Reino monera curso

1.067 visualizações

Publicada em

1 comentário
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.067
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
21
Comentários
1
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Reino monera curso

  1. 1. Célula Procariótica e Reino MoneraProf. Tubão
  2. 2. • Reino Monera, primeiras formas de vida (cerca de3,8 bilhões de anos). Procariotos unicelulares.Archaeobacteria (Archea)• ClassificaçãoEubacteria• 1- Archea : Primitivas, heterótrofas anaeróbias quevivem em condições extremas :• 1-a) Metanogênicas: anaeróbias estritas(pântanos), decompositoras (reciclagem de lixo) esimbiontes (intestinos de herbívoros).
  3. 3. • 1-b) Halófitas extremas : alta salinidade, possuembacteriorodopsina (fotossíntese primitiva).• 1-c) Termófilas extremas : (de 60OC até 150oC),quimiossitetizantes (H2S , gás sulfídrico), sustentamcomunidades submarinas.• 2- Eubactérias (bactérias modernas): bactériasatuais (cerca 2,5 bilhõe de anos) e cianobactérias.• Quanto a nutrição podem ser autótrofas (quimio efotossintetizantes) e heterótrofas (decompositorasou sapróvoras e parasitas).
  4. 4. • Bactérias• Importância: Base dos ciclos biogeoquímicos docarbono (decompositoras) e do nitrogênio(fixadoras, nitrificantes e desnitrificantes). Podemser em relação ao homem patogênicas oumutualistas (lactobacilos).• Indústria de laticínios (queijos, yogurtes), produçãode vinagre e de medicamentos.• Morfologia :• Cocos : esféricas (gonorréia) formam colôniascomo os diplococos, duplos (meningite),estreptococos, em fileiras (cáries) e estafilococos,em cachos (furunculose) e as sarcínas, cúbicas, quecausa a septicemia.• Bacilos: cilíndricos, causam a diferia, tétano,tuberculose e o botulismo.
  5. 5. • As espiraladas ou helicoidais, como o vibrião(cólera), o espirilo e a espiroqueta (sífilis).• Existem bactérias intracelulares, as riquétsias,(febre maculosa e tifo epidêmico) e as clamídias,(linfogranuloma venéreo).
  6. 6. • Autótrofas: Fotossintetizantes/Qumiossintetizantes.(Podem ser aeróbicas e anaeróbicas):
  7. 7. halófitas - rodopsina RhizobiumLíquens
  8. 8. • Heterótrofas:Decompositoras (saprófitas), parasitas e mutualistas• - Aeróbias obrigatórias (só realizam respiraçãocelular).• - Aeróbias facultativas (realizam respiração celular efermentação).• - Anaeróbias obrigatórias (realizam somentefermentação lática, alcoólica e acética ). Importantena fabricação de laticínios e vinagre.
  9. 9. • A célula bacteriana e composta por:• - cápsula gelatinosa (virulência e fixação)• - parede celular esquelética (proteção)• - membrana plasmática (seletividade)• - fímbrias (fixação e conjugação)• - flagelos (movimentação)• -citoplasma (meio interno aquoso)• - ribossomos (síntese protéica)• - nucleóide (material genético)• - mesossomo (respiração celular)• - Plasmídeos (reprodução sexuada)
  10. 10. Bactérias aeróbias possuemmesossomos (resp. celular)
  11. 11. Em função Parede podem celular podem se Gram- positivaou Gram- negativa, mais patogênicas
  12. 12. • Reprodução assexuada – divisão binária (a cada20 minutos)
  13. 13. Reprodução sexuada por conjugação:troca de plasmídios por fímbrias sexuais
  14. 14. Conjugação: Processo de transferência de DNAplasmidial de uma bactéria para outra através defímbria sexuais. A bacteria que emite a fímbria édenominada doadora, ou macho, enquanto abactéria que recebe é denominada receptoras,ou fêmeas.
  15. 15. • Resistência aos antibióticos :
  16. 16. • Transferência da Resistência aos antibióticos: Plasmídios
  17. 17. Esporulação: não é uma forma de reprodução, masuma forma da bactéria sobreviver em condiçõesadversas. Quando isso ocorre o DNA enzimasessenciais ficam guardadas em uma cápsulaprotetora (esporo).
  18. 18. Outro tipos dereproduçãosexuada:Transformação:Incorporação deDNA provenientede lise bacteriana
  19. 19. Transdução generalizada: o vírus carrega um pedaço o DNAbacteriano, somente.
  20. 20. Transdução especializada: o vírus carrega o genoma viral eum pedaço o DNA bacteriano.
  21. 21. Bactéria Doenças TransmissãoBordetella pertussis Coqueluche ou tosse comprida Vias respiratóriasClostridium tetani Tétano Contaminação em ferimentosBonnelia bungdorferi Doença de de Lyme Carrapato Ioxodes sacapularisRickettsia prowazeki Tifo epidêmico Picada de Piolhos (Pediculos sp.)Mycobacterium leprae Hanseníase Contato diretoNeisseria gonorrheae Gonorréia ou blenorréia Contato sexualTreponema pallidum Sífilis Contato sexualVibrio cholerae CóleraContaminação de água ou alimento porfezesDiplococcus pneumoniae Pneumonia Vias respiratóriasMycobacterium tuberculosis Tuberculose Vias respiratóriasCorynebacterium diphteriae Difteria Vias respiratóriasYersinia pestis Peste bubônica (negra Xenopsylla cheopis (pulga do rato)Clostridium botulinum botulismo Enlatados e conservasSalmonella typhi Febre tifóideContaminação de água ou alimento porfezesNeisseria meningitidis Meningite Vias respiratórias
  22. 22. • Cianobactérias• Fotossintetizantes : possuem lamelas com clorofilaa (e não bacterioclorofila) e ficoeritrina, ficocianinae carotenóides (pigmentos acessórios).• São fixadoras de N2 (heterocistos), Produtoras dematéria orgânica (base da cadeia alimentar) emmeio aquático, liberam O2atmosférico, sãoformadores de liquens e pioneira nas sucessõesecológicas.• responsáveis pelo O2 na atmosfera primitiva, o quepossibilitou a camada de Ozônio (O3)
  23. 23. • Cianobactérias (antigas cianofíceas ou algas azuis).Vivem entre 0OC e 74OC:
  24. 24. Heterocisto: fixação denitrogênio na água
  25. 25. • Reprodução por bipartição, formam colônias porhormogônios e produzem esporos (formas deresistência a mudanças ambientais, os acinetos.• Liberam toxinas, e quando proliferam em excessopodem contaminar mananciais de água.

×