SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 4
Baixar para ler offline
EMPREGO DE ESTRUTURAS DE VALOR ADJETIVO
Observe o trecho abaixo, onde cada um dos três substantivos recebe uma dupla caracterização
(adjetivação):
Pobre menina rica. Você mora num lindo palácio dourado, mas não sabe como é divertido o mundo infantil.
adjetivo – palavra que caracteriza os seres ou os objetos nomeados pelo substantivo, indicando-lhes uma
qualidade, caráter, modo de ser ou estado.
Sobre os adjetivos pobre e rica, é possível observar que:
 os dois mostram juízos de valor do enunciador.
 a mudança de posição do adjetivo pobre muda o sentido do sintagma.
 gera um jogo de palavras pela oposição entre os adjetivos.
Na língua portuguesa, além das palavras simples que atuam como adjetivos, existem também expressões
que têm essa mesma função caracterizadora em relação aos substantivos (palavras que nomeiam um ser, um
objeto, uma ação, qualidade ou estado), à qual chamamos "função adjetiva".
Observe a equivalência entre os termos grifados nas duas frases seguintes:
A pessoa que estuda bastante sempre consegue seus objetivos.
A pessoa bem estudiosa sempre consegue seus objetivos.
Para interferir no tamanho de uma frase, podemos fazer substituições de estruturas adjetivas maiores por
estruturas menores, seja empregando orações adjetivas, locuções adjetivas ou adjetivos (simples e compostos).
Compare:
Nunca me esquecerei que aquela simples menina do interior ensinou-me a amar.
Nunca me esquecerei que aquela simples menina interiorana ensinou-me a amar.
As propostas dos patrões nem sempre são justas.
As propostas patronais nem sempre são justas.
A pessoa que sentou ao seu lado é minha prima.
A pessoa sentada ao seu lado é minha prima.
A encomenda que acabou de chegar é minha.
A encomenda recém-chegada é minha.
A destruição causada pelo incêndio era algo que não era possível descrever.
A destruição causada pelo incêndio era algo indescritível.
O turista que desembarcou do avião que veio do Ceará é argentino.
O turista desembarcado do avião vindo do Ceará é argentino.
Os homens que varrem a praça que o prefeito inaugurou entraram em greve.
Os varredores da praça inaugurada pelo prefeito entraram em grave.
Colégio Pedro II - Unidade Tijuca II
Departamento de Língua Portuguesa
Coordenadora: Rosângela Abraão
Professoras: Vanessa, Patrícia e Andreia
EXERCÍCIOS:
l) Faça as substituições das estruturas adjetivas sublinhadas por outras de igual valor.
a) O jovem que acaba de se formar já conseguiu um emprego.
b) A mala velha que deixou no porão que estava cheio de teias de aranha continuava no mesmo lugar
c) As investigações que são bem concluídas trazem benefícios a todos.
d) O advogado que era corrupto fugiu com o dinheiro que pertencia ao aposentado.
e) A lagarta que se transformou em borboleta fugiu pela janela.
f) A resposta que se deu à pergunta que se fez não esclareceu o assunto.
g) Cada cabeça, cada sentença, não só o acordo, mas a mesma discussão, tornou-se difícil, pela multiplicidade
de questões que se deduziram do tronco principal, e um pouco, talvez, pela inconsistência dos pareceres.
(Machado de Assis)
h) Gramática para eles é a artinha que aprenderam na escola, ou por outra, uma meia dúzia de regras que se
afogam nas exceções. (José de Alencar)
i) Minas o viu, pouco depois, no colégio dos padres do Caraça, começando os estudos, que interrompeu logo,
para continuá-los na Europa. (Machado de Assis)
j) Rufina, no intervalo das ordens que dava, sentava-se horas e horas. (Machado de Assis)
2) Faça a substituição da estrutura adjetiva sublinhada por outra de igual valor, conforme o exemplo da letra a:
a) A princípio, os jogadores participantes de uma Copa do Mundo são os melhores.
A princípio, os jogadores que participam de uma Copa do Mundo são os melhores.
b) Foi uma experiência emocionante para todos
c) Ele tem uma doença mortal.
d) O escritor sabe inventar histórias intrigantes.
e) Esta foi a razão motivadora do crime.
f) Este é o remédio aliviador daquela sensação horrível.
g) A máquina copiadora funciona bem.
h) A moça usava um perfume embriagante.
i) Os nordestinos emigrantes vão para o sudeste.
j) Tinham um vizinho explorador de menores.
5) Leia com atenção o seguinte texto de Raul Pompéia, extraído do romance O Ateneu (Rio de Janeiro:
Francisco Alves, 1976. p. 32).
– Peço licença para defender os meninos bonitos...– objetou alguém entrando.
Surpreendendo-nos com esta frase, suntuosamente escoada por um sorriso, entrou a senhora do diretor,
D. Ema. Bela mulher em plena prosperidade dos trinta anos de Balzac, formas alongadas por graciosa magreza,
erigindo porém o tronco sobre quadris amplos, fortes como a maternidade; olhos negros, pupilas retintas de
uma cor só, que pareciam encher o talho folgado das pálpebras; de um moreno rosa que algumas formosuras
possuem, e que seria também a cor do jambo, se jambo fosse rigorosamente o fruto proibido. Adiantava-se por
movimentos oscilados, cadência de minuetto harmonioso e mole que o corpo alternava. Vestia cetim preto justo
sobre as formas, reluzente como pano molhado; e o cetim vivia com ousada transparência a vida oculta da
carne. Esta aparição maravilhou-me.
Assinale as equivalências adjetivas que são, morfológica e semanticamente, aplicáveis ao trecho original:
a) suntuosamente escoada por um sorriso (linha 2) = que escoou suntuosamente por um sorriso;
b) formas alongadas por graciosa magreza (linha 4) = formas que uma graciosa magreza alongava;
c) o talho folgado das pálpebras (linha 6) = o talho que folgava as pálpebras;
