SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 27
1
EBD - ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA – 2ºsem/2023
Facilitadores: Yuri Eloi e Francisco Tudela
Aula 17
SEGUNDO DISCURSO DE MOISÉS - CAP
5 AO 26
2
II. O SEGUNDO DISCURSO DE MOISÉS
� Exposição dos Dez Mandamentos 4.44– 11.32
� Exposição das leis cerimoniais 12.1-16.17
� Exposição da lei civil 16.18-18.22
� Exposição das leis criminais 19.1-21.9
� Exposição das leis sociais 21.10– 26.19
� Moisés lista os 10 mandamentos em duas ocasiões:
� Ex 20.3 -17 No monte Sinai
� Dt 5.6-21 Pouco antes da sua morte.
� A repetição tem o propósito de entregar, para a geração dos filhos daqueles que
saíram do Egito, a Lei de Deus tal como acontecera com seus pais, 39 anos antes.
� Há pequenas diferenças na exposição:
3
Deus abençoa o sábado.
Deus ordena sua guarda.
Os motivos são diferentes.
�Ex 20. 8-11 ”LEMBRA-TE DO DIA DE
SÁBADO, para santificá-lo. Trabalharás seis
dias e neles farás todos os teus trabalhos,
mas o sétimo dia é o sábado dedicado ao
senhor teu Deus. Nesse dia não farás
trabalho algum, nem tu, nem teus filhos ou
filhas, nem teus servos ou servas, nem teus
animais, nem os estrangeiros que
morarem em tuas cidades. POIS EM SEIS
DIAS O SENHOR FEZ os céus e a terra, o
mar e tudo o que neles existe, mas NO
SÉTIMO DIA DESCANSOU. Portanto, O
SENHOR ABENÇOOU O SÉTIMO DIA E O
SANTIFICOU.”
�Dt 5.12-15 ”GUARDARÁS O DIA DE SÁBADO a
fim de santificá-lo, conforme o Senhor, o teu
Deus, te ordenou. Mas o sétimo dia é um sábado
para o senhor, o teu Deus. Nesse dia não farás
trabalho algum, nem tu nem teu filho ou filha,
nem o teu servo ou serva, nem o teu boi, teu
jumento ou qualquer dos teus animais, nem o
estrangeiro que estiver em tua propriedade; para
que o teu servo e a tua serva descansem como
tu. LEMBRA-TE DE QUE FOSTE ESCRAVO no Egito
e que o Senhor, o teu Deus, te tirou de lá com
mão poderosa e com braço forte. POR ISSO O
SENHOR, O TEU DEUS, TE ORDENOU QUE
GUARDES O DIA DE SÁBADO
4
� Ex 20.12 “Honra teu pai e tua
mãe, a fim de que tenhas
vida longa na terra que o
Senhor teu Deus te dá.”
� Dt 5.16 “Honra teu pai e tua mãe, como
te ordenou o Senhor, o teu Deus, para
que tenhas longa vida e tudo te vá bem
na terra que o Senhor, o teu Deus, te dá.”
� Honrar é: respeitar, amar, cuidar, proteger, obedecer;
� Honrar seus pais é ter um comportamento ético, em casa
e público, que não os envergonhe.
Filhos que honram seus pais podem estar mais inclinados a
adotar estilos de vida saudáveis e a evitar comportamentos
prejudiciais que influenciam na longevidade.
Honrar os pais geralmente implica em manter relações
interpessoais saudáveis que contribuem para o bem-estar
emocional, mental e físico, que influenciam na longevidade.
5
� Ex 20.17 “Não cobiçarás a casa do
teu próximo. Não cobiçarás a
mulher do teu próximo, nem seus
servos ou servas, nem seu boi ou
jumento, nem coisa alguma que lhe
pertença".
� Dt 5.21 “Não cobiçarás a mulher do teu
próximo. Não desejarás a casa do teu
próximo, nem sua propriedade; nem seu
servo ou serva; nem seu boi ou
jumento; nem coisa alguma que lhe
pertença".
� É o único mandamento com proibição expressa referente às emoções e motivações
interiores que resultam de atitudes egoístas.
� Desejar o que pertence ao próximo é buscar a satisfação pessoal sem se preocupar
com o bem-estar do próximo.
� A Lei pode ser resumida em amar Deus e as pessoas genuinamente.
� Mc 12.30,31 “Ame o Senhor, o seu Deus de todo o seu coração, de toda a sua alma,
de todo o seu entendimento e de todas as suas forças’. O segundo é este: ‘Ame o seu
próximo como a si mesmo’. Não existe mandamento maior do que estes".
6
� 6.7,20,21 “ENSINE-AS COM PERSISTÊNCIA A SEUS FILHOS. Converse sobre elas
quando estiver sentado em casa, quando estiver andando pelo caminho, quando
se deitar e quando se levantar... No futuro, quando o seu filho lhes perguntar: "O
QUE SIGNIFICAM ESTES PRECEITOS, DECRETOS E ORDENANÇAS que o Senhor, o
nosso Deus, ordenou a vocês? Vocês lhes responderão...“
� A responsabilidade de ensinar essas coisas aos seus filhos, não é apenas levá-los
ao culto, à EBD, ... é ler a Bíblia e ter ações condizentes com a ética cristã, pois o
maior impacto não é o cognitivo, o que aprendo sobre Deus, mas o testemunhal,
o que Deus representa para mim.
� Você saberia responder PARA QUE SERVEM OU QUAL A FINALIDADE das
orientações que Jesus deu durante seu ministério? Por ex. ofereça a outra face,
levem a capa.....
7
� 6.13 “Temam o Senhor, o seu Deus, e só a ele prestem culto (1), e jurem somente
pelo seu nome (2).”
 (1) Mt 4.10 “Jesus lhe disse: "Retire-se, Satanás! Pois está escrito: ‘Adore o
Senhor, o seu Deus e só a ele preste culto’".
 (2) Mt 5.34-37 “Mas eu lhes digo: Não jurem de forma alguma: nem pelo
céu, porque é o trono de Deus; ...E não jure pela sua cabeça, pois você não
pode tornar branco ou preto nem um fio de cabelo. Seja o seu ‘sim’, ‘sim’, e
o seu ‘não’, ‘não’; o que passar disso vem do Maligno.”
� 6.16 “Não ponham à prova o Senhor, o seu Deus, como fizeram em Massá.” Ex 17.7
 Mt 4.7 “Jesus lhe respondeu: "Também está escrito: ‘Não ponha à prova o
Senhor, o seu Deus".
� Pôr Deus à prova é querer impor-Lhe condições, Jesus se recusou a fazer isso
Eu ordeno, eu declaro, eu.....
8
� Cap 7 anuncia o programa para o extermínio dos deuses estrangeiros e seus
povos em Canaã
� Enfatiza que devem separar-se dos povos pagãos (1-5),
� Mostra as razões para essa separação (6-11),
� Descreve as bênçãos decorrentes da obediência (12-16),
� Afirma que Deus lutará por Israel (17-24),
� Para tanto devem viver separados das nações pagãs (25, 26).
� 7.2a “não tenham piedade delas.”
� À primeira vista esta afirmação dá a impressão de que Deus é cruel, que
não é um Deus de amor.
� Ao instrui-los a derrubar os altares dos outros povos, a não associar-se com
eles pelo casamento e a destruir tudo que possa afastá-los d’Ele, mostra
Seu cuidado.
9
� Cap 8 trata da disciplina e proteção de Deus (8.1-6), que poderia ser esquecida
com a vida próspera em Canaã (8.7-20).
� Destaque para o vs 17:
� 8.17 “Não digam, pois, em seu coração: "A minha capacidade e a força das
minhas mãos ajuntaram para mim toda esta riqueza".”
� A prosperidade e poder podem levar a crer na auto suficiência e esquecer-
se de Deus.
