Orçamento e Controle com
Balanced Scared
Me. Rodrigo Romais
r.romais@gmail.com
“Quem nunca cometeu um erro,
nunca tentou algo novo”
Albert Einstein
 Gestão Estratégica dos Fundos de Pensão;
 Planejamento Estratégico: Principais conceitos e técnicas.
 O Balanced Scare...
Trabalho (no modelo de um artigo científico):
 Fazer uma pesquisa em que exista uma aplicação em um
Fundo de Pensão.
 Mo...
Gestão Estratégica dos Fundos de
Pensão
Portal dos Fundos de Pensão:
http://www.abrapp.org.br/
O Sistema Previdenciário Brasileiro é composto por três regimes:
 Previdência Social: é a previdência social básica.
 Re...
O Regime de Previdência Complementar é composto
pelas Entidades Fechadas de Previdência Complementar
(EFPC), sem fins lucr...
Diferentemente da previdência pública, os Fundos
de Pensão adotam o regime de capitalização, possibilitando a
constituição...
Posição Fundo Patrocinador
Investimentos
(R$ mi)
Participantes Dependentes Assistidos
1 PREVI Banco do Brasil 160. 904 100...
Os maiores fundos de Pensão do Brasil
Link disponível em:
http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,15-maiores-fundos-...
 O que são?
 Quais as vantagens?
 Quais as desvantagens?
 Quais os riscos?
 Como ingressar?
 Para quem reclamo?
 Te...
 São entidades fechadas de previdência, organizada por empresas ou
grupo de empresas.
 Tem objetivo de realizar investim...
 O participante de um fundo pode deduzir até 12% de sua renda
tributável.¹
 Para a empresa que contribui, a vantagem é q...
 É um investimento de baixa liquidez.
 Só é possível resgatar os recursos do fundo, com antecedência, se e
somente se o ...
i. Gestão Estratégica dos Fundos de Pensão:
Quais os riscos do Fundo de Pensão?
Link disponível em:
http://economia.estada...
O calote da dívida
argentina vai afetar a poupança dos
carteiros que contribuem para a
aposentadoria por meio do Postalis,...
 O grande risco é que o fundo não consiga efetuar o pagamento do
benefício.
 Por isso é importante acompanhar informaçõe...
 Procure o RH da empresa que oferece este serviço de previdência.
 A contribuição mensal será feita por desconto da folh...
Há duas situações:
 A empresa contribui com uma parcela igual a do funcionário,
diretamente no fundo.
 A empresa negocia...
 Procura-se a Secretaria de Previdência Complementar, que
é o órgão fiscalizador dos fundos de pensão, subordinado
ao Min...
 Não.
 Qualquer Fundo pode quebrar se a gestão realizar
aplicações equivocadas.
i. Gestão Estratégica dos Fundos de Pens...
 Não!
i. Gestão Estratégica dos Fundos de Pensão:
Posso transferir o fundo para outra instituição?
As atividades dos Fundos de Pensão obedecem a
normas expedidas pelo Conselho Nacional de Previdência
Complementar (CNPC) e...
O Instituidor é a entidade que cria (institui) o
plano para seus filiados ou associados, cabendo a estes
realizar as contr...
 O instituidor não é obrigado a fazer contribuições, poderá fazer aportes
esporádicos.
 Eventuais contribuições para o p...
Para participar do Regime de Previdência
Complementar como Instituidor, uma entidade pode criar
seu próprio Fundo de Pensã...
É Composta por Conselho Deliberativo, Conselho Fiscal
e Diretoria Executiva.
 Conselho Deliberativo:
Órgão colegiado repr...
 Conselho Fiscal:
Órgão de controle. Fiscaliza internamente as
atividades do Fundo de Pensão.
i. Gestão Estratégica dos F...
 Diretoria Executiva:
Órgão responsável pela gestão administrativa,
financeira e patrimonial da entidade.
i. Gestão Estra...
i. Gestão Estratégica dos Fundos de Pensão:
Dados Gerais:
Fonte: ABRAPP (2011)
i. Gestão Estratégica dos Fundos de Pensão:
Dados Gerais:
Fonte: ABRAPP (2011)
 Todo trabalhador quando não pode mais suprir suas
necessidades com o produto do seu trabalho (por motivo de
doença ou id...
 Qualidade de vida:
Com a previdência complementar a poupança
formada, pouco a pouco, ao longo dos anos, é somada
ao bene...
