SlideShare uma empresa Scribd logo
Projeto Final Informática Educativa I 
Suellen Teixeira Guedes 
Grupo: 03 
Paracambi
Projeto Informática Educativa I : 
Aula sobre 
“Desenvolvendo o conceito de 
polígonos semelhantes, utilizando-se 
o software Cabri Géomètre II ”.
Aula destinada aos alunos do 8° do ensino 
fundamental. 
Esta aula tem por objetivo mostrar os alunos as 
semelhanças entre polígonos, utilizando o como 
recurso o programa Cambri Géometrè.
Nos tempos atuais os alunos tem muito acesso as novas 
tecnologias. Várias ferramentas estão de livre acesso para 
nossos alunos. Mas a existência dos mesmo, muitas vezes não 
são reconhecidas por eles. Então o devido questionamento é 
feito com eles: 
 Qual a serventia de um software educativo? 
 Acha que já usou algum?
Na educação temos vários programas que podem nos 
auxiliar nas tarefas escolares do dia-a-dia.
O Cabri Géomètre é um programa de computação que 
traça figuras geométricas, mede segmentos e ângulos, 
determina lugares geométricos entre outras 
Cabri Géomètre II
Usando esse programa, vamos propor as 
seguintes atividades: 
O aluno deve clicar na opção ponto, na barra de tarefas superior, os pontos 
serão identificados pela diferença de cor, ou seja será possível mudar as 
cores dos pontos para que se possa identificá-los e com isso a atenção do 
aluno se reforçará. 
Atividade 1) 
Criando o ponto e nomeando
O aluno deve clicar na opção semirreta na parte superior de 
comandos, clicar no plano para determinar 
o inicio da semirreta e logo depois clicar onde deseja que a 
semirreta termine. 
Atividade 2 
Criando semirreta
O aluno deve clicar na 4° opção da barra superior e selecionar a opção ponto 
médio. 
Logo deve clicar no plano para determinar um ponto e automaticamente o 
ponto médio 
será aplicado quando o aluno selecionar onde deseja colocar o segundo 
ponto. 
Depois disso ele pode traçar uma reta passando por esses pontos. 
Atividade 3
Os alunos deverão clicar no comando de 
triângulo que fica na barra de comando 
superior, logo em seguida clicar no plano e 
arrastar a seta do mouse para formar o 
triângulo no plano. 
Atividade 4) 
Montando triângulo
 Todos os objetos que inserirmos no plano, pode ser 
rotacionada na direção desejada. Para que o aluno possa 
observar da melhor forma possível. 
 Os comandos para criação de outros polígonos são os 
mesmos. Ao invés de triângulos, outras figuras geométricas 
podem ser inseridas no plano. 
 Com as orientações do professor essas figuras vão ser 
encaixadas de forma que a semelhança entre elas apareça. O 
professor deve orientar os alunos quanto aos valores das 
medidas, como calcular área e perímetros, para que as 
atividades tenha o resultado desejado.
Este é um modelo de como as formas devem ficar, através da 
figura montada com os alunos no plano, podemos comparar suas 
áreas, perímetros, ângulos e lados. 
Assim como com o triângulo podemos trabalhar outros polígonos 
também. Seguindo os mesmos passos.
Questionamentos 
Após montarmos as primeiras figuras vamos propor 
alguns questionamentos aos alunos
 O que vocês observam em relação à medida dos lados 
correspondentes dos dois triângulos? 
 O que se pode afirmar em relação a medida das áreas dos 
dois triângulos? Existe relação entre elas? 
 Podemos fazer as mesmas perguntas para relacionar os 
ângulos.
 O objetivo dessas perguntas, foram fazer com que os alunos 
percebessem a proporcionalidade das figuras, como uma era 
aumentada da outra, a visualização gráfica com ajuda do 
software, ia ajudar a trabalharmos em cima desse conceito, e 
assim partirmos para as semelhanças. Embora as 
dificuldades de primeiro momento, logo eles 
compreenderam bem e atenderam as respostas desejadas, 
coletivamente. 
 Como os alunos ajudaram nas construções dos polígonos, 
então eles mesmos concluíram a congruência entre as 
figuras, pois das mesmas formas puderam fazer 
reproduções de tamanhos e ângulos proporcionais aos 
originais.
Bibliografia 
 http://www.ensino.eb.br/portaledu/conteudo/artigo8 
653.pdf 
 http://education.ti.com/~/media/522FAAC1C0724C958 
A5B05E6411A36BD