� Destaque para uma “boa confecção” que usada por 40 anos não gastou:
� 8.4 “As roupas de vocês não se gastaram e os seus pés não incharam durante
esses quarenta anos.”
10
� Cap 9 destaca que:
� as nações tinham vantagem sobre Israel (1,2),
� somente com o poder divino as derrotariam (3),
� a vitória não se devia por serem bons aos olhos de Deus (4),
� nem à sua justiça ou retidão (5).
� as nações pagãs, e não Israel, é que estavam recebendo a justiça que
mereciam por suas maldades (5,6).
� As razões desse triunfo foram:
� a maldade destas nações pagãs (5a);
� a promessa de Deus aos patriarcas (5b);
11
� Cap 11 o que leva às bênçãos ou às maldições:
� 11.25-28 “Prestem atenção! Hoje estou pondo diante de vocês a bênção e
a maldição. Vocês terão bênção, se obedecerem aos mandamentos do
Senhor, o seu Deus, que hoje lhes estou dando; mas terão maldição, se
desobedecerem aos mandamentos do Senhor, o seu Deus, e se afastarem
do caminho que hoje lhes ordeno, para seguir deuses desconhecidos.”
� Caps. 12 ao 26 lista regras para a vida religiosa, civil, social e doméstica em
Canaã.
� 12.1 “Estes são os decretos e ordenanças que vocês devem ter o cuidado
de cumprir ENQUANTO VIVEREM NA TERRA que o Senhor, o Deus dos seus
antepassados, deu a vocês como herança.”
12
� Cap. 13 adverte para a idolatria vinda dentre eles mesmos:
� levados por um falso profeta (1-5),
� levados por parentes (6-11), ou
� levados por pessoas de dentro da comunidade (12-18).
� 13.1-3 “Se aparecer entre vocês um profeta ou alguém que faz predições por
meio de sonhos e lhes anunciar um sinal miraculoso ou um prodígio, e se o sinal
ou prodígio de que ele falou acontecer, e ele disser: "Vamos seguir outros deuses
que vocês não conhecem e vamos adorá-los", não deem ouvidos às palavras
daquele profeta ou sonhador. O Senhor, o seu Deus, está pondo vocês à prova
para ver se o amam de todo o coração e de toda a alma.”
� Há líderes carismáticos nem sempre guiados por Deus.
� PA Resistir à apostasia: quando alguém afirmar que esta é a palavra de Deus,
questione: isto é bíblico?
� Ainda existem falsos profetas hoje.
13
� Cap. 14 deveriam ser um povo distinto dos povos pagãos.
� Assim, a morte de alguém próximo não precisava ser encarada com desespero e
automutilação (1-2).
� 14.1 “...Não façam cortes no corpo nem rapem a frente da cabeça por causa dos
mortos,”
� O ano do cancelamento das dívidas:
� 15.11-13 “Sempre haverá pobres na terra. Portanto, eu lhe ordeno que abra o
coração para o seu irmão israelita, tanto para o pobre como para o necessitado
de sua terra. Se seu concidadão hebreu, homem ou mulher, vender-se a você e
servi-lo seis anos, no sétimo ano dê-lhe a liberdade. E, quando o fizer, não o
mande embora de mãos vazias.”
� Mc 14.7 “Pois os pobres vocês sempre terão consigo, e poderão ajudá-los sempre
que o desejarem. Mas a mim vocês nem sempre terão.”
14
Cap. 16 dá instruções sobre:
� as três festas anuais (1-17), (Pascoa, Colheita e Barracas);
� a administração da justiça (18-20);
� a proibição de contato com símbolos pagãos (21,22).
� Três peregrinações anuais para a adoração.
� 16.16 “Três vezes por ano todos os seus homens se
apresentarão ao Senhor, ao seu Deus, no local que ele
escolher, por ocasião da festa dos pães sem fermento, da
festa das semanas e da festa das cabanas. Nenhum deles
deverá apresentar-se ao Senhor de mãos vazias:”
Não aceitar suborno
16.19 “Não pervertam a justiça nem mostrem parcialidade. Não aceitem suborno,
pois o suborno cega até os sábios e prejudica a causa dos justos.”
15
� Cap. 17 instruções sobre:
� a perfeição dos animais oferecidos a Deus, cf. Lv 22.17-33;
� a corte de justiça (8-13);
� características de um rei (14-20).
� 17.8,13 “Se para os seus tribunais vierem casos difíceis demais de julgar, sejam
crimes de sangue, litígios ou agressões...procurem os sacerdotes levitas e o juiz
que estiver exercendo o cargo na ocasião...Procedam de acordo com a decisão
que eles proclamarem...Mas quem agir com rebeldia contra o juiz ... terá que ser
morto...Assim, todo o povo temerá e não ousará mais agir com rebeldia.”
16
TRATA DO REINADO (17.14-20):
� A monarquia é uma concessão e não uma ordem (v. 14,15),
� O rei será indicado por Deus (v. 15),
� Estará sujeito às suas exigências (v. 18,19),
� 17.14 “...vocês disserem: "Queremos um rei que nos governe, como têm todas as
nações vizinhas",”
� 17.16,17 “Esse rei, porém, não deverá adquirir muitos cavalos ...Também não
deverá acumular muita prata e muito ouro.”
� Ai de muitos dos nossos governantes
Visite www. Escolabiblicavirtual.com.br, na aba “Monarquia de Israel- Características
de liderança”
17
� Cap. 18 Instruções a respeito:
� dos direitos dos sacerdotes e levitas (1-8),
� da proibição das superstições e magias dos pagãos (9-14),
� das características de um profeta (15-22).
� 18.15 “O Senhor, o seu DEUS, LEVANTARÁ do meio de seus próprios irmãos UM
PROFETA COMO EU; ouçam-no,”
� Jo 1.15,21,25 “João (Batista) dá testemunho dele. Perguntaram-lhe: "E então,
quem é você? É Elias? " Ele disse: "Não sou". "É o Profeta?" Ele respondeu:
"Não". Então, por que você batiza, se não é o Cristo, nem Elias, nem o Profeta“
� Lc 16.16 “A Lei e os Profetas profetizaram até João.”
� PA Hoje não temos mais profetas, pois a profecia é a revelação dos planos e
das expectativas de Deus para o homem, e isto está integralizado na Bíblia
18
� Cap. 19 O código penal
� Instruções sobre as cidades de refúgio (1-13),
� dos limites na demarcação das propriedades (14);
� das testemunhas num julgamento (15-21).
� 19.18,19 “Os juízes investigarão o caso e, se ficar provado que a testemunha
mentiu e deu falso testemunho contra o seu próximo, deem-lhe a punição que ele
planejava para o seu irmão.”
Lei da reciprocidade, a Lei de Talião (do latim: talio: tal, idêntico):
� 19.21 “Não tenham piedade. Exijam vida por vida, olho por olho, dente por
dente, mão por mão, pé por pé.”
� Mt 5.38,39 “Vocês ouviram o que foi dito: ‘Olho por olho e dente por dente’. Mas
eu lhes digo: não resistam ao perverso (alguém que nos faz mal ou maltrata). Se
alguém o ferir na face direita, ofereça-lhe também a outra....”
19
� Cap. 20.1 “Quando vocês forem à guerra”:
� Encorajamento aos que vão à batalha (1-4).
� Isenção do serviço militar (5-9)
� 20.7,8 “Há alguém comprometido para casar-se que ainda não recebeu sua