d) reluzente como pano molhado (Unha 10) = reluzente como pano que molha.
EMPREGO DOS PRONOMES RELATIVOS
Vejamos novamente o trecho inicial do capítulo anterior, no qual havia uma expressão repetida.
Essa menina sempre tirou boas notas nas provas. Essa menina é muito inteligente.
A língua portuguesa oferece diferentes possibilidades de escritura para que se evite a repetição de
palavras. No caso acima, as duas orações poderiam ser reunidas num único período, com o objetivo de evitar a
duplicidade do sujeito essa menina, o que resultaria, por exemplo, em:
Essa menina, que é muito inteligente, sempre tirou boas notas nas provas.
A expressão foi substituída pela palavra que (=a qual/= essa menina), um pronome relativo.
Para empregar corretamente o pronome relativo, basta observar essa equivalência, porque ele sempre substitui,
na sua oração, o termo ao qual se refere (ou seja, o termo que não está sendo repetido).
Veja outros exemplos.
O pacote que acabou de chegar veio sem etiqueta de identificação. (= o qual/ = o pacote)
A socialite que acabou de desembarcar do avião que veio do Ceará é irmã do senador.
(= a qual/ = socialite) (= o qual / = o avião)
Eu não conheço os rapazes que estão varrendo as avenidas que o prefeito pavimentou.
(=os quais / = os rapazes) (= as quais / = as avenidas)
Ainda estou procurando os livros de que sua mãe tanto falou.
(= dos quais / - dos livros)
A moça com quem estou viajando foi funcionária da Globo.
(= com a qual / = com a moça)
Ela disse que o homem por quem se apaixonou mora num bairro da periferia.
(= pelo qual / = pelo homem)
Não identifiquei os alunos cujos pais vieram à reunião com o diretor.
(= dos quais os pais/ = dos alunos)
EXERCÍCIOS:
l) Reescreva o trecho transcrito, retirando a repetição existente. Obrigatoriamente, a reescritura deverá conter
um pronome relativo. Se for possível, faça a reescri-tiira de duas formas diferentes.
a) Encontramos os documentos da casa. Os documentos estavam guardados num baú.
b) Esse "shopping" não tem estacionamento. Raramente eu vou a esse shopping
c) Ontem eu sonhei com uma artista de cinema. Eu não lembro o nome da artista.
2) Complete as frases com o pronome relativo adequado, observando se ele deve estar precedido de preposição.
a) O jovem ____ acaba de se formar já conseguiu um emprego.
b) A mão ___ _ afaga é a mesma _____ apedreja.
c) As investigações ____ eu estou fugindo poderão nos comprometer.
d) O banqueiro ____ eu fui enganado já está preso.
e) Escapou pela janela o passarinho _____ ganhei de meu pai.
f) Talvez sejam essas as tragédias _____ o professor se referiu naquela aula.
g) Quero fazer tudo _____ eu tenho direito.
h) Foste trocada por um barbeiro _____ não tem onde cair morto.
i) Minha melhor amiga, ____ braços chorei muitas mágoas, acaba de roubar meu marido.
j) Eu, ____ você agora ofende tão facilmente, trago ainda na lembrança as palavras amigas____ fui recebido
nesta casa ____ morei quando era criança.
3) Explique se há ambigüidade ou inadequação semântica no emprego do pronome relativo e, se for o caso,
desfaça-a.
Chegou a vez da irmã do seu colega, que parece um pouco infeliz.
O RIM Texto: Patrícia Melo. Direção: Elias Andreato. Com Carolina Ferraz, Heitor Martinez, Ivone Hoffman
e Marcelo Serrado. Suspense, romance e humor corrosivo se misturam na trama sobre um milionário em busca
de um rim que engana uma família. (http://oglobo.globo.com/jornal/suplementos/segundocaderno/pecas/programacao.asp)
4) Observe os pronomes relativos empregados nas frases abaixo. Em que alternativas a segunda construção
representa um uso que, estilisticamente, pode ser inadequado? Por quê?
a) Este é um país que vai pra frente. X Este é um país o qual vai pra frente.
b) Fiz a comida que você adora. X Fiz a comida a qual você adora.
c) Ela comprou livros que eu não pedi. X Ela comprou livros os quais eu não pedi.
d) Tenho lembranças de que me orgulho. X Tenho lembranças das quais me orgulho.
e) Senti um frio a que não me acostumei. X Senti um frio ao qual não me acostumei.
5) Preencha as lacunas com o pronome relativo que(m)
É muito bonita a garota
(a) ________ você beijou.
(b) ________você saiu.
(c) ________você me falou.
(d) ________você se refere.
(e) ________ você vive pensando.
(f) ________ você deu o presente.
(g) ________ você conheceu.
(h) ________ você brigou.
(i) ________ você se queixou.
(j) ________ você confia.
(k) ________ você foi enganado.
(l) ________ você concordou.
(m)________ você discordou.
(n) ________ você entregou o dinheiro.
(o) ________ você tanto discute.
(p) ________ você foi tapeado.
(q) ________ você cedeu o lugar.
(r) ________ você se zangou.
(s) ________ você tanto depende.
(t) ________ você se interessou.
(u) ________ você explicou o assunto.
(v) ________ você dedicou o poema.
6) Preencha as lacunas com o pronome relativo cujo (e flexões)
Lá está o rapaz
(a) ________ pai é meu amigo.
(b) ________ idéia discordamos.
(c) ________ idéia concordamos.
(d) ________ mãe você se zangou.
(e) ________ irmã você se apaixonou.
(f) ________ carteira foi apreendida.
(g) ________ irmãs você foi ao cinema.
(h) ________ palavra nós duvidamos.
(i) ________ apoio esperamos contar.
(j) ________ família você vive pensando.
(k) ________ ato você se queixa.
(l) ________ conduta o chefe censurou.
(m)________ pai você foi tapeado.
(n) ________ talento você confia.
(o) ________ irmã você entregou o prêmio.
(p) ________ mãe você cedeu o lugar.
(q) ________ ajuda você depende.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Gramática aula 11 - crase
Gramática   aula 11 - craseGramática   aula 11 - crase
Gramática aula 11 - crasemfmpafatima
 
