SlideShare uma empresa Scribd logo
FORMAÇÃO CONTINUADA PARA PROFESSORES DE MATEMÁTICA
FUNDAÇÃO CECIERJ / SEEDUC-RJ
COLÉGIO: C. E. GENERAL DUTRA
PROFESSOR: LUCIANE OLIVEIRA DA SILVA
MATRÍCULA: 0951237-7
SÉRIE: 9º ANO ENSINO FUNDAMENTAL
TUTOR (A): FÁBIO ALEXANDRE BENDIA MARTINS

                 PLANO DE TRABALHO SOBRE FUNÇÕES

                                                             Luciane Oliveira da Silva
                                                          Lucyanne_uff@yahoo.com.br

1. Introdução:

          Através de observações, registros de dados e relatos de alunos e professores, é
possível verificar a grande dificuldade dos alunos na interpretação de gráficos, suas
relações com os problemas e suas respectivas leis de formação. Esta foi a grande
motivação de buscar um auxílio nas tecnologias, em particular a
informática/computador.
          É necessário observar que, ao iniciar um projeto que irá utilizar recursos
tecnológicos, sejam eles a calculadora, computadores, retro projetores, etc., tomar o
cuidado para que os alunos e outras pessoas envolvidas, não achem ou acreditem que
estes recursos darão a solução ou a “resposta pronta” das atividades.
          É importante também que os professores, ou melhor, educadores, sejam
mediadores e direcionadores do aprendizado, mostrando que estes recursos, em
particular, o computador, fornecerão respostas de acordo com os dados que o usuário
(aluno) irá colocar, necessitando assim de análises sobre os resultados obtidos,
lembrando ainda que o espaço escolar é considerado o lugar por excelência onde se
constrói o conhecimento.
          O estudo das funções precisa passar antes pelo estudo de proporcionalidade e
reconhecimento de padrões, que servem como suporte para a identificação dos diversos
tipos de função.
          Todas as tarefas envolvem ligações com os conhecimentos já adquiridos, mas
também com as técnicas e compreensão de conceitos algébricos como sejam a resolução
de equações. Os problemas escolhidos partem de contextos reais, mas também de
assuntos matemáticos que precisam ser lembrados e aprofundados.


2. Estratégias adotadas no Plano de Trabalho:

         As tarefas que proponho visam contribuir para “desenvolver nos alunos a
linguagem e o pensamento algébricos, bem como a capacidade de interpretar,
representar e resolver problemas usando procedimentos algébricos e de utilizar estes
conhecimentos e capacidades na exploração e modelação de situações em contextos
diversos”.
         A primeira tarefa é a apresentação de diversas sequencias para que os alunos
encontrem seus padrões. Esta tarefa visa também despertar o interesse da turma.
A segunda tarefa é uma experiência com espelhos. É necessário recolher dados
e representá-los graficamente. A função que modela a situação é uma proporcionalidade
inversa.
         A terceira tarefa é um problema geométrico com paralelogramos equivalentes,
de diferentes dimensões, que pretende consolidar a noção introduzida, considerando
representações de vários tipos.

Atividade 1:

 Habilidade relacionada:

- Identificar a expressão algébrica que expressa uma regularidade observada em
sequências de números ou figuras (padrões).
- Resolver problema, envolvendo informações apresentadas em tabelas e/ou gráficos.


 Pré-requisitos:

Para desenvolver esta atividade é requerido dos alunos o conhecimento prévio de:

      Equações com duas variáveis;
      Conceito de função;
      Representação gráfica de funções e de pontos;
      Expressões algébricas;
      Proporcionalidade direta e indireta.


 Tempo de Duração:

200 minutos (4 horas/aulas).


 Recursos Educacionais Utilizados:

Para a realização destas atividades, serão necessários os seguintes recursos:

      Quadro branco;
      Caneta para quadro branco;
      Calculadora;
      Lápis e folha de aula;
      Computador;
      Software Geogebra;
      Espelhos;
      Adesivos;


 Organização da turma:
Esta tarefa será realizada em pequenos grupos (2 ou 3 participantes) para que o
trabalho seja colaborativo e que ninguém fique ocioso durante a aula e sim participando
e descobrindo o conteúdo apresentado.


 Objetivos:

Ao término das aulas, o aluno deverá ser capaz de:

    Repensar o ensino de funções do 1º e 2º graus com o auxílio de programas
     computacionais para o aprimoramento educacional dos conteúdos estudados.
    Apresentar aos alunos um novo recurso de aprendizagem relacionado à funções
     de 1º e 2º graus com a utilização do software GRAPHMAT.
    Buscar resultados favoráveis através das Tecnologias de Informação,
     possibilitando diagnosticar problemas e avanços no ensino de Matemática.
    Reconhecer padrões em sequências geométricas e sequências que envolvam
     números e letras. Transcrevê-las para sequências numéricas.
    Representar algebricamente situações de proporcionalidade inversa.
    Relacionar as representações algébrica e gráfica das funções estudadas.
    Modelar situações, utilizando funções.

         No final os alunos devem ter aprofundado a sua compreensão do conceito de
função e ser capazes de usá-lo em diversas situações, em particular nas de
proporcionalidade inversa. Para, além disto, os alunos deverão ser capazes de resolver
problemas, comunicar, raciocinar e modelar situações recorrendo a conceitos e
procedimentos algébricos.


 Metodologia adotada:

         Para a realização destas atividades são necessários 200 minutos de aula. As
atividades estão divididas em três etapas.

1ª etapa:

         Nesta atividade, os alunos poderão reconhecer padrões através de sequências
lógicas. O que facilita o caminho para a generalização e formalização do conceito de
função.
         O professor deve distribuir para os grupos, a folha de atividades abaixo para
que analisem e discutam os padrões de cada sequência.



                                    ATIVIDADE 1

1. Observe a cartela com formas geométricas e responda às questões.
a) Observe a primeira linha da cartela. Você consegue perceber algum padrão entre os
triângulos? Qual?


b) Agora analise a segunda linha. A distribuição das figuras são as mesmas que na linha
anterior? Qual padrão que podemos perceber entre os círculos e retângulos? Discuta
com seus colegas sobre isso!


c) Na terceira linha da cartela, você seria capaz de continuar a sequência de figuras
geométricas? Tente continuar também as sequências de figuras geométricas da 4° e 5°
linhas da cartela. Veja se coincide com a dos seus colegas!


d) Você saberia descrever os padrões das linhas 4 e 5 na forma de sequência de
números? Observe o exemplo da sequência numérica que representa a segunda linha da
cartela (1,1,1,2,1,3,1,4,...) e tente!



