O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

31 newsletter maio 2011

227 visualizações

Publicada em

Newsletter Terra Roxa

Publicada em: Governo e ONGs
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

31 newsletter maio 2011

  1. 1. Maio / 2011 Terra Roxa organiza missões internacionais Com a experiência acumulada desde sua criação e uma consolidada rede de contatos no Brasil e exterior, a Agência de Desenvolvimento Terra Roxa Investimentos (TRI) tem recebido convite para organizar missões empresariais e institucionais, com o objetivo de estreitar relações e gerar negócios. Duas missões estão sendo organizadas para este semestre, sendo uma para a Europa e outra para os Estados Unidos. “Essa demanda começa a ser gerada em reconhecimento ao trabalho que a Terra Roxa tem realizado ao longo dos últimos anos”, comenta Fernando Kireeff, presidente da agência. Frequentemente, a TRI recebe empresários de vários países interessados em conhecer a região e também já acompanhou várias missões ao exterior. “Adquirimos knowhow e o mercado está atento a isso”, complementa Kireeff. Missão aos EUA Em meados de junho, uma missão de Londrina e região, integrada pelo poder público, lideranças institucionais e empresariais, visitará cidades dos estados da Flórida e Utah, nos Estados Unidos. Na Flórida, a missão, organizada pela Terra Roxa, visitará empresas e instituições contatadas em parceria com a Brasil-Florida Alliance, instituição que fomenta negócios e parcerias entre empresas e instituições da Flórida e do Paraná. Em Utah, a agenda está sob responsabilidade do consultor londrinense Newton Silva. A visita aos Estados Unidos começou a ser gestada após visita de Ben Warner, diretor do Conselho Comunitário de Jacksonville a Londrina, que foi recepcionado pela Terra Roxa ano passado. Missão Europeia Ainda no primeiro semestre, uma missão de Maringá e região segue para países europeus – Alemanha, Espanha e França – onde visitará Centros de Inovação de referência. A viagem foi uma demanda da Prefeitura de Maringá e do Conselho de Desenvolvimento Econômico de Maringá (Codem), após a cidade ter recebido recentemente, por intermédio da Terra Roxa, a visita do cônsul geral da Alemanha, Matthias Von Kummer. Show case em nova edição Com o projeto gráfico elaborado, nos próximos dias as equipe s da Terra Roxa e da agência Anima Lamps iniciam os contatos com potencializadores de negócios para apresentação da proposta de participação na nova edição do show case, publicação que apresenta as potencialidades do Norte do Paraná ao Brasil e ao exterior. Aediçãoseráintitulada “Northern Paraná – A SurprisingRegion - All the World Loves this Land”. A exemplo da primeira edição, esta também será editada em português e inglês. As novidades ficam por conta da melhor definição dos setores produtivos, informações mais pragmáticas sobre incentivos para investimentos na região, forte enfoque nos setores econômicos potenciais entre outros. A publicação será distribuída a escritórios de negócios localizados em importantes centros econômicos do Brasil e demais países das Américas, além de Europa e Ásia.
  2. 2. Agendas em São Paulo - Atlas da Indústria O diretor-executivo da Terra Roxa, Alexandre Farina, participou, no final de abril, do Seminário Desenvolvimento Regional e a Indústria, realizado pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, na cidade de São Paulo. No evento, do qual também participaram os representantes da Adetec, Rosi Sabino e Paulo Sendin, além de Marcelo Percicotti da Fiep,foi lançado o Atlas de Competitividade da Indústria Paulista. “Nós, Terra Roxa e Fiep, fomos em busca de informações sobre a elaboração do Atlas, pois estamos discutindo a criação de um material semelhante aqui no Paraná”, informou Farina. No evento também foram apresentados cases de sucesso do exterior e várias regiões do Brasil, ressaltando a indústria e o desenvolvimento. Entre os cases apresentados, Paulo Sendin mostrou o trabalho da Adetec, e também citou o exemplo da Terra Roxa, como entidades que foram criadas pela sociedade civil, com o apoio da Adetec. “São exemplos que mostraram a importância da sociedade para o desenvolvimento regional”, comentou Farina. Retomada de contatos com Itália Na viagem a São Paulo para o evento da Fiesp, Alexandre Farina aproveitou para se reunir com o representante do Instituto Italiano para o Comércio Exterior – ICE – Ronaldo Padovani. O ICE é um órgão do governo italiano, semelhante à Apex-Brasil. “Foi uma reunião para restabelecermos os contatos já iniciados pelo nosso presidente Fernando Kireeff e pelo Vice-Cônsul da Itália do Norte do Paraná, Bruno Veronesi, em que apresentei a nova conjuntura da nossa região e discutimos sobre possíveis atividades que possam ser desenvolvidas aproveitando as celebrações do ano da Itália no Brasil”, informou Farina. Pesquisa sobre comércio exterior A realização de uma pesquisa para mapear o cenário do comércio exterior em Londrina e região está sendo discutida com o colegiado do Curso de Administração da Universidade Estadual de Londrina, numa medida que irá embasar trabalhos do Núcleo Comex, criado pela Terra Roxa em parceria com a Acil, tendo como principal objetivo aumentar as exportações das empresas da região. O Núcleo reúne entidades que trabalham com comércio exterior em Londrina e região. Este trabalho conta também com a parceria da Unopar. Em breve, a proposta de como desenvolver a pesquisa será apresentada em reunião do Núcleo. Investimentos em empresas emergentes A Terra Roxa iniciou contatos com a empresa BZPlan, gestora de fundo de investimento em empresas emergentes. A empresa, de Florianópolis, já tem um trabalho consolidado em Santa Catarina e agora discute a criação de um fundo para investimento em empresas emergentes do Paraná. A iniciativa entre a Terra Roxa e a BZPlan também conta com o apoio principal do Centro Internacional de Inovação, C2i, da Fiep. Rodrigo Rocha Loures, cidadão de Rolândia A equipe da Terra Roxa prestigiou a cerimônia em que o presidente da Fiep, Rodrigo Rocha Loures, recebeu o título de cidadão Honorário de Rolândia. A homenagem foi em reconhecimento ao trabalho prestado por ele à cidade. Rocha Loures é também um importante apoiador da Terra Roxa.

×