. É diretor da Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Maringá, entidade que presidiu de 1984 a 1986; foi conselheiro federal do Confea, conselheiro do Crea, diretor do Sinduscon-Maringá, diretor de habitação do município de Maringá, vereador e presidente da Câmara Municipal de Maringá, membro do plenário do Codem; é, atualmente, 1° vice-preidente da Associação Comercial e Empresarial de Maringá e presidente do Codem, além de ser sócio-proprietário da empresa Valêncio-Arquitetura e Engenharia. Conra abaixo entrevista de Valêncio à newsletter da Terra Roxa: Quais as expectativas para a gestão? • De realizar um trabalho em parceria com representantes das cidades que estão no eixo Maringá – Londrina visando a divulgação/ promoção da nossa região nacional e internacionalmente. O objetivo é desenvolver nossa região, tornando-a atrativa para aqui investir, fazer negócios, produzir e viver. Qual o plano de trabalho e principais projetos traçados pela nova diretoria para o ano de 2013? • Ampliar engajamento da Sociedade Civil organizada e pública dentre as cidades que compõem a Terra Roxa; • Intensicar o trabalho de divulgação da Região, visando o desenvolvimento sócio-econômico que se fará por meio de atração de investidores, inovações na produção. Para tal participações em eventos nacionais e internacionais serão importantes, atrair e conduzir visitas de comitivas internacionais, interessadas não só em investir, mas também comprar. • Mapear as empresas da região por temas, criando um banco de dados em que facilite o direcionamento de investidores e negócios. Bem como, fazer um trabalho de preparação junto às empresas para que aumentem os casos de sucesso entre as parcerias internacionais. • Buscar a sustentabilidade da entidade, desenvolvendo um planejamento de oportunidades de prestação de serviços junto às empresas e entidades. • Trabalhar na articulação das forças políticas e empresariais e desenvolvimento de projetos, visando a melhoria da infraestrutura pública, principalmente a logística.
  2. 2. 2 Primeira reunião de trabalho foi realizada em Maringá Logo no começo de fevereiro, foi realizada a primeira reunião de trabalho da nova presidência da Agência de Desenvolvimento Terra Roxa Investimentos. A reunião aconteceu no Sebrae, em Maringá, e tratou de metas para o ano que se inicia e ações realizadas. Participaram o presidente da entidade, José Carlos Valêncio, o vice-presidente, Fernando Lopes Kiree, a 2ª vice presidente Carmem Lucia Martins, o diretor-executivo, Alexandre Farina, e da Fiep, Carlos Walter Martins Pedro. Na pauta, o alinhamento de estratégias de atuação da agência na região. Apresentação ao Sicoob Também em fevereiro, a nova diretoria se reuniu com o presidente do Sicoob Central Paraná, Jeerson Nogaroli, em Maringá. No encontro foi realizada a apresentação dos diretores à instituição, que sempre foi uma das grandes apoiadoras da Terra Roxa desde sua criação. O diretor-executivo da TRI, Alexandre Farina, informa que Nagaroli se mostrou bastante entusiasmado com as atividades da agência. “Foi uma excelente reunião de trabalho, em que tivemos a oportunidade de retomar a sinergia entre a Terra Roxa e o Sicoob”, comenta. Americanos visitam região para analisar estudo do Arco Norte No nal de fevereiro, os técnicos norte-americanos Clarence Haines e Ronald Price, representantes da Agência dos Estados Unidos para Comércio e Desenvolvimento (USTDA) estiveram em Londrina para conhecer o projeto Arco Norte. Durante a visita, a Terra Roxa, a convite das entidades organizadoras, prestou suporte às reuniões, auxiliando nas traduções e melhor compreensão, por parte dos visitantes, do conceito Arco Norte e também na identicação das expectativas deles em relação ao Norte do Paraná. “Este contato com os técnicos da USTDA foi excelente para nós porque pode gerar frutos futuramente, em projetos que possam haver o envolvimento americano”, comenta Alexandre Farina, diretor-executivo da TRI. Os técnicos vieram coletar informações sobre a cidade e a região e revelaram interesse em aprovar recursos para o estudo de viabilidade técnica, econômica e ambiental do Arco Norte, criado há sete anos, e que tem como âncora um aeroporto de cargas na região sul de Londrina. Já a USTDA é um órgão do governo norte-americano, que nancia várias formas de assistência técnica, análise prévia de investi-mento, treinamento, visitas de orientação e workshops de negócios para apoiar o desenvolvimento de outras regiões fora dos EUA. Missão “Ser um agente independente para atrair novos investimentos e promover negócios, integrando e desenvolvendo os setores econômicos da região Norte do Paraná”.

×