2. Agora observe as cartas de baralho abaixo e responda.
e) Você seria capaz de dizer qual seria o número da carta desconhecida?


f) Qual o padrão que você usou para descobrir o valor da carta desconhecida? Ou seja,
qual cálculo que você faz para chegar nesse valor?



3. Gostou do desafio? Então vamos a mais um! Veja a sequência de números e letras
dispostas abaixo.




g) Observe a sequência de números (6, 12, 18, ...) da imagem acima. Você seria capaz
de dizer qual é próximo número dessa sequência? Como você descobriu esse número?


h) Agora pense qual a próxima letra da sequência? É fácil, analise bem as relações entre
os números e letras e converse com seus colegas sobre isso!
2ª etapa:

         Com esta tarefa pretende-se iniciar o estudo da proporcionalidade inversa.
Aproveita-se uma situação da vida real para efetuar uma modelação utilizando funções.
         Esta tarefa inicia o estudo das funções de proporcionalidade inversa. É
proposta uma situação da vida real em que terá de se efetuar uma recolha de dados
usando fitas métricas. Espera-se que, através da observação de uma regularidade, os
alunos consigam encontrar um modelo adequado a esta situação utilizando funções.
         Na questão três, propõe-se a utilização de um programa de geometria dinâmica
(Geogebra) ou calculadoras gráficas e pretende-se discutir a adequabilidade do modelo
encontrado comparando a sua representação gráfica com a nuvem de pontos recolhidos
na experiência inicial.
         Para a coleta de dados ser eficaz é indispensável que cada grupo de alunos
tenha ao seu dispor uma fita métrica de pelo menos 5 metros. Não esquecer que cada
amostra deverá ser recolhida pelo mesmo aluno em cada grupo, já que a altura do
observador influencia os dados.
         Para a realização desta tarefa é necessário um espelho e um adesivo, ambos
pequenos, e uma fita métrica.




1. Experiência / coleta de dados

1.1. Coloca-se o espelho fixo no chão a 1 metro de distância de uma parede.

1.2. Coloca-se o adesivo na parede, alinhado com o espelho, a 0,5 metros do chão.

1.3. O aluno posiciona-se junto ao espelho e vira-se para a parede. Vai afastando-se até
que consiga ver o adesivo refletido no espelho.

1.4. Regista-se a distância a que se encontra do centro do espelho na tabela seguinte.

1.5. Faz-se variar a altura do adesivo na parede e repete os procedimentos de 3 e 4,
registando-se os valores na tabela.


 Distância do adesivo do        Distância entre o aluno e o centro do          xxy
     chão em metros                      espelho em metros
            x                                     y
2. Análise dos dados

2.1. O aluno deve preencher a terceira coluna da tabela com os produtos x x y. Que
regularidade observa?

2.2. Se colocar o adesivo muito próximo do chão, como se deve posicionar o
observador? E se colocar o adesivo num ponto muito alto?

2.3. Encontre uma expressão algébrica que melhor relaciona as duas distâncias (y em
função de x).


3. Representação gráfica

3.1. Com a ajuda do Geogebra ou de uma calculadora gráfica represente num referencial
os pontos (x, y) que correspondem às distâncias recolhidas.

3.2. Represente também no mesmo referencial a função que você encontrou no passo
2.3.

3.3. O gráfico da função sobrepõe-se a esse conjunto de pontos? Caso isso não aconteça,
tente encontrar razões para explicar o fato de haver pontos que não coincidem
exatamente com o gráfico da função.


3ª etapa:

         Com esta tarefa pretende-se que os alunos sejam colocados perante várias
situações de proporcionalidade inversa, em contextos diversos, dando-se relevo às suas
representações algébrica e gráfica.
         Nesta tarefa colocam-se os alunos perante diversas situações em contextos
geométricos e numéricos, tendo em vista uma melhor apropriação do conceito de
proporcionalidade inversa.
         É dada ênfase às representações gráficas e algébricas da proporcionalidade
inversa em estudo comparando-as com situações de proporcionalidade direta estudadas
anteriormente.
         O professor deve distribuir para os grupos, a folha de atividades abaixo.



                                   ATIVIDADE 2

1. Na figura estão representados alguns paralelogramos equivalentes em que as medidas
da base e da altura são números inteiros.
1.1. Observe os paralelogramos e preencha a tabela seguinte:




1.2. Dê, pelo menos, quatro exemplos de outros paralelogramos de área 12 em que a
base e/ou a altura não sejam números inteiros.

1.3. Considere todos os paralelogramos de área 12. Observe a tabela e responda às
seguintes questões:

a) Quando duplica a medida do comprimento da base o que acontece à medida da
altura? E quando triplica? Explique o que você observou.

b) A altura a e a base b não são grandezas diretamente proporcionais. Por quê?

c) A altura a e a base b são grandezas inversamente proporcionais. Por quê? Indique a
constante de proporcionalidade. Qual é o seu significado no contexto do problema?
1.4. Num referencial cartesiano xOy marque os pontos de coordenadas (b,a), associados
aos paralelogramos considerados.

1.5. Escreva uma expressão algébrica que traduza a altura a em função da base b.



2. Desenhe agora seis retângulos diferentes, mas todos com perímetro 24.

2.1. Construa uma tabela com as medidas do comprimento e da largura de cada um
desses retângulos.

2.2. Qual destes retângulos tem área máxima?

2.3. Num referencial cartesiano xOy marque os pontos de coordenadas (x,y), em que x
representa a medida da base e y a medida da altura de cada um dos retângulos
considerados.

2.4. Escreva uma expressão algébrica que exprima a altura y em função da base x.

2.5. Trata-se de uma proporcionalidade inversa? Por quê?

2.6. Trata-se de uma proporcionalidade direta? Por quê?



3. O produto de dois números é 8. Encontre pares de números, (x, y), que satisfaçam a
condição e representa-os num referencial cartesiano xOy.




3. Avaliação:

         A avaliação levará em conta a participação de cada aluno na execução de cada
tarefa proposta, tentativa de resolução dos exercícios de fixação e entendimento do
aluno perante os conteúdos apresentados.




4. Referências:

BOSQUILHA, Alessandra & AMARAL, João Tomás. Minimanual Compacto de
Matemática: Teoria e Prática. 2. ed. São Paulo: Rideel, 2003.

BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Fundamental.
Parâmetros Curriculares Nacionais: Matemática. Brasília – DF: MEC/SEF, 1998.

