SlideShare uma empresa Scribd logo
URBANIZAÇÃO 
Prof. Paulo
O que consideramos cidade? 
Na maioria dos países, sejam subdesenvolvidos 
ou não, a classificação de uma aglomeração humana 
como cidade leva em consideração algumas variáveis 
básicas: 
Densidade demográfica; 
Número de Habitantes; 
Localização e presença de Equipamentos Urbanos; 
Serviços de comunicação,educação e saúde.
INDUSTRIALIZAÇÃO 
NO CAMPO: IMPUSIONA 
A MODERNIZAÇÃO 
AGRÍCOLA, CONCENTRANDO 
TERRAS E DIMNUINDO 
A OFERTA DE POSTOS 
DE TRABALHOS 
NA CIDADE: AUMENTA A 
OFERTA DE EMPREGOS 
E CAUSA A MELHORIA DA 
INFRA ESTRUTURA 
MIGRAÇÃO CAMPO-CIDADE 
ÊXODO RURAL 
REPULSÃO ATRAÇÃO 
URBANIZAÇÃO: AUMENTO DA POPULAÇÃO 
DA CIDADE EM RELAÇÃO AO CAMPO.
Classificação das cidades 
1- Quanto à origem 
•Espontânea 
•Planejada 
2- Quanto ao sítio urbano 
•Planície 
•Planalto 
•Acrópole 
•Montanha
Classificação das cidades 
3- Quanto à função urbana 
•Turística 
•Comercial 
•Político-administrativa 
•Industrial 
•Religiosa 
•Tecnológica 
•Militar
RELAÇÃO ENTRE AS CIDADES 
DE UMA REDE URBANA 
REVOLUÇÃO 
TECNICO-CIENTÍFICA 
MEIO 
TÉCNICO-CIENTÍFICO-INFORMACIONAL 
Metrópole Nacional 
Metrópole Regional 
Centro Submetropolitano 
Centro Regional 
Cidade Local 
Vila 
Metrópole Nacional 
Metrópole Regional 
Centro Submetropolitano 
Centro Regional 
Cidade Local 
Vila
METRÓPOLE NACIONAL 
METRÓPOLE REGIONAL 
São Paulo 
Rio de JaneiBroelo Horizonte 
CENTRO REGIONAL 
CIDADE LOCAL 
VILA 
CENTRO SUBMETROPOLITANO 
Curitiba 
Porto Alegre 
Salvador 
Fortaleza 
Recife 
Belém 
Natal 
Vitória 
Aracaju 
Goiânia 
Manaus 
Mossoró 
Petrolina 
Blumenau 
Sobral
CIDADES GLOBAIS 
Algumas características básicas de cidades globais são: 
Influência e ativa participação em eventos internacionais. 
Por exemplo, a cidade de Nova Iorque sedia a ONU, e 
Bruxelas sedia a sede da OTAN. 
•Uma grande população, onde a cidade global é centro de 
uma área metropolitana de pelo menos um milhão de 
habitantes, muitas vezes, tendo vários milhões de 
habitantes. 
•Um aeroporto internacional de grande porte, que serve 
como base para várias linhas aéreas internacionais.
•Um sistema avançado e eficiente de transportes. Isto 
inclui vias expressas, auto-estradas e sistemas de 
transporte público. 
•Sedes de grandes companhias, como conglomerados e 
multinacionais. 
•Uma bolsa de valores, que possua influência na economia 
mundial. 
•Presença de redes multinacionais e instituições 
financeiras de grande porte. 
•Infra-estrutura avançada de comunicações. 
Presença de grandes instituições de artes como museus. 
Multiculturalismo
Cidades globais alfa 
12 pontos: Londres, Nova Iorque, Paris, Tóquio 
10 pontos: Chicago, Frankfurt, Hong Kong, Los Angeles, Milão, 
Cingapura 
Cidades globais beta 
9 pontos: São Francisco, Sydney, Toronto, Zurique 
8 pontos: Bruxelas, Madrid, Cidade do México, São Paulo 
7 pontos: Moscou, Seul 
Cidades globais gama 
6 pontos: Amsterdam; Boston; Caracas; Dallas; Dusseldorf; Genebra; 
Houston; Jacarta; Johannesburg; Melbourne; Osaka; Praga; Santiago; 
Taipé ; Washington, DC 
5 pontos: Bangkok, Estocolmo, Montreal, Pequim, Roma, Varsóvia 
4 pontos: Atlanta, Barcelona, Berlim, Buenos Aires, Budapeste, 
Copenhague, Hamburg, Istanbul, Kuala Lumpur, Manila, Miami, 
Minneapolis, Munique, Shanghai
2 - Metrópoles nnaacciioonnaaiiss 
• Correspondem às cidades que exercem grande 
influência sobre todo o território nacional, 
determinando importantes aspectos da vida 
cultural, científica, social e econômica do país. 
Ao lado Belo Horizonte, 
Metrópole nacional 
Brasileira.
3 – Metrópoles rreeggiioonnaaiiss 
São cidades com mais de 1 milhão da habitantes que 
abrigam atividades econômicas diversificadas, e 
exercem influência sobre a região em que estão 
localizadas.
METRÓPOLES NO BRASIL - IBGE 
•SÃO PAULO 
•RIO DE JANEIRO 
•BELO HORIZONTE 
•CURITIBA 
•PORTO ALEGRE 
•SALVADOR 
•RECIFE 
•FORTALEZA 
•BELÉM 
•MANAUS 
•BRASÍLIA 
•GOIÂNIA
44 –– CCaappiittaaiiss RReeggiioonnaaiiss 
 Juiz de Fora, Minas Gerais. 
 Correspondem às cidades de grande e médio porte que exercem influência sobre um 
vasto número de municípios à sua volta. Apesar de não serem consideradas 
metrópoles, possuem um número razoável de indústrias, de prestadores de serviços 
(hospitais, médicos, universidades, etc).
55 –– CCeennttrrooss LLooccaaiiss 
São cidades de porte médio que estão sob a 
influência de capitais regionais, mas que 
exercem influência sobre várias cidades 
menores em seu entorno. Ex: Barbacena, MG
Conurbação: Corresponde ao encontro ou junção entre 
duas ou mais cidades em virtude de seu crescimento 
horizontal. Em geral esse processo dá origem a formação 
de regiões metropolitanas. 
Megalópole: Corresponde a conurbação entre duas ou mais 
metrópoles ou regiões metropolitanas. As principais 
megalópoles do mundo encontram-se em países 
desenvolvidos como é o caso da Boswash, localizada no 
nordeste dos EUA, e que tem como principal cidade Nova 
Iorque; San San, localizada na costa oeste dos EUA, tendo 