 Finalidade não lucrativa:
Como não possuem finalidade lucrativa, a
rentabilidade gerada nos Fundos de Pensão será revert...
 Segurança:
os Fundos de Pensão proporcionam aos
participantes maior segurança para o amanhã. Vive-se o
presente, com os ...
 Baixas taxas de administração:
Os Fundos de Pensão, por não possuírem fins
lucrativos, têm taxas de administração bem me...
 Proteção familiar:
Em casos de eventos adversos, os planos de
previdência complementar, em geral, asseguram
proteção à f...
 Incentivos fiscais:
A Lei nº 11.053, de 2004, que tem como objetivo incentivar a
poupança previdenciária de longo prazo,...
 Rentabilidade:
Nos últimos anos a rentabilidade dos Fundos de
Pensão tem se mostrado superior a outras aplicações
dispon...
i. Gestão Estratégica dos Fundos de Pensão:
Vantagens para o participante
Fonte: ABRAPP (2011)
 Participação democrática na gestão dos fundos:
A Lei Complementar nº 109, de 2001, que dispõe
sobre o Regime de Previdên...
 Resgate:
Ao participante é permitido resgatar (sacar) os
recursos, por ele depositados, de sua poupança
previdenciária e...
 Portabilidade:
A portabilidade permite ao participante a mudança para
outro plano que lhe seja mais atraente ou mais van...
 Recomposição do poder aquisitivo:
Os Fundos de Pensão dão suporte para que os
trabalhadores se protejam da perda de seu ...
 Recomposição do poder aquisitivo:
Os Fundos de Pensão dão suporte para que os
trabalhadores se protejam da perda de seu ...
 Oferta de benefícios aos associados:
Ao optar por oferecer um Plano de
Previdência Associativa, o instituidor proporcion...
 Fortalecimento do vínculo:
O Fundo de Pensão proporcionará
fortalecimento do vínculo entre o instituidor e seus
associad...
 Rápido crescimento dos recursos acumulados:
O acúmulo patrimonial dos planos de instituidores
poderá ser acelerado pelo ...
 Controle estratégico de recursos:
Do ponto de vista do controle estratégico dos
investimentos do plano, a entidade estar...
Planejamento Estratégico: Principais
conceitos e técnicas.
“Sem um Planejamento Estratégico ninguém
sobreviverá nestes tempos globalizados”
Michael Porter
ii. Planejamento Estratégi...
 É um conceito comum no âmbito da administração.
 Significa o ato de pensar e fazer planos de uma maneira
estratégica.
...
 O planejamento financeiro pode ser incluído em uma
forma de planejamento estratégico.
 Uma empresa se remete a previsão...
 Muitas vezes a empresa não consegue satisfazer as
necessidades de mercado.
 Alguns problemas surgem com a falta de Plan...
 São os três pilares de um planejamento.
O planejamento estratégico tem um longo alcance e
é executado pelos responsáveis...
O planejamento tático tem um escopo médio na
empresa e consiste no pensamento de como os meios ou
recursos disponíveis pod...
O planejamento operacional está diretamente
ligado com a área técnica de execução de um
determinado plano de ação.
ii. Pla...
1. Definição de valores da empresa: visão e missão;
2. Analisar ambiente externo: oportunidades e ameaças;
3. Analisar amb...
ii. Planejamento Estratégico
Matriz SWOT
A empresa recebe influência constante das
forças externas que mudam sua rotina e acarretam
problemas ao seu desempenho. Po...
ii. Planejamento Estratégico
Planejamento estratégico é o processo de seleção dos
objetivos de uma organização.
É a determ...
O planejamento feito nos níveis mais baixos
chama-se planejamento operacional.
Seu enfoque são as atividades do momento e
...
Operacional Estratégico
Enfoque Problemas operacionais.
Sobrevivência e desenvolvimento a longo
prazo.