Exercícios revisão intertextualidade
Exercícios revisão intertextualidade Exercícios revisão intertextualidade
Exercícios revisão intertextualidade Olivier Fausti Olivier
 
Atividade de substantivo medio.geo
Atividade de  substantivo medio.geoAtividade de  substantivo medio.geo
Atividade de substantivo medio.geosantoskele
 
250 exercícios análise sintática
250 exercícios análise sintática 250 exercícios análise sintática
250 exercícios análise sintática Curso Malba Tahan
 
Revisional de língua portuguesa para o cfsd
Revisional de língua portuguesa para o cfsdRevisional de língua portuguesa para o cfsd
Revisional de língua portuguesa para o cfsdma.no.el.ne.ves
 
Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 49-50
Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 49-50Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 49-50
Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 49-50luisprista
 
Exercício língua portuguesa - 1º ano
Exercício  língua portuguesa - 1º anoExercício  língua portuguesa - 1º ano
Exercício língua portuguesa - 1º anoMatheusMesquitaMelo
 
Exercício sobre adjetivo,pronome e numeral
Exercício sobre adjetivo,pronome e numeralExercício sobre adjetivo,pronome e numeral
Exercício sobre adjetivo,pronome e numeralNivea Neves
 
Lingua portuguesa 4501-4fc7bbcd2c2c2
Lingua portuguesa 4501-4fc7bbcd2c2c2Lingua portuguesa 4501-4fc7bbcd2c2c2
Lingua portuguesa 4501-4fc7bbcd2c2c2Heloisa Alves
 
Apostila pronta 3º noturno
Apostila pronta 3º noturnoApostila pronta 3º noturno
Apostila pronta 3º noturnoVera Oliveira
 
Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 91-92
Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 91-92Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 91-92
Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 91-92luisprista
 
avaliação de língua portuguesa 3ª A
avaliação de língua portuguesa 3ª A avaliação de língua portuguesa 3ª A
avaliação de língua portuguesa 3ª A Marcia Oliveira
 
Exercícios sobre classes de palavras
Exercícios sobre classes de palavrasExercícios sobre classes de palavras
Exercícios sobre classes de palavrasMaria Gnv
 
Exercícios pronomes com gabarito
Exercícios pronomes com gabaritoExercícios pronomes com gabarito
Exercícios pronomes com gabaritoProfFernandaBraga
 
Figuras de linguagem exercícios
Figuras de linguagem   exercíciosFiguras de linguagem   exercícios
Figuras de linguagem exercíciosNAPNE
 

Mais procurados (20)

Gramática aula 11 - crase
Gramática   aula 11 - craseGramática   aula 11 - crase
Gramática aula 11 - crase
 
Tarefas mínimas 6ano 2012
Tarefas mínimas 6ano 2012Tarefas mínimas 6ano 2012
Tarefas mínimas 6ano 2012
 
Exercícios revisão intertextualidade
Exercícios revisão intertextualidade Exercícios revisão intertextualidade
Exercícios revisão intertextualidade
 
Atividades de portugues
Atividades de portuguesAtividades de portugues
Atividades de portugues
 
Atividade de substantivo medio.geo
Atividade de  substantivo medio.geoAtividade de  substantivo medio.geo
Atividade de substantivo medio.geo
 
Adjetivo e locução adjetiva
Adjetivo e locução adjetivaAdjetivo e locução adjetiva
Adjetivo e locução adjetiva
 