como principal cidade Los Angeles; Chippits, localizada nos 
grandes lagos nos EUA; Tokaido, localizada no Japão; e a 
megalópole européia que inclui áreas de vários países. No 
Brasil temos a formação de uma megalópole Rio-São 
Paulo, localizada no sudeste brasileiro, no vale do Paraíba, 
incluíndo municípios da região metropolitana das duas 
grandes cidades, o elo de ligação dessa megalópole é a Via 
Dutra, estrada que interliga as duas cidades principais.
RReeggiiããoo mmeettrrooppoolliittaannaa:: Corresponde ao conjunto de 
municípios conurbados a uma metrópole e que desfrutam de 
infra-estrutura e serviços em comum. 
MMeeggaacciiddaaddee:: Corresponde ao centro urbano com mais de 
dez milhões de habitantes. Hoje em torno de 21 cidades do 
mundo podem ser consideradas megacidades, dessas 17 estão 
em países subdesenvolvidos. No Brasil São Paulo e Rio de 
Janeiro estão nessa categoria. 
CCiiddaaddee gglloobbaall:: são as cidades que polarizam o país todo e 
servem de elo de ligação entre o país e o resto do mundo, 
possuem o melhor equipamento urbano do país, além de 
concentrarem as sedes das instituições que controlam as 
redes mundiais, como bolsas de valores, corporações 
bancárias e industriais, companhias de comércio exterior, 
empresas de serviços financeiros, agências públicas 
internacionais. As cidades mundiais estão mais associadas ao 
mercado mundial do que a economia nacional.
 TTééccnnooppoolloo:: Corresponde a uma cidade tecnológica, ou seja, locais onde se 
desenvolvem pesquisas de ponta. Como exemplo temos o Vale do Silício 
na costa oeste dos EUA; Tsukuba, cidade japonesa, dentre outras. No 
Brasil, temos alguns técnopolos localizados em especial no estado de São 
Paulo, como Campinas (UNICAMP), São Carlos (UFSCAR), e a própria 
capital (USP, etc.). 
 EEssppeeccuullaaççããoo iimmoobbiilliiáárriiaa:: Os especuladores imobiliários são aqueles 
proprietários de terrenos baldios no espaço urbano que deixam estes 
espaços desocupados a espera de valorização. Uma das conseqüências da 
especulação é a falta de moradias em locais mais bem localizados, 
fazendo com que as populações de mais baixa renda tenham que viver em 
áreas distantes do centro (crescimento horizontal), ou em favelas. 
 CCoonnddoommíínniiooss ddee lluuxxoo ee ffaavveellaass:: os dois estão aqui juntos, pois são fruto da 
segregação social e econômica que se vive nas cidades, sendo eles o 
reflexo espacial dessas. Os condomínios são áreas fechadas muito 
protegidas e bem estruturadas, onde em geral mora a elite; as favelas são 
áreas sem infra-estrutura adequada e com graves problemas como o 
tráfico de drogas, onde grande parte da população está desempregada, e a 
maioria dela é pobre. “segregação sócio-espacial-urbana”.
DDeessmmeettrrooppoolliizzaaççããoo:: Processo recente associado à diminuição 
dos fluxos migratórios em direção das metrópoles. Esse 
processo se deve em especial a chamada desconcentração 
produtiva, que faz com que empresas em especial industrias, se 
retirem dos grandes centros onde os custos de produção são 
maiores, e se dirijam para cidades de porte médio e pequeno, 
onde é mais barato produzir, em função de vários fatores como, 
por exemplo, os incentivos fiscais. Hoje no Brasil cidades como 
Rio de Janeiro ou São Paulo não são mais aquelas que recebem 
os maiores fluxos de migrantes, mas sim regiões como interior 
paulista, o sul do país ou até mesmo o nordeste brasileiro. 
VVeerrttiiccaalliizzaaççããoo:: Processo de crescimento urbano que se 
manifesta através da proliferação de edifícios. A verticalização 
demonstra valorização do solo urbano, ou seja, quanto mais 
verticalizado, mais valorizado.
DIFERENÇAS NO PROCESSO DE 
URBANIZAÇÃO 
Existem diferenças fundamentais no processo de urbanização de países desenvolvidos e 
subdesenvolvidos, abaixo estão relacionadas algumas delas: 
DDeesseennvvoollvviiddooss:: 
UUrrbbaanniizzaaççããoo mmaaiiss aannttiiggaa lliiggaaddaa eemm ggeerraall 
aa pprriimmeeiirraa ee SSeegguunnddaa rreevvoolluuççõõeess 
iinndduussttrriiaaiiss;; 
UUrrbbaanniizzaaççããoo mmaaiiss lleennttaa ee nnuumm ppeerrííooddoo ddee 
tteemmppoo mmaaiiss lloonnggoo,, oo qquuee ppoossssiibbiilliittoouu aaoo 
eessppaaççoo uurrbbaannoo ssee eessttrruuttuurraarr mmeellhhoorr;; 
FFoorrmmaaççããoo ddee uummaa rreeddee uurrbbaannaa mmaaiiss 
ddeennssaa ee iinntteerrlliiggaaddaa.. 
SSuubbddeesseennvvoollvviiddooss:: 
UUrrbbaanniizzaaççããoo mmaaiiss rreecceennttee,, eemm eessppeecciiaall aappóóss aa 
22ª GGuueerrrraa mmuunnddiiaall;; 
UUrrbbaanniizzaaççããoo aacceelleerraaddaa ee ddiirreecciioonnaaddaa eemm 
mmuuiittooss mmoommeennttooss ppaarraa uumm nnúúmmeerroo rreedduuzziiddoo ddee 
cciiddaaddeess,, oo qquuee ggeerroouu eemm aallgguunnss ppaaíísseess aa 
cchhaammaaddaa ““mmaaccrroocceeffaalliiaa uurrbbaannaa"";; 
EExxiissttêênncciiaa ddee uummaa rreeddee uurrbbaannaa bbaassttaannttee 
rraarreeffeeiittaa ee iinnccoommpplleettaa nnaa mmaaiioorriiaa ddooss ppaaíísseess..
Dúvidas? 
Perguntas? 
Sugestões? 
Reclamações? 
Opiniões para as 
próximas aulas?