Objetivo Lucros atu...
iii. O Balanced Scared aplicado aos
fundos de pensão
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Aula 1 e 2 - orçamento e controle com bsc (1)

576 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
576
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 1 e 2 - orçamento e controle com bsc (1)

  1. 1. Orçamento e Controle com Balanced Scared Me. Rodrigo Romais r.romais@gmail.com
  2. 2. “Quem nunca cometeu um erro, nunca tentou algo novo” Albert Einstein
  3. 3.  Gestão Estratégica dos Fundos de Pensão;  Planejamento Estratégico: Principais conceitos e técnicas.  O Balanced Scared aplicado aos fundos de pensão;  Planejamento Orçamentário para Fundos de Pensão;  Técnicas de Elaboração de Orçamento;  Controles de Execução Orçamentária. Ementa do Curso:
  4. 4. Trabalho (no modelo de um artigo científico):  Fazer uma pesquisa em que exista uma aplicação em um Fundo de Pensão.  Mostrar como funciona...  Taxas de investimentos...  Benefícios...  Quando se resgata o fundo...  Apresentar vantagens e desvantagens;  Etc. Forma de Avaliação
  5. 5. Gestão Estratégica dos Fundos de Pensão
  6. 6. Portal dos Fundos de Pensão: http://www.abrapp.org.br/
  7. 7. O Sistema Previdenciário Brasileiro é composto por três regimes:  Previdência Social: é a previdência social básica.  Regime Próprio do Servidor Público: a gestão é pública e de filiação compulsória.  Regime de Previdência Complementar: gestão privada, facultativa e contributiva, que objetiva oferecer um benefício adicional ao da previdência social básica, melhorando a renda no momento da aposentadoria. i. Gestão Estratégica dos Fundos de Pensão Estrutura do Sistema Previdenciário
  8. 8. O Regime de Previdência Complementar é composto pelas Entidades Fechadas de Previdência Complementar (EFPC), sem fins lucrativos. São conhecidos como Fundos de Pensão. i. Gestão Estratégica dos Fundos de Pensão Estrutura do Sistema Previdenciário
  9. 9. Diferentemente da previdência pública, os Fundos de Pensão adotam o regime de capitalização, possibilitando a constituição de reservas ao longo de determinado período de tempo. Posteriormente, são empregadas para pagamento dos benefícios. i. Gestão Estratégica dos Fundos de Pensão Estrutura do Sistema Previdenciário
  10. 10. Posição Fundo Patrocinador Investimentos (R$ mi) Participantes Dependentes Assistidos 1 PREVI Banco do Brasil 160. 904 100. 177 250.380 88.284 2 PETROS Petrobrás 60. 290 95.313 292. 086 56.188 3 FUNCEF CEF 49. 383 81. 971 187. 172 34. 618 4 Fundação CESP CESP, CPFL, Eletropaulo. 20. 122 15.218 54. 627 29.788 5 VALIA Fundação Vale do Rio Doce 15. 153 71. 774 266. 194 21.361 14 POSTALIS Correios 7. 010 110.782 299. 718 20. 657 Os maiores fundos de Pensão do Brasil Fonte: ABRAPP (2011)
  11. 11. Os maiores fundos de Pensão do Brasil Link disponível em: http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,15-maiores-fundos-de-pensao-administram-70-do-total-do-pais,330976
  12. 12.  O que são?  Quais as vantagens?  Quais as desvantagens?  Quais os riscos?  Como ingressar?  Para quem reclamo?  Tenho garantias? i. Gestão Estratégica dos Fundos de Pensão
  13. 13.  São entidades fechadas de previdência, organizada por empresas ou grupo de empresas.  Tem objetivo de realizar investimentos para garantir uma complementação da aposentadoria aos empregados que aderirem o plano.¹  O dinheiro investido forma um patrimônio, que é aplicado em imóveis, ações e renda fixa, dentro dos limites pré-estabelecidos pelo Banco Central.²  Quando o empregado se aposenta, passa a receber o benefício mensalmente.  Se por algum motivo sair da empresa, o empregado tem direito de retirar a parte que contribuiu. i. Gestão Estratégica dos Fundos de Pensão: O que é um Fundo de Pensão?
  14. 14.  O participante de um fundo pode deduzir até 12% de sua renda tributável.¹  Para a empresa que contribui, a vantagem é que ela pode descontar até 20% das receitas operacionais.  Neste tipo de fundo, normalmente as taxas de administração e carregamento são menores do que se optasse por um fundo individual.²  A contribuição é descontada mensalmente do salário, facilitando a vida do investidor indisciplinado. i. Gestão Estratégica dos Fundos de Pensão: Quais as vantagens do Fundo de Pensão?