250 exercícios análise sintática
250 exercícios análise sintática 250 exercícios análise sintática
250 exercícios análise sintática
 
Revisional de língua portuguesa para o cfsd
Revisional de língua portuguesa para o cfsdRevisional de língua portuguesa para o cfsd
Revisional de língua portuguesa para o cfsd
 
Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 49-50
Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 49-50Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 49-50
Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 49-50
 
Exercício língua portuguesa - 1º ano
Exercício  língua portuguesa - 1º anoExercício  língua portuguesa - 1º ano
Exercício língua portuguesa - 1º ano
 
Exercício sobre adjetivo,pronome e numeral
Exercício sobre adjetivo,pronome e numeralExercício sobre adjetivo,pronome e numeral
Exercício sobre adjetivo,pronome e numeral
 
Lingua portuguesa 4501-4fc7bbcd2c2c2
Lingua portuguesa 4501-4fc7bbcd2c2c2Lingua portuguesa 4501-4fc7bbcd2c2c2
Lingua portuguesa 4501-4fc7bbcd2c2c2
 
Apostila pronta 3º noturno
Apostila pronta 3º noturnoApostila pronta 3º noturno
Apostila pronta 3º noturno
 
Tarefas mínimas 1 8ºano
Tarefas mínimas 1 8ºanoTarefas mínimas 1 8ºano
Tarefas mínimas 1 8ºano
 
Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 91-92
Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 91-92Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 91-92
Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 91-92
 
avaliação de língua portuguesa 3ª A
avaliação de língua portuguesa 3ª A avaliação de língua portuguesa 3ª A
avaliação de língua portuguesa 3ª A
 
Exercícios sobre classes de palavras
Exercícios sobre classes de palavrasExercícios sobre classes de palavras
Exercícios sobre classes de palavras
 
Exercícios pronomes com gabarito
Exercícios pronomes com gabaritoExercícios pronomes com gabarito
Exercícios pronomes com gabarito
 
Crase sensacional
Crase sensacionalCrase sensacional
Crase sensacional
 
Figuras de linguagem exercícios
Figuras de linguagem   exercíciosFiguras de linguagem   exercícios
Figuras de linguagem exercícios
 

Semelhante a 06 - Estruturas com valor adjetivo + uso dos pronomes relativos

ficha de trabalho 5º ano - global 2.docx
ficha de trabalho 5º ano - global 2.docxficha de trabalho 5º ano - global 2.docx
ficha de trabalho 5º ano - global 2.docxMarisa Miranda
 
Ficha de trabalho 5º ano global 2 (1)
Ficha de trabalho 5º ano   global 2 (1)Ficha de trabalho 5º ano   global 2 (1)
Ficha de trabalho 5º ano global 2 (1)Rute Almeida
 
Atividades sobre substantivo, adjetivo, numeral
Atividades sobre substantivo, adjetivo, numeralAtividades sobre substantivo, adjetivo, numeral
Atividades sobre substantivo, adjetivo, numeralProfessora sonhadora
 
Atividades de recupera o final 7_ ano
Atividades de recupera  o final 7_ anoAtividades de recupera  o final 7_ ano
Atividades de recupera o final 7_ anoE.M.MACHADO DE ASSIS
 
Simulado língua portuguesa 3º
Simulado língua portuguesa 3ºSimulado língua portuguesa 3º
Simulado língua portuguesa 3ºMarcia Oliveira
 
Termos da oração relacionados ao verbo, complemento nominal e adjunto adnominal
Termos da oração relacionados ao verbo, complemento nominal e adjunto adnominalTermos da oração relacionados ao verbo, complemento nominal e adjunto adnominal
Termos da oração relacionados ao verbo, complemento nominal e adjunto adnominalAyla De Sá Marques
 
Fonologia EAOF extra com gabarito
Fonologia EAOF extra com gabaritoFonologia EAOF extra com gabarito
Fonologia EAOF extra com gabaritojasonrplima
 
Concurso ao Curso de Formação de Soldados Fuzileiros Navais Turmas I e II/2017
Concurso ao Curso de Formação de Soldados Fuzileiros Navais Turmas I e II/2017Concurso ao Curso de Formação de Soldados Fuzileiros Navais Turmas I e II/2017
Concurso ao Curso de Formação de Soldados Fuzileiros Navais Turmas I e II/2017ArenadaMatemgica
 
Prova internet-pss-i-2010
Prova internet-pss-i-2010Prova internet-pss-i-2010
Prova internet-pss-i-2010Lucas Ferreira
 
Aula 10 sintaxe de regência
Aula 10   sintaxe de regênciaAula 10   sintaxe de regência
Aula 10 sintaxe de regênciaJonatas Carlos
 
A fada das crianças.5.6 ano
A fada das crianças.5.6 anoA fada das crianças.5.6 ano
A fada das crianças.5.6 anoTatiana Cruz
 

Semelhante a 06 - Estruturas com valor adjetivo + uso dos pronomes relativos (20)

ficha de trabalho 5º ano - global 2.docx
ficha de trabalho 5º ano - global 2.docxficha de trabalho 5º ano - global 2.docx
ficha de trabalho 5º ano - global 2.docx
 