mulher? Volte ele para sua casa, para que não morra na guerra e outro case-se
com ela". Por fim os oficiais acrescentarão: "Alguém está com medo e não tem
coragem? Volte ele para sua casa, para que os seus irmãos israelitas também
não fiquem desanimados".”
AÇÕES DE GUERRA
� 20.10,15 “Quando vocês avançarem para atacar uma cidade, enviem-lhe
primeiro uma proposta de paz.... É assim que vocês tratarão todas as cidades
distantes que não pertencem às nações vizinhas de vocês.”
� Antes de qualquer luta, uma proposta de paz deveria ser feita, pois ela é mais
importante que a guerra!
20
LEIS DE GUERRA
� A organização do exército e a estratégia de guerra devia ser considerada como
“guerra de Deus”.
� Isto não quer dizer que Deus é violento, mas que estava combinando a
preparação do seu povo para conquistar a terra prometida, com a justiça que
traria fim à maldade daqueles povos, que sacrificavam crianças para seus ídolos.
� Esta era uma questão teológica e espiritual adequada ao contexto da época, hoje
não se validam guerras santas.
� A guerra é a mais desastrosa manifestação coletiva do mal.
� PF As tentativas de evitá-la com iniciativas de paz e discipliná-la através de leis,
são importantes, porém, se mostram ineficazes e nossa esperança está em
voltar-se para Jesus:
� Ef 2.14 “Pois ele é a nossa paz, o qual de ambos fez um e destruiu a barreira, o
muro de inimizade,”
21
Cap. 21 EXPLICA:
� como expiar um homicídio de autoria desconhecida (1-9);
� o casamento com mulheres prisioneiras de guerra (10-14);
� os direitos do filho primogênito (15-17);
� a punição dos filhos rebeldes (18-21);
� o sepultamento do criminoso crucificado (22, 23).
21.17 “Ele terá que reconhecer o filho da mulher que ele não prefere como filho
mais velho, dando-lhe porção dupla de tudo o que possui. Aquele filho é o primeiro
sinal da força de seu pai e o direito do filho mais velho lhe pertence.”
Essa lei traz justiça num ambiente de poligamia, comum naquela época, assim a
ordem do nascimento dos filhos é que prevalece sobre a preferência do chefe de
família; o pai não pode dar o direito de primogenitura ao filho que desejar.
22
ORDENANÇAS RELATIVAS AO TRABALHO E AO CASAMENTO. 22.1-30
� 22.5 “A mulher não usará roupas de homem, e o homem não usará roupas de
mulher, pois o Senhor, o seu Deus, tem aversão por todo aquele que assim
procede.”
� Nesta época, para os pagãos, vestir os trajes que pertenciam ao sexo oposto
era uma prática de magia para levar o mal às pessoas.
� Por exemplo, um soldado travestido prenunciava que os soldados do exército
inimigo seriam tão fracos quanto uma mulher.
� Historiadores apontam que o uso da túnica era comum aos dois sexos,
diferiam nas cores e nos cinturões.
� Alguns citam este verso contra o uso de calças pelas mulheres.
23
Cap. 23 TRATA:
� de quem não pode participar do culto (1-8);
� da higiene no acampamento na guerra (9-14);
� da segurança a escravos refugiados (15,16);
� da proibição da prostituição cultual (17,18);
� de não cobrar juros do israelita (19,20);
� dos votos feitos a Deus (21-23);
� da liberdade de tomar algo da plantação alheia (24,25).
� 23.24,25 “Se vocês entrarem na vinha do seu próximo, poderão comer as uvas
que desejarem, mas nada poderão levar em sua cesta. Se entrarem na plantação
de trigo do seu próximo, poderão apanhar espigas com as mãos, mas nunca
usem foice para ceifar o trigo do seu próximo.”
24
Cap. 24 REGULAMENTOS SOBRE
� recasamento em um caso específico de divórcio (1-4);
� a isenção militar aos recém-casados (5);
� limita as garantias de uma dívida (6, 10-13);
� o rapto (7);
� a lepra (9);
� o imediato pagamento dos salários (14,15);
� cada um é responsável pelos seus atos (16-18
� a generosidade com os pobres (19-22).
� 24.16 “Os pais não serão mortos em lugar dos filhos, nem os filhos em lugar dos
pais; cada um morrerá pelo seu próprio pecado.”
� 24.15 “Paguem-lhe o seu salário diariamente, antes do pôr do sol, pois ele é
necessitado e depende disso. Se não, ele poderá clamar ao Senhor contra você, e
você será culpado de pecado. ”
25
Cap. 25 REGRAS SOBRE
(a) os limites do castigo corporal (1-3), (b) direitos dos animais em serviço (4),
(c) casamento sob levirato* (5-10), (d) castigo de pecados excepcionais (11, 12),
(e) justiça nos negócios (13-16), (f) extermínio dos amalequitas (17-19).
� 25.3 “desde que nunca ultrapasse quarenta açoites.”
� 2Co 11.24 “Cinco vezes recebi dos judeus trinta e nove açoites.”
� 25.4 “Não amordacem o boi enquanto está debulhando o cereal.”
� 1Co 9.9 “Pois está escrito na Lei de Moisés: "Não amordace o boi enquanto ele
estiver debulhando o cereal". Por acaso é com bois que Deus está preocupado?
A preocupação é com a ganância, ao amarrar a boca do boi ele não pararia para
comer, e isto é um mau trato, deveriam alimentá-lo.
Paulo se dedicava integralmente ao ministério, também deveria ser sustentado.
*casar-se com a viúva de um irmão falecido
26
 Olhe para trás, e veja o que Deus já fez e como o conduziu;
 Olhe para o alto e veja que Deus está presente;
 Olhe para a frente e saiba que o justo vive pela fé.
Para a semana que vem leiam Dt 27 ao 34
BOM DOMINGO
NA
CASA DO
SENHOR
Próximo Domingo:
Ler Deuteronômio caps. 27 ao 34
BIBLIOGRAFIA
1. Bíblia Sagrada NVI - Editora Vida – 2000.
2. O Pentateuco e sua Contemporaneidade. Coelho Filho, Isaltino Gomes. RJ, JUERP, 2007.
3. Panorama do Antigo Testamento. Hill, Andrew E. e Walton, J.H., BH, Vida, 2000.
4. Revista Compromisso - Convicção Editora.
5. Estudo Panorâmico da Bíblia. Mears, Henrietta C.- São Paulo: Editora Vida, 2006.
6. Comentário Bíblico Moody - Charles F Pfieffer – Ed. Batista Regular,2017
7. Passo a Passo pelo AT - Wailon B & Tom H.- Ed. LifeWay Brasil – SP - 2004
8. Portal Bible Project - https://bibleproject.com/portugues/.
9. ROTA 66-Rádio Transmundial. Sayão, Luiz - https://www.rtmbrasil.org.br/radio/programas/rota-66/pagina/1
10.Reflexões extraídas da World Wide Web
11.Comentário Bíblico NVI - BRUCCE, F. F, SP, Ed. Vida, 1ª edição, 2008
12.Comentário Bíblico Popular - MacDonald, Willian, SP, Ed. Mundo Cristão, 1ª edição, 2008
13.Comentário Bíblico do professor - Editora Vida
14.Interpretação do Pentateuco - Vogt, Peter T. Editora Cultura Cristã – 2015.
15.Esta apresentação está disponível no site: www.escolabiblicavirtual.com.br