IEZZI, Gelson. Matemática e Realidade. 8ª série, 5 ed. São Paulo: Atual, 2005.
CALIL, Alessandro Marques ET AL. Ensino de funções de 1º e 2º graus no 9º ano do
ensino fundamental com o auxílio do software GRAPHMAT. Disponível em:
<http://www2.rc.unesp.br/eventos/matematica/ebrapem2008/upload/21-1-A-
gt6_calil_tc.pdf> Acesso em: 17 out. 2011.

Funções - Proposta de sequência de tarefas para o 9.º ano - 3.º ciclo. Disponível em:
<http://area.dgidc.min-edu.pt/materiais_NPMEB/057-cadeia_funcoes.pdf> Acesso em:
17 out. 2011.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Plano aula matematica_adm_estela_giro
Plano aula  matematica_adm_estela_giroPlano aula  matematica_adm_estela_giro
Plano aula matematica_adm_estela_giro
Agência Nacional de Saúde Suplementar - ANS
 
Modelo paraprojeto solange_aparecida
Modelo paraprojeto solange_aparecidaModelo paraprojeto solange_aparecida
Modelo paraprojeto solange_aparecida
Sol Sousa
 
Greicy2012 - Projeto de Aprendizagem - Execucao FUNCAO
Greicy2012 - Projeto de Aprendizagem - Execucao FUNCAOGreicy2012 - Projeto de Aprendizagem - Execucao FUNCAO
Greicy2012 - Projeto de Aprendizagem - Execucao FUNCAO
Greicy Moraes Martinelle
 
Plano De Aula Utilizado Os Recursos Da Web
Plano De Aula Utilizado Os Recursos Da WebPlano De Aula Utilizado Os Recursos Da Web
Plano De Aula Utilizado Os Recursos Da Web
Anderson V N Soares
 
Teste de envio
Teste de envioTeste de envio
Teste de envio
guest2f0523
 
Desmistificando o ensino de Funções Quadráticas
Desmistificando o ensino de Funções QuadráticasDesmistificando o ensino de Funções Quadráticas
Desmistificando o ensino de Funções Quadráticas
Adrienne Oliveira
 
Projeto em informatica educativa i. 1
Projeto em informatica educativa i. 1Projeto em informatica educativa i. 1
Projeto em informatica educativa i. 1
Fernando Lima
 
Plano de trabalho - Teorema de Pitágoras
Plano de trabalho - Teorema de PitágorasPlano de trabalho - Teorema de Pitágoras
Plano de trabalho - Teorema de Pitágoras
Luciane Oliveira
 
Estatística e o geogebra
Estatística e o geogebraEstatística e o geogebra
Estatística e o geogebra
Casa-prof.:Odilthom Arrebola
 
T8 projetofinal infoeducativai_elainemarinho
T8 projetofinal infoeducativai_elainemarinhoT8 projetofinal infoeducativai_elainemarinho
T8 projetofinal infoeducativai_elainemarinho
ElaineDaSilvaMarinho
 
Relação de Euler com o software Poly
Relação de Euler com o software PolyRelação de Euler com o software Poly
Relação de Euler com o software Poly
Fabiana Andrade
 
PITÁGORAS TRABALHO DA ESPECIALIZAÇÃO
PITÁGORAS TRABALHO DA ESPECIALIZAÇÃOPITÁGORAS TRABALHO DA ESPECIALIZAÇÃO
PITÁGORAS TRABALHO DA ESPECIALIZAÇÃO
EASYMATICA
 
Funções no Calc
Funções no CalcFunções no Calc
Funções no Calc
gilvancf
 
Plano de Aula Progressão Geométrica - 1a. Parte.
Plano de Aula Progressão Geométrica - 1a. Parte.Plano de Aula Progressão Geométrica - 1a. Parte.
Plano de Aula Progressão Geométrica - 1a. Parte.
Luiz Antonio Claro NT
 
Entre a régua e o compasso o ponto na geometria analítica
Entre a régua e o compasso   o ponto na geometria analíticaEntre a régua e o compasso   o ponto na geometria analítica
Entre a régua e o compasso o ponto na geometria analítica
Kelly Lima
 
Um objeto matemático e o geogebra
Um objeto matemático e o geogebraUm objeto matemático e o geogebra
Um objeto matemático e o geogebra
Casa-prof.:Odilthom Arrebola
 
Tarefa.semana7e8
Tarefa.semana7e8Tarefa.semana7e8
Tarefa.semana7e8
vaniaphcristina
 
(Des)ligad@s: adaptação de Atividades Desligadas ao Ensino Remoto de Emergênc...
(Des)ligad@s: adaptação de Atividades Desligadas ao Ensino Remoto de Emergênc...(Des)ligad@s: adaptação de Atividades Desligadas ao Ensino Remoto de Emergênc...
(Des)ligad@s: adaptação de Atividades Desligadas ao Ensino Remoto de Emergênc...
Joana Paulo Pardal
 
Kodu mathv1
Kodu mathv1Kodu mathv1
Kodu mathv1
Silva
 
iii dia de geogebra iberoamericano puc sp
iii dia de geogebra iberoamericano   puc spiii dia de geogebra iberoamericano   puc sp
iii dia de geogebra iberoamericano puc sp
Casa-prof.:Odilthom Arrebola
 

Mais procurados (20)

Plano aula matematica_adm_estela_giro
Plano aula  matematica_adm_estela_giroPlano aula  matematica_adm_estela_giro
Plano aula matematica_adm_estela_giro
 
Modelo paraprojeto solange_aparecida
Modelo paraprojeto solange_aparecidaModelo paraprojeto solange_aparecida
Modelo paraprojeto solange_aparecida
 
Greicy2012 - Projeto de Aprendizagem - Execucao FUNCAO
Greicy2012 - Projeto de Aprendizagem - Execucao FUNCAOGreicy2012 - Projeto de Aprendizagem - Execucao FUNCAO
Greicy2012 - Projeto de Aprendizagem - Execucao FUNCAO
 
Plano De Aula Utilizado Os Recursos Da Web
Plano De Aula Utilizado Os Recursos Da WebPlano De Aula Utilizado Os Recursos Da Web
Plano De Aula Utilizado Os Recursos Da Web
 
Teste de envio
Teste de envioTeste de envio
Teste de envio
 
Desmistificando o ensino de Funções Quadráticas
Desmistificando o ensino de Funções QuadráticasDesmistificando o ensino de Funções Quadráticas
Desmistificando o ensino de Funções Quadráticas
 