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Regionalização do espaço mundial
Regionalização do espaço mundialRegionalização do espaço mundial
Regionalização do espaço mundial
LUIS ABREU
 
Evolução, classificação e modelos de industrialização
Evolução, classificação e modelos de industrializaçãoEvolução, classificação e modelos de industrialização
Evolução, classificação e modelos de industrialização
João José Ferreira Tojal
 
A indústria no brasil
A indústria no brasilA indústria no brasil
A indústria no brasil
Professor
 
Espaço agrário
Espaço agrárioEspaço agrário
Espaço agrário
Almir
 
As cidades e a urbanização
As cidades e a urbanizaçãoAs cidades e a urbanização
As cidades e a urbanização
Marco Santos
 
Desigualdade segregação espacial 1
Desigualdade segregação espacial 1Desigualdade segregação espacial 1
Desigualdade segregação espacial 1
orlandoguedess
 
Geografia Do Brasil RegiõEs
Geografia Do Brasil   RegiõEsGeografia Do Brasil   RegiõEs
Geografia Do Brasil RegiõEs
Mateus Silva
 

Mais procurados (20)

Urbanização Mundial e Brasileira
Urbanização Mundial e BrasileiraUrbanização Mundial e Brasileira
Urbanização Mundial e Brasileira
 
Regionalização do espaço mundial
Regionalização do espaço mundialRegionalização do espaço mundial
Regionalização do espaço mundial
 