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a 17 Deuteronomio 5 - 26.pptx

Palavras de sabedoria_812015_GGR
Palavras de sabedoria_812015_GGRPalavras de sabedoria_812015_GGR
Palavras de sabedoria_812015_GGRGerson G. Ramos
 
12 possíveis causas de maldição
12 possíveis causas de maldição12 possíveis causas de maldição
12 possíveis causas de maldiçãoJoao Rumpel
 
A igreja de Cristo e a lei_1222014_GGR
A igreja de Cristo e a lei_1222014_GGRA igreja de Cristo e a lei_1222014_GGR
A igreja de Cristo e a lei_1222014_GGRGerson G. Ramos
 
Arrependimento traz bençãos marcio valadão
Arrependimento traz bençãos   marcio valadãoArrependimento traz bençãos   marcio valadão
Arrependimento traz bençãos marcio valadãoester0908
 
A importancia do culto doméstico.pptx
A importancia do culto doméstico.pptxA importancia do culto doméstico.pptx
A importancia do culto doméstico.pptxCesarArajo2
 
Sacudidura na igreja de Deus
Sacudidura na igreja de DeusSacudidura na igreja de Deus
Sacudidura na igreja de DeusEdilson Gomes
 
10 o reino unido, dividido e o exilio - 10 aula
10   o reino unido, dividido e o exilio - 10 aula10   o reino unido, dividido e o exilio - 10 aula
10 o reino unido, dividido e o exilio - 10 aulaPIB Penha
 
A natureza missionária de Deus_132015
A natureza missionária de Deus_132015A natureza missionária de Deus_132015
A natureza missionária de Deus_132015Gerson G. Ramos
 
07 - OS MANDAMENTOS DO SENHOR
07 - OS MANDAMENTOS DO SENHOR07 - OS MANDAMENTOS DO SENHOR
07 - OS MANDAMENTOS DO SENHORAilton da Silva
 
Votos para uma Nova Vida.pptx
Votos para uma Nova Vida.pptxVotos para uma Nova Vida.pptx
Votos para uma Nova Vida.pptxAntonioeGuiomar
 
O Juízo pré-advento_Resumo_942013
O Juízo pré-advento_Resumo_942013O Juízo pré-advento_Resumo_942013
O Juízo pré-advento_Resumo_942013Gerson G. Ramos
 
As obras e os decretos de Deus
As obras e os decretos de DeusAs obras e os decretos de Deus
As obras e os decretos de Deusdimas campos
 
As portas para demônios parte 8 final
As portas para demônios parte 8 finalAs portas para demônios parte 8 final
As portas para demônios parte 8 finalRômulo Martins
 
Lição 7 (1° 14) os dez mandamentos do senhor
Lição 7 (1° 14) os dez mandamentos do senhorLição 7 (1° 14) os dez mandamentos do senhor
Lição 7 (1° 14) os dez mandamentos do senhorPr. Andre Luiz
 
Escola da líderes - 12 conselhos.ppt
Escola da líderes - 12 conselhos.pptEscola da líderes - 12 conselhos.ppt
Escola da líderes - 12 conselhos.pptzanwashington
 
Malaquias-PROFECIAS BIBLIA SAGRADA
 Malaquias-PROFECIAS BIBLIA SAGRADA  Malaquias-PROFECIAS BIBLIA SAGRADA
Malaquias-PROFECIAS BIBLIA SAGRADA ELIAS OMEGA
 
A bíblia e a homossexualidade
A bíblia e a homossexualidadeA bíblia e a homossexualidade
A bíblia e a homossexualidadeJoel Silva
 

Semelhante a 17 Deuteronomio 5 - 26.pptx (20)

Palavras de sabedoria_812015_GGR
Palavras de sabedoria_812015_GGRPalavras de sabedoria_812015_GGR
Palavras de sabedoria_812015_GGR
 
12 possíveis causas de maldição
12 possíveis causas de maldição12 possíveis causas de maldição
12 possíveis causas de maldição
 
A igreja de Cristo e a lei_1222014_GGR
A igreja de Cristo e a lei_1222014_GGRA igreja de Cristo e a lei_1222014_GGR
A igreja de Cristo e a lei_1222014_GGR
 
Arrependimento traz bençãos marcio valadão
Arrependimento traz bençãos   marcio valadãoArrependimento traz bençãos   marcio valadão
Arrependimento traz bençãos marcio valadão
 
Os 10 mandamentos
Os 10 mandamentosOs 10 mandamentos
Os 10 mandamentos
 
A importancia do culto doméstico.pptx
A importancia do culto doméstico.pptxA importancia do culto doméstico.pptx
A importancia do culto doméstico.pptx
 
Sacudidura na igreja de Deus
Sacudidura na igreja de DeusSacudidura na igreja de Deus
Sacudidura na igreja de Deus
 
10 o reino unido, dividido e o exilio - 10 aula
10   o reino unido, dividido e o exilio - 10 aula10   o reino unido, dividido e o exilio - 10 aula
10 o reino unido, dividido e o exilio - 10 aula
 
A natureza missionária de Deus_132015
A natureza missionária de Deus_132015A natureza missionária de Deus_132015
A natureza missionária de Deus_132015
 
07 - OS MANDAMENTOS DO SENHOR
07 - OS MANDAMENTOS DO SENHOR07 - OS MANDAMENTOS DO SENHOR
07 - OS MANDAMENTOS DO SENHOR
 
Votos para uma Nova Vida.pptx
Votos para uma Nova Vida.pptxVotos para uma Nova Vida.pptx
Votos para uma Nova Vida.pptx
 
O Juízo pré-advento_Resumo_942013
O Juízo pré-advento_Resumo_942013O Juízo pré-advento_Resumo_942013
O Juízo pré-advento_Resumo_942013
 
Papeis
PapeisPapeis
Papeis
 
As obras e os decretos de Deus
As obras e os decretos de DeusAs obras e os decretos de Deus
As obras e os decretos de Deus
 
As portas para demônios parte 8 final
As portas para demônios parte 8 finalAs portas para demônios parte 8 final
As portas para demônios parte 8 final
 
Lição 7 (1° 14) os dez mandamentos do senhor
Lição 7 (1° 14) os dez mandamentos do senhorLição 7 (1° 14) os dez mandamentos do senhor
Lição 7 (1° 14) os dez mandamentos do senhor
 
Escola da líderes - 12 conselhos.ppt
Escola da líderes - 12 conselhos.pptEscola da líderes - 12 conselhos.ppt
Escola da líderes - 12 conselhos.ppt
 
Malaquias-PROFECIAS BIBLIA SAGRADA
 Malaquias-PROFECIAS BIBLIA SAGRADA  Malaquias-PROFECIAS BIBLIA SAGRADA
Malaquias-PROFECIAS BIBLIA SAGRADA
 
A bíblia e a homossexualidade
A bíblia e a homossexualidadeA bíblia e a homossexualidade
A bíblia e a homossexualidade
 
Quinta semana
Quinta semanaQuinta semana
Quinta semana
 

Mais de PIB Penha - SP

Início das missões mundiais Cap 11 ao 13.pptx
Início das missões mundiais Cap 11 ao 13.pptxInício das missões mundiais Cap 11 ao 13.pptx
Início das missões mundiais Cap 11 ao 13.pptxPIB Penha - SP
 
A conversão mais importante da história e A perseguição e a dispersão da igreja
A conversão mais importante da história e A perseguição e a dispersão da igrejaA conversão mais importante da história e A perseguição e a dispersão da igreja
A conversão mais importante da história e A perseguição e a dispersão da igrejaPIB Penha - SP
 
A escolha dos sete diáconos e a prisão e morte de Estêvão
A escolha dos sete diáconos e a prisão e morte de EstêvãoA escolha dos sete diáconos e a prisão e morte de Estêvão
A escolha dos sete diáconos e a prisão e morte de EstêvãoPIB Penha - SP
 
3- Cap 3 e 5.10 - Um milagre e um sermão/ primeira oposição dos líderes relig...
3- Cap 3 e 5.10 - Um milagre e um sermão/ primeira oposição dos líderes relig...3- Cap 3 e 5.10 - Um milagre e um sermão/ primeira oposição dos líderes relig...
3- Cap 3 e 5.10 - Um milagre e um sermão/ primeira oposição dos líderes relig...PIB Penha - SP
 
