SlideShare uma empresa Scribd logo

ebook avaliação primária XABCDE

O XABCDE é um mnemônico que padroniza o atendimento inicial ao paciente politraumatizado e define prioridades na abordagem ao trauma, no sentido de padronizar o atendimento.

1 de 28
Baixar para ler offline
E-book
Avaliação Primária no Trauma
Itrian
Luis
Borges
O QUE É TRAUMA?
No contexto do atendimento pré hospitalar, define-se o
TRAUMA como um evento nocivo que advém da liberação
de formas específicas de energia ou de barreiras físicas ao
fluxo normal de energia.
Itrian
Luis
Borges
HISTÓRIA DO XABCDE DO TRAUMA
Em 1976, ao sofrer um acidente com sua família, o
cirurgião ortopédico Jim Styner pôde perceber as
fragilidades dos cuidados em primeiros socorros de vítimas
de traumas.
Depois dessa experiência, o médico desenvolveu o
protocolo ABCDE do trauma, que passou a ser empregado
em diversas regiões do mundo a partir de 1978, sendo
ministrado neste ano o primeiro curso sobre o tema
Itrian
Luis
Borges
HISTÓRIA DO XABCDE DO TRAUMA
A importância do método
desenvolvido por Jim Styner não demorou
a ser reconhecida pelas autoridades
médicas, uma vez que só com esses
cuidados é possível realmente estabilizar
o paciente, deixando-o mais seguro para o
transporte e para quaisquer outras
intervenções que se façam necessárias.
Itrian
Luis
Borges
HISTÓRIA DO XABCDE DO TRAUMA
Mudança (a entrada do X):
O famoso mnemônico do trauma “abcde” ganhou na 9ª
edição do PHTLS 2018, no capítulo 6 , mais uma letra.
O “x” de hemorragia exsanguinante ou seja hemorragia
externa grave.
Itrian
Luis
Borges
HISTÓRIA DO XABCDE DO TRAUMA
O APH sofreu uma substancial alteração,
dando mais ênfase às grandes hemorragias
externas, antes mesmo do controle cervical ou da
abertura das vias aéreas!
Itrian
Luis
Borges

Recomendados

Assistência de enfermagem ao paciente politraumatizado e queimado adulto iii
Assistência de enfermagem ao paciente politraumatizado e queimado adulto iiiAssistência de enfermagem ao paciente politraumatizado e queimado adulto iii
Assistência de enfermagem ao paciente politraumatizado e queimado adulto iiikevillykk
 
Urgencia e emergencia - aula 1 (1).pptx
Urgencia e emergencia - aula 1 (1).pptxUrgencia e emergencia - aula 1 (1).pptx
Urgencia e emergencia - aula 1 (1).pptxEnfermeiraLuciana1
 
Suporte básico de vida
Suporte básico de vida Suporte básico de vida
Suporte básico de vida DiegoAugusto86
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Primeiros socorros - Queimaduras
Primeiros socorros - QueimadurasPrimeiros socorros - Queimaduras
Primeiros socorros - QueimadurasRhuan Ornilo
 
Aph conceitos, modalidades, histórico (aula 1)
Aph   conceitos, modalidades, histórico (aula 1)Aph   conceitos, modalidades, histórico (aula 1)
Aph conceitos, modalidades, histórico (aula 1)Prof Silvio Rosa
 
Abordagem da vitima de trauma
Abordagem da vitima de traumaAbordagem da vitima de trauma
Abordagem da vitima de traumaNilton Goulart
 
Aula 1 - Urgência e emergência
Aula 1 - Urgência e emergênciaAula 1 - Urgência e emergência
Aula 1 - Urgência e emergênciaRicardo Augusto
 
Feridas e Curativos
Feridas e CurativosFeridas e Curativos
Feridas e CurativosElayne Nunes
 
Aula atendimento ao_paciente_critico.ppt-iraja edison
Aula atendimento ao_paciente_critico.ppt-iraja edisonAula atendimento ao_paciente_critico.ppt-iraja edison
Aula atendimento ao_paciente_critico.ppt-iraja edisonEdison Santos
 
Ressuscitação Cardiopulmonar
Ressuscitação Cardiopulmonar Ressuscitação Cardiopulmonar
Ressuscitação Cardiopulmonar resenfe2013
 
Parada Cardiorrespiratória
Parada CardiorrespiratóriaParada Cardiorrespiratória
Parada CardiorrespiratóriaMarkus Fiuza
 
