Radioatividade, câncer emedicina nuclearProf. Eduardo
• Radiação: energia que se propaga de um ponto a outro no espaço oupor um meio material.• Pode ocorrer na forma de ondas e...
• b) Decaimento atômico (geração de partículas subatômicas e energiana forma de ondas)
• c) Fissão e fusão nuclear (geração de partículas subatômicas eenergia na forma de ondas).
• Radiação na forma de ondas eletromagnéticas: radiação UV, raio-Xe raio gama• Radiação na forma de partículas: radiação a...
• Radiação alfa (+) produzida pela liberação de núcleos de hélio (doisprótons e dois nêutrons) derivados de urânio, tório ...
• Radiações:
• Raios -X também podem ser produzidos um Tubo de Coolidge.• Cátodo aquecido por uma corrente elétrica emite grande quanti...
• Tipos de Radiação e os efeitos nos Seres Humanos:• Radiações não ionizantes: não são capazes de ejetar elétrons dacamada...
• Radiações ionizantes: são aquelas capazes de ejetar os elétrons dosorbitais dos átomos. São raios-X, e as radiações, alf...
• Mutação: qualquer alteração permanente na estrutura do DNA.• Pode ocorrer em células germinativas ou células somáticas.•...
• Mutações se propagam na duplicação do material genético.• Para conter isso o DNA apresenta enzimas de reparo para evitar...
• Se a reparação não funcionar, entram em ação os Genes Supressoresde Tumores como o p53, que bloqueiam a divisão celular ...
• Para ocorrência do câncer é necessário a combinação de mutação noDNA, falha nas enzimas de reparo, mutações nos genes su...
• Gene RAS: O gene RAS normal codifica as proteínas que se servempara ativar ou inibir a proliferação celular.• Sem ele o ...
• O telômero é um segmento de DNA presente nas extremidades detodos os cromossomos humanos.• protegem o material genético ...
• O encurtamento telomérico (envelhecimento celular) é evitado na• presença da enzima telomerase, que regenera os telômero...
• Em células cancerosas ocorre a ativação da telomerase, que inativao relógio telomérico.• Isso leva a “imortalidade” das ...
• Tipos de Tumores ou Neoplasias
• Neoplasias (tumores em geral ): “crescimento novo”:• Tumor neoplásico: crescimento de um tecido anormal que excede emcre...
• Tumores benignos: Recebem o sufixo oma + o nome da cel. outecido de origem. (ex. osteócito, osteoma; condrócito, condrom...
• Tumores malignos (câncer):• São de crescimento rápido e as vezes de modo errático (ficam longosperíodo crescendo lentame...
• Nomenclatura: recebem as seguintes terminações:• Carcinoma (originado de tecidos epiteliais) . Ex. adenocarcinoma• Sarco...
• A disseminação dos tumores malignos podem ocorre por três vias:• Implantação nas cavidades corporais (peritônio, pleura ...
• Aplicações da Radiação no Diagnóstico eTratamento do Câncer
• Radioterapia: método de destruir células tumorais empregando feixede radiações ionizantes.• Uma dose calculada de radiaç...
• Efeitos colaterais: Ocorrem somente próximos á érea irradiada. Èbem tolerado, mas potencializado pela quimioterapia.• Os...
• Medicina nuclear: permite observar o estado dos tecidos através damarcação de moléculas com isótopos radioativos.• isóto...
• Tomografia por emissão de pósitrons (PET-scam): exame deimagens que utiliza isótopos radioativos emissores de pósitrons•...
• Prevenção:• Não se expor ao fatores mutagênicos.• Realizar exames preventivos.• Levar uma vida saudável.
Radiações e a células
Radiações e a células
Radiações e a células
Radiações e a células
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Radiações e a células

2.721 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.721
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
41
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Radiações e a células

  1. 1. Radioatividade, câncer emedicina nuclearProf. Eduardo
  2. 2. • Radiação: energia que se propaga de um ponto a outro no espaço oupor um meio material.• Pode ocorrer na forma de ondas eletromagnéticas ou partículas• Pode ser produzida por:• a) movimentação de elétrons nas órbitas (produção de fótons,radiação eletromagnética).