4- Cap 5.11 a 8.1 a ESCOLHA DOS SETE DIÁCONOS / PRISÃO E MORTE DE ESTEVÃO
4- Cap 5.11 a 8.1 a ESCOLHA DOS SETE DIÁCONOS / PRISÃO E MORTE DE ESTEVÃO4- Cap 5.11 a 8.1 a ESCOLHA DOS SETE DIÁCONOS / PRISÃO E MORTE DE ESTEVÃO
4- Cap 5.11 a 8.1 a ESCOLHA DOS SETE DIÁCONOS / PRISÃO E MORTE DE ESTEVÃOPIB Penha - SP
 
Livro de Atos dos Apóstolos capítulos 1 e 2
Livro de Atos dos Apóstolos capítulos 1 e 2Livro de Atos dos Apóstolos capítulos 1 e 2
Livro de Atos dos Apóstolos capítulos 1 e 2PIB Penha - SP
 
18 Deuteronômio 27 - 34.pptx
18 Deuteronômio 27 - 34.pptx18 Deuteronômio 27 - 34.pptx
18 Deuteronômio 27 - 34.pptxPIB Penha - SP
 
16 Deuteronomio 1 - 4.pptx
16 Deuteronomio 1 - 4.pptx16 Deuteronomio 1 - 4.pptx
16 Deuteronomio 1 - 4.pptxPIB Penha - SP
 
15 Numeros 23 - 36.ppt
15 Numeros 23 - 36.ppt15 Numeros 23 - 36.ppt
15 Numeros 23 - 36.pptPIB Penha - SP
 
14 Numeros 12 - 22.ppt
14 Numeros 12 - 22.ppt14 Numeros 12 - 22.ppt
14 Numeros 12 - 22.pptPIB Penha - SP
 
14 Numeros 1 - 14.pptx
14 Numeros 1 - 14.pptx14 Numeros 1 - 14.pptx
14 Numeros 1 - 14.pptxPIB Penha - SP
 
12 Levitico 17 - 27.ppt
12 Levitico 17 - 27.ppt12 Levitico 17 - 27.ppt
12 Levitico 17 - 27.pptPIB Penha - SP
 
11 levitico 1 - 16.pptx
11 levitico 1 - 16.pptx11 levitico 1 - 16.pptx
11 levitico 1 - 16.pptxPIB Penha - SP
 
7 Exodo 1-12 PUBLICAR.pptx
7 Exodo 1-12 PUBLICAR.pptx7 Exodo 1-12 PUBLICAR.pptx
7 Exodo 1-12 PUBLICAR.pptxPIB Penha - SP
 
6 Genesis 29-50 publicar.pptx
6 Genesis 29-50  publicar.pptx6 Genesis 29-50  publicar.pptx
6 Genesis 29-50 publicar.pptxPIB Penha - SP
 

Mais de PIB Penha - SP (20)

Início das missões mundiais Cap 11 ao 13.pptx
Início das missões mundiais Cap 11 ao 13.pptxInício das missões mundiais Cap 11 ao 13.pptx
Início das missões mundiais Cap 11 ao 13.pptx
 
A conversão mais importante da história e A perseguição e a dispersão da igreja
A conversão mais importante da história e A perseguição e a dispersão da igrejaA conversão mais importante da história e A perseguição e a dispersão da igreja
A conversão mais importante da história e A perseguição e a dispersão da igreja
 
A escolha dos sete diáconos e a prisão e morte de Estêvão
A escolha dos sete diáconos e a prisão e morte de EstêvãoA escolha dos sete diáconos e a prisão e morte de Estêvão
A escolha dos sete diáconos e a prisão e morte de Estêvão
 
3- Cap 3 e 5.10 - Um milagre e um sermão/ primeira oposição dos líderes relig...
3- Cap 3 e 5.10 - Um milagre e um sermão/ primeira oposição dos líderes relig...3- Cap 3 e 5.10 - Um milagre e um sermão/ primeira oposição dos líderes relig...
3- Cap 3 e 5.10 - Um milagre e um sermão/ primeira oposição dos líderes relig...
 
4- Cap 5.11 a 8.1 a ESCOLHA DOS SETE DIÁCONOS / PRISÃO E MORTE DE ESTEVÃO
4- Cap 5.11 a 8.1 a ESCOLHA DOS SETE DIÁCONOS / PRISÃO E MORTE DE ESTEVÃO4- Cap 5.11 a 8.1 a ESCOLHA DOS SETE DIÁCONOS / PRISÃO E MORTE DE ESTEVÃO
4- Cap 5.11 a 8.1 a ESCOLHA DOS SETE DIÁCONOS / PRISÃO E MORTE DE ESTEVÃO
 
Livro de Atos dos Apóstolos capítulos 1 e 2
Livro de Atos dos Apóstolos capítulos 1 e 2Livro de Atos dos Apóstolos capítulos 1 e 2
Livro de Atos dos Apóstolos capítulos 1 e 2
 
18 Deuteronômio 27 - 34.pptx
18 Deuteronômio 27 - 34.pptx18 Deuteronômio 27 - 34.pptx
18 Deuteronômio 27 - 34.pptx
 
16 Deuteronomio 1 - 4.pptx
16 Deuteronomio 1 - 4.pptx16 Deuteronomio 1 - 4.pptx
16 Deuteronomio 1 - 4.pptx
 
15 Numeros 23 - 36.ppt
15 Numeros 23 - 36.ppt15 Numeros 23 - 36.ppt
15 Numeros 23 - 36.ppt
 
14 Numeros 12 - 22.ppt
14 Numeros 12 - 22.ppt14 Numeros 12 - 22.ppt
14 Numeros 12 - 22.ppt
 
14 Numeros 1 - 14.pptx
14 Numeros 1 - 14.pptx14 Numeros 1 - 14.pptx
14 Numeros 1 - 14.pptx
 
12 Levitico 17 - 27.ppt
12 Levitico 17 - 27.ppt12 Levitico 17 - 27.ppt
12 Levitico 17 - 27.ppt
 
11 levitico 1 - 16.pptx
11 levitico 1 - 16.pptx11 levitico 1 - 16.pptx
11 levitico 1 - 16.pptx
 
10 Exodo 31 -40.pptx
10 Exodo 31 -40.pptx10 Exodo 31 -40.pptx
10 Exodo 31 -40.pptx
 
9 Exodo 21 -30.pptx
9 Exodo 21 -30.pptx9 Exodo 21 -30.pptx
9 Exodo 21 -30.pptx
 
8 Exodo 13 - 20.pptx
8 Exodo 13 - 20.pptx8 Exodo 13 - 20.pptx
8 Exodo 13 - 20.pptx
 
10 Exodo 31 -40.pdf
10 Exodo 31 -40.pdf10 Exodo 31 -40.pdf
10 Exodo 31 -40.pdf
 
9 Exodo 21 -30.pdf
9 Exodo 21 -30.pdf9 Exodo 21 -30.pdf
9 Exodo 21 -30.pdf
 
7 Exodo 1-12 PUBLICAR.pptx
7 Exodo 1-12 PUBLICAR.pptx7 Exodo 1-12 PUBLICAR.pptx
7 Exodo 1-12 PUBLICAR.pptx
 
6 Genesis 29-50 publicar.pptx
6 Genesis 29-50  publicar.pptx6 Genesis 29-50  publicar.pptx
6 Genesis 29-50 publicar.pptx
 

Último

Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptxBíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Oração De Santa Rita De Cássia
Oração De Santa Rita De CássiaOração De Santa Rita De Cássia
Oração De Santa Rita De CássiaNilson Almeida
 
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.Priscilatrigodecamar
 
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para AutoconhecimentoHermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para AutoconhecimentoFabioLofrano
 
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptxLivro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptxPIB Penha
 
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfStelaWilbert
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoNilson Almeida
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaRicardo Azevedo
 
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - ApresentaçãoCurso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentaçãoantonio211075
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............MilyFonceca
 
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024LeonardoQuintanilha4
 
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxEspecialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxViniciusPetersen1
 
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...M.R.L
 

Último (14)

Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptxBíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
 
Oração De Santa Rita De Cássia
Oração De Santa Rita De CássiaOração De Santa Rita De Cássia
Oração De Santa Rita De Cássia
 
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
 
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.
 