Projeto em informatica educativa i. 1
Projeto em informatica educativa i. 1Projeto em informatica educativa i. 1
Projeto em informatica educativa i. 1
 
Plano de trabalho - Teorema de Pitágoras
Plano de trabalho - Teorema de PitágorasPlano de trabalho - Teorema de Pitágoras
Plano de trabalho - Teorema de Pitágoras
 
Estatística e o geogebra
Estatística e o geogebraEstatística e o geogebra
Estatística e o geogebra
 
T8 projetofinal infoeducativai_elainemarinho
T8 projetofinal infoeducativai_elainemarinhoT8 projetofinal infoeducativai_elainemarinho
T8 projetofinal infoeducativai_elainemarinho
 
Relação de Euler com o software Poly
Relação de Euler com o software PolyRelação de Euler com o software Poly
Relação de Euler com o software Poly
 
PITÁGORAS TRABALHO DA ESPECIALIZAÇÃO
PITÁGORAS TRABALHO DA ESPECIALIZAÇÃOPITÁGORAS TRABALHO DA ESPECIALIZAÇÃO
PITÁGORAS TRABALHO DA ESPECIALIZAÇÃO
 
Funções no Calc
Funções no CalcFunções no Calc
Funções no Calc
 
Plano de Aula Progressão Geométrica - 1a. Parte.
Plano de Aula Progressão Geométrica - 1a. Parte.Plano de Aula Progressão Geométrica - 1a. Parte.
Plano de Aula Progressão Geométrica - 1a. Parte.
 
Entre a régua e o compasso o ponto na geometria analítica
Entre a régua e o compasso   o ponto na geometria analíticaEntre a régua e o compasso   o ponto na geometria analítica
Entre a régua e o compasso o ponto na geometria analítica
 
Um objeto matemático e o geogebra
Um objeto matemático e o geogebraUm objeto matemático e o geogebra
Um objeto matemático e o geogebra
 
Tarefa.semana7e8
Tarefa.semana7e8Tarefa.semana7e8
Tarefa.semana7e8
 
(Des)ligad@s: adaptação de Atividades Desligadas ao Ensino Remoto de Emergênc...
(Des)ligad@s: adaptação de Atividades Desligadas ao Ensino Remoto de Emergênc...(Des)ligad@s: adaptação de Atividades Desligadas ao Ensino Remoto de Emergênc...
(Des)ligad@s: adaptação de Atividades Desligadas ao Ensino Remoto de Emergênc...
 
Kodu mathv1
Kodu mathv1Kodu mathv1
Kodu mathv1
 
iii dia de geogebra iberoamericano puc sp
iii dia de geogebra iberoamericano   puc spiii dia de geogebra iberoamericano   puc sp
iii dia de geogebra iberoamericano puc sp
 

Destaque

Plano de aula 01
Plano de aula 01Plano de aula 01
Plano de aula 01
familiaestagio
 
Aula11e12
Aula11e12Aula11e12
Matemática funções - aula 1
Matemática   funções - aula 1Matemática   funções - aula 1
Matemática funções - aula 1
WALTER ALENCAR DE SOUSA
 
Números proporcionais, porcentagem, funções
Números proporcionais, porcentagem, funçõesNúmeros proporcionais, porcentagem, funções
Números proporcionais, porcentagem, funções
Sérgio de Castro
 
Projeto, execução. Desmistificando o ensino de Funções Quadráticas.
Projeto, execução. Desmistificando o ensino de Funções Quadráticas.Projeto, execução. Desmistificando o ensino de Funções Quadráticas.
Projeto, execução. Desmistificando o ensino de Funções Quadráticas.
Adrienne Oliveira
 
Plano de aula de matematica maurício
Plano de aula de matematica maurícioPlano de aula de matematica maurício
Plano de aula de matematica maurício
Anazaniboni
 
Aula de Matemática para o 1º do ensino medio
Aula de Matemática para o 1º do ensino medioAula de Matemática para o 1º do ensino medio
Aula de Matemática para o 1º do ensino medio
Ana Paula Azevedo
 
Funcoes primeiro ano
Funcoes  primeiro anoFuncoes  primeiro ano
Funcoes primeiro ano
ISJ
 
Matemática no winplot - sandra de souza
Matemática no winplot  - sandra de souzaMatemática no winplot  - sandra de souza
Matemática no winplot - sandra de souza
SandraGorito
 
Projeto D..[3]
Projeto D..[3]Projeto D..[3]
Projeto D..[3]
Marina Alessandra
 
Função Quadrática
Função QuadráticaFunção Quadrática
Função Quadrática
Aureap
 
Projeto: Aula de Matemática
Projeto: Aula de MatemáticaProjeto: Aula de Matemática
Projeto: Aula de Matemática
Denise Braga
 
Funções - conceitos e aplicações práticas
Funções - conceitos e aplicações práticasFunções - conceitos e aplicações práticas
Funções - conceitos e aplicações práticas
Marco Júlio Cicero Araujo
 
A função quadrática na engenharia civil
A função quadrática na engenharia civilA função quadrática na engenharia civil
A função quadrática na engenharia civil
Cledson Marques
 
MatemáTica Intro FunçõEs
MatemáTica Intro FunçõEsMatemáTica Intro FunçõEs
MatemáTica Intro FunçõEs
educacao f
 
O conceito de função e suas aplicações
O conceito de função e suas aplicaçõesO conceito de função e suas aplicações
O conceito de função e suas aplicações
luizpaulolobo
 
Aula sobre funções
Aula sobre funçõesAula sobre funções
Aula sobre funções
josivaldopassos
 
Plano de aula 1 º ano ensino medio - 1º bimestre
Plano de aula  1 º ano ensino medio - 1º bimestrePlano de aula  1 º ano ensino medio - 1º bimestre
Plano de aula 1 º ano ensino medio - 1º bimestre
Angela Machado Verissimo
 
Introdução ao estudo das funções
Introdução ao estudo das funçõesIntrodução ao estudo das funções
Introdução ao estudo das funções
lilianamcvieira1986
 
Matemática no cotidiano
Matemática no cotidianoMatemática no cotidiano
Matemática no cotidiano
Fernanda Minatel
 

Destaque (20)

Plano de aula 01
Plano de aula 01Plano de aula 01
Plano de aula 01
 
Aula11e12
Aula11e12Aula11e12
Aula11e12
 
Matemática funções - aula 1
Matemática   funções - aula 1Matemática   funções - aula 1
Matemática funções - aula 1
 
Números proporcionais, porcentagem, funções
Números proporcionais, porcentagem, funçõesNúmeros proporcionais, porcentagem, funções
Números proporcionais, porcentagem, funções
 
Projeto, execução. Desmistificando o ensino de Funções Quadráticas.
Projeto, execução. Desmistificando o ensino de Funções Quadráticas.Projeto, execução. Desmistificando o ensino de Funções Quadráticas.
Projeto, execução. Desmistificando o ensino de Funções Quadráticas.
 