Unidade de Terapia Intensiva (parte 2)
Unidade de Terapia Intensiva (parte 2)Unidade de Terapia Intensiva (parte 2)
Unidade de Terapia Intensiva (parte 2)Will Nunes
 
Primeiros Socorros Modulo III
Primeiros Socorros Modulo IIIPrimeiros Socorros Modulo III
Primeiros Socorros Modulo IIIemanueltstegeon
 
Parada cardio-respiratoria -11 cópia
Parada cardio-respiratoria -11 cópiaParada cardio-respiratoria -11 cópia
Parada cardio-respiratoria -11 cópiaObomdavida Obomdavida
 

Mais procurados (20)

Primeiros socorros - Queimaduras
Primeiros socorros - QueimadurasPrimeiros socorros - Queimaduras
Primeiros socorros - Queimaduras
 
Aph conceitos, modalidades, histórico (aula 1)
Aph   conceitos, modalidades, histórico (aula 1)Aph   conceitos, modalidades, histórico (aula 1)
Aph conceitos, modalidades, histórico (aula 1)
 
Hemorragias
HemorragiasHemorragias
Hemorragias
 
Curativos e coberturas
Curativos e coberturasCurativos e coberturas
Curativos e coberturas
 
Apresentação trauma
Apresentação traumaApresentação trauma
Apresentação trauma
 
Primeiros socorros
Primeiros socorrosPrimeiros socorros
Primeiros socorros
 
Abordagem da vitima de trauma
Abordagem da vitima de traumaAbordagem da vitima de trauma
Abordagem da vitima de trauma
 
Aula 1 - Urgência e emergência
Aula 1 - Urgência e emergênciaAula 1 - Urgência e emergência
Aula 1 - Urgência e emergência
 
Atendimento pré hospitalar
Atendimento pré hospitalarAtendimento pré hospitalar
Atendimento pré hospitalar
 
Feridas e Curativos
Feridas e CurativosFeridas e Curativos
Feridas e Curativos
 
Primeiros Socorros - intoxicação
Primeiros Socorros - intoxicaçãoPrimeiros Socorros - intoxicação
Primeiros Socorros - intoxicação
 
Aula atendimento ao_paciente_critico.ppt-iraja edison
Aula atendimento ao_paciente_critico.ppt-iraja edisonAula atendimento ao_paciente_critico.ppt-iraja edison
Aula atendimento ao_paciente_critico.ppt-iraja edison
 
Centro cirurgico
Centro cirurgico Centro cirurgico
Centro cirurgico
 
Ressuscitação Cardiopulmonar
Ressuscitação Cardiopulmonar Ressuscitação Cardiopulmonar
Ressuscitação Cardiopulmonar
 
Parada Cardiorrespiratória
Parada CardiorrespiratóriaParada Cardiorrespiratória
Parada Cardiorrespiratória
 
Unidade de Terapia Intensiva (parte 2)
Unidade de Terapia Intensiva (parte 2)Unidade de Terapia Intensiva (parte 2)
Unidade de Terapia Intensiva (parte 2)
 
4 aula souza
4 aula souza 4 aula souza
4 aula souza
 
Primeiros Socorros Modulo III
Primeiros Socorros Modulo IIIPrimeiros Socorros Modulo III
Primeiros Socorros Modulo III
 
RCP
RCPRCP
RCP
 
Parada cardio-respiratoria -11 cópia
Parada cardio-respiratoria -11 cópiaParada cardio-respiratoria -11 cópia
Parada cardio-respiratoria -11 cópia
 

Semelhante a ebook avaliação primária XABCDE

XABCDE.pptx
XABCDE.pptxXABCDE.pptx
XABCDE.pptxEnfSampy
 
XABCDE.pptx
XABCDE.pptxXABCDE.pptx
XABCDE.pptxEnfSampy
 
aula de PS Instrutor Ulisses Souza
aula de PS Instrutor Ulisses Souzaaula de PS Instrutor Ulisses Souza
aula de PS Instrutor Ulisses SouzaUlisses Souza
 
Primeiros Socorros Modulo II
Primeiros Socorros Modulo IIPrimeiros Socorros Modulo II
Primeiros Socorros Modulo IIemanueltstegeon
 
Noções básicas sobre primeiros socorros
Noções básicas sobre primeiros socorrosNoções básicas sobre primeiros socorros
Noções básicas sobre primeiros socorrosRocha Neto
 