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para AutoconhecimentoHermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
 
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptxLivro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
 
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
 
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - ApresentaçãoCurso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
 
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
 
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxEspecialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
 
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
 

17 Deuteronomio 5 - 26.pptx

  • 1. 1 EBD - ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA – 2ºsem/2023 Facilitadores: Yuri Eloi e Francisco Tudela Aula 17 SEGUNDO DISCURSO DE MOISÉS - CAP 5 AO 26
  • 2. 2 II. O SEGUNDO DISCURSO DE MOISÉS � Exposição dos Dez Mandamentos 4.44– 11.32 � Exposição das leis cerimoniais 12.1-16.17 � Exposição da lei civil 16.18-18.22 � Exposição das leis criminais 19.1-21.9 � Exposição das leis sociais 21.10– 26.19 � Moisés lista os 10 mandamentos em duas ocasiões: � Ex 20.3 -17 No monte Sinai � Dt 5.6-21 Pouco antes da sua morte. � A repetição tem o propósito de entregar, para a geração dos filhos daqueles que saíram do Egito, a Lei de Deus tal como acontecera com seus pais, 39 anos antes. � Há pequenas diferenças na exposição:
  • 3. 3 Deus abençoa o sábado. Deus ordena sua guarda. Os motivos são diferentes. �Ex 20. 8-11 ”LEMBRA-TE DO DIA DE SÁBADO, para santificá-lo. Trabalharás seis dias e neles farás todos os teus trabalhos, mas o sétimo dia é o sábado dedicado ao senhor teu Deus. Nesse dia não farás trabalho algum, nem tu, nem teus filhos ou filhas, nem teus servos ou servas, nem teus animais, nem os estrangeiros que morarem em tuas cidades. POIS EM SEIS DIAS O SENHOR FEZ os céus e a terra, o mar e tudo o que neles existe, mas NO SÉTIMO DIA DESCANSOU. Portanto, O SENHOR ABENÇOOU O SÉTIMO DIA E O SANTIFICOU.” �Dt 5.12-15 ”GUARDARÁS O DIA DE SÁBADO a fim de santificá-lo, conforme o Senhor, o teu Deus, te ordenou. Mas o sétimo dia é um sábado para o senhor, o teu Deus. Nesse dia não farás trabalho algum, nem tu nem teu filho ou filha, nem o teu servo ou serva, nem o teu boi, teu jumento ou qualquer dos teus animais, nem o estrangeiro que estiver em tua propriedade; para que o teu servo e a tua serva descansem como tu. LEMBRA-TE DE QUE FOSTE ESCRAVO no Egito e que o Senhor, o teu Deus, te tirou de lá com mão poderosa e com braço forte. POR ISSO O SENHOR, O TEU DEUS, TE ORDENOU QUE GUARDES O DIA DE SÁBADO
  • 4. 4 � Ex 20.12 “Honra teu pai e tua mãe, a fim de que tenhas vida longa na terra que o Senhor teu Deus te dá.” � Dt 5.16 “Honra teu pai e tua mãe, como te ordenou o Senhor, o teu Deus, para que tenhas longa vida e tudo te vá bem na terra que o Senhor, o teu Deus, te dá.” � Honrar é: respeitar, amar, cuidar, proteger, obedecer; � Honrar seus pais é ter um comportamento ético, em casa e público, que não os envergonhe. Filhos que honram seus pais podem estar mais inclinados a adotar estilos de vida saudáveis e a evitar comportamentos prejudiciais que influenciam na longevidade. Honrar os pais geralmente implica em manter relações interpessoais saudáveis que contribuem para o bem-estar emocional, mental e físico, que influenciam na longevidade.
  • 5. 5 � Ex 20.17 “Não cobiçarás a casa do teu próximo. Não cobiçarás a mulher do teu próximo, nem seus servos ou servas, nem seu boi ou jumento, nem coisa alguma que lhe pertença". � Dt 5.21 “Não cobiçarás a mulher do teu próximo. Não desejarás a casa do teu próximo, nem sua propriedade; nem seu servo ou serva; nem seu boi ou jumento; nem coisa alguma que lhe pertença". � É o único mandamento com proibição expressa referente às emoções e motivações interiores que resultam de atitudes egoístas. � Desejar o que pertence ao próximo é buscar a satisfação pessoal sem se preocupar com o bem-estar do próximo. � A Lei pode ser resumida em amar Deus e as pessoas genuinamente. � Mc 12.30,31 “Ame o Senhor, o seu Deus de todo o seu coração, de toda a sua alma, de todo o seu entendimento e de todas as suas forças’. O segundo é este: ‘Ame o seu próximo como a si mesmo’. Não existe mandamento maior do que estes".
  • 6. 6 � 6.7,20,21 “ENSINE-AS COM PERSISTÊNCIA A SEUS FILHOS. Converse sobre elas quando estiver sentado em casa, quando estiver andando pelo caminho, quando se deitar e quando se levantar... No futuro, quando o seu filho lhes perguntar: "O QUE SIGNIFICAM ESTES PRECEITOS, DECRETOS E ORDENANÇAS que o Senhor, o nosso Deus, ordenou a vocês? Vocês lhes responderão...“ � A responsabilidade de ensinar essas coisas aos seus filhos, não é apenas levá-los ao culto, à EBD, ... é ler a Bíblia e ter ações condizentes com a ética cristã, pois o maior impacto não é o cognitivo, o que aprendo sobre Deus, mas o testemunhal, o que Deus representa para mim. � Você saberia responder PARA QUE SERVEM OU QUAL A FINALIDADE das orientações que Jesus deu durante seu ministério? Por ex. ofereça a outra face, levem a capa.....
  • 7. 7 � 6.13 “Temam o Senhor, o seu Deus, e só a ele prestem culto (1), e jurem somente pelo seu nome (2).”  (1) Mt 4.10 “Jesus lhe disse: "Retire-se, Satanás! Pois está escrito: ‘Adore o Senhor, o seu Deus e só a ele preste culto’".  (2) Mt 5.34-37 “Mas eu lhes digo: Não jurem de forma alguma: nem pelo céu, porque é o trono de Deus; ...E não jure pela sua cabeça, pois você não pode tornar branco ou preto nem um fio de cabelo. Seja o seu ‘sim’, ‘sim’, e o seu ‘não’, ‘não’; o que passar disso vem do Maligno.” � 6.16 “Não ponham à prova o Senhor, o seu Deus, como fizeram em Massá.” Ex 17.7  Mt 4.7 “Jesus lhe respondeu: "Também está escrito: ‘Não ponha à prova o Senhor, o seu Deus". � Pôr Deus à prova é querer impor-Lhe condições, Jesus se recusou a fazer isso Eu ordeno, eu declaro, eu.....
  • 8. 8 � Cap 7 anuncia o programa para o extermínio dos deuses estrangeiros e seus povos em Canaã � Enfatiza que devem separar-se dos povos pagãos (1-5), � Mostra as razões para essa separação (6-11), � Descreve as bênçãos decorrentes da obediência (12-16), � Afirma que Deus lutará por Israel (17-24), � Para tanto devem viver separados das nações pagãs (25, 26). � 7.2a “não tenham piedade delas.” � À primeira vista esta afirmação dá a impressão de que Deus é cruel, que não é um Deus de amor. � Ao instrui-los a derrubar os altares dos outros povos, a não associar-se com eles pelo casamento e a destruir tudo que possa afastá-los d’Ele, mostra Seu cuidado.