Plano de aula de matematica maurício
Plano de aula de matematica maurícioPlano de aula de matematica maurício
Plano de aula de matematica maurício
 
Aula de Matemática para o 1º do ensino medio
Aula de Matemática para o 1º do ensino medioAula de Matemática para o 1º do ensino medio
Aula de Matemática para o 1º do ensino medio
 
Funcoes primeiro ano
Funcoes  primeiro anoFuncoes  primeiro ano
Funcoes primeiro ano
 
Matemática no winplot - sandra de souza
Matemática no winplot  - sandra de souzaMatemática no winplot  - sandra de souza
Matemática no winplot - sandra de souza
 
Projeto D..[3]
Projeto D..[3]Projeto D..[3]
Projeto D..[3]
 
Função Quadrática
Função QuadráticaFunção Quadrática
Função Quadrática
 
Projeto: Aula de Matemática
Projeto: Aula de MatemáticaProjeto: Aula de Matemática
Projeto: Aula de Matemática
 
Funções - conceitos e aplicações práticas
Funções - conceitos e aplicações práticasFunções - conceitos e aplicações práticas
Funções - conceitos e aplicações práticas
 
A função quadrática na engenharia civil
A função quadrática na engenharia civilA função quadrática na engenharia civil
A função quadrática na engenharia civil
 
MatemáTica Intro FunçõEs
MatemáTica Intro FunçõEsMatemáTica Intro FunçõEs
MatemáTica Intro FunçõEs
 
O conceito de função e suas aplicações
O conceito de função e suas aplicaçõesO conceito de função e suas aplicações
O conceito de função e suas aplicações
 
Aula sobre funções
Aula sobre funçõesAula sobre funções
Aula sobre funções
 
Plano de aula 1 º ano ensino medio - 1º bimestre
Plano de aula  1 º ano ensino medio - 1º bimestrePlano de aula  1 º ano ensino medio - 1º bimestre
Plano de aula 1 º ano ensino medio - 1º bimestre
 
Introdução ao estudo das funções
Introdução ao estudo das funçõesIntrodução ao estudo das funções
Introdução ao estudo das funções
 
Matemática no cotidiano
Matemática no cotidianoMatemática no cotidiano
Matemática no cotidiano
 

Semelhante a Plano de trabalho - Funções

Plano de trabalho – Números reais
Plano de trabalho – Números reaisPlano de trabalho – Números reais
Plano de trabalho – Números reais
Luciane Oliveira
 
Plano de trabalho - Números Reais
Plano de trabalho - Números ReaisPlano de trabalho - Números Reais
Plano de trabalho - Números Reais
Luciane Oliveira
 
RELAÇÕES MÉTRICAS NO TRIÂNGULO RETÂNGULO I
RELAÇÕES MÉTRICAS NO TRIÂNGULO RETÂNGULO IRELAÇÕES MÉTRICAS NO TRIÂNGULO RETÂNGULO I
RELAÇÕES MÉTRICAS NO TRIÂNGULO RETÂNGULO I
CIEP 456 - E.M. Milcah de Sousa
 
Plano de trabalho – Semelhança de polígonos
Plano de trabalho – Semelhança de polígonosPlano de trabalho – Semelhança de polígonos
Plano de trabalho – Semelhança de polígonos
Luciane Oliveira
 
Seqdidaticas em mat
Seqdidaticas em matSeqdidaticas em mat
Seqdidaticas em mat
Raniel Guitarbass
 
Plano de aula
Plano de aula Plano de aula
Plano de aula
Rita Camargo
 
Plano de aula
Plano de aula Plano de aula
Plano de aula
Rita Camargo
 
Trigonometria, geometria plana e espacial
Trigonometria, geometria plana e espacialTrigonometria, geometria plana e espacial
Trigonometria, geometria plana e espacial
marlyrauber
 
Plano de trabalho – Razões trigonométricas
Plano de trabalho – Razões trigonométricasPlano de trabalho – Razões trigonométricas
Plano de trabalho – Razões trigonométricas
Luciane Oliveira
 
Proposta de aula - Geometria do Táxi
Proposta de aula - Geometria do TáxiProposta de aula - Geometria do Táxi
Proposta de aula - Geometria do Táxi
Thaís Razuki
 
Projeto,juliana cristina gomes.
Projeto,juliana cristina gomes.Projeto,juliana cristina gomes.
Projeto,juliana cristina gomes.
Juliana Cristina
 
Introdução ao software geogebra para estudo de funções.
Introdução ao software geogebra para estudo de funções.Introdução ao software geogebra para estudo de funções.
Introdução ao software geogebra para estudo de funções.
Haroldo Nunes
 
Objetos de Aprendizage ProUCA-CE
Objetos de Aprendizage ProUCA-CEObjetos de Aprendizage ProUCA-CE
Objetos de Aprendizage ProUCA-CE
Marcia Duarte
 
Plano de trabalho - Equações do segundo grau
Plano de trabalho - Equações do segundo grauPlano de trabalho - Equações do segundo grau
Plano de trabalho - Equações do segundo grau
Luciane Oliveira
 
Semana7 e 8 projeto final
Semana7 e 8  projeto finalSemana7 e 8  projeto final
Semana7 e 8 projeto final
carla andrade
 
Uso de software ts5 zoraide pimenta
Uso de software ts5   zoraide pimentaUso de software ts5   zoraide pimenta
Uso de software ts5 zoraide pimenta
zoraidepimenta
 
Projeto Planejamento - Luis Alberto - 20 out 2012 - VF
Projeto Planejamento - Luis Alberto - 20 out 2012 - VFProjeto Planejamento - Luis Alberto - 20 out 2012 - VF
Projeto Planejamento - Luis Alberto - 20 out 2012 - VF
luisadr
 
Detalhamento de habilidade de matematica
Detalhamento de habilidade de matematicaDetalhamento de habilidade de matematica
Detalhamento de habilidade de matematica
Atividades Diversas Cláudia
 
