O caso Tesco (UK)

2.586 visualizações

Publicada em

Módulo Lean SCM da 6 Edição da PG em Lean Management - Porto

Publicada em: Negócios
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.586
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
24
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O caso Tesco (UK)

  1. 1. Caso de estudo “Lean Supply Chain” Ana Cristina Noronha Nuno Rogério Miguel Ricardo Luís Teixeira
  2. 2. Agenda <ul><li>Introdução </li></ul><ul><li>A TESCO </li></ul><ul><li>As Lojas TESCO </li></ul><ul><li>Porquê o Lean </li></ul><ul><li>Aplicação dos Conceitos Lean </li></ul><ul><li>Exemplos </li></ul><ul><li>Da Toyota para a TESCO </li></ul><ul><li>Conclusões </li></ul>
  3. 3. Introdução Neste trabalho demonstramos como a abordagem Lean é aplicada pelo retalhista TESCO.
  4. 4. TESCO <ul><li>5º maior retalhista mundial, sendo a 59ª empresa da Fortune 500 </li></ul><ul><li>Volume de negócios: € 52M, lucros de € 2,4M (ano fiscal de 2003) </li></ul><ul><li>Nº de empregados: 326.000 </li></ul><ul><li>2.318 lojas em todo o mundo, distribuídas por UK (1.878), Irlanda (82), Hungria (60), Polónia (69), República Checa (22), Eslováquia (23), Turquia (5), Japão (78), Malásia (5), Coreia do Sul (28), Formosa (4) e Tailândia (64) </li></ul>
  5. 5. 4 Formatos das Lojas TESCO Express SuperStore Metro Extra As Lojas TESCO
  6. 6. As Lojas TESCO <ul><li>O planeamento e o design de cada loja TESCO obedece a regras específicas de forma a simplificar todos os processos, tanto aos fornecedores, como aos funcionários das lojas e principalmente aos clientes: desde o lay out geral das lojas, a informação precisa da localização dos produtos e a sua organização nos corredores aos balcões de pagamento. </li></ul>
  7. 7. Porquê o Lean? Devido à importância que a cadeia de fornecimento tem num retalhista desta dimensão, a TESCO assumiu como um dos seus principais objectivos tornar a sua cadeia mais simples e próxima dos fornecedores, conseguindo produtos mais frescos e de qualidade superior.
  8. 8. Aplicação dos Conceitos Lean <ul><li>Através do estudo e aplicação dos conceitos Lean, aplicando a experiência Toyota; </li></ul><ul><li>Assim: </li></ul><ul><li>1º Passo: Construir um VSM para perceber e analisar a cadeia de valor da TESCO </li></ul><ul><li>Muito stock acumulado nas lojas; </li></ul><ul><li>Mau aproveitamento das máquinas embaladoras (30% a 50% tempo em laboração) </li></ul><ul><li>Setups desajustados e demasiado morosos </li></ul><ul><li>Incapacidade de ter todos os produtos disponíveis nas lojas </li></ul>
  9. 9. Aplicação dos Conceitos Lean VSM Tradicional
  10. 10. Aplicação dos Conceitos Lean <ul><li>2ª Passo: Flexibilizar todo o processo, indo ao encontro dos objectivos, de forma a conseguir um VSM mais simples, fluido, onde se consiga perceber realmente que se criou valor para os clientes, através da aplicação dos conceitos Lean: </li></ul><ul><li>Reabastecimento contínuo de forma a que os produtos e as encomendas fluam desde os fornecedores até às lojas rapidamente, eliminando etapas que não acrescentam valor; </li></ul><ul><li>Aplicar o sistema PULL desde a produção, embalagem, transporte e abastecimento das lojas. </li></ul>
  11. 11. <ul><li>Criar oportunidades de negócio com fornecedores independentemente do seu tamanho: </li></ul><ul><ul><li>Permite que pequenas empresas e pequenos produtores possam vender os seus produtos nas lojas TESCO, alguns sobre a marca própria da TESCO; </li></ul></ul><ul><ul><li>Desenvolver produção regional , tradicional; </li></ul></ul><ul><li>Programa de proximidade com Fornecedores. </li></ul><ul><ul><li>Acompanhamento, Disponibilidade </li></ul></ul>'treat people the way we want to be treated' “ ..At the road show event in Cornwall in September, we met 80 local companies whose products ranged from Cornish Ale to jewellery...” “… At Tesco we believe in working closely with our suppliers.That is one of the reasons why we are opening five new regional buying offices around Britain…” “ ..Website that will allow them to recommend their fevorite regional products to us..” www.tesco.com/regionalsourcing