Atendimento Pré Hospitalar
Atendimento Pré HospitalarAtendimento Pré Hospitalar
Atendimento Pré HospitalarVivi Medeiros
 
Primeiros Socorros
Primeiros SocorrosPrimeiros Socorros
Primeiros Socorrossibelinha21
 
Brigada Orgânica Brigada APH plataforma.pptx
Brigada Orgânica  Brigada APH plataforma.pptxBrigada Orgânica  Brigada APH plataforma.pptx
Brigada Orgânica Brigada APH plataforma.pptxInstitutoVidaBsica
 
Brigada Orgânica Brigada APH plataforma.pptx
Brigada Orgânica  Brigada APH plataforma.pptxBrigada Orgânica  Brigada APH plataforma.pptx
Brigada Orgânica Brigada APH plataforma.pptxInstitutoVidaBsica
 
Primeiros Socorros - Atendimento de emergência a politraumatizados
Primeiros Socorros - Atendimento de emergência a politraumatizadosPrimeiros Socorros - Atendimento de emergência a politraumatizados
Primeiros Socorros - Atendimento de emergência a politraumatizadosCleanto Santos Vieira
 
Aph completo ulisses souza
Aph completo  ulisses souzaAph completo  ulisses souza
Aph completo ulisses souzaUlisses Souza
 
\'PRIMEIROS_SOCORROS
\'PRIMEIROS_SOCORROS\'PRIMEIROS_SOCORROS
\'PRIMEIROS_SOCORROSmiguel_ytchu
 
TREINAMENTO PRIMEIROS SOCORROS
TREINAMENTO PRIMEIROS SOCORROSTREINAMENTO PRIMEIROS SOCORROS
TREINAMENTO PRIMEIROS SOCORROSJulio Jayme
 
Aula 2 Primeiros Socorros.pdf
Aula 2 Primeiros Socorros.pdfAula 2 Primeiros Socorros.pdf
Aula 2 Primeiros Socorros.pdfontimiza
 

Semelhante a ebook avaliação primária XABCDE (20)

XABCDE.pptx
XABCDE.pptxXABCDE.pptx
XABCDE.pptx
 
XABCDE.pptx
XABCDE.pptxXABCDE.pptx
XABCDE.pptx
 
aula de PS Instrutor Ulisses Souza
aula de PS Instrutor Ulisses Souzaaula de PS Instrutor Ulisses Souza
aula de PS Instrutor Ulisses Souza
 
LTO RMC.pdf
LTO RMC.pdfLTO RMC.pdf
LTO RMC.pdf
 
Apostila 1º socorros
Apostila 1º socorrosApostila 1º socorros
Apostila 1º socorros
 
Primeiros Socorros Modulo II
Primeiros Socorros Modulo IIPrimeiros Socorros Modulo II
Primeiros Socorros Modulo II
 
Noções básicas sobre primeiros socorros
Noções básicas sobre primeiros socorrosNoções básicas sobre primeiros socorros
Noções básicas sobre primeiros socorros
 
Atendimento Pré Hospitalar
Atendimento Pré HospitalarAtendimento Pré Hospitalar
Atendimento Pré Hospitalar
 
Primeiros Socorros
Primeiros SocorrosPrimeiros Socorros
Primeiros Socorros
 
Brigada Orgânica Brigada APH plataforma.pptx
Brigada Orgânica  Brigada APH plataforma.pptxBrigada Orgânica  Brigada APH plataforma.pptx
Brigada Orgânica Brigada APH plataforma.pptx
 
Brigada Orgânica Brigada APH plataforma.pptx
Brigada Orgânica  Brigada APH plataforma.pptxBrigada Orgânica  Brigada APH plataforma.pptx
Brigada Orgânica Brigada APH plataforma.pptx
 
Primeiros Socorros.ppt
Primeiros Socorros.pptPrimeiros Socorros.ppt
Primeiros Socorros.ppt
 
7 aula trauma.pdf
7 aula trauma.pdf7 aula trauma.pdf
7 aula trauma.pdf
 
Primeiros Socorros - Atendimento de emergência a politraumatizados
Primeiros Socorros - Atendimento de emergência a politraumatizadosPrimeiros Socorros - Atendimento de emergência a politraumatizados
Primeiros Socorros - Atendimento de emergência a politraumatizados
 