Projeto graphmatica e o ensino de funções no ensino médio
Projeto graphmatica e o ensino de funções no ensino médioProjeto graphmatica e o ensino de funções no ensino médio
Projeto graphmatica e o ensino de funções no ensino médio
colegiocpf
 
Projeto de aprendizagem - Planejamento - Alessandra maia
Projeto de aprendizagem - Planejamento - Alessandra maiaProjeto de aprendizagem - Planejamento - Alessandra maia
Projeto de aprendizagem - Planejamento - Alessandra maia
aleomaia
 

Semelhante a Plano de trabalho - Funções (20)

Plano de trabalho – Números reais
Plano de trabalho – Números reaisPlano de trabalho – Números reais
Plano de trabalho – Números reais
 
Plano de trabalho - Números Reais
Plano de trabalho - Números ReaisPlano de trabalho - Números Reais
Plano de trabalho - Números Reais
 
RELAÇÕES MÉTRICAS NO TRIÂNGULO RETÂNGULO I
RELAÇÕES MÉTRICAS NO TRIÂNGULO RETÂNGULO IRELAÇÕES MÉTRICAS NO TRIÂNGULO RETÂNGULO I
RELAÇÕES MÉTRICAS NO TRIÂNGULO RETÂNGULO I
 
Plano de trabalho – Semelhança de polígonos
Plano de trabalho – Semelhança de polígonosPlano de trabalho – Semelhança de polígonos
Plano de trabalho – Semelhança de polígonos
 
Seqdidaticas em mat
Seqdidaticas em matSeqdidaticas em mat
Seqdidaticas em mat
 
Plano de aula
Plano de aula Plano de aula
Plano de aula
 
Plano de aula
Plano de aula Plano de aula
Plano de aula
 
Trigonometria, geometria plana e espacial
Trigonometria, geometria plana e espacialTrigonometria, geometria plana e espacial
Trigonometria, geometria plana e espacial
 
Plano de trabalho – Razões trigonométricas
Plano de trabalho – Razões trigonométricasPlano de trabalho – Razões trigonométricas
Plano de trabalho – Razões trigonométricas
 
Proposta de aula - Geometria do Táxi
Proposta de aula - Geometria do TáxiProposta de aula - Geometria do Táxi
Proposta de aula - Geometria do Táxi
 
Projeto,juliana cristina gomes.
Projeto,juliana cristina gomes.Projeto,juliana cristina gomes.
Projeto,juliana cristina gomes.
 
Introdução ao software geogebra para estudo de funções.
Introdução ao software geogebra para estudo de funções.Introdução ao software geogebra para estudo de funções.
Introdução ao software geogebra para estudo de funções.
 
Objetos de Aprendizage ProUCA-CE
Objetos de Aprendizage ProUCA-CEObjetos de Aprendizage ProUCA-CE
Objetos de Aprendizage ProUCA-CE
 
Plano de trabalho - Equações do segundo grau
Plano de trabalho - Equações do segundo grauPlano de trabalho - Equações do segundo grau
Plano de trabalho - Equações do segundo grau
 
Semana7 e 8 projeto final
Semana7 e 8  projeto finalSemana7 e 8  projeto final
Semana7 e 8 projeto final
 
Uso de software ts5 zoraide pimenta
Uso de software ts5   zoraide pimentaUso de software ts5   zoraide pimenta
Uso de software ts5 zoraide pimenta
 
Projeto Planejamento - Luis Alberto - 20 out 2012 - VF
Projeto Planejamento - Luis Alberto - 20 out 2012 - VFProjeto Planejamento - Luis Alberto - 20 out 2012 - VF
Projeto Planejamento - Luis Alberto - 20 out 2012 - VF
 
Detalhamento de habilidade de matematica
Detalhamento de habilidade de matematicaDetalhamento de habilidade de matematica
Detalhamento de habilidade de matematica
 
Projeto graphmatica e o ensino de funções no ensino médio
Projeto graphmatica e o ensino de funções no ensino médioProjeto graphmatica e o ensino de funções no ensino médio
Projeto graphmatica e o ensino de funções no ensino médio
 
Projeto de aprendizagem - Planejamento - Alessandra maia
Projeto de aprendizagem - Planejamento - Alessandra maiaProjeto de aprendizagem - Planejamento - Alessandra maia
Projeto de aprendizagem - Planejamento - Alessandra maia
 

Mais de Luciane Oliveira

Plano de trabalho - Circunferência e círculo
Plano de trabalho - Circunferência e círculoPlano de trabalho - Circunferência e círculo
Plano de trabalho - Circunferência e círculo
Luciane Oliveira
 
Plano de trabalho - Equações redutíveis ao 2º grau
Plano de trabalho - Equações redutíveis ao 2º grauPlano de trabalho - Equações redutíveis ao 2º grau
Plano de trabalho - Equações redutíveis ao 2º grau
Luciane Oliveira
 
Tangram(2)
Tangram(2)Tangram(2)
Tangram(2)
Luciane Oliveira
 
Tangram
TangramTangram
Tangram nas aulas de Matemática
Tangram nas aulas de MatemáticaTangram nas aulas de Matemática
Tangram nas aulas de Matemática
Luciane Oliveira
 
Tangram
TangramTangram

Mais de Luciane Oliveira (6)

Plano de trabalho - Circunferência e círculo
Plano de trabalho - Circunferência e círculoPlano de trabalho - Circunferência e círculo
Plano de trabalho - Circunferência e círculo
 
Plano de trabalho - Equações redutíveis ao 2º grau
Plano de trabalho - Equações redutíveis ao 2º grauPlano de trabalho - Equações redutíveis ao 2º grau
Plano de trabalho - Equações redutíveis ao 2º grau
 
Tangram(2)
Tangram(2)Tangram(2)
Tangram(2)
 
Tangram
TangramTangram
Tangram
 
Tangram nas aulas de Matemática
Tangram nas aulas de MatemáticaTangram nas aulas de Matemática
Tangram nas aulas de Matemática
 
Tangram
TangramTangram
Tangram
 

Último

Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
AlessandraRibas7
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdfAula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Marília Pacheco
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
AdrianoMontagna1
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Mary Alvarenga
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
Crisnaiara
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
MarceloMonteiro213738
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
vitorreissouzasilva
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
samucajaime015
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
TiagoLouro8
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 

Último (20)

Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
 
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdfAula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
 