  • 9. 9 � Cap 8 trata da disciplina e proteção de Deus (8.1-6), que poderia ser esquecida com a vida próspera em Canaã (8.7-20). � Destaque para o vs 17: � 8.17 “Não digam, pois, em seu coração: "A minha capacidade e a força das minhas mãos ajuntaram para mim toda esta riqueza".” � A prosperidade e poder podem levar a crer na auto suficiência e esquecer- se de Deus. � Destaque para uma “boa confecção” que usada por 40 anos não gastou: � 8.4 “As roupas de vocês não se gastaram e os seus pés não incharam durante esses quarenta anos.”
  • 10. 10 � Cap 9 destaca que: � as nações tinham vantagem sobre Israel (1,2), � somente com o poder divino as derrotariam (3), � a vitória não se devia por serem bons aos olhos de Deus (4), � nem à sua justiça ou retidão (5). � as nações pagãs, e não Israel, é que estavam recebendo a justiça que mereciam por suas maldades (5,6). � As razões desse triunfo foram: � a maldade destas nações pagãs (5a); � a promessa de Deus aos patriarcas (5b);
  • 11. 11 � Cap 11 o que leva às bênçãos ou às maldições: � 11.25-28 “Prestem atenção! Hoje estou pondo diante de vocês a bênção e a maldição. Vocês terão bênção, se obedecerem aos mandamentos do Senhor, o seu Deus, que hoje lhes estou dando; mas terão maldição, se desobedecerem aos mandamentos do Senhor, o seu Deus, e se afastarem do caminho que hoje lhes ordeno, para seguir deuses desconhecidos.” � Caps. 12 ao 26 lista regras para a vida religiosa, civil, social e doméstica em Canaã. � 12.1 “Estes são os decretos e ordenanças que vocês devem ter o cuidado de cumprir ENQUANTO VIVEREM NA TERRA que o Senhor, o Deus dos seus antepassados, deu a vocês como herança.”
  • 12. 12 � Cap. 13 adverte para a idolatria vinda dentre eles mesmos: � levados por um falso profeta (1-5), � levados por parentes (6-11), ou � levados por pessoas de dentro da comunidade (12-18). � 13.1-3 “Se aparecer entre vocês um profeta ou alguém que faz predições por meio de sonhos e lhes anunciar um sinal miraculoso ou um prodígio, e se o sinal ou prodígio de que ele falou acontecer, e ele disser: "Vamos seguir outros deuses que vocês não conhecem e vamos adorá-los", não deem ouvidos às palavras daquele profeta ou sonhador. O Senhor, o seu Deus, está pondo vocês à prova para ver se o amam de todo o coração e de toda a alma.” � Há líderes carismáticos nem sempre guiados por Deus. � PA Resistir à apostasia: quando alguém afirmar que esta é a palavra de Deus, questione: isto é bíblico? � Ainda existem falsos profetas hoje.
  • 13. 13 � Cap. 14 deveriam ser um povo distinto dos povos pagãos. � Assim, a morte de alguém próximo não precisava ser encarada com desespero e automutilação (1-2). � 14.1 “...Não façam cortes no corpo nem rapem a frente da cabeça por causa dos mortos,” � O ano do cancelamento das dívidas: � 15.11-13 “Sempre haverá pobres na terra. Portanto, eu lhe ordeno que abra o coração para o seu irmão israelita, tanto para o pobre como para o necessitado de sua terra. Se seu concidadão hebreu, homem ou mulher, vender-se a você e servi-lo seis anos, no sétimo ano dê-lhe a liberdade. E, quando o fizer, não o mande embora de mãos vazias.” � Mc 14.7 “Pois os pobres vocês sempre terão consigo, e poderão ajudá-los sempre que o desejarem. Mas a mim vocês nem sempre terão.”
  • 14. 14 Cap. 16 dá instruções sobre: � as três festas anuais (1-17), (Pascoa, Colheita e Barracas); � a administração da justiça (18-20); � a proibição de contato com símbolos pagãos (21,22). � Três peregrinações anuais para a adoração. � 16.16 “Três vezes por ano todos os seus homens se apresentarão ao Senhor, ao seu Deus, no local que ele escolher, por ocasião da festa dos pães sem fermento, da festa das semanas e da festa das cabanas. Nenhum deles deverá apresentar-se ao Senhor de mãos vazias:” Não aceitar suborno 16.19 “Não pervertam a justiça nem mostrem parcialidade. Não aceitem suborno, pois o suborno cega até os sábios e prejudica a causa dos justos.”
  • 15. 15 � Cap. 17 instruções sobre: � a perfeição dos animais oferecidos a Deus, cf. Lv 22.17-33; � a corte de justiça (8-13); � características de um rei (14-20). � 17.8,13 “Se para os seus tribunais vierem casos difíceis demais de julgar, sejam crimes de sangue, litígios ou agressões...procurem os sacerdotes levitas e o juiz que estiver exercendo o cargo na ocasião...Procedam de acordo com a decisão que eles proclamarem...Mas quem agir com rebeldia contra o juiz ... terá que ser morto...Assim, todo o povo temerá e não ousará mais agir com rebeldia.”
  • 16. 16 TRATA DO REINADO (17.14-20): � A monarquia é uma concessão e não uma ordem (v. 14,15), � O rei será indicado por Deus (v. 15), � Estará sujeito às suas exigências (v. 18,19), � 17.14 “...vocês disserem: "Queremos um rei que nos governe, como têm todas as nações vizinhas",” � 17.16,17 “Esse rei, porém, não deverá adquirir muitos cavalos ...Também não deverá acumular muita prata e muito ouro.” � Ai de muitos dos nossos governantes Visite www. Escolabiblicavirtual.com.br, na aba “Monarquia de Israel- Características de liderança”
  • 17. 17 � Cap. 18 Instruções a respeito: � dos direitos dos sacerdotes e levitas (1-8), � da proibição das superstições e magias dos pagãos (9-14), � das características de um profeta (15-22). � 18.15 “O Senhor, o seu DEUS, LEVANTARÁ do meio de seus próprios irmãos UM PROFETA COMO EU; ouçam-no,” � Jo 1.15,21,25 “João (Batista) dá testemunho dele. Perguntaram-lhe: "E então, quem é você? É Elias? " Ele disse: "Não sou". "É o Profeta?" Ele respondeu: "Não". Então, por que você batiza, se não é o Cristo, nem Elias, nem o Profeta“ � Lc 16.16 “A Lei e os Profetas profetizaram até João.” � PA Hoje não temos mais profetas, pois a profecia é a revelação dos planos e das expectativas de Deus para o homem, e isto está integralizado na Bíblia
  • 18. 18 � Cap. 19 O código penal � Instruções sobre as cidades de refúgio (1-13), � dos limites na demarcação das propriedades (14); � das testemunhas num julgamento (15-21). � 19.18,19 “Os juízes investigarão o caso e, se ficar provado que a testemunha mentiu e deu falso testemunho contra o seu próximo, deem-lhe a punição que ele planejava para o seu irmão.” Lei da reciprocidade, a Lei de Talião (do latim: talio: tal, idêntico): � 19.21 “Não tenham piedade. Exijam vida por vida, olho por olho, dente por dente, mão por mão, pé por pé.” � Mt 5.38,39 “Vocês ouviram o que foi dito: ‘Olho por olho e dente por dente’. Mas eu lhes digo: não resistam ao perverso (alguém que nos faz mal ou maltrata). Se alguém o ferir na face direita, ofereça-lhe também a outra....”