  12. 12. <ul><li>Contratos de longa duração apresentando preço justo e apoiando a evolução do negocio. </li></ul><ul><ul><li>Permite ao fornecedor ganhar estabilidade, capacidade de inovação, disponibilidade negocial. </li></ul></ul><ul><ul><li>Permite à TESCO controlar melhor a sua gama de produtos e a qualidade dos mesmos. </li></ul></ul>'treat people the way we want to be treated' “ ..We have over 1,500 suppliers who have been working with us for five years or more, and many who have been with us for decades..”
  13. 13. Armazéns & Expedição Quanto maior o numero de lojas maior o numero de problemas relacionados com transporte, armazenamento, controlo de ordens de compra etc.. “ With over 1200 stores throughout the UK, a well managed supply chain is essential. Tesco has a variety of store formats, such as Extra, Superstore, Metro and Express. Supply chain efficiency is critical in ensuring that each store receives the correct products at the right time .”
  14. 14. Armazéns & Expedição Resultados da parceria ADT/TESCO Instalação de 4000 leitores e 16000 antenas RFID distribuídas pelos armazéns e lojas . A implementação desta tecnologia permitiu reduzir problemas os seguintes problemas : -Entregas fora de prazo -Stock-out -Contagens -Picagem -Erros de encomendas (Quantidade certa no momento certo). A TESCO tornou-se o maior negocio a trabalhar com RFID. Todas as movimentações de stock entre armazens e Lojas estão fielmente monitorizadas , acrescentando valor e segurança ao negocio.
  15. 15. Aplicação dos Conceitos Lean <ul><li>VSM futuro </li></ul>
  16. 16. Aplicação dos Conceitos Lean <ul><li>3º Passo: Sincronização e comunicação mais eficiente, rápida, simples e contínua com os fornecedores, aplicando os conceitos do Lean Manufacturing </li></ul><ul><li>Criação de um portal colaborativo (TESCO Link) desenvolvido especificamente para os fornecedores da TESCO, dando-lhes acesso directo a informações de vendas ao nível das lojas assim como de desperdícios e stocks. </li></ul><ul><li>Funcionalidades: </li></ul><ul><ul><li>Fornece variados reports com informações acerca de produtos espcificos de fornecedores nas lojas. </li></ul></ul><ul><ul><li>Primeira plataforma do género para retalhistas. </li></ul></ul><ul><ul><li>Adequado para todo o tipo de fornecedores (Grandes e pequenos) </li></ul></ul><ul><ul><li>Partilha de conceitos de negócio e melhorias. </li></ul></ul>
  17. 17. Aplicação dos Conceitos Lean <ul><li>4º Passo: “O cliente não pode ser tratado como um estranho” </li></ul><ul><li>Esta última etapa de todo o processo acontece quando finalmente o produto chega às mãos do consumidor na loja. Como nenhuma cadeia de fornecimento funciona eficientemente sem a informação acerca dos seus clientes e dos produtos que consomem, esta etapa é fundamental. </li></ul><ul><li>Oferecer os produtos que os clientes realmente procuram, e da forma mais rápida, atraente e assertiva possível: </li></ul><ul><li>Cartão de fidelização; </li></ul><ul><li>Home Shopping; </li></ul><ul><li>Alteração do lay out e do próprio funcionamento das lojas; </li></ul>
  18. 18. Exemplos <ul><li>Abastecimento das Prateleiras </li></ul><ul><li>Tesco é o único retalhista a abastecer as lojas 3x por dia; </li></ul><ul><li>Desenvolveu uma aplicação que permite um abastecimento contínuo em mais de 2000 lojas em todo o mundo; </li></ul><ul><li>Vantagens: </li></ul><ul><ul><li>Aumenta a disponibilidade dos produtos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Rotatividade continua dos produtos entre Entrepostos e Lojas evitando periodos elevados de stock; </li></ul></ul><ul><ul><li>Aplicação de abastecimento em constante inovação de forma a ir de encontro às necessidades do cliente e ao crescimento da companhia. </li></ul></ul>
  19. 19. Exemplos <ul><li>Tempos de espera nas caixas </li></ul><ul><li>‘ Always one in front’ </li></ul><ul><ul><li>Compromisso com os clientes que ao pagar não poderá ter mais que um cliente à sua frente. </li></ul></ul><ul><li>Criação do projecto: ‘I Don’t Queue’: </li></ul><ul><ul><li>Implementação de sensores térmicos nas lojas TESCO; </li></ul></ul><ul><ul><li>Desenvolvimento de um sistema para determinar o número de pessoas a entrar e sair da loja e a partir desses valores calcular o numero aproximado de pessoas a chegarem as caixas num espaço de tempo preciso; </li></ul></ul><ul><ul><li>Sensores nas caixas que calculam o tamanho das filas e com esta informação saber o número de caixas que devem estar abertas. </