Plano de trabalho - Funções

  • 1. FORMAÇÃO CONTINUADA PARA PROFESSORES DE MATEMÁTICA FUNDAÇÃO CECIERJ / SEEDUC-RJ COLÉGIO: C. E. GENERAL DUTRA PROFESSOR: LUCIANE OLIVEIRA DA SILVA MATRÍCULA: 0951237-7 SÉRIE: 9º ANO ENSINO FUNDAMENTAL TUTOR (A): FÁBIO ALEXANDRE BENDIA MARTINS PLANO DE TRABALHO SOBRE FUNÇÕES Luciane Oliveira da Silva Lucyanne_uff@yahoo.com.br 1. Introdução: Através de observações, registros de dados e relatos de alunos e professores, é possível verificar a grande dificuldade dos alunos na interpretação de gráficos, suas relações com os problemas e suas respectivas leis de formação. Esta foi a grande motivação de buscar um auxílio nas tecnologias, em particular a informática/computador. É necessário observar que, ao iniciar um projeto que irá utilizar recursos tecnológicos, sejam eles a calculadora, computadores, retro projetores, etc., tomar o cuidado para que os alunos e outras pessoas envolvidas, não achem ou acreditem que estes recursos darão a solução ou a “resposta pronta” das atividades. É importante também que os professores, ou melhor, educadores, sejam mediadores e direcionadores do aprendizado, mostrando que estes recursos, em particular, o computador, fornecerão respostas de acordo com os dados que o usuário (aluno) irá colocar, necessitando assim de análises sobre os resultados obtidos, lembrando ainda que o espaço escolar é considerado o lugar por excelência onde se constrói o conhecimento. O estudo das funções precisa passar antes pelo estudo de proporcionalidade e reconhecimento de padrões, que servem como suporte para a identificação dos diversos tipos de função. Todas as tarefas envolvem ligações com os conhecimentos já adquiridos, mas também com as técnicas e compreensão de conceitos algébricos como sejam a resolução de equações. Os problemas escolhidos partem de contextos reais, mas também de assuntos matemáticos que precisam ser lembrados e aprofundados. 2. Estratégias adotadas no Plano de Trabalho: As tarefas que proponho visam contribuir para “desenvolver nos alunos a linguagem e o pensamento algébricos, bem como a capacidade de interpretar, representar e resolver problemas usando procedimentos algébricos e de utilizar estes conhecimentos e capacidades na exploração e modelação de situações em contextos diversos”. A primeira tarefa é a apresentação de diversas sequencias para que os alunos encontrem seus padrões. Esta tarefa visa também despertar o interesse da turma.
  • 2. A segunda tarefa é uma experiência com espelhos. É necessário recolher dados e representá-los graficamente. A função que modela a situação é uma proporcionalidade inversa. A terceira tarefa é um problema geométrico com paralelogramos equivalentes, de diferentes dimensões, que pretende consolidar a noção introduzida, considerando representações de vários tipos. Atividade 1:  Habilidade relacionada: - Identificar a expressão algébrica que expressa uma regularidade observada em sequências de números ou figuras (padrões). - Resolver problema, envolvendo informações apresentadas em tabelas e/ou gráficos.  Pré-requisitos: Para desenvolver esta atividade é requerido dos alunos o conhecimento prévio de:  Equações com duas variáveis;  Conceito de função;  Representação gráfica de funções e de pontos;  Expressões algébricas;  Proporcionalidade direta e indireta.  Tempo de Duração: 200 minutos (4 horas/aulas).  Recursos Educacionais Utilizados: Para a realização destas atividades, serão necessários os seguintes recursos:  Quadro branco;  Caneta para quadro branco;  Calculadora;  Lápis e folha de aula;  Computador;  Software Geogebra;  Espelhos;  Adesivos;  Organização da turma:
  • 3. Esta tarefa será realizada em pequenos grupos (2 ou 3 participantes) para que o trabalho seja colaborativo e que ninguém fique ocioso durante a aula e sim participando e descobrindo o conteúdo apresentado.  Objetivos: Ao término das aulas, o aluno deverá ser capaz de:  Repensar o ensino de funções do 1º e 2º graus com o auxílio de programas computacionais para o aprimoramento educacional dos conteúdos estudados.  Apresentar aos alunos um novo recurso de aprendizagem relacionado à funções de 1º e 2º graus com a utilização do software GRAPHMAT.  Buscar resultados favoráveis através das Tecnologias de Informação, possibilitando diagnosticar problemas e avanços no ensino de Matemática.  Reconhecer padrões em sequências geométricas e sequências que envolvam números e letras. Transcrevê-las para sequências numéricas.  Representar algebricamente situações de proporcionalidade inversa.  Relacionar as representações algébrica e gráfica das funções estudadas.  Modelar situações, utilizando funções. No final os alunos devem ter aprofundado a sua compreensão do conceito de função e ser capazes de usá-lo em diversas situações, em particular nas de proporcionalidade inversa. Para, além disto, os alunos deverão ser capazes de resolver problemas, comunicar, raciocinar e modelar situações recorrendo a conceitos e procedimentos algébricos.  Metodologia adotada: Para a realização destas atividades são necessários 200 minutos de aula. As atividades estão divididas em três etapas. 1ª etapa: Nesta atividade, os alunos poderão reconhecer padrões através de sequências lógicas. O que facilita o caminho para a generalização e formalização do conceito de função. O professor deve distribuir para os grupos, a folha de atividades abaixo para que analisem e discutam os padrões de cada sequência. ATIVIDADE 1 1. Observe a cartela com formas geométricas e responda às questões.
  • 4. a) Observe a primeira linha da cartela. Você consegue perceber algum padrão entre os triângulos? Qual? b) Agora analise a segunda linha. A distribuição das figuras são as mesmas que na linha anterior? Qual padrão que podemos perceber entre os círculos e retângulos? Discuta com seus colegas sobre isso! c) Na terceira linha da cartela, você seria capaz de continuar a sequência de figuras geométricas? Tente continuar também as sequências de figuras geométricas da 4° e 5° linhas da cartela. Veja se coincide com a dos seus colegas! d) Você saberia descrever os padrões das linhas 4 e 5 na forma de sequência de números? Observe o exemplo da sequência numérica que representa a segunda linha da cartela (1,1,1,2,1,3,1,4,...) e tente! 2. Agora observe as cartas de baralho abaixo e responda.