Globalização
GlobalizaçãoGlobalização
Globalização
 
Evolução, classificação e modelos de industrialização
Evolução, classificação e modelos de industrializaçãoEvolução, classificação e modelos de industrialização
Evolução, classificação e modelos de industrialização
 
Populaçao mundial
Populaçao mundialPopulaçao mundial
Populaçao mundial
 
A indústria no brasil
A indústria no brasilA indústria no brasil
A indústria no brasil
 
O PROCESSO DE URBANIZAÇÃO NO BRASIL
O PROCESSO DE URBANIZAÇÃO NO BRASILO PROCESSO DE URBANIZAÇÃO NO BRASIL
O PROCESSO DE URBANIZAÇÃO NO BRASIL
 
Demografia
DemografiaDemografia
Demografia
 
Geografia da População
Geografia da PopulaçãoGeografia da População
Geografia da População
 
PROCESSO DE URBANIZAÇÃO
PROCESSO DE URBANIZAÇÃOPROCESSO DE URBANIZAÇÃO
PROCESSO DE URBANIZAÇÃO
 
Globalização e meio ambiente
Globalização e meio ambienteGlobalização e meio ambiente
Globalização e meio ambiente
 
Regionalização do espaço brasileiro fundamental
Regionalização do espaço brasileiro    fundamentalRegionalização do espaço brasileiro    fundamental
Regionalização do espaço brasileiro fundamental
 
UrbanizaçãO e Crescimento Urbano
UrbanizaçãO e Crescimento UrbanoUrbanizaçãO e Crescimento Urbano
UrbanizaçãO e Crescimento Urbano
 
Campo e cidade
Campo e cidadeCampo e cidade
Campo e cidade
 
Estrutura fundiaria no Brasil
Estrutura fundiaria no BrasilEstrutura fundiaria no Brasil
Estrutura fundiaria no Brasil
 
Espaço agrário
Espaço agrárioEspaço agrário
Espaço agrário
 
Industrialização mundial
Industrialização mundialIndustrialização mundial
Industrialização mundial
 
As cidades e a urbanização
As cidades e a urbanizaçãoAs cidades e a urbanização
As cidades e a urbanização
 
Desigualdade segregação espacial 1
Desigualdade segregação espacial 1Desigualdade segregação espacial 1
Desigualdade segregação espacial 1
 
Geografia Do Brasil RegiõEs
Geografia Do Brasil   RegiõEsGeografia Do Brasil   RegiõEs
Geografia Do Brasil RegiõEs
 

Destaque (20)

Cidades
CidadesCidades
Cidades
 
A Rede Urbana Nacional
A Rede Urbana NacionalA Rede Urbana Nacional
A Rede Urbana Nacional
 
Rede urbana nacional
Rede urbana nacionalRede urbana nacional
Rede urbana nacional
 
Matrizes culturais – 2ª parte
Matrizes culturais – 2ª parteMatrizes culturais – 2ª parte
Matrizes culturais – 2ª parte
 
Guia ilustrado video criar
Guia ilustrado video criarGuia ilustrado video criar
Guia ilustrado video criar
 
Clima
ClimaClima
Clima
 
A estrutura da terra
A estrutura da terraA estrutura da terra
A estrutura da terra
 
Qualidade de vida em numeros
Qualidade de vida em numerosQualidade de vida em numeros
Qualidade de vida em numeros
 
Hidrografia do brasil
Hidrografia do brasilHidrografia do brasil
Hidrografia do brasil
 
Relevo
RelevoRelevo
Relevo
 
Projeçoes cartograficas
Projeçoes cartograficasProjeçoes cartograficas
Projeçoes cartograficas
 
Fuso
FusoFuso
Fuso
 
Coordenadas geográficas
Coordenadas geográficasCoordenadas geográficas
Coordenadas geográficas
 
Escalas
EscalasEscalas
Escalas
 
Cartografia e poder
Cartografia e poderCartografia e poder
Cartografia e poder
 
Geologia geomorfologia e mineraçao no brasil
Geologia geomorfologia e mineraçao no brasilGeologia geomorfologia e mineraçao no brasil
Geologia geomorfologia e mineraçao no brasil
 
As grandes paisagens vegetais do brasil
As grandes paisagens vegetais  do brasilAs grandes paisagens vegetais  do brasil
As grandes paisagens vegetais do brasil
 
Formação do povo brasileiro - 7ª série
Formação do povo brasileiro - 7ª sérieFormação do povo brasileiro - 7ª série
Formação do povo brasileiro - 7ª série
 
Populaçao brasileira
Populaçao brasileiraPopulaçao brasileira
Populaçao brasileira
 
Migraçoes
MigraçoesMigraçoes
Migraçoes
 

Semelhante a Cidades

Geografia – brasil meio rural e meio urbano 01 – 2014
Geografia – brasil meio rural e meio urbano 01 – 2014Geografia – brasil meio rural e meio urbano 01 – 2014
Geografia – brasil meio rural e meio urbano 01 – 2014
Jakson Raphael Pereira Barbosa
 