Manual do trauma
Manual do traumaManual do trauma
Manual do trauma
 
Aph completo ulisses souza
Aph completo  ulisses souzaAph completo  ulisses souza
Aph completo ulisses souza
 
Emergencia 1
Emergencia 1Emergencia 1
Emergencia 1
 
\'PRIMEIROS_SOCORROS
\'PRIMEIROS_SOCORROS\'PRIMEIROS_SOCORROS
\'PRIMEIROS_SOCORROS
 
TREINAMENTO PRIMEIROS SOCORROS
TREINAMENTO PRIMEIROS SOCORROSTREINAMENTO PRIMEIROS SOCORROS
TREINAMENTO PRIMEIROS SOCORROS
 
Aula 2 Primeiros Socorros.pdf
Aula 2 Primeiros Socorros.pdfAula 2 Primeiros Socorros.pdf
Aula 2 Primeiros Socorros.pdf
 

ebook avaliação primária XABCDE

  • 1. E-book Avaliação Primária no Trauma Itrian Luis Borges
  • 2. O QUE É TRAUMA? No contexto do atendimento pré hospitalar, define-se o TRAUMA como um evento nocivo que advém da liberação de formas específicas de energia ou de barreiras físicas ao fluxo normal de energia. Itrian Luis Borges
  • 3. HISTÓRIA DO XABCDE DO TRAUMA Em 1976, ao sofrer um acidente com sua família, o cirurgião ortopédico Jim Styner pôde perceber as fragilidades dos cuidados em primeiros socorros de vítimas de traumas. Depois dessa experiência, o médico desenvolveu o protocolo ABCDE do trauma, que passou a ser empregado em diversas regiões do mundo a partir de 1978, sendo ministrado neste ano o primeiro curso sobre o tema Itrian Luis Borges
  • 4. HISTÓRIA DO XABCDE DO TRAUMA A importância do método desenvolvido por Jim Styner não demorou a ser reconhecida pelas autoridades médicas, uma vez que só com esses cuidados é possível realmente estabilizar o paciente, deixando-o mais seguro para o transporte e para quaisquer outras intervenções que se façam necessárias. Itrian Luis Borges
  • 5. HISTÓRIA DO XABCDE DO TRAUMA Mudança (a entrada do X): O famoso mnemônico do trauma “abcde” ganhou na 9ª edição do PHTLS 2018, no capítulo 6 , mais uma letra. O “x” de hemorragia exsanguinante ou seja hemorragia externa grave. Itrian Luis Borges
  • 6. HISTÓRIA DO XABCDE DO TRAUMA O APH sofreu uma substancial alteração, dando mais ênfase às grandes hemorragias externas, antes mesmo do controle cervical ou da abertura das vias aéreas! Itrian Luis Borges
  • 7. O QUE É O ABCDE DO TRAUMA? O XABCDE é um mnemônico que padroniza o atendimento inicial ao paciente politraumatizado e define prioridades na abordagem ao trauma, no sentido de padronizar o atendimento. Ou seja, é uma forma rápida e fácil de memorizar todos os passos que devem ser seguidos com o paciente em politrauma. Itrian Luis Borges
  • 8. O QUE É O ABCDE DO TRAUMA? Ele foi pensado para identificar lesões potencialmente fatais ao indivíduo, e é aplicável a todas as vítimas com quadro crítico, independentemente da idade. O protocolo tem como principal objetivo reduzir índices de mortalidade e morbidade em vítimas de qualquer tipo de trauma. E como o método funciona? Itrian Luis Borges
  • 9. CONDUTAS DE SEGURANÇA NA FASE PRÉ-HOSPITALAR Antes de iniciar a abordagem XABCDE ao paciente vítima de trauma é necessário atentar-se a itens essenciais para salvaguardar a vida da equipe, como: avaliação da segurança da cena segura, uso de EPI’s, sinalização da cena. (Ex. dispor cones de isolamento na pista). Itrian Luis Borges
  • 11. Significado das Letras XABCDE (X) – Exsanguinação Contenção de hemorragia externa grave, a abordagem a esta, deve ser antes mesmo do manejo das vias aérea uma vez que, epidemiologicamente, apesar da obstrução de vias aéreas ser responsável pelos óbitos em um curto período de tempo, o que mais mata no trauma são as hemorragias graves. Itrian Luis Borges
  • 12. Significado das Letras XABCDE (A) – Vias aéreas e proteção da coluna vertebral No A, deve-se realizar a avaliação das vias aéreas. No atendimento pré-hospitalar, 66 - 85% das mortes evitáveis ocorrem por obstrução de vias aéreas. Para manutenção das vias aéreas utiliza-se das técnicas: “chin lift”: elevação do queixo, uso de aspirador de ponta rígida. Itrian Luis Borges
