Oriente medio

1.369 visualizações

Publicada em

oriente medio

Publicada em: Educação
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.369
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
461
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
27
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Oriente medio

  1. 1. OORRIIEENNTTEE MMÉÉDDIIOO
  2. 2. Aspectos Humanos • Visão Geral.  População superior a 280 milhões  Principais grupos étnicos - Árabes – Península Árabica (Religião Islâmica) - Turcos – Península Menor - Persas – Território do Irã - Judeus – Território de Israel - Curdos – Povos sem pária  Crescimento Vegetativo relativamente elevado  Taxa de Mortalidade Infantil relativamente elevada  Esperança de Vida baixa  População relativamente Jovem  IDH – Médio ( Exceto Israel – Elevado)
  3. 3. Aspectos Econômicos • Atividade Industrial Pouco expressiva na maior parte dos países Destaque nesse setor: - Israel ( 37% do PIB ) - Turquia ( 25% do PIB ) Petróleo - Fator que coloca essa região como sendo estratégica. - Região onde se encontra os principais membros da OPEP - Causa da eclosão de diversos conflitos na região
  4. 4. ORIENTE MÉDIO “UMA REGIÃO EM CONFLITOS” 1º Conflito: ÉTNICO • Após um conflito com os Romanos no século I dC, ocorre a diáspora dos Judeus e os Árabes ocupam a Terra; • Árabes e Judeus consideram-se herdeiros de Abrão, portanto, detentores da promessa de Deus quanto a posse da “Terra Prometida”. • Com o advento do cristianismo, europeus também se inserem na disputa pelas terras (cruzadas).
  5. 5. ORIENTE MÉDIO “UMA REGIÃO EM CONFLITOS” 2º Conflito: RELIGIOSO • Os Judeus instituem a religião Judaica, centrada no “Tanac” (Antigo Testamento Cristão) na “Terra Prometida”; • Jesus Cristo funda a sua Igreja e surge o cristianismo na “Terra Prometida” com base no “Tanac” e, posteriormente, surge o Novo Testamento (Bíblia); • No século VII dC, Mohamade (Maomé) unifica as tribos árabes em torno de um só chefe político e de um só deus (Alá), com a obrigação de venerar os locais sagrados do patriarca Abrão na “Terra prometida”; • Surge o Islamismo e o seu império, com base no “Tanac” e no “Corão”.
  6. 6. ORIENTE MÉDIO “UMA REGIÃO EM CONFLITOS” 3º Conflito: ECONÔMICO • Desde a antiguidade, a “Terra Prometida” foi cobiçada e conquistada por vários povos e civilizações, devido, principalmente, a sua condição de entreposto (África, Ásia e Europa); • Na Contemporaneidade, o Império Britânico domina e redefini a geografia do Oriente Médio: Terra do Petróleo (1860) e do canal de Suez*.
  7. 7. Questão Árabe-israelense • Visão Geral.  Relação direta com a criação de Israel ( 1948 )  Divisão da Palestina ( árabe e judeu )
  8. 8. FAIXA DE GAZA • Território situado no Oriente Médio, limitado a norte e a leste por Israel, e a sul pelo Egito, foi ocupado por Israel após a “Guerra dos 6 dias”. • É neste território que se formam o Hamas e a Jihad islâmica. • Não é reconhecida internacionalmente como pertencente a um país soberano, já que seu espaço aéreo e seu acesso marítimo são controlados pelo estado de Israel (que ocupou militarmente o território entre Junho de 1967 e Agosto de 2005). • Sua jurisdição, entretanto, faz parte da Autoridade Nacional Palestina, e espera se tornar um estado da Palestina. • Uma das regiões mais densamente povoadas do planeta (1,4 mi), possui hoje mais de 60% de sua população em caráter refugiado. A maioria é muçulmana-sunita.
  9. 9. CISJORDÂNIA • População composta por maioria árabes palestina (muçulmano-sunitas) e colonos judeus de Jerusalém Oriental. • Também chamada de Margem Ocidental, é território disputado pela Palestina e pela Jordânia sob ocupação de Israel. • Com a Guerra dos Seis Dias, que resultou na ocupação militar de Israel da Cisjordânia, ocorreu um êxodo de árabes para a Jordânia. • Possui resistência lingüística, com o árabe sendo mais falado que o hebraico. • Reúne em seu território locais que são sagrados para o judaísmo, o islã e o cristianismo.