  • 5. e) Você seria capaz de dizer qual seria o número da carta desconhecida? f) Qual o padrão que você usou para descobrir o valor da carta desconhecida? Ou seja, qual cálculo que você faz para chegar nesse valor? 3. Gostou do desafio? Então vamos a mais um! Veja a sequência de números e letras dispostas abaixo. g) Observe a sequência de números (6, 12, 18, ...) da imagem acima. Você seria capaz de dizer qual é próximo número dessa sequência? Como você descobriu esse número? h) Agora pense qual a próxima letra da sequência? É fácil, analise bem as relações entre os números e letras e converse com seus colegas sobre isso!
  • 6. 2ª etapa: Com esta tarefa pretende-se iniciar o estudo da proporcionalidade inversa. Aproveita-se uma situação da vida real para efetuar uma modelação utilizando funções. Esta tarefa inicia o estudo das funções de proporcionalidade inversa. É proposta uma situação da vida real em que terá de se efetuar uma recolha de dados usando fitas métricas. Espera-se que, através da observação de uma regularidade, os alunos consigam encontrar um modelo adequado a esta situação utilizando funções. Na questão três, propõe-se a utilização de um programa de geometria dinâmica (Geogebra) ou calculadoras gráficas e pretende-se discutir a adequabilidade do modelo encontrado comparando a sua representação gráfica com a nuvem de pontos recolhidos na experiência inicial. Para a coleta de dados ser eficaz é indispensável que cada grupo de alunos tenha ao seu dispor uma fita métrica de pelo menos 5 metros. Não esquecer que cada amostra deverá ser recolhida pelo mesmo aluno em cada grupo, já que a altura do observador influencia os dados. Para a realização desta tarefa é necessário um espelho e um adesivo, ambos pequenos, e uma fita métrica. 1. Experiência / coleta de dados 1.1. Coloca-se o espelho fixo no chão a 1 metro de distância de uma parede. 1.2. Coloca-se o adesivo na parede, alinhado com o espelho, a 0,5 metros do chão. 1.3. O aluno posiciona-se junto ao espelho e vira-se para a parede. Vai afastando-se até que consiga ver o adesivo refletido no espelho. 1.4. Regista-se a distância a que se encontra do centro do espelho na tabela seguinte. 1.5. Faz-se variar a altura do adesivo na parede e repete os procedimentos de 3 e 4, registando-se os valores na tabela. Distância do adesivo do Distância entre o aluno e o centro do xxy chão em metros espelho em metros x y
  • 7. 2. Análise dos dados 2.1. O aluno deve preencher a terceira coluna da tabela com os produtos x x y. Que regularidade observa? 2.2. Se colocar o adesivo muito próximo do chão, como se deve posicionar o observador? E se colocar o adesivo num ponto muito alto? 2.3. Encontre uma expressão algébrica que melhor relaciona as duas distâncias (y em função de x). 3. Representação gráfica 3.1. Com a ajuda do Geogebra ou de uma calculadora gráfica represente num referencial os pontos (x, y) que correspondem às distâncias recolhidas. 3.2. Represente também no mesmo referencial a função que você encontrou no passo 2.3. 3.3. O gráfico da função sobrepõe-se a esse conjunto de pontos? Caso isso não aconteça, tente encontrar razões para explicar o fato de haver pontos que não coincidem exatamente com o gráfico da função. 3ª etapa: Com esta tarefa pretende-se que os alunos sejam colocados perante várias situações de proporcionalidade inversa, em contextos diversos, dando-se relevo às suas representações algébrica e gráfica. Nesta tarefa colocam-se os alunos perante diversas situações em contextos geométricos e numéricos, tendo em vista uma melhor apropriação do conceito de proporcionalidade inversa. É dada ênfase às representações gráficas e algébricas da proporcionalidade inversa em estudo comparando-as com situações de proporcionalidade direta estudadas anteriormente. O professor deve distribuir para os grupos, a folha de atividades abaixo. ATIVIDADE 2 1. Na figura estão representados alguns paralelogramos equivalentes em que as medidas da base e da altura são números inteiros.
  • 8. 1.1. Observe os paralelogramos e preencha a tabela seguinte: 1.2. Dê, pelo menos, quatro exemplos de outros paralelogramos de área 12 em que a base e/ou a altura não sejam números inteiros. 1.3. Considere todos os paralelogramos de área 12. Observe a tabela e responda às seguintes questões: a) Quando duplica a medida do comprimento da base o que acontece à medida da altura? E quando triplica? Explique o que você observou. b) A altura a e a base b não são grandezas diretamente proporcionais. Por quê? c) A altura a e a base b são grandezas inversamente proporcionais. Por quê? Indique a constante de proporcionalidade. Qual é o seu significado no contexto do problema?
  • 9. 1.4. Num referencial cartesiano xOy marque os pontos de coordenadas (b,a), associados aos paralelogramos considerados. 1.5. Escreva uma expressão algébrica que traduza a altura a em função da base b. 2. Desenhe agora seis retângulos diferentes, mas todos com perímetro 24. 2.1. Construa uma tabela com as medidas do comprimento e da largura de cada um desses retângulos. 2.2. Qual destes retângulos tem área máxima? 2.3. Num referencial cartesiano xOy marque os pontos de coordenadas (x,y), em que x representa a medida da base e y a medida da altura de cada um dos retângulos considerados. 2.4. Escreva uma expressão algébrica que exprima a altura y em função da base x. 2.5. Trata-se de uma proporcionalidade inversa? Por quê? 2.6. Trata-se de uma proporcionalidade direta? Por quê? 3. O produto de dois números é 8. Encontre pares de números, (x, y), que satisfaçam a condição e representa-os num referencial cartesiano xOy. 3. Avaliação: A avaliação levará em conta a participação de cada aluno na execução de cada tarefa proposta, tentativa de resolução dos exercícios de fixação e entendimento do aluno perante os conteúdos apresentados. 4. Referências: BOSQUILHA, Alessandra & AMARAL, João Tomás. Minimanual Compacto de Matemática: Teoria e Prática. 2. ed. São Paulo: Rideel, 2003. BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Matemática. Brasília – DF: MEC/SEF, 1998. IEZZI, Gelson. Matemática e Realidade. 8ª série, 5 ed. São Paulo: Atual, 2005.
  • 10. CALIL, Alessandro Marques ET AL. Ensino de funções de 1º e 2º graus no 9º ano do ensino fundamental com o auxílio do software GRAPHMAT. Disponível em: <http://www2.rc.unesp.br/eventos/matematica/ebrapem2008/upload/21-1-A- gt6_calil_tc.pdf> Acesso em: 17 out. 2011. Funções - Proposta de sequência de tarefas para o 9.º ano - 3.º ciclo. Disponível em: <http://area.dgidc.min-edu.pt/materiais_NPMEB/057-cadeia_funcoes.pdf> Acesso em: 17 out. 2011.