Urbanização 2011
Urbanização 2011Urbanização 2011
Urbanização 2011
alfredo1ssa
 
áReas de fixação humanaesrp
áReas de fixação humanaesrpáReas de fixação humanaesrp
áReas de fixação humanaesrp
Geografias Geo
 
Urbanizaçãobrasileira i
Urbanizaçãobrasileira iUrbanizaçãobrasileira i
Urbanizaçãobrasileira i
Marcia Labres
 
Hierarquia urbana brasileira
Hierarquia urbana brasileiraHierarquia urbana brasileira
Hierarquia urbana brasileira
pedrimnmartins
 

Semelhante a Cidades (20)

Rede urbana
Rede urbanaRede urbana
Rede urbana
 
Geografia – brasil meio rural e meio urbano 01 – 2014
Geografia – brasil meio rural e meio urbano 01 – 2014Geografia – brasil meio rural e meio urbano 01 – 2014
Geografia – brasil meio rural e meio urbano 01 – 2014
 
Pav 3
Pav 3Pav 3
Pav 3
 
Urbanizacao
UrbanizacaoUrbanizacao
Urbanizacao
 
Urbanização
UrbanizaçãoUrbanização
Urbanização
 
Geografia urbanização (em)
Geografia urbanização (em)Geografia urbanização (em)
Geografia urbanização (em)
 
Urbanização 2011
Urbanização 2011Urbanização 2011
Urbanização 2011
 
Espaço urbano
Espaço urbanoEspaço urbano
Espaço urbano
 
Entre o nó e a rede, dialéticas espaciais contemporâneas
Entre o nó e a rede, dialéticasespaciais contemporâneasEntre o nó e a rede, dialéticasespaciais contemporâneas
Entre o nó e a rede, dialéticas espaciais contemporâneas
 
Geografia Urbanização
Geografia UrbanizaçãoGeografia Urbanização
Geografia Urbanização
 
áReas de fixação humanaesrp
áReas de fixação humanaesrpáReas de fixação humanaesrp
áReas de fixação humanaesrp
 
Hierarquia urbana e rede urbana
Hierarquia urbana e rede urbanaHierarquia urbana e rede urbana
Hierarquia urbana e rede urbana
 
Urbanizaçãobrasileira i
Urbanizaçãobrasileira iUrbanizaçãobrasileira i
Urbanizaçãobrasileira i
 
Hierarquia urbana brasileira
Hierarquia urbana brasileiraHierarquia urbana brasileira
Hierarquia urbana brasileira
 
96 urbanizacao
96 urbanizacao96 urbanizacao
96 urbanizacao
 
Urbanizao 1
Urbanizao 1Urbanizao 1
Urbanizao 1
 
GEOGRAFIA 8 ANO. MANUAL MAPA MUNDOcidades_ principais áreas de fixação humana...
GEOGRAFIA 8 ANO. MANUAL MAPA MUNDOcidades_ principais áreas de fixação humana...GEOGRAFIA 8 ANO. MANUAL MAPA MUNDOcidades_ principais áreas de fixação humana...
GEOGRAFIA 8 ANO. MANUAL MAPA MUNDOcidades_ principais áreas de fixação humana...
 
Urbanização
UrbanizaçãoUrbanização
Urbanização
 
As Grandes Tendências Globais de Cidades
As Grandes Tendências Globais de CidadesAs Grandes Tendências Globais de Cidades
As Grandes Tendências Globais de Cidades
 
Urbana
UrbanaUrbana
Urbana
 

Mais de Prof.Paulo/geografia (17)

MINERAÇÃO NO BRASIL
MINERAÇÃO NO BRASILMINERAÇÃO NO BRASIL
MINERAÇÃO NO BRASIL
 
ESTRUTURA GEOLÓGICA DO BRASIL
ESTRUTURA GEOLÓGICA DO BRASILESTRUTURA GEOLÓGICA DO BRASIL
ESTRUTURA GEOLÓGICA DO BRASIL
 
Estudo Orientado
Estudo OrientadoEstudo Orientado
Estudo Orientado
 
Mundo do Trabalho
Mundo do TrabalhoMundo do Trabalho
Mundo do Trabalho
 
Ética e Cidadania
Ética e CidadaniaÉtica e Cidadania
Ética e Cidadania
 
Aquecimento global
Aquecimento globalAquecimento global
Aquecimento global
 
El nino
El ninoEl nino
El nino
 
Racismo xenofobia
Racismo xenofobiaRacismo xenofobia
Racismo xenofobia
 
Industrializao
IndustrializaoIndustrializao
Industrializao
 
oriente medio
oriente mediooriente medio
oriente medio
 
Oriente medio
Oriente medioOriente medio
Oriente medio
 
Energia
EnergiaEnergia
Energia
 
Tigres asiáticos
Tigres asiáticosTigres asiáticos
Tigres asiáticos
 
Japão
JapãoJapão
Japão
 
Aula jornal blog
Aula jornal blogAula jornal blog
Aula jornal blog
 
Aspectos naturais europa
Aspectos naturais europaAspectos naturais europa
Aspectos naturais europa
 