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Projeto Informática Educativa

Projeto de Aprendizagem Ensino Função Quadrática através do Software Geogebra
Projeto de Aprendizagem Ensino Função Quadrática através do Software GeogebraProjeto de Aprendizagem Ensino Função Quadrática através do Software Geogebra
Projeto de Aprendizagem Ensino Função Quadrática através do Software Geogebra
duda2015
 
Objeto de Aprendizagem: Ensino-aprendizagem de Matemática.
Objeto de Aprendizagem: Ensino-aprendizagem de Matemática. Objeto de Aprendizagem: Ensino-aprendizagem de Matemática.
Objeto de Aprendizagem: Ensino-aprendizagem de Matemática.
Rodrigo Gabriel da Silva
 
Introduçãogeometriaespacialexecuçao
IntroduçãogeometriaespacialexecuçaoIntroduçãogeometriaespacialexecuçao
Introduçãogeometriaespacialexecuçao
Alexandre Mazzei
 
Introdução ao software geogebra para estudo de funções.
Introdução ao software geogebra para estudo de funções.Introdução ao software geogebra para estudo de funções.
Introdução ao software geogebra para estudo de funções.
Haroldo Nunes
 
Seqûencia de atividades -Informática Educativa II
Seqûencia de atividades -Informática Educativa IISeqûencia de atividades -Informática Educativa II
Seqûencia de atividades -Informática Educativa II
Jucileide Lucas
 
Projeto graphmatica e o ensino de funções no ensino médio
Projeto graphmatica e o ensino de funções no ensino médioProjeto graphmatica e o ensino de funções no ensino médio
Projeto graphmatica e o ensino de funções no ensino médio
colegiocpf
 
Plano de trabalho – Semelhança de polígonos
Plano de trabalho – Semelhança de polígonosPlano de trabalho – Semelhança de polígonos
Plano de trabalho – Semelhança de polígonos
Luciane Oliveira
 
Tarefa da semana 4 bartor
Tarefa da semana 4   bartorTarefa da semana 4   bartor
Tarefa da semana 4 bartor
bartor
 
Projetopedagogico
ProjetopedagogicoProjetopedagogico
Projetopedagogico
sabrinacteixeira
 
Uso de software ts5 zoraide pimenta
Uso de software ts5   zoraide pimentaUso de software ts5   zoraide pimenta
Uso de software ts5 zoraide pimenta
zoraidepimenta
 
Universidade federal de campina grande programa institucional de bolsas de in...
Universidade federal de campina grande programa institucional de bolsas de in...Universidade federal de campina grande programa institucional de bolsas de in...
Universidade federal de campina grande programa institucional de bolsas de in...
qcavalcante
 
Plano de trabalho – Razões trigonométricas
Plano de trabalho – Razões trigonométricasPlano de trabalho – Razões trigonométricas
Plano de trabalho – Razões trigonométricas
Luciane Oliveira
 
Projeto de aprendizagem_final
Projeto de aprendizagem_finalProjeto de aprendizagem_final
Projeto de aprendizagem_final
professor_c_wagner
 
Ângulo inscrito e ângulo ao centro correspondente
Ângulo inscrito e ângulo ao centro correspondenteÂngulo inscrito e ângulo ao centro correspondente
Ângulo inscrito e ângulo ao centro correspondente
Filipa Guerreiro
 