Ficha de trabalho 5º ano global 2 (1)
Ficha de trabalho 5º ano   global 2 (1)Ficha de trabalho 5º ano   global 2 (1)
Ficha de trabalho 5º ano global 2 (1)
 
Adjetivos
AdjetivosAdjetivos
Adjetivos
 
Atividades sobre substantivo, adjetivo, numeral
Atividades sobre substantivo, adjetivo, numeralAtividades sobre substantivo, adjetivo, numeral
Atividades sobre substantivo, adjetivo, numeral
 
Revisao portugues
Revisao portuguesRevisao portugues
Revisao portugues
 
GabAtivcomp6ano.pdf
GabAtivcomp6ano.pdfGabAtivcomp6ano.pdf
GabAtivcomp6ano.pdf
 
Atividades de recupera o final 7_ ano
Atividades de recupera  o final 7_ anoAtividades de recupera  o final 7_ ano
Atividades de recupera o final 7_ ano
 
Simulado língua portuguesa 3º
Simulado língua portuguesa 3ºSimulado língua portuguesa 3º
Simulado língua portuguesa 3º
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
 
Termos da oração relacionados ao verbo, complemento nominal e adjunto adnominal
Termos da oração relacionados ao verbo, complemento nominal e adjunto adnominalTermos da oração relacionados ao verbo, complemento nominal e adjunto adnominal
Termos da oração relacionados ao verbo, complemento nominal e adjunto adnominal
 
Português8ºanos
Português8ºanosPortuguês8ºanos
Português8ºanos
 
Aula 11 crase
Aula 11   craseAula 11   crase
Aula 11 crase
 
Fonologia EAOF extra com gabarito
Fonologia EAOF extra com gabaritoFonologia EAOF extra com gabarito
Fonologia EAOF extra com gabarito
 
Termos da oração
Termos da oraçãoTermos da oração
Termos da oração
 
Concurso ao Curso de Formação de Soldados Fuzileiros Navais Turmas I e II/2017
Concurso ao Curso de Formação de Soldados Fuzileiros Navais Turmas I e II/2017Concurso ao Curso de Formação de Soldados Fuzileiros Navais Turmas I e II/2017
Concurso ao Curso de Formação de Soldados Fuzileiros Navais Turmas I e II/2017
 
Prova internet-pss-i-2010
Prova internet-pss-i-2010Prova internet-pss-i-2010
Prova internet-pss-i-2010
 
Aula 10 sintaxe de regência
Aula 10   sintaxe de regênciaAula 10   sintaxe de regência
Aula 10 sintaxe de regência
 
A fada das crianças.5.6 ano
A fada das crianças.5.6 anoA fada das crianças.5.6 ano
A fada das crianças.5.6 ano
 
Caderno exercicios verbos portugueses
Caderno exercicios verbos portuguesesCaderno exercicios verbos portugueses
Caderno exercicios verbos portugueses
 
Tarefas mínimas 1 8ºano
Tarefas mínimas 1 8ºanoTarefas mínimas 1 8ºano
Tarefas mínimas 1 8ºano
 

Mais de NAPNE

Literatura - Naturalismo
Literatura - NaturalismoLiteratura - Naturalismo
Literatura - NaturalismoNAPNE
 
Fisiologia Vegetal - Resumo
Fisiologia Vegetal - ResumoFisiologia Vegetal - Resumo
Fisiologia Vegetal - ResumoNAPNE
 
Sistema circulatório e excretor - Resumo
Sistema circulatório e excretor - ResumoSistema circulatório e excretor - Resumo
Sistema circulatório e excretor - ResumoNAPNE
 
Slide renascimento cultural
Slide   renascimento culturalSlide   renascimento cultural
Slide renascimento culturalNAPNE
 
Período composto por subordinação - Introdução
Período composto por subordinação - IntroduçãoPeríodo composto por subordinação - Introdução
Período composto por subordinação - IntroduçãoNAPNE
 
Orações subordinadas substantivas
Orações subordinadas substantivasOrações subordinadas substantivas
Orações subordinadas substantivasNAPNE
 
NAFTA
NAFTANAFTA
NAFTANAPNE
 
Imperialismo - EUA
Imperialismo - EUAImperialismo - EUA
Imperialismo - EUANAPNE
 
Literatura - Realismo / Naturalismo (introdução)
Literatura - Realismo / Naturalismo (introdução)Literatura - Realismo / Naturalismo (introdução)
Literatura - Realismo / Naturalismo (introdução)NAPNE
 
Literatura - Realismo
Literatura - RealismoLiteratura - Realismo
Literatura - RealismoNAPNE
 
Romantismo - Exercícios
Romantismo - ExercíciosRomantismo - Exercícios
Romantismo - ExercíciosNAPNE
 
Resumo - Física
Resumo - FísicaResumo - Física
Resumo - FísicaNAPNE
 
Digestão em humanos
Digestão em humanosDigestão em humanos
Digestão em humanosNAPNE
 
Reino Monera (Arqueas e Bactérias)
Reino Monera (Arqueas e Bactérias)Reino Monera (Arqueas e Bactérias)
Reino Monera (Arqueas e Bactérias)NAPNE
 
