Trabalho final

3.028 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Tecnologia, Turismo
  • Seja o primeiro a comentar

Trabalho final

  1. 1. Doenças Neurodegenerativas<br />Final<br />
  2. 2. Esclerose Lateral Amiotrófica:<br />Degeneração dos neuróniosmotores dos nervosraquidianosecerebrais<br /><ul><li>Esclerose – endurecimentodaáreadegenerada
  3. 3. Lateral – lesões no corno lateral</li></ul>damedula<br /><ul><li>Amiotrófica – atrofia dos músculos</li></li></ul><li>Dificuldadeem mover, comer falareatéficar de pé<br />Capacidadescognitivasintactas<br />Incurável<br />Fatal – normalmenteprovocafalharespiratória<br />60% dos pacientessobrevive entre 2 a 5 anosapós a detecção<br />Apenas 10% dos casossãogenéticos<br />
  4. 4. Doença de Creutzfeldt-Jakob<br />Perda de memória<br />Tremores<br />Marchadescoordenada<br />Ataquesepilépticos<br />Miocloniasdispersas<br />Demência<br />
  5. 5. Fatal após um períodomédio de 6 meses<br />Causadaporpriões– proteínasinfecciosasque se acumulamnosneurónios, causando a suamorte.<br />Pode ser de origem:<br /><ul><li>Hereditária
  6. 6. Esporádica
  7. 7. Infecciosa</li></ul>Tribo de Papua Nova Guiné<br />Nova variantedadoença<br />
  8. 8. Doença do Machado-Joseph<br />Doençahereditária<br />Ataxia progressiva<br />Marcha<br />Fala<br />Mãos<br />Podeocorrerlimitação do movimento ocular.<br />
  9. 9. Atrofia:<br /><ul><li>Lobos frontais
  10. 10. Lobos temporais
  11. 11. Globopálido
  12. 12. Ponte cerebral</li></ul>Doençaproviniente dos Açores<br />Tambémexisteemfamíliasjaponesas<br />
  13. 13. Incidência das doenças neurodegenerativas:<br /><ul><li>Alzheimer:em Portugal há cerca de 60 mil casos.
  14. 14. Parkinson: entre 85 a 187 casos em 100.000 habitantes. Pensa que em Portugal existam 12.000 pessoas afectadas.
  15. 15. Huntington:mais comum em povos com descendência europeia - existem 30 000 pessoas com a doença e 150 000 em riscos, nos EUA.</li></li></ul><li>O quetêmemcomum?<br />Crónicas<br />Progressivas<br />Causammorte neuronal<br />Causa:<br /><ul><li>Genética
  16. 16. Infecciosa
  17. 17. Idiopática</li></li></ul><li>Alteração do processamento de umaproteína<br />Classificadassegundooquadroclínico<br />segundoodefeito molecular<br />Das hereditárias, a maioriatransmite-se de forma autossómicadominante<br />Progressãogeralmentelenta<br />
  18. 18. Estruturascerebraismaisafectadas:<br /><ul><li>Córtex frontal </li></ul>cogniçãoeregulação das emoções<br /><ul><li>Córtex motor</li></ul>motricidadeeequilíbrio<br /><ul><li>Hipocampo</li></ul>memóriacurtoprazolongoprazo<br /><ul><li>Amígdala</li></ul>sistemalímbico<br />Lobos <br />Temporais<br />
  19. 19. Prevenção - alimentação<br />Ovos – ricosemcolina<br />Ómega 3 – salmão, atum, bacalhau, etc<br />Betacaroteno –vegetais<br />Vitamina C – frutascítricas<br />Café – antioxidanteseestimulantes (cafeína)<br />Vitamina D – sol eóleo de fígado de bacalhau<br />Carne – aminasheterocíclicas<br />
  20. 20. Prevenção:<br />Estimulaçãodaactividadeneurológica<br /><ul><li>Utilizarmãoopostaparaescrever
  21. 21. Jogos
  22. 22. Apertaratacadores de olhosfechados
  23. 23. Ouvirmúsicadurante o estudo
  24. 24. Exercíciofísico</li></ul>Stress<br />
  25. 25. Terapia:<br />Terapiaocupacional<br /><ul><li>Actividadesseleccionadasemfunção das capacidades do paciente
  26. 26. Orientaroscuidadores
  27. 27. Amenizarossintomascognitivosefuncionais
  28. 28. Restauraralgumasfunçõesperdidas</li></ul>Actividadefísica<br />
  29. 29. Fonoaudiologia<br /><ul><li>Distúrbios de fala, alimentaçãoelinguagem
  30. 30. Exercíciosrespiratórios
  31. 31. Exercícios de deglutição</li></ul>Musicoterapia<br /><ul><li>Estimulação de memórias
  32. 32. Interacção com a realidade
  33. 33. Oportunidade de convívio social
  34. 34. Gratificação</li></li></ul><li>Tecnologias de diagnóstico<br />TAC– tomografiacomputorizada<br />RNM – ressonância nuclear magnética<br />
  35. 35. SPECT<br />PET<br />
  36. 36. AnatomiaPatológica<br /><ul><li>Biópsia cerebral
  37. 37. Autópsia</li></ul>Electroencefalograma<br /><ul><li>Actividadeelétrica no cérebro</li></ul>Electromiograma<br /><ul><li>Actividadeeléctricanosnervoscranianoseraquidianos</li></li></ul><li>Possíveistratamentos:<br />Sálvia – extractos com capacidade de inibir a acetilcolinesterase<br />subida dos níveis de acetilcolina<br />Cafeína– reduzníveis de proteínaamilóide<br />responsávelpelaformação de placasamilóides<br />
  38. 38. Insulina – protegeosneurónios de proteínastóxicas<br />Interferência de RNA <br /><ul><li>silenciao gene mutado
  39. 39. possívelcuradadoença Machado-Joseph</li></ul>Terapiagénica<br /><ul><li>Introdução de genes codificadoresdasíntese de dopamina</li></ul>melhoria dos sintomasparkinsonianos<br />
  40. 40. FIM<br />Trabalho realizado por: <br /><ul><li>Ana Isabel Vila-Santa
  41. 41. Carolina Almeida
  42. 42. João Porto
  43. 43. Mariana Santos
  44. 44. Vera Caldeira</li></ul>http://www.youtube.com/watch?v=Fph3bbcXSMk<br />

×