  3. 3. • b) Decaimento atômico (geração de partículas subatômicas e energiana forma de ondas)
  4. 4. • c) Fissão e fusão nuclear (geração de partículas subatômicas eenergia na forma de ondas).
  5. 5. • Radiação na forma de ondas eletromagnéticas: radiação UV, raio-Xe raio gama• Radiação na forma de partículas: radiação alfa (+) e beta (+ ou -)
  6. 6. • Radiação alfa (+) produzida pela liberação de núcleos de hélio (doisprótons e dois nêutrons) derivados de urânio, tório e polônio. Èbloqueada por uma folha da papel.• Radiação beta (- ou +) produzida pela desintegração de nêutrons quegera um próton, um elétron e um neutrino. Penetra na pele humana.Pode ser bloqueada por metais. Eventualmente produz pósitrons• Radiação gama é liberada de núcleos muito energéticos. Não temmassa ou carga. Penetra em tecidos vivos. É bloqueada por concretoou chumbo
  7. 7. • Radiações:
  8. 8. • Raios -X também podem ser produzidos um Tubo de Coolidge.• Cátodo aquecido por uma corrente elétrica emite grande quantidadede elétrons que são atraídos fortemente pelo ânodo.•• Ao se chocar com o ânodo, transferem energia para os elétrons dosânodos.• Os elétrons com energia são acelerados e então emitem ondaseletromagnéticas que são os raios X.
  9. 9. • Tipos de Radiação e os efeitos nos Seres Humanos:• Radiações não ionizantes: não são capazes de ejetar elétrons dacamada eletrônica. Em geral não causam danos (rádio, microondas,luz). Exceto no caso de alguns tipos de radiação ultravioleta (UV).• UV interage diretamente e acumulativamente com o DNA, podendoprovocar sérias alterações (indução do câncer de pele ou melanoma).
  10. 10. • Radiações ionizantes: são aquelas capazes de ejetar os elétrons dosorbitais dos átomos. São raios-X, e as radiações, alfa, beta e gama.• Provocam sérios danos nas células:• - impedimento da divisão celular.- Alterações no ciclo celular.- modificações nos genes das células reprodutoras e somáticas.- destruição total da célula.
  11. 11. • Mutação: qualquer alteração permanente na estrutura do DNA.• Pode ocorrer em células germinativas ou células somáticas.• Mutações podem levar a formação de células tumorais (câncer)
  12. 12. • Mutações se propagam na duplicação do material genético.• Para conter isso o DNA apresenta enzimas de reparo para evitar quea mutação se espalhe:
  13. 13. • Se a reparação não funcionar, entram em ação os Genes Supressoresde Tumores como o p53, que bloqueiam a divisão celular nesse caso.• Para que o câncer ocorra os genes supressores estão desativados pormutações. (predisposição ao câncer)
  14. 14. • Para ocorrência do câncer é necessário a combinação de mutação noDNA, falha nas enzimas de reparo, mutações nos genes supressores emutações nos proto-oncogenes• Proto-oncogenes controlam o ciclo celular e ao sofrerem mutaçãotransformam-se em oncogenes, que descontrola o ciclo .• Essas células se multiplicam aceleradamente e não realizam apoptose(morte celular programada)
  15. 15. • Gene RAS: O gene RAS normal codifica as proteínas que se servempara ativar ou inibir a proliferação celular.• Sem ele o ciclo se descontrola e a proliferação celular é excessiva.• Gene HER2: é um proto-oncogene responsável por codificarreceptores de fatores de crescimento celular.• Gene BCL2: responsável por regular a apoptose. Origina o linfoma decélulas B folicular em 80% dos pacientes.• Gene MYC: atua na expressão da telomerase, proteína que atua naregeneração dos telômeros.• Sem os telômeros, a célula envelhece e é eliminada.
  16. 16. • O telômero é um segmento de DNA presente nas extremidades detodos os cromossomos humanos.• protegem o material genético durante a divisão celular e servem comoum “relógio mitótico”, induzindo a senescência (envelhecimento ).