Biologia - vírus e príon
Biologia - vírus e príonBiologia - vírus e príon
Biologia - vírus e príonNAPNE
 
Atividades - Pré-História
Atividades - Pré-HistóriaAtividades - Pré-História
Atividades - Pré-HistóriaNAPNE
 
Geografia - Paisagens
Geografia - PaisagensGeografia - Paisagens
Geografia - PaisagensNAPNE
 
Ciências - Atividade
Ciências - AtividadeCiências - Atividade
Ciências - AtividadeNAPNE
 
Cruzada - Arte e Cultura
Cruzada - Arte e CulturaCruzada - Arte e Cultura
Cruzada - Arte e CulturaNAPNE
 
Apostila - Grécia e Roma
Apostila - Grécia e RomaApostila - Grécia e Roma
Apostila - Grécia e RomaNAPNE
 

Mais de NAPNE (20)

Literatura - Naturalismo
Literatura - NaturalismoLiteratura - Naturalismo
Literatura - Naturalismo
 
Fisiologia Vegetal - Resumo
Fisiologia Vegetal - ResumoFisiologia Vegetal - Resumo
Fisiologia Vegetal - Resumo
 
Sistema circulatório e excretor - Resumo
Sistema circulatório e excretor - ResumoSistema circulatório e excretor - Resumo
Sistema circulatório e excretor - Resumo
 
Slide renascimento cultural
Slide   renascimento culturalSlide   renascimento cultural
Slide renascimento cultural
 
Período composto por subordinação - Introdução
Período composto por subordinação - IntroduçãoPeríodo composto por subordinação - Introdução
Período composto por subordinação - Introdução
 
Orações subordinadas substantivas
Orações subordinadas substantivasOrações subordinadas substantivas
Orações subordinadas substantivas
 
NAFTA
NAFTANAFTA
NAFTA
 
Imperialismo - EUA
Imperialismo - EUAImperialismo - EUA
Imperialismo - EUA
 
Literatura - Realismo / Naturalismo (introdução)
Literatura - Realismo / Naturalismo (introdução)Literatura - Realismo / Naturalismo (introdução)
Literatura - Realismo / Naturalismo (introdução)
 
Literatura - Realismo
Literatura - RealismoLiteratura - Realismo
Literatura - Realismo
 
Romantismo - Exercícios
Romantismo - ExercíciosRomantismo - Exercícios
Romantismo - Exercícios
 
Resumo - Física
Resumo - FísicaResumo - Física
Resumo - Física
 
Digestão em humanos
Digestão em humanosDigestão em humanos
Digestão em humanos
 
Reino Monera (Arqueas e Bactérias)
Reino Monera (Arqueas e Bactérias)Reino Monera (Arqueas e Bactérias)
Reino Monera (Arqueas e Bactérias)
 
Biologia - vírus e príon
Biologia - vírus e príonBiologia - vírus e príon
Biologia - vírus e príon
 
Atividades - Pré-História
Atividades - Pré-HistóriaAtividades - Pré-História
Atividades - Pré-História
 
Geografia - Paisagens
Geografia - PaisagensGeografia - Paisagens
Geografia - Paisagens
 
Ciências - Atividade
Ciências - AtividadeCiências - Atividade
Ciências - Atividade
 
Cruzada - Arte e Cultura
Cruzada - Arte e CulturaCruzada - Arte e Cultura
Cruzada - Arte e Cultura
 
Apostila - Grécia e Roma
Apostila - Grécia e RomaApostila - Grécia e Roma
Apostila - Grécia e Roma
 

Último

atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptxpamelacastro71
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdfProfGleide
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxAntonioVieira539017
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdfDemetrio Ccesa Rayme
 
A população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoadoA população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoadodanieligomes4
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.HildegardeAngel
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
Junto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mim
Junto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mimJunto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mim
Junto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mimWashingtonSampaio5
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 

Último (20)

atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
 
A população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoadoA população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoado
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
Junto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mim
Junto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mimJunto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mim
Junto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mim
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 