Ficha de Trabalho: Ângulo inscrito num arco de circunferência e ângulo ao cen...
Ficha de Trabalho: Ângulo inscrito num arco de circunferência e ângulo ao cen...Ficha de Trabalho: Ângulo inscrito num arco de circunferência e ângulo ao cen...
Ficha de Trabalho: Ângulo inscrito num arco de circunferência e ângulo ao cen...
Filipa Guerreiro
 
Projeto,juliana cristina gomes.
Projeto,juliana cristina gomes.Projeto,juliana cristina gomes.
Projeto,juliana cristina gomes.
Juliana Cristina
 
Plano de trabalho - Funções
Plano de trabalho - FunçõesPlano de trabalho - Funções
Plano de trabalho - Funções
Luciane Oliveira
 
Estatística e o geogebra
Estatística e o geogebraEstatística e o geogebra
Estatística e o geogebra
Casa-prof.:Odilthom Arrebola
 
Projeto de aprendizagem
Projeto de aprendizagemProjeto de aprendizagem
Projeto de aprendizagem
profelianaalves
 
USO DO GEOGEBRA 3D PARA O ENSINO DE POLIEDROS
USO DO GEOGEBRA 3D PARA O ENSINO DE POLIEDROSUSO DO GEOGEBRA 3D PARA O ENSINO DE POLIEDROS
USO DO GEOGEBRA 3D PARA O ENSINO DE POLIEDROS
Wendel Silva
 

Semelhante a Projeto Informática Educativa (20)

Projeto de Aprendizagem Ensino Função Quadrática através do Software Geogebra
Projeto de Aprendizagem Ensino Função Quadrática através do Software GeogebraProjeto de Aprendizagem Ensino Função Quadrática através do Software Geogebra
Projeto de Aprendizagem Ensino Função Quadrática através do Software Geogebra
 
Objeto de Aprendizagem: Ensino-aprendizagem de Matemática.
Objeto de Aprendizagem: Ensino-aprendizagem de Matemática. Objeto de Aprendizagem: Ensino-aprendizagem de Matemática.
Objeto de Aprendizagem: Ensino-aprendizagem de Matemática.
 
Introduçãogeometriaespacialexecuçao
IntroduçãogeometriaespacialexecuçaoIntroduçãogeometriaespacialexecuçao
Introduçãogeometriaespacialexecuçao
 
Introdução ao software geogebra para estudo de funções.
Introdução ao software geogebra para estudo de funções.Introdução ao software geogebra para estudo de funções.
Introdução ao software geogebra para estudo de funções.
 
Seqûencia de atividades -Informática Educativa II
Seqûencia de atividades -Informática Educativa IISeqûencia de atividades -Informática Educativa II
Seqûencia de atividades -Informática Educativa II
 
Projeto graphmatica e o ensino de funções no ensino médio
Projeto graphmatica e o ensino de funções no ensino médioProjeto graphmatica e o ensino de funções no ensino médio
Projeto graphmatica e o ensino de funções no ensino médio
 
Plano de trabalho – Semelhança de polígonos
Plano de trabalho – Semelhança de polígonosPlano de trabalho – Semelhança de polígonos
Plano de trabalho – Semelhança de polígonos
 
Tarefa da semana 4 bartor
Tarefa da semana 4   bartorTarefa da semana 4   bartor
Tarefa da semana 4 bartor
 
Projetopedagogico
ProjetopedagogicoProjetopedagogico
Projetopedagogico
 
Uso de software ts5 zoraide pimenta
Uso de software ts5   zoraide pimentaUso de software ts5   zoraide pimenta
Uso de software ts5 zoraide pimenta
 
Universidade federal de campina grande programa institucional de bolsas de in...
Universidade federal de campina grande programa institucional de bolsas de in...Universidade federal de campina grande programa institucional de bolsas de in...
Universidade federal de campina grande programa institucional de bolsas de in...
 