  17. 17. • O encurtamento telomérico (envelhecimento celular) é evitado na• presença da enzima telomerase, que regenera os telômeros.• Em células somáticas não há atividade da telomerase.• As células germinativas e pluripotentes contêm telomerase, mas só asgerminativas têm níveis suficientes para estabilizar o telômero
  18. 18. • Em células cancerosas ocorre a ativação da telomerase, que inativao relógio telomérico.• Isso leva a “imortalidade” das células tumorais.
  19. 19. • Tipos de Tumores ou Neoplasias
  20. 20. • Neoplasias (tumores em geral ): “crescimento novo”:• Tumor neoplásico: crescimento de um tecido anormal que excede emcrescimento os normais e que não está coordenado com ele.• Persiste em crescer mesmo após o fim do estímulo que o originou.• Câncer: termo usado para definir todos os tumores malignos.
  21. 21. • Tumores benignos: Recebem o sufixo oma + o nome da cel. outecido de origem. (ex. osteócito, osteoma; condrócito, condroma)• Se caracterizam por:• Apresentam células semelhantes às células normais.• São de crescimento lento (se comparados as malignos).• São pouco invasivos, afetam pouco o tecido adjacente.• Não sofrem metástases, ou seja não se separam do sítio de origem.
  22. 22. • Tumores malignos (câncer):• São de crescimento rápido e as vezes de modo errático (ficam longosperíodo crescendo lentamente e de repente aceleram o crescimento)• São muito invasivos, provocam destruição de tecido circundante.•• Todos os tumores malignos (câncer) podem se disseminar do seuponto de origem (metástase), sendo esse o critério para classificação.
  23. 23. • Nomenclatura: recebem as seguintes terminações:• Carcinoma (originado de tecidos epiteliais) . Ex. adenocarcinoma• Sarcoma (originado de tecidos conjuntivos e musculares). Ex.osteosarcoma• Linfomas e leucemias (ocorrem no tecido hematopoiético (medulaóssea).
  24. 24. • A disseminação dos tumores malignos podem ocorre por três vias:• Implantação nas cavidades corporais (peritônio, pleura pericárdio).•• Disseminação linfática: através de vasos linfáticos ou de linfonodos• Disseminação Hematogênica: via venosa e arterial .
  25. 25. • Aplicações da Radiação no Diagnóstico eTratamento do Câncer
  26. 26. • Radioterapia: método de destruir células tumorais empregando feixede radiações ionizantes.• Uma dose calculada de radiação é aplicada ao tecido que está o tumor,erradicando as células tumorais e evitando ao máximo dano às célulasvizinhas.• Geralmente raios-X ou gama, derivados de cobalto, césio e irídio.
  27. 27. • Efeitos colaterais: Ocorrem somente próximos á érea irradiada. Èbem tolerado, mas potencializado pela quimioterapia.• Os efeitos imediatos aparecem em células com maior capacidadeproliferativa, como gônadas, epiderme, e medula óssea.• Exemplos: anovulação, azoospermia, leucopenia e plaquetopenia,nauseas, queda de cabelo. Podem ser revertidos.
  28. 28. • Medicina nuclear: permite observar o estado dos tecidos através damarcação de moléculas com isótopos radioativos.• isótopos denunciam sua localização por emitirem radiação nuclear.• Exemplo: diagnóstico e terapia do carcinoma de tireóide:• Uso do Iodo-131 para formar imagens funcionais da tireóide.• O I-131 pode usado como terapia: Em altas concentrações, a emissãode partículas beta destrói as células do tumor.
  29. 29. • Tomografia por emissão de pósitrons (PET-scam): exame deimagens que utiliza isótopos radioativos emissores de pósitrons• Permite localizar tumores em locais específicos:• Glicose ligada a um isótopo radioativo (fluor-18, carbono-11,nitrogênio-13, oxigênio-15) é introduzida no paciente.• Como células tumorais, mais ativas metabolicamente, aparecerão emvermelho na imagem criada pelo computador.
  30. 30. • Prevenção:• Não se expor ao fatores mutagênicos.• Realizar exames preventivos.• Levar uma vida saudável.

×