06 - Estruturas com valor adjetivo + uso dos pronomes relativos

  • 1. EMPREGO DE ESTRUTURAS DE VALOR ADJETIVO Observe o trecho abaixo, onde cada um dos três substantivos recebe uma dupla caracterização (adjetivação): Pobre menina rica. Você mora num lindo palácio dourado, mas não sabe como é divertido o mundo infantil. adjetivo – palavra que caracteriza os seres ou os objetos nomeados pelo substantivo, indicando-lhes uma qualidade, caráter, modo de ser ou estado. Sobre os adjetivos pobre e rica, é possível observar que:  os dois mostram juízos de valor do enunciador.  a mudança de posição do adjetivo pobre muda o sentido do sintagma.  gera um jogo de palavras pela oposição entre os adjetivos. Na língua portuguesa, além das palavras simples que atuam como adjetivos, existem também expressões que têm essa mesma função caracterizadora em relação aos substantivos (palavras que nomeiam um ser, um objeto, uma ação, qualidade ou estado), à qual chamamos "função adjetiva". Observe a equivalência entre os termos grifados nas duas frases seguintes: A pessoa que estuda bastante sempre consegue seus objetivos. A pessoa bem estudiosa sempre consegue seus objetivos. Para interferir no tamanho de uma frase, podemos fazer substituições de estruturas adjetivas maiores por estruturas menores, seja empregando orações adjetivas, locuções adjetivas ou adjetivos (simples e compostos). Compare: Nunca me esquecerei que aquela simples menina do interior ensinou-me a amar. Nunca me esquecerei que aquela simples menina interiorana ensinou-me a amar. As propostas dos patrões nem sempre são justas. As propostas patronais nem sempre são justas. A pessoa que sentou ao seu lado é minha prima. A pessoa sentada ao seu lado é minha prima. A encomenda que acabou de chegar é minha. A encomenda recém-chegada é minha. A destruição causada pelo incêndio era algo que não era possível descrever. A destruição causada pelo incêndio era algo indescritível. O turista que desembarcou do avião que veio do Ceará é argentino. O turista desembarcado do avião vindo do Ceará é argentino. Os homens que varrem a praça que o prefeito inaugurou entraram em greve. Os varredores da praça inaugurada pelo prefeito entraram em grave. Colégio Pedro II - Unidade Tijuca II Departamento de Língua Portuguesa Coordenadora: Rosângela Abraão Professoras: Vanessa, Patrícia e Andreia
  • 2. EXERCÍCIOS: l) Faça as substituições das estruturas adjetivas sublinhadas por outras de igual valor. a) O jovem que acaba de se formar já conseguiu um emprego. b) A mala velha que deixou no porão que estava cheio de teias de aranha continuava no mesmo lugar c) As investigações que são bem concluídas trazem benefícios a todos. d) O advogado que era corrupto fugiu com o dinheiro que pertencia ao aposentado. e) A lagarta que se transformou em borboleta fugiu pela janela. f) A resposta que se deu à pergunta que se fez não esclareceu o assunto. g) Cada cabeça, cada sentença, não só o acordo, mas a mesma discussão, tornou-se difícil, pela multiplicidade de questões que se deduziram do tronco principal, e um pouco, talvez, pela inconsistência dos pareceres. (Machado de Assis) h) Gramática para eles é a artinha que aprenderam na escola, ou por outra, uma meia dúzia de regras que se afogam nas exceções. (José de Alencar) i) Minas o viu, pouco depois, no colégio dos padres do Caraça, começando os estudos, que interrompeu logo, para continuá-los na Europa. (Machado de Assis) j) Rufina, no intervalo das ordens que dava, sentava-se horas e horas. (Machado de Assis) 2) Faça a substituição da estrutura adjetiva sublinhada por outra de igual valor, conforme o exemplo da letra a: a) A princípio, os jogadores participantes de uma Copa do Mundo são os melhores. A princípio, os jogadores que participam de uma Copa do Mundo são os melhores. b) Foi uma experiência emocionante para todos c) Ele tem uma doença mortal. d) O escritor sabe inventar histórias intrigantes. e) Esta foi a razão motivadora do crime. f) Este é o remédio aliviador daquela sensação horrível. g) A máquina copiadora funciona bem. h) A moça usava um perfume embriagante. i) Os nordestinos emigrantes vão para o sudeste. j) Tinham um vizinho explorador de menores. 5) Leia com atenção o seguinte texto de Raul Pompéia, extraído do romance O Ateneu (Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1976. p. 32). – Peço licença para defender os meninos bonitos...– objetou alguém entrando. Surpreendendo-nos com esta frase, suntuosamente escoada por um sorriso, entrou a senhora do diretor, D. Ema. Bela mulher em plena prosperidade dos trinta anos de Balzac, formas alongadas por graciosa magreza, erigindo porém o tronco sobre quadris amplos, fortes como a maternidade; olhos negros, pupilas retintas de uma cor só, que pareciam encher o talho folgado das pálpebras; de um moreno rosa que algumas formosuras possuem, e que seria também a cor do jambo, se jambo fosse rigorosamente o fruto proibido. Adiantava-se por movimentos oscilados, cadência de minuetto harmonioso e mole que o corpo alternava. Vestia cetim preto justo sobre as formas, reluzente como pano molhado; e o cetim vivia com ousada transparência a vida oculta da carne. Esta aparição maravilhou-me. Assinale as equivalências adjetivas que são, morfológica e semanticamente, aplicáveis ao trecho original: a) suntuosamente escoada por um sorriso (linha 2) = que escoou suntuosamente por um sorriso; b) formas alongadas por graciosa magreza (linha 4) = formas que uma graciosa magreza alongava; c) o talho folgado das pálpebras (linha 6) = o talho que folgava as pálpebras; d) reluzente como pano molhado (Unha 10) = reluzente como pano que molha.