  15. 15.  É um investimento de baixa liquidez.  Só é possível resgatar os recursos do fundo, com antecedência, se e somente se o empregado sai da empresa ou é demitido por ela. i. Gestão Estratégica dos Fundos de Pensão: Quais as desvantagens do Fundo de Pensão?
  16. 16. i. Gestão Estratégica dos Fundos de Pensão: Quais os riscos do Fundo de Pensão? Link disponível em: http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,fundo-de-pensao-dos-correios-perde-r-200-mi-com-calote-argentino,1539934
  17. 17. O calote da dívida argentina vai afetar a poupança dos carteiros que contribuem para a aposentadoria por meio do Postalis, o fundo de pensão dos Correios. i. Gestão Estratégica dos Fundos de Pensão: Quais os riscos do Fundo de Pensão? As perdas se referem não somente ao fato de a Argentina ter suspendido o pagamento de sua dívida, mas também por causa de algumas operações que podem ter sido superfaturadas em US$ 79 milhões. Há suspeita de fraude no fundo. Fonte: Estadão
  18. 18.  O grande risco é que o fundo não consiga efetuar o pagamento do benefício.  Por isso é importante acompanhar informações de investimentos que a gestão realiza.  É obrigatório a postagem de relatórios trimestrais das aplicações realizadas pela gestão.  É garantido por lei, que a gestão publique balanços anualmente. i. Gestão Estratégica dos Fundos de Pensão: Quais os riscos de um investimento em um Fundo de Pensão?
  19. 19.  Procure o RH da empresa que oferece este serviço de previdência.  A contribuição mensal será feita por desconto da folha de pagamento.  Se for por benefício definido, a contribuição pode variar para atingir o valor que você quer receber. i. Gestão Estratégica dos Fundos de Pensão: Como ingressar em um Fundo de Pensão?
  20. 20. Há duas situações:  A empresa contribui com uma parcela igual a do funcionário, diretamente no fundo.  A empresa negocia melhores taxas com os funcionários, sem contribuir para o fundo. i. Gestão Estratégica dos Fundos de Pensão: Como a empresa contribui para o Fundo de Pensão?
  21. 21.  Procura-se a Secretaria de Previdência Complementar, que é o órgão fiscalizador dos fundos de pensão, subordinado ao Ministério da Previdência e Assistência Social. i. Gestão Estratégica dos Fundos de Pensão: Para quem reclamo?
  22. 22.  Não.  Qualquer Fundo pode quebrar se a gestão realizar aplicações equivocadas. i. Gestão Estratégica dos Fundos de Pensão: Tenho garantias de que 0 fundo não vai quebrar?
  23. 23.  Não! i. Gestão Estratégica dos Fundos de Pensão: Posso transferir o fundo para outra instituição?
  24. 24. As atividades dos Fundos de Pensão obedecem a normas expedidas pelo Conselho Nacional de Previdência Complementar (CNPC) e são fiscalizadas pela Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc). i. Gestão Estratégica dos Fundos de Pensão
  25. 25. O Instituidor é a entidade que cria (institui) o plano para seus filiados ou associados, cabendo a estes realizar as contribuições necessárias à formação de suas reservas matemáticas que, ao fim de determinado período, permitirá o pagamento de uma renda adicional, na forma e no período previsto no regulamento do plano. i. Gestão Estratégica dos Fundos de Pensão
  26. 26.  O instituidor não é obrigado a fazer contribuições, poderá fazer aportes esporádicos.  Eventuais contribuições para o plano não caracterizarão as obrigações próprias de uma relação de patrocínio.  Os planos de benefícios deverão ser oferecidos na modalidade de contribuição definida, o que permite diversas configurações e formas de recebimento dos valores.  As entidades de previdência complementar constituída por instituidores deverão terceirizar a gestão dos recursos do plano de benefícios, mediante contratação de instituição especializada.  A participação no plano previdenciário é uma decisão individual de cada associado. i. Gestão Estratégica dos Fundos de Pensão: Características Gerais.
  27. 27. Para participar do Regime de Previdência Complementar como Instituidor, uma entidade pode criar seu próprio Fundo de Pensão e consequentemente seus Planos de Benefícios. i. Gestão Estratégica dos Fundos de Pensão: Características Gerais.
