Reprodução em animais

3.162 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.162
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
50
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Reprodução em animais

  1. 1. REPRODUÇÃO ANIMAL PROF. EDUARDO
  2. 2. • Reprodução: capacidade dos seres vivos de produzirem descendentes visando a preservação da espécie.• Espécie: seres que ao se reproduzi geram descendentes férteis• Reprodução assexuada: não corre troca de material genético• Os descendentes, caso não ocorram mutações são geneticamente idênticos (sem variabilidade genética)• Reprodução sexuada: corre troca de material genético entre dois indivíduos da mesma espécie (com variabilidade genética)• .• Nos animais em geral essa troca é feita pelos gametas que se unem para formar o zigoto
  3. 3. • A) Reprodução assexuada: tipos:• 1- Brotamento ou Gemiparidade: formação de brotos semelhante ao adulto.• Os brotos podem se destacar ou permanecer unidos ao adulto (colônias). Ex.: Poríferos (esponjas) e cnidários como corais e hidras. Porífero brotando Hidra brotando Colônia de corais
  4. 4. • 2- Estrobilização: tipo de brotamento em que há formação de “gomos” (fragmentação) de um indivíduo em vários outros Ex.:• cnidários (formação de medusas), platielmintos (formação das proglotes de Tênias). Formação de Proglotes de medusas tênia
  5. 5. • 3- Regeneração: formação de um novo indivíduo completo a partir de partes separadas ou cortadas de um outro. Ex.:• Poríferos, cnidários, platielmintos (planárias) e equinodermos (estrela do mar) Estrela do mar planária esponja
  6. 6. • B) Reprodução sexuada: conceitos básicos• Fecundação: união do espermatozóide masculino com o óvulo feminino e formação do zigoto:
  7. 7. • Animais monóicos: indivíduo apresenta os dois sexos ao mesmo tempo (hermafrodita).• Pode ocorre autofecundarão (troca de gametas dentro do mesmo indivíduo) Ex.: tênias:
  8. 8. • A maioria dos animais monóicos fazem fecundação cruzada: troca de gametas entre dois indivíduos: Ex:. Platielmintos (planárias), anelídeos (minhocas) e moluscos (caramujos).
  9. 9. • Animais dióicos: indivíduo apresenta ou sexo masculino ou sexo feminino: poríferos, cnidários, platelmintos, nematelmintos, anelídeos (exceto minhocas), artrópodes, equinodermos e cordados:• A Fecundação é sempre cruzada e pode ser externa (na água) como peixes e anfíbios ou interna (dentro da fêmea) como em artrópodes e em cordados (répteis, aves e mamíferos)
  10. 10. • Desenvolvimento indireto: apresenta uma ou mais fases larvais: Pode ocorrer metamorfose:
  11. 11. • Desenvolvimento direto: não há fase larval:
  12. 12. • Animais ovíparos: ovos se desenvolvem fora do corpo da fêmea: certos répteis, aves, e mamíferos (ornitorrinco).• Animais ovovivíparos: ovos se desenvolvem parcialmente dentro do corpo da fêmea. (são liberados próximo ao nascimento): tubarões e cobras.• Animais vivíparos: ovos se desenvolvem totalmente dentro do corpo da fêmea: mamíferos
  13. 13. • Partenogênese:: desenvolvimento de um óvulo não fecundado, dando origem a um ser haplóide: zangões de abelhas
  14. 14. • Poliembrionia: desenvolvimento de vários indivíduos geneticamente idênticos a partir de um único ovo (vários gêmeos idênticos).

×