Clima e formaçoes vegetais
Clima e formaçoes vegetaisClima e formaçoes vegetais
Clima e formaçoes vegetais
 

Último

INTRODUÇÃO A ARQUEOLOGIA BÍBLICA [BIBLIOLOGIA]]
INTRODUÇÃO A ARQUEOLOGIA BÍBLICA [BIBLIOLOGIA]]INTRODUÇÃO A ARQUEOLOGIA BÍBLICA [BIBLIOLOGIA]]
INTRODUÇÃO A ARQUEOLOGIA BÍBLICA [BIBLIOLOGIA]]
ESCRIBA DE CRISTO
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
carlaOliveira438
 
O QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
O QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkkO QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
O QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
LisaneWerlang
 

Último (20)

Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_AssisMemórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
 
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptxAULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
 
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anosFotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
 
INTRODUÇÃO A ARQUEOLOGIA BÍBLICA [BIBLIOLOGIA]]
INTRODUÇÃO A ARQUEOLOGIA BÍBLICA [BIBLIOLOGIA]]INTRODUÇÃO A ARQUEOLOGIA BÍBLICA [BIBLIOLOGIA]]
INTRODUÇÃO A ARQUEOLOGIA BÍBLICA [BIBLIOLOGIA]]
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
Apresentação Formação em Prevenção ao Assédio
Apresentação Formação em Prevenção ao AssédioApresentação Formação em Prevenção ao Assédio
Apresentação Formação em Prevenção ao Assédio
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
 
Desastres ambientais e vulnerabilidadess
Desastres ambientais e vulnerabilidadessDesastres ambientais e vulnerabilidadess
Desastres ambientais e vulnerabilidadess
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
O QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
O QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkkO QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
O QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
 
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
 
manual-de-direito-civil-flacc81vio-tartuce-2015-11.pdf
manual-de-direito-civil-flacc81vio-tartuce-2015-11.pdfmanual-de-direito-civil-flacc81vio-tartuce-2015-11.pdf
manual-de-direito-civil-flacc81vio-tartuce-2015-11.pdf
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 