  28. 28. É Composta por Conselho Deliberativo, Conselho Fiscal e Diretoria Executiva.  Conselho Deliberativo: Órgão colegiado representativo, com a finalidade de deliberar sobre as diretrizes administrativas da entidade e definir a política de investimento para aplicação do patrimônio administrado pelo Fundo de Pensão. É a instância máxima de decisão da entidade. i. Gestão Estratégica dos Fundos de Pensão: Estrutura e Organização:
  29. 29.  Conselho Fiscal: Órgão de controle. Fiscaliza internamente as atividades do Fundo de Pensão. i. Gestão Estratégica dos Fundos de Pensão: Estrutura e Organização:
  30. 30.  Diretoria Executiva: Órgão responsável pela gestão administrativa, financeira e patrimonial da entidade. i. Gestão Estratégica dos Fundos de Pensão: Estrutura e Organização:
  31. 31. i. Gestão Estratégica dos Fundos de Pensão: Dados Gerais: Fonte: ABRAPP (2011)
  32. 32. i. Gestão Estratégica dos Fundos de Pensão: Dados Gerais: Fonte: ABRAPP (2011)
  33. 33.  Todo trabalhador quando não pode mais suprir suas necessidades com o produto do seu trabalho (por motivo de doença ou idade) pode contar com a renda da aposentadoria.  Atualmente, o Regime Geral de Previdência Social tem como teto para o pagamento de aposentadoria o valor de R$ 3.691,74.  Para manter um nível mais elevado de remuneração é necessário uma complementação. É exatamente com o objetivo de oferecer um benefício adicional aos trabalhadores que recebem acima do teto da previdência que os Fundos de Pensão existem. Há vantagens para cada um dos agentes envolvidos no sistema, como detalhado a seguir, e para a sociedade como um todo. i. Gestão Estratégica dos Fundos de Pensão: Vantagens e Benefícios do Regime de Previdência Complementar
  34. 34.  Qualidade de vida: Com a previdência complementar a poupança formada, pouco a pouco, ao longo dos anos, é somada ao benefício oficial do INSS. Os dois benefícios juntos proporcionam melhor qualidade de vida e tranquilidade financeira na velhice. i. Gestão Estratégica dos Fundos de Pensão: Vantagens para o participante
  35. 35.  Finalidade não lucrativa: Como não possuem finalidade lucrativa, a rentabilidade gerada nos Fundos de Pensão será revertida plenamente em favor dos participantes. Desse modo, o trabalhador tem muito mais a ganhar. i. Gestão Estratégica dos Fundos de Pensão: Vantagens para o participante
  36. 36.  Segurança: os Fundos de Pensão proporcionam aos participantes maior segurança para o amanhã. Vive-se o presente, com os olhos no futuro. i. Gestão Estratégica dos Fundos de Pensão: Vantagens para o participante
  37. 37.  Baixas taxas de administração: Os Fundos de Pensão, por não possuírem fins lucrativos, têm taxas de administração bem menores do que as das entidades abertas de previdência complementar, o que gera ainda mais rentabilidade ao participante. A taxa média de administração (percentual de despesas administrativas sobre os recursos garantidores) é de 0,45%. i. Gestão Estratégica dos Fundos de Pensão: Vantagens para o participante
  38. 38.  Proteção familiar: Em casos de eventos adversos, os planos de previdência complementar, em geral, asseguram proteção à família dos participantes como a aposentadoria por invalidez e a pensão por morte. i. Gestão Estratégica dos Fundos de Pensão: Vantagens para o participante
  39. 39.  Incentivos fiscais: A Lei nº 11.053, de 2004, que tem como objetivo incentivar a poupança previdenciária de longo prazo, oferece incentivos fiscais aos que depositam seus recursos nos Fundos de Pensão. A lógica é simples, quanto mais tempo o participante mantiver seus recursos em um Fundo de Pensão, menos incidência de imposto de renda haverá sobre eles. Para prazos superiores a 10 (dez) anos, por exemplo, o participante deixará de pagar até 27,5% de imposto de renda sobre estes valores para recolher apenas 10% quando do recebimento dos benefícios. i. Gestão Estratégica dos Fundos de Pensão: Vantagens para o participante
  40. 40.  Rentabilidade: Nos últimos anos a rentabilidade dos Fundos de Pensão tem se mostrado superior a outras aplicações disponíveis no mercado. O gráfico a seguir compara os rendimentos acumulados de 2003 a 2010 dos Fundos de Pensão, Renda Fixa e um ganho real (6%) acima da inflação. i. Gestão Estratégica dos Fundos de Pensão: Vantagens para o participante
  41. 41. i. Gestão Estratégica dos Fundos de Pensão: Vantagens para o participante Fonte: ABRAPP (2011)