  • 13. Significado das Letras XABCDE Itrian Luis Borges “Chin Lift”
  • 14. Significado das Letras XABCDE Já o “jaw thrust”: anteriorização da mandíbula, cânula orofaríngea (Guedel). Itrian Luis Borges
  • 15. Significado das Letras XABCDE Observação importante: Nunca realize a manobra de Chin Lift em vítima com suspeita de trauma. Itrian Luis Borges
  • 16. Significado das Letras XABCDE No A também, realiza-se a proteção da coluna cervical. Em vítimas conscientes, a equipe de socorro deve se aproximar da vítima pela frente, para evitar que mova a cabeça para os lados durante o olhar, podendo causar lesões medulares. Itrian Luis Borges
  • 17. Significado das Letras XABCDE A imobilização deve ser de toda a coluna, não se limitando a coluna cervical. Para isso, uma prancha rígida deve ser utilizada. Considere uma lesão da coluna cervical em todo doente com traumatismos multissistêmicos! Itrian Luis Borges
  • 18. Significado das Letras XABCDE (B) – Boa Ventilação e Respiração No B, o socorrista deve analisar se a respiração está adequada. A frequência respiratória, inspeção dos movimentos torácicos, cianose, desvio de traqueia e observação da musculatura acessória são parâmetros analisados nessa fase. Itrian Luis Borges
  • 19. Significado das Letras XABCDE Para tal, é necessário expor o tórax do paciente, realizar inspeção, palpação, ausculta e percussão. Verificar se a respiração é eficaz e se o paciente está bem oxigenado. Itrian Luis Borges
  • 20. Significado das Letras XABCDE (C) – Circulação com Controle de Hemorragias No C, a circulação e a pesquisa por hemorragia são os principais parâmetros de análise. A maioria das hemorragias é estancada pela compressão direta do foco. A Hemorragia é a principal causa de morte no trauma. A diferença entre o “X” e o “C” é que o X se refere a hemorragias externas, grandes hemorragias. Itrian Luis Borges
  • 21. Significado das Letras XABCDE Já o “C” refere-se a hemorragias internas, onde deve- se investigar perdas de volume sanguíneo não visível, analisando os principais pontos de hemorragia interna no trauma (pelve, abdomem e membros inferiores), avaliando sinais clínicos de hemorragia como tempo de enchimento capilar lentificado, pele fria e pegajosa e comprometimento do nível e qualidade de consciência. Itrian Luis Borges
  • 22. Significado das Letras XABCDE Classificando o Choque Hipovolêmico Itrian Luis Borges
  • 23. Significado das Letras XABCDE Quais soluções empregar na reposição volêmica? O Soro Ringer com Lactato é a solução isotônica de escolha, contudo, soluções cristaloides não repõem hemácias, portanto, não recupera a capacidade de carrear O2 ou as plaquetas necessárias no processo de coagulação e controle de hemorragias. Itrian Luis Borges
  • 24. Significado das Letras XABCDE (D) – Disfunção Neurológica No D, a análise do nível de consciência, tamanho e reatividade das pupilas, presença de hérnia cerebral, sinais de lateralização e o nível de lesão medular são medidas realizadas. Itrian Luis Borges
  • 25. Significado das Letras XABCDE Nessa fase, o objetivo principal é minimizar as chances de lesão secundária pela manutenção da perfusão adequada do tecido cerebral. Importante aplicar a escala de goma de Glasgow atualizada. Itrian Luis Borges
  • 26. Significado das Letras XABCDE Itrian Luis Borges
  • 27. Significado das Letras XABCDE (E) – Exposição Total do Paciente No E, a análise da extensão das lesões e o controle do ambiente com prevenção da hipotermia são as principais medidas realizadas. O socorrista deve analisar sinais de trauma, sangramento, manchas na pele etc. A parte do corpo que não está exposta pode esconder a lesão mais grave que acomete o paciente. Itrian Luis Borges
  • 28. Faça o básico bem feito. Itrian Luis Borges