Cidades

  • 2. O que consideramos cidade? Na maioria dos países, sejam subdesenvolvidos ou não, a classificação de uma aglomeração humana como cidade leva em consideração algumas variáveis básicas: Densidade demográfica; Número de Habitantes; Localização e presença de Equipamentos Urbanos; Serviços de comunicação,educação e saúde.
  • 3. INDUSTRIALIZAÇÃO NO CAMPO: IMPUSIONA A MODERNIZAÇÃO AGRÍCOLA, CONCENTRANDO TERRAS E DIMNUINDO A OFERTA DE POSTOS DE TRABALHOS NA CIDADE: AUMENTA A OFERTA DE EMPREGOS E CAUSA A MELHORIA DA INFRA ESTRUTURA MIGRAÇÃO CAMPO-CIDADE ÊXODO RURAL REPULSÃO ATRAÇÃO URBANIZAÇÃO: AUMENTO DA POPULAÇÃO DA CIDADE EM RELAÇÃO AO CAMPO.
  • 4. Classificação das cidades 1- Quanto à origem •Espontânea •Planejada 2- Quanto ao sítio urbano •Planície •Planalto •Acrópole •Montanha
  • 5. Classificação das cidades 3- Quanto à função urbana •Turística •Comercial •Político-administrativa •Industrial •Religiosa •Tecnológica •Militar
  • 6. RELAÇÃO ENTRE AS CIDADES DE UMA REDE URBANA REVOLUÇÃO TECNICO-CIENTÍFICA MEIO TÉCNICO-CIENTÍFICO-INFORMACIONAL Metrópole Nacional Metrópole Regional Centro Submetropolitano Centro Regional Cidade Local Vila Metrópole Nacional Metrópole Regional Centro Submetropolitano Centro Regional Cidade Local Vila
  • 7. METRÓPOLE NACIONAL METRÓPOLE REGIONAL São Paulo Rio de JaneiBroelo Horizonte CENTRO REGIONAL CIDADE LOCAL VILA CENTRO SUBMETROPOLITANO Curitiba Porto Alegre Salvador Fortaleza Recife Belém Natal Vitória Aracaju Goiânia Manaus Mossoró Petrolina Blumenau Sobral
  • 8. CIDADES GLOBAIS Algumas características básicas de cidades globais são: Influência e ativa participação em eventos internacionais. Por exemplo, a cidade de Nova Iorque sedia a ONU, e Bruxelas sedia a sede da OTAN. •Uma grande população, onde a cidade global é centro de uma área metropolitana de pelo menos um milhão de habitantes, muitas vezes, tendo vários milhões de habitantes. •Um aeroporto internacional de grande porte, que serve como base para várias linhas aéreas internacionais.
  • 9. •Um sistema avançado e eficiente de transportes. Isto inclui vias expressas, auto-estradas e sistemas de transporte público. •Sedes de grandes companhias, como conglomerados e multinacionais. •Uma bolsa de valores, que possua influência na economia mundial. •Presença de redes multinacionais e instituições financeiras de grande porte. •Infra-estrutura avançada de comunicações. Presença de grandes instituições de artes como museus. Multiculturalismo
  • 10. Cidades globais alfa 12 pontos: Londres, Nova Iorque, Paris, Tóquio 10 pontos: Chicago, Frankfurt, Hong Kong, Los Angeles, Milão, Cingapura Cidades globais beta 9 pontos: São Francisco, Sydney, Toronto, Zurique 8 pontos: Bruxelas, Madrid, Cidade do México, São Paulo 7 pontos: Moscou, Seul Cidades globais gama 6 pontos: Amsterdam; Boston; Caracas; Dallas; Dusseldorf; Genebra; Houston; Jacarta; Johannesburg; Melbourne; Osaka; Praga; Santiago; Taipé ; Washington, DC 5 pontos: Bangkok, Estocolmo, Montreal, Pequim, Roma, Varsóvia 4 pontos: Atlanta, Barcelona, Berlim, Buenos Aires, Budapeste, Copenhague, Hamburg, Istanbul, Kuala Lumpur, Manila, Miami, Minneapolis, Munique, Shanghai
  • 11. 2 - Metrópoles nnaacciioonnaaiiss • Correspondem às cidades que exercem grande influência sobre todo o território nacional, determinando importantes aspectos da vida cultural, científica, social e econômica do país. Ao lado Belo Horizonte, Metrópole nacional Brasileira.
  • 12. 3 – Metrópoles rreeggiioonnaaiiss São cidades com mais de 1 milhão da habitantes que abrigam atividades econômicas diversificadas, e exercem influência sobre a região em que estão localizadas.
  • 13. METRÓPOLES NO BRASIL - IBGE •SÃO PAULO •RIO DE JANEIRO •BELO HORIZONTE •CURITIBA •PORTO ALEGRE •SALVADOR •RECIFE •FORTALEZA •BELÉM •MANAUS •BRASÍLIA •GOIÂNIA
  • 14. 44 –– CCaappiittaaiiss RReeggiioonnaaiiss  Juiz de Fora, Minas Gerais.  Correspondem às cidades de grande e médio porte que exercem influência sobre um vasto número de municípios à sua volta. Apesar de não serem consideradas metrópoles, possuem um número razoável de indústrias, de prestadores de serviços (hospitais, médicos, universidades, etc).
  • 15. 55 –– CCeennttrrooss LLooccaaiiss São cidades de porte médio que estão sob a influência de capitais regionais, mas que exercem influência sobre várias cidades menores em seu entorno. Ex: Barbacena, MG
  • 16. Conurbação: Corresponde ao encontro ou junção entre duas ou mais cidades em virtude de seu crescimento horizontal. Em geral esse processo dá origem a formação de regiões metropolitanas. Megalópole: Corresponde a conurbação entre duas ou mais metrópoles ou regiões metropolitanas. As principais megalópoles do mundo encontram-se em países desenvolvidos como é o caso da Boswash, localizada no nordeste dos EUA, e que tem como principal cidade Nova Iorque; San San, localizada na costa oeste dos EUA, tendo como principal cidade Los Angeles; Chippits, localizada nos grandes lagos nos EUA; Tokaido, localizada no Japão; e a megalópole européia que inclui áreas de vários países. No Brasil temos a formação de uma megalópole Rio-São Paulo, localizada no sudeste brasileiro, no vale do Paraíba, incluíndo municípios da região metropolitana das duas grandes cidades, o elo de ligação dessa megalópole é a Via Dutra, estrada que interliga as duas cidades principais.
  • 17.
  • 18. RReeggiiããoo mmeettrrooppoolliittaannaa:: Corresponde ao conjunto de municípios conurbados a uma metrópole e que desfrutam de infra-estrutura e serviços em comum. MMeeggaacciiddaaddee:: Corresponde ao centro urbano com mais de dez milhões de habitantes. Hoje em torno de 21 cidades do mundo podem ser consideradas megacidades, dessas 17 estão em países subdesenvolvidos. No Brasil São Paulo e Rio de Janeiro estão nessa categoria. CCiiddaaddee gglloobbaall:: são as cidades que polarizam o país todo e servem de elo de ligação entre o país e o resto do mundo, possuem o melhor equipamento urbano do país, além de concentrarem as sedes das instituições que controlam as redes mundiais, como bolsas de valores, corporações bancárias e industriais, companhias de comércio exterior, empresas de serviços financeiros, agências públicas internacionais. As cidades mundiais estão mais associadas ao mercado mundial do que a economia nacional.
  • 19.  TTééccnnooppoolloo:: Corresponde a uma cidade tecnológica, ou seja, locais onde se desenvolvem pesquisas de ponta. Como exemplo temos o Vale do Silício na costa oeste dos EUA; Tsukuba, cidade japonesa, dentre outras. No Brasil, temos alguns técnopolos localizados em especial no estado de São Paulo, como Campinas (UNICAMP), São Carlos (UFSCAR), e a própria capital (USP, etc.).  EEssppeeccuullaaççããoo iimmoobbiilliiáárriiaa:: Os especuladores imobiliários são aqueles proprietários de terrenos baldios no espaço urbano que deixam estes espaços desocupados a espera de valorização. Uma das conseqüências da especulação é a falta de moradias em locais mais bem localizados, fazendo com que as populações de mais baixa renda tenham que viver em áreas distantes do centro (crescimento horizontal), ou em favelas.  CCoonnddoommíínniiooss ddee lluuxxoo ee ffaavveellaass:: os dois estão aqui juntos, pois são fruto da segregação social e econômica que se vive nas cidades, sendo eles o reflexo espacial dessas. Os condomínios são áreas fechadas muito protegidas e bem estruturadas, onde em geral mora a elite; as favelas são áreas sem infra-estrutura adequada e com graves problemas como o tráfico de drogas, onde grande parte da população está desempregada, e a maioria dela é pobre. “segregação sócio-espacial-urbana”.
  • 20. DDeessmmeettrrooppoolliizzaaççããoo:: Processo recente associado à diminuição dos fluxos migratórios em direção das metrópoles. Esse processo se deve em especial a chamada desconcentração produtiva, que faz com que empresas em especial industrias, se retirem dos grandes centros onde os custos de produção são maiores, e se dirijam para cidades de porte médio e pequeno, onde é mais barato produzir, em função de vários fatores como, por exemplo, os incentivos fiscais. Hoje no Brasil cidades como Rio de Janeiro ou São Paulo não são mais aquelas que recebem os maiores fluxos de migrantes, mas sim regiões como interior paulista, o sul do país ou até mesmo o nordeste brasileiro. VVeerrttiiccaalliizzaaççããoo:: Processo de crescimento urbano que se manifesta através da proliferação de edifícios. A verticalização demonstra valorização do solo urbano, ou seja, quanto mais verticalizado, mais valorizado.
  • 21. DIFERENÇAS NO PROCESSO DE URBANIZAÇÃO Existem diferenças fundamentais no processo de urbanização de países desenvolvidos e subdesenvolvidos, abaixo estão relacionadas algumas delas: DDeesseennvvoollvviiddooss:: UUrrbbaanniizzaaççããoo mmaaiiss aannttiiggaa lliiggaaddaa eemm ggeerraall aa pprriimmeeiirraa ee SSeegguunnddaa rreevvoolluuççõõeess iinndduussttrriiaaiiss;; UUrrbbaanniizzaaççããoo mmaaiiss lleennttaa ee nnuumm ppeerrííooddoo ddee tteemmppoo mmaaiiss lloonnggoo,, oo qquuee ppoossssiibbiilliittoouu aaoo eessppaaççoo uurrbbaannoo ssee eessttrruuttuurraarr mmeellhhoorr;; FFoorrmmaaççããoo ddee uummaa rreeddee uurrbbaannaa mmaaiiss ddeennssaa ee iinntteerrlliiggaaddaa.. SSuubbddeesseennvvoollvviiddooss:: UUrrbbaanniizzaaççããoo mmaaiiss rreecceennttee,, eemm eessppeecciiaall aappóóss aa 22ª GGuueerrrraa mmuunnddiiaall;; UUrrbbaanniizzaaççããoo aacceelleerraaddaa ee ddiirreecciioonnaaddaa eemm mmuuiittooss mmoommeennttooss ppaarraa uumm nnúúmmeerroo rreedduuzziiddoo ddee cciiddaaddeess,, oo qquuee ggeerroouu eemm aallgguunnss ppaaíísseess aa cchhaammaaddaa ““mmaaccrroocceeffaalliiaa uurrbbaannaa"";; EExxiissttêênncciiaa ddee uummaa rreeddee uurrbbaannaa bbaassttaannttee rraarreeffeeiittaa ee iinnccoommpplleettaa nnaa mmaaiioorriiaa ddooss ppaaíísseess..
  • 22. Dúvidas? Perguntas? Sugestões? Reclamações? Opiniões para as próximas aulas?