  42. 42.  Participação democrática na gestão dos fundos: A Lei Complementar nº 109, de 2001, que dispõe sobre o Regime de Previdência Complementar, resguarda aos participantes e assistidos do plano de previdência complementar a representação nos Conselhos Deliberativo e Fiscal, assegurando aos mesmos um terço das vagas e o acompanhamento da gestão do seu plano de previdência. i. Gestão Estratégica dos Fundos de Pensão: Vantagens para o participante
  43. 43.  Resgate: Ao participante é permitido resgatar (sacar) os recursos, por ele depositados, de sua poupança previdenciária em caso de desligamento do plano e perda de vínculo empregatício. Deve-se ressaltar que permanecer no plano para então receber o benefício integralmente é a opção mais vantajosa para o participante, já que, ao se retirar da previdência complementar não mais serão concedidos incentivos fiscais, além da perda do benefício futuro. i. Gestão Estratégica dos Fundos de Pensão: Vantagens para o participante
  44. 44.  Portabilidade: A portabilidade permite ao participante a mudança para outro plano que lhe seja mais atraente ou mais vantajoso. Assegurando ao mesmo que ao sair do plano, por ter cessado o vínculo empregatício, possa transferir seus recursos acumulados para uma nova entidade fechada de previdência complementar e, até mesmo, para uma instituição de previdência aberta. Seu objetivo é proteger o interesse e a liberdade de permanecer ou não no plano de previdência ao qual está vinculado. i. Gestão Estratégica dos Fundos de Pensão: Vantagens para o participante
  45. 45.  Recomposição do poder aquisitivo: Os Fundos de Pensão dão suporte para que os trabalhadores se protejam da perda de seu poder aquisitivo. i. Gestão Estratégica dos Fundos de Pensão: Vantagens para o participante
  46. 46.  Recomposição do poder aquisitivo: Os Fundos de Pensão dão suporte para que os trabalhadores se protejam da perda de seu poder aquisitivo. i. Gestão Estratégica dos Fundos de Pensão: Vantagens para o participante
  47. 47.  Oferta de benefícios aos associados: Ao optar por oferecer um Plano de Previdência Associativa, o instituidor proporciona aos seus associados o que eles desejam: tranquilidade, manutenção da qualidade de vida no futuro e segurança para si e para sua família. i. Gestão Estratégica dos Fundos de Pensão: Vantagens para a Entidade
  48. 48.  Fortalecimento do vínculo: O Fundo de Pensão proporcionará fortalecimento do vínculo entre o instituidor e seus associados, diante da vantagem do benefício que os associados terão enquanto estiverem vinculados. O número de filiações pode alcançar a totalidade do público-alvo. i. Gestão Estratégica dos Fundos de Pensão: Vantagens para a Entidade
  49. 49.  Rápido crescimento dos recursos acumulados: O acúmulo patrimonial dos planos de instituidores poderá ser acelerado pelo exercício da portabilidade, já que os trabalhadores de determinada categoria, ao se desligarem de empresas que patrocinam planos de previdência complementar, poderão transferir o seu patrimônio previdenciário para o plano gerido por sua entidade representativa. i. Gestão Estratégica dos Fundos de Pensão: Vantagens para a Entidade
  50. 50.  Controle estratégico de recursos: Do ponto de vista do controle estratégico dos investimentos do plano, a entidade estará fortalecida por ser responsável por decisões de gestão que determinam para quais setores os investimentos serão direcionados. Além disso, a entidade também estará inserida na discussão dos grandes projetos de financiamento do desenvolvimento, por representar investidor institucional com alta capacidade de investimento, o que amplia sua representatividade perante os associados e perante as classes empresariais e políticas. i. Gestão Estratégica dos Fundos de Pensão: Vantagens para a Entidade
  51. 51. Planejamento Estratégico: Principais conceitos e técnicas.
  52. 52. “Sem um Planejamento Estratégico ninguém sobreviverá nestes tempos globalizados” Michael Porter ii. Planejamento Estratégico
  53. 53.  É um conceito comum no âmbito da administração.  Significa o ato de pensar e fazer planos de uma maneira estratégica.  Em particular, é uma área do planejamento empresarial, que facilita a gestão de uma empresa.  Ainda, existe o planejamento estratégico pessoal, que é o ato de pensar a vida pessoal de forma estratégica ii. Planejamento Estratégico: O que é?