  10. 10. Prof: Carlos Dias
  11. 11. O SIONISMO • Sião/Sion/Zion é o nome de um monte nos arredores de Jerusalém que deu orígem ao chamado Sionismo. • Sionismo é um movimento político que defende o direito à autodeterminação do povo judeu e à existência de um Estado Judaico, por isso sendo também chamado de nacionalismo judaico . • Originário da segunda metade do século XIX, tem como pilar judeus estabelecidos na Europa central e do leste, que lutaram contra o anti-semitismo presente em tais regiões. • Tem como base o livro “Der Judenstaat”, de 1896, escrito por Theodor Herzl, lider do movimento, que pregava que o anti-semitismo só se resolveria quando os judeus dispersos pelo mundo pudessem se reunir e se estabalecer num Estado nacional independente.
  12. 12. AS RAZÕES ISRAELENSES • A Terra foi prometida por Deus aos judeus, de forma que, na Bíblia, inúmeras passagens citam Israel e Jerusalém como sagrados ao povo judeu. • Desde o exílio judaico pelos romanos, Israel nunca foi um estado, mas colônia de diversos impérios, nunca retomando sua soberania. Alegam os judeus terem restabelecido isso. • O estado de Israel foi criado pela ONU em 1947 como democrático, moderno e soberano. • Todo território foi comprado ou conquistado pelos judeus em guerras de defesa, após o país ter sido atacado por árabes, estes que controlam 99.9% do território no Oriente Médio. Israel representa apenas um décimo de 1 % da região. • A história demonstrou que a segurança do povo judeu apenas pode ser garantida através da existência de um estado judeu forte e soberano.
  13. 13. AS RAZÕES PALESTINAS • Os árabes muçulmanos viveram no local por muitos anos. • O povo palestino tem o direito à independência nacional e à soberania sobre a terra onde viveram. • Jerusalém é a terceira cidade sagrada na religião muçulmana, local de elevação do profeta Maomé aos Céus. • O Oriente Médio é dominado por árabes. Outras religiões ou nacionalidades não pertencem à região. • Todos os territórios árabes que foram colonizados tornaram-se estados completamente independentes, exceto a Palestina. • Os palestinos tornaram-se refugiados. Outros países árabes nunca os aceitaram completamente e eles vivem freqüentemente em campos para refugiados tomados pela pobreza.
  14. 14. REAÇÃO PALESTINA - A OLP • 1959 – o líder palestino Yasser Arafat cria o organização terrorista Al-Fatah, que passou a lutar pela recuperação dos territórios palestinos • Em 1964, a Al-Fatah transformou-se na OLP (Organização para a Libertação da Palestina) • Instalada na Jordânia, a OLP passou a atacar Israel e também a receber ataques israelenses (apoiados pelos EUA) • Em 1970, a OLP foi expulsa da Jordânia e migrou para Beirute, atacando Israel a partir do sul do Líbano
  15. 15. AUTORIDADE NACIONAL PALESTINA (ANP) • Depois de 27 anos de exílio, Arafat voltou à Palestina para formar um governo autônomo (Autoridade Palestina), da qual seria eleito presidente em 1996 • A Autoridade Palestina não foi reconhecida pela ONU (o seu reconhecimento seria o primeiro passo para a criação de um Estado palestino)
  16. 16. Principais conflitos no Oriente Médio • A questão Árabe-Israelense: Contexto Histórico: • Segundo a Bíblia, os judeus foram perseguidos e obrigados a promover a Diáspora. • No século XIX surge na Europa o movimento Sionista, que pregava o retorno dos judeus a sua terra natal. •Após a 2°Guerra Mundial, a comunidade internacional sensibilizada pelo Holocausto, aprova o plano da ONU de partilha da Palestina e criação de um estado Judeu no Oriente Médio. •Desde então a Palestina se tornou foco de inúmeros conflitos que veremos agora:
  17. 17. Principais conflitos no Oriente 11..GGuueerrrraa ddee IInnddeeppeennddêêMnnccéiidaa iddoee IIssrraaeell –– ((11994488--11994499)) Países envolvidos: Israel X Egito ,Iraque, Transjordânia Líbano e Síria Causas: • Recusa dos países Árabes em aceitar a partilha Promovida pela ONU Consequências : • Israel aumenta em 50 % seu território original. • Milhares de Palestinos tornan-se refugiados não sendo reconhecidos como cidadãos nos países vizinhos. • Ínicio do movimento denominado Pan-arabismo.
  18. 18. Principais conflitos no Oriente 22.. GGuueerrrraa ddee SSuueezz –– M((11é99d55i66o)) Países envolvidos: Israel, França e Inglaterra X Egito Causas: • Nacionalização do canal de Suez por Gamal Abdel Nasser. •Tentativa das potências européias de reafirmarem sua influência no norte da África. Consequências : •Fracasso diplomatico europeu e afirmação da influência Norte- Americana e Soviética no Oriente Médio . • Ínicio do processo de descolonização Afro-Ásiatico.
  19. 19. Principais conflitos no Oriente 33.. GGuueerrrraa ddooss SSeeiiss DDMiiaaéssd ––io ((11996677)) Países envolvidos: Israel X Egito, Jordânia e Síria Causas: • Represália egípicia a Israel com o fechamento do estreito de Tiran. Consequências : • Israel passa a ocupar a Península do Sinai, as Colinas de Golã e a Faixa de Gaza, triplicando seu território. • Decandência do movimento pan-arabista. •Consolidação de Israel como potência regional.
  20. 20. Principais conflitos no Oriente 44.. GGuueerrrraa ddoo YYoomm KKiippMppéuudrri o–– ((11997733)) Países envolvidos: Israel X Egito e Síria Causas: • Tentativa do Egito e da Síria de reconquistar os territórios perdidos em 1967. Consequências : • Manutenção dos territórios ocupados por Israel em 1967. • Assinatura dos acordos de Camp David. (Devolução da Península do Sinai ao Egito)
  21. 21. Principais conflitos no Oriente 55.. AA qquueessttããoo PPaalleessttiiMnnaaédio Cronologia: 1959 Surge a Al Fatah 1964 Surgimento da OLP 1970 “Setembro Negro” – Expulsão dos guerrilheiros palestinos para o sul do Líbano 1972 Ocorrência do incidente de Munique (o terrorismo ganha atenção internacional) 1988 Ocorrência da 1° Intifada. (revolta civil contra a ocupação Israelense). 1993 Acordos de Oslo 1997 Ocorrência da 2° Intifada. (revolta civil contra a ocupação Israelense) 2000 Camp David 2002 Muro de proteção 2004 Morte de Yasser Arafat 2005 Eleição do Hamas
  22. 22. Principais conflitos no Oriente Guerra Irã x Iraque M(1é9d8i0o- 1989) Países envolvidos: Irã e Iraque Causas: • Revolução Islâmica no Irâ (1979). • Disputa pela posse do Chat-El-Arab. • Temor do regime sunita iraquiano de um levante xiita. Consequências : • Destruição quase completa dos Arsenais e da infraestrutura petrolífera da região. • Manutenção dos interesses geopolíticos das superpotências na região. E agora? Vou te pegar maluco!
  23. 23. Principais conflitos no Oriente Guerra do Golfo (19M9é1d) io Países envolvidos: Iraque, Kuwait e EUA. Causas: • Reinvindicação por parte do Iraque de territórios do Kuwait. • Tentativa de Saddam Hussein de recuperar parte dos gastos com a guerra contra o Irã. Consequências : •Intervenção militar Norte-Americana no Golfo Pérsico. • Consolidação da Hegemonia Americana na Região. •Embargo Econômico ao Iraque. No meu petróleo, ninguém põe a mão!
  24. 24. Sunitas X Xiitas Sunitas e Xiitas observam a crença e a organização política muçulmana de formas distintas.
  25. 25. Xiitas X Sunitas • os sunitas hoje representam mais de noventa por cento da população muçulmana. • os xiitas acreditam que sua vida ascética e a adoção de princípios mais rígidos garantiriam o retorno de Mahdi, o último descendente direto, que seria responsável pelo retorno de um governo mais justo e próspero. • Já os sunitas acreditam que os livros sagrados (Alcorão e Suna) e a discussão entre os irmãos sejam suficientes para a promoção de um bom governo. Prof: Carlos Dias
  26. 26. Prof: Carlos Dias

×