  • 19. 19 � Cap. 20.1 “Quando vocês forem à guerra”: � Encorajamento aos que vão à batalha (1-4). � Isenção do serviço militar (5-9) � 20.7,8 “Há alguém comprometido para casar-se que ainda não recebeu sua mulher? Volte ele para sua casa, para que não morra na guerra e outro case-se com ela". Por fim os oficiais acrescentarão: "Alguém está com medo e não tem coragem? Volte ele para sua casa, para que os seus irmãos israelitas também não fiquem desanimados".” AÇÕES DE GUERRA � 20.10,15 “Quando vocês avançarem para atacar uma cidade, enviem-lhe primeiro uma proposta de paz.... É assim que vocês tratarão todas as cidades distantes que não pertencem às nações vizinhas de vocês.” � Antes de qualquer luta, uma proposta de paz deveria ser feita, pois ela é mais importante que a guerra!
  • 20. 20 LEIS DE GUERRA � A organização do exército e a estratégia de guerra devia ser considerada como “guerra de Deus”. � Isto não quer dizer que Deus é violento, mas que estava combinando a preparação do seu povo para conquistar a terra prometida, com a justiça que traria fim à maldade daqueles povos, que sacrificavam crianças para seus ídolos. � Esta era uma questão teológica e espiritual adequada ao contexto da época, hoje não se validam guerras santas. � A guerra é a mais desastrosa manifestação coletiva do mal. � PF As tentativas de evitá-la com iniciativas de paz e discipliná-la através de leis, são importantes, porém, se mostram ineficazes e nossa esperança está em voltar-se para Jesus: � Ef 2.14 “Pois ele é a nossa paz, o qual de ambos fez um e destruiu a barreira, o muro de inimizade,”
  • 21. 21 Cap. 21 EXPLICA: � como expiar um homicídio de autoria desconhecida (1-9); � o casamento com mulheres prisioneiras de guerra (10-14); � os direitos do filho primogênito (15-17); � a punição dos filhos rebeldes (18-21); � o sepultamento do criminoso crucificado (22, 23). 21.17 “Ele terá que reconhecer o filho da mulher que ele não prefere como filho mais velho, dando-lhe porção dupla de tudo o que possui. Aquele filho é o primeiro sinal da força de seu pai e o direito do filho mais velho lhe pertence.” Essa lei traz justiça num ambiente de poligamia, comum naquela época, assim a ordem do nascimento dos filhos é que prevalece sobre a preferência do chefe de família; o pai não pode dar o direito de primogenitura ao filho que desejar.
  • 22. 22 ORDENANÇAS RELATIVAS AO TRABALHO E AO CASAMENTO. 22.1-30 � 22.5 “A mulher não usará roupas de homem, e o homem não usará roupas de mulher, pois o Senhor, o seu Deus, tem aversão por todo aquele que assim procede.” � Nesta época, para os pagãos, vestir os trajes que pertenciam ao sexo oposto era uma prática de magia para levar o mal às pessoas. � Por exemplo, um soldado travestido prenunciava que os soldados do exército inimigo seriam tão fracos quanto uma mulher. � Historiadores apontam que o uso da túnica era comum aos dois sexos, diferiam nas cores e nos cinturões. � Alguns citam este verso contra o uso de calças pelas mulheres.
  • 23. 23 Cap. 23 TRATA: � de quem não pode participar do culto (1-8); � da higiene no acampamento na guerra (9-14); � da segurança a escravos refugiados (15,16); � da proibição da prostituição cultual (17,18); � de não cobrar juros do israelita (19,20); � dos votos feitos a Deus (21-23); � da liberdade de tomar algo da plantação alheia (24,25). � 23.24,25 “Se vocês entrarem na vinha do seu próximo, poderão comer as uvas que desejarem, mas nada poderão levar em sua cesta. Se entrarem na plantação de trigo do seu próximo, poderão apanhar espigas com as mãos, mas nunca usem foice para ceifar o trigo do seu próximo.”
  • 24. 24 Cap. 24 REGULAMENTOS SOBRE � recasamento em um caso específico de divórcio (1-4); � a isenção militar aos recém-casados (5); � limita as garantias de uma dívida (6, 10-13); � o rapto (7); � a lepra (9); � o imediato pagamento dos salários (14,15); � cada um é responsável pelos seus atos (16-18 � a generosidade com os pobres (19-22). � 24.16 “Os pais não serão mortos em lugar dos filhos, nem os filhos em lugar dos pais; cada um morrerá pelo seu próprio pecado.” � 24.15 “Paguem-lhe o seu salário diariamente, antes do pôr do sol, pois ele é necessitado e depende disso. Se não, ele poderá clamar ao Senhor contra você, e você será culpado de pecado. ”
  • 25. 25 Cap. 25 REGRAS SOBRE (a) os limites do castigo corporal (1-3), (b) direitos dos animais em serviço (4), (c) casamento sob levirato* (5-10), (d) castigo de pecados excepcionais (11, 12), (e) justiça nos negócios (13-16), (f) extermínio dos amalequitas (17-19). � 25.3 “desde que nunca ultrapasse quarenta açoites.” � 2Co 11.24 “Cinco vezes recebi dos judeus trinta e nove açoites.” � 25.4 “Não amordacem o boi enquanto está debulhando o cereal.” � 1Co 9.9 “Pois está escrito na Lei de Moisés: "Não amordace o boi enquanto ele estiver debulhando o cereal". Por acaso é com bois que Deus está preocupado? A preocupação é com a ganância, ao amarrar a boca do boi ele não pararia para comer, e isto é um mau trato, deveriam alimentá-lo. Paulo se dedicava integralmente ao ministério, também deveria ser sustentado. *casar-se com a viúva de um irmão falecido
  • 26. 26  Olhe para trás, e veja o que Deus já fez e como o conduziu;  Olhe para o alto e veja que Deus está presente;  Olhe para a frente e saiba que o justo vive pela fé. Para a semana que vem leiam Dt 27 ao 34 BOM DOMINGO NA CASA DO SENHOR Próximo Domingo: Ler Deuteronômio caps. 27 ao 34
  • 27. BIBLIOGRAFIA 1. Bíblia Sagrada NVI - Editora Vida – 2000. 2. O Pentateuco e sua Contemporaneidade. Coelho Filho, Isaltino Gomes. RJ, JUERP, 2007. 3. Panorama do Antigo Testamento. Hill, Andrew E. e Walton, J.H., BH, Vida, 2000. 4. Revista Compromisso - Convicção Editora. 5. Estudo Panorâmico da Bíblia. Mears, Henrietta C.- São Paulo: Editora Vida, 2006. 6. Comentário Bíblico Moody - Charles F Pfieffer – Ed. Batista Regular,2017 7. Passo a Passo pelo AT - Wailon B & Tom H.- Ed. LifeWay Brasil – SP - 2004 8. Portal Bible Project - https://bibleproject.com/portugues/. 9. ROTA 66-Rádio Transmundial. Sayão, Luiz - https://www.rtmbrasil.org.br/radio/programas/rota-66/pagina/1 10.Reflexões extraídas da World Wide Web 11.Comentário Bíblico NVI - BRUCCE, F. F, SP, Ed. Vida, 1ª edição, 2008 12.Comentário Bíblico Popular - MacDonald, Willian, SP, Ed. Mundo Cristão, 1ª edição, 2008 13.Comentário Bíblico do professor - Editora Vida 14.Interpretação do Pentateuco - Vogt, Peter T. Editora Cultura Cristã – 2015. 15.Esta apresentação está disponível no site: www.escolabiblicavirtual.com.br