  54. 54.  O planejamento financeiro pode ser incluído em uma forma de planejamento estratégico.  Uma empresa se remete a previsão de receitas e despesas, criando estimativas dos meios financeiros. Necessários para o futuro e manutenção da empresa. ii. Planejamento Estratégico: O que é?
  55. 55.  Muitas vezes a empresa não consegue satisfazer as necessidades de mercado.  Alguns problemas surgem com a falta de Planejamento:  Políticas de preços inadequadas;  Falhas de comunicação;  Canais de divulgação pouco eficiente;  Dentre outros. ii. Planejamento Estratégico: Marketing
  56. 56.  São os três pilares de um planejamento. O planejamento estratégico tem um longo alcance e é executado pelos responsáveis máximos da empresa, que determinam os objetivos dentro de um prazo temporal (curto, médio ou longo prazo) ii. Planejamento: Estratégia, Tática e Operação
  57. 57. O planejamento tático tem um escopo médio na empresa e consiste no pensamento de como os meios ou recursos disponíveis podem ser utilizados para alcançar um resultado favorável. Normalmente este planejamento é uma tarefa de gestão, muitas vezes executada por administradores. ii. Planejamento: Estratégia, Tática e Operação
  58. 58. O planejamento operacional está diretamente ligado com a área técnica de execução de um determinado plano de ação. ii. Planejamento: Estratégia, Tática e Operação
  59. 59. 1. Definição de valores da empresa: visão e missão; 2. Analisar ambiente externo: oportunidades e ameaças; 3. Analisar ambiente interno: forças e fraquezas da empresa; 4. Analisar contexto atual da empresa (SWOT): Strengths (Forças), Weaknesses (Fraquezas), Opportunities (Oportunidades) e Threats (Ameaças); 5. Definir objetivos e metas: o que a empresa pretende alcançar? Onde e quando pretende chegar? É importante saber identificar o público-alvo de cada ação e cada objetivo. 6. Formulação e Implementação da estratégia: Escolher o plano para alcançar as metas e objetivos definidos previamente. Importante verificar os recursos disponíveis para a implementação da estratégia, e definir quais recursos se aplicam mais adequadamente à estratégia escolhida. 7. Obtenção do feedback e controle: Verificam os resultados do planejamento estratégico. ii. Planejamento Estratégico Etapas
  60. 60. ii. Planejamento Estratégico Matriz SWOT
  61. 61. A empresa recebe influência constante das forças externas que mudam sua rotina e acarretam problemas ao seu desempenho. Portanto, desde o momento em que se analisa o
  62. 62. ii. Planejamento Estratégico Planejamento estratégico é o processo de seleção dos objetivos de uma organização. É a determinação das políticas e dos programas estratégicos necessários para se atingir objetivos específicos rumo à consecução das metas: e o estabelecimento dos métodos necessários para assegurar a execução das políticas e dos programas estratégicos. É o processo de planejamento formalizado e de longo alcance empregado para se definir e atingir os objetivos organizacionais.
  63. 63. O planejamento feito nos níveis mais baixos chama-se planejamento operacional. Seu enfoque são as atividades do momento e sua principal preocupação é a eficiência (fazer as coisas corretamente) em vez da eficácia (fazer as coisas certas). ii. Planejamento Estratégico e Planejamento Operacional
  64. 64. Operacional Estratégico Enfoque Problemas operacionais. Sobrevivência e desenvolvimento a longo prazo. Objetivo Lucros atuais. Lucros futuros. Restrições Ambiente de recursos atuais. Ambiente de recursos futuros. Recompensas Eficiência, estabilidade. Desenvolvimento do potencial futuro. Informação Ramo de atividade atual. Oportunidades futuras. Organização Burocrático/estável. Empresarial/flexível. Liderança Conservadora. Inspira mudança radical. Solução de Problemas Reage, confia na experiência passada. Prevê, descobre novas orientações. Baixo Risco Alto Risco ii. Planejamento Estratégico e Planejamento Operacional Fonte: Próprio Autor (2014)
  65. 65. iii. O Balanced Scared aplicado aos fundos de pensão

×