Plano de trabalho – Razões trigonométricas
Plano de trabalho – Razões trigonométricasPlano de trabalho – Razões trigonométricas
Plano de trabalho – Razões trigonométricas
 
Projeto de aprendizagem_final
Projeto de aprendizagem_finalProjeto de aprendizagem_final
Projeto de aprendizagem_final
 
Ângulo inscrito e ângulo ao centro correspondente
Ângulo inscrito e ângulo ao centro correspondenteÂngulo inscrito e ângulo ao centro correspondente
Ângulo inscrito e ângulo ao centro correspondente
 
Ficha de Trabalho: Ângulo inscrito num arco de circunferência e ângulo ao cen...
Ficha de Trabalho: Ângulo inscrito num arco de circunferência e ângulo ao cen...Ficha de Trabalho: Ângulo inscrito num arco de circunferência e ângulo ao cen...
Ficha de Trabalho: Ângulo inscrito num arco de circunferência e ângulo ao cen...
 
Projeto,juliana cristina gomes.
Projeto,juliana cristina gomes.Projeto,juliana cristina gomes.
Projeto,juliana cristina gomes.
 
Plano de trabalho - Funções
Plano de trabalho - FunçõesPlano de trabalho - Funções
Plano de trabalho - Funções
 
Estatística e o geogebra
Estatística e o geogebraEstatística e o geogebra
Estatística e o geogebra
 
Projeto de aprendizagem
Projeto de aprendizagemProjeto de aprendizagem
Projeto de aprendizagem
 
USO DO GEOGEBRA 3D PARA O ENSINO DE POLIEDROS
USO DO GEOGEBRA 3D PARA O ENSINO DE POLIEDROSUSO DO GEOGEBRA 3D PARA O ENSINO DE POLIEDROS
USO DO GEOGEBRA 3D PARA O ENSINO DE POLIEDROS
 

Último

Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Biblioteca UCS
 
Memorial do convento slides- português 2023
Memorial do convento slides- português 2023Memorial do convento slides- português 2023
Memorial do convento slides- português 2023
MatildeBrites
 
proposta curricular ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
proposta curricular  ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...proposta curricular  ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
proposta curricular ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
Escola Municipal Jesus Cristo
 
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manualUFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
Manuais Formação
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
AdrianoMontagna1
 
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdfCaderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
enpfilosofiaufu
 
Unificação da Itália e a formação da Alemanha
Unificação da Itália e a formação da AlemanhaUnificação da Itália e a formação da Alemanha
Unificação da Itália e a formação da Alemanha
Acrópole - História & Educação
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Mary Alvarenga
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
DeuzinhaAzevedo
 
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdfArundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
Ana Da Silva Ponce
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
Luana Neres
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdfiNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
andressacastro36
 
Acróstico - Reciclar é preciso
Acróstico   -  Reciclar é preciso Acróstico   -  Reciclar é preciso
Acróstico - Reciclar é preciso
Mary Alvarenga
 
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
Escola Municipal Jesus Cristo
 
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
Luana Neres
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
ValdineyRodriguesBez1
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
sthefanydesr
 
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdfos-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
GiselaAlves15
 

Último (20)

Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
 
Memorial do convento slides- português 2023
Memorial do convento slides- português 2023Memorial do convento slides- português 2023
Memorial do convento slides- português 2023
 
proposta curricular ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
proposta curricular  ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...proposta curricular  ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
proposta curricular ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
 
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manualUFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
 
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdfCaderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
 
Unificação da Itália e a formação da Alemanha
Unificação da Itália e a formação da AlemanhaUnificação da Itália e a formação da Alemanha
Unificação da Itália e a formação da Alemanha
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
 
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdfArundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdfiNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
 
Acróstico - Reciclar é preciso
Acróstico   -  Reciclar é preciso Acróstico   -  Reciclar é preciso
Acróstico - Reciclar é preciso
 
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
 
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
 
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdfos-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
 

Projeto Informática Educativa

  • 1.
  • 2. Projeto Final Informática Educativa I Suellen Teixeira Guedes Grupo: 03 Paracambi
  • 3. Projeto Informática Educativa I : Aula sobre “Desenvolvendo o conceito de polígonos semelhantes, utilizando-se o software Cabri Géomètre II ”.
  • 4. Aula destinada aos alunos do 8° do ensino fundamental. Esta aula tem por objetivo mostrar os alunos as semelhanças entre polígonos, utilizando o como recurso o programa Cambri Géometrè.
  • 5. Nos tempos atuais os alunos tem muito acesso as novas tecnologias. Várias ferramentas estão de livre acesso para nossos alunos. Mas a existência dos mesmo, muitas vezes não são reconhecidas por eles. Então o devido questionamento é feito com eles:  Qual a serventia de um software educativo?  Acha que já usou algum?
  • 6. Na educação temos vários programas que podem nos auxiliar nas tarefas escolares do dia-a-dia.
  • 7. O Cabri Géomètre é um programa de computação que traça figuras geométricas, mede segmentos e ângulos, determina lugares geométricos entre outras Cabri Géomètre II
  • 8. Usando esse programa, vamos propor as seguintes atividades: O aluno deve clicar na opção ponto, na barra de tarefas superior, os pontos serão identificados pela diferença de cor, ou seja será possível mudar as cores dos pontos para que se possa identificá-los e com isso a atenção do aluno se reforçará. Atividade 1) Criando o ponto e nomeando
  • 9. O aluno deve clicar na opção semirreta na parte superior de comandos, clicar no plano para determinar o inicio da semirreta e logo depois clicar onde deseja que a semirreta termine. Atividade 2 Criando semirreta
  • 10. O aluno deve clicar na 4° opção da barra superior e selecionar a opção ponto médio. Logo deve clicar no plano para determinar um ponto e automaticamente o ponto médio será aplicado quando o aluno selecionar onde deseja colocar o segundo ponto. Depois disso ele pode traçar uma reta passando por esses pontos. Atividade 3
  • 11. Os alunos deverão clicar no comando de triângulo que fica na barra de comando superior, logo em seguida clicar no plano e arrastar a seta do mouse para formar o triângulo no plano. Atividade 4) Montando triângulo
  • 12.  Todos os objetos que inserirmos no plano, pode ser rotacionada na direção desejada. Para que o aluno possa observar da melhor forma possível.  Os comandos para criação de outros polígonos são os mesmos. Ao invés de triângulos, outras figuras geométricas podem ser inseridas no plano.  Com as orientações do professor essas figuras vão ser encaixadas de forma que a semelhança entre elas apareça. O professor deve orientar os alunos quanto aos valores das medidas, como calcular área e perímetros, para que as atividades tenha o resultado desejado.
  • 13. Este é um modelo de como as formas devem ficar, através da figura montada com os alunos no plano, podemos comparar suas áreas, perímetros, ângulos e lados. Assim como com o triângulo podemos trabalhar outros polígonos também. Seguindo os mesmos passos.
  • 14. Questionamentos Após montarmos as primeiras figuras vamos propor alguns questionamentos aos alunos
  • 15.  O que vocês observam em relação à medida dos lados correspondentes dos dois triângulos?  O que se pode afirmar em relação a medida das áreas dos dois triângulos? Existe relação entre elas?  Podemos fazer as mesmas perguntas para relacionar os ângulos.
  • 16.  O objetivo dessas perguntas, foram fazer com que os alunos percebessem a proporcionalidade das figuras, como uma era aumentada da outra, a visualização gráfica com ajuda do software, ia ajudar a trabalharmos em cima desse conceito, e assim partirmos para as semelhanças. Embora as dificuldades de primeiro momento, logo eles compreenderam bem e atenderam as respostas desejadas, coletivamente.  Como os alunos ajudaram nas construções dos polígonos, então eles mesmos concluíram a congruência entre as figuras, pois das mesmas formas puderam fazer reproduções de tamanhos e ângulos proporcionais aos originais.
  • 17. Bibliografia  http://www.ensino.eb.br/portaledu/conteudo/artigo8 653.pdf  http://education.ti.com/~/media/522FAAC1C0724C958 A5B05E6411A36BD