  • 3. EMPREGO DOS PRONOMES RELATIVOS Vejamos novamente o trecho inicial do capítulo anterior, no qual havia uma expressão repetida. Essa menina sempre tirou boas notas nas provas. Essa menina é muito inteligente. A língua portuguesa oferece diferentes possibilidades de escritura para que se evite a repetição de palavras. No caso acima, as duas orações poderiam ser reunidas num único período, com o objetivo de evitar a duplicidade do sujeito essa menina, o que resultaria, por exemplo, em: Essa menina, que é muito inteligente, sempre tirou boas notas nas provas. A expressão foi substituída pela palavra que (=a qual/= essa menina), um pronome relativo. Para empregar corretamente o pronome relativo, basta observar essa equivalência, porque ele sempre substitui, na sua oração, o termo ao qual se refere (ou seja, o termo que não está sendo repetido). Veja outros exemplos. O pacote que acabou de chegar veio sem etiqueta de identificação. (= o qual/ = o pacote) A socialite que acabou de desembarcar do avião que veio do Ceará é irmã do senador. (= a qual/ = socialite) (= o qual / = o avião) Eu não conheço os rapazes que estão varrendo as avenidas que o prefeito pavimentou. (=os quais / = os rapazes) (= as quais / = as avenidas) Ainda estou procurando os livros de que sua mãe tanto falou. (= dos quais / - dos livros) A moça com quem estou viajando foi funcionária da Globo. (= com a qual / = com a moça) Ela disse que o homem por quem se apaixonou mora num bairro da periferia. (= pelo qual / = pelo homem) Não identifiquei os alunos cujos pais vieram à reunião com o diretor. (= dos quais os pais/ = dos alunos) EXERCÍCIOS: l) Reescreva o trecho transcrito, retirando a repetição existente. Obrigatoriamente, a reescritura deverá conter um pronome relativo. Se for possível, faça a reescri-tiira de duas formas diferentes. a) Encontramos os documentos da casa. Os documentos estavam guardados num baú. b) Esse "shopping" não tem estacionamento. Raramente eu vou a esse shopping c) Ontem eu sonhei com uma artista de cinema. Eu não lembro o nome da artista. 2) Complete as frases com o pronome relativo adequado, observando se ele deve estar precedido de preposição. a) O jovem ____ acaba de se formar já conseguiu um emprego. b) A mão ___ _ afaga é a mesma _____ apedreja. c) As investigações ____ eu estou fugindo poderão nos comprometer. d) O banqueiro ____ eu fui enganado já está preso. e) Escapou pela janela o passarinho _____ ganhei de meu pai. f) Talvez sejam essas as tragédias _____ o professor se referiu naquela aula. g) Quero fazer tudo _____ eu tenho direito. h) Foste trocada por um barbeiro _____ não tem onde cair morto. i) Minha melhor amiga, ____ braços chorei muitas mágoas, acaba de roubar meu marido. j) Eu, ____ você agora ofende tão facilmente, trago ainda na lembrança as palavras amigas____ fui recebido nesta casa ____ morei quando era criança. 3) Explique se há ambigüidade ou inadequação semântica no emprego do pronome relativo e, se for o caso, desfaça-a. Chegou a vez da irmã do seu colega, que parece um pouco infeliz.
  • 4. O RIM Texto: Patrícia Melo. Direção: Elias Andreato. Com Carolina Ferraz, Heitor Martinez, Ivone Hoffman e Marcelo Serrado. Suspense, romance e humor corrosivo se misturam na trama sobre um milionário em busca de um rim que engana uma família. (http://oglobo.globo.com/jornal/suplementos/segundocaderno/pecas/programacao.asp) 4) Observe os pronomes relativos empregados nas frases abaixo. Em que alternativas a segunda construção representa um uso que, estilisticamente, pode ser inadequado? Por quê? a) Este é um país que vai pra frente. X Este é um país o qual vai pra frente. b) Fiz a comida que você adora. X Fiz a comida a qual você adora. c) Ela comprou livros que eu não pedi. X Ela comprou livros os quais eu não pedi. d) Tenho lembranças de que me orgulho. X Tenho lembranças das quais me orgulho. e) Senti um frio a que não me acostumei. X Senti um frio ao qual não me acostumei. 5) Preencha as lacunas com o pronome relativo que(m) É muito bonita a garota (a) ________ você beijou. (b) ________você saiu. (c) ________você me falou. (d) ________você se refere. (e) ________ você vive pensando. (f) ________ você deu o presente. (g) ________ você conheceu. (h) ________ você brigou. (i) ________ você se queixou. (j) ________ você confia. (k) ________ você foi enganado. (l) ________ você concordou. (m)________ você discordou. (n) ________ você entregou o dinheiro. (o) ________ você tanto discute. (p) ________ você foi tapeado. (q) ________ você cedeu o lugar. (r) ________ você se zangou. (s) ________ você tanto depende. (t) ________ você se interessou. (u) ________ você explicou o assunto. (v) ________ você dedicou o poema. 6) Preencha as lacunas com o pronome relativo cujo (e flexões) Lá está o rapaz (a) ________ pai é meu amigo. (b) ________ idéia discordamos. (c) ________ idéia concordamos. (d) ________ mãe você se zangou. (e) ________ irmã você se apaixonou. (f) ________ carteira foi apreendida. (g) ________ irmãs você foi ao cinema. (h) ________ palavra nós duvidamos. (i) ________ apoio esperamos contar. (j) ________ família você vive pensando. (k) ________ ato você se queixa. (l) ________ conduta o chefe censurou. (m)________ pai você foi tapeado. (n) ________ talento você confia. (o) ________ irmã você entregou o prêmio. (p) ________ mãe você cedeu o lugar. (q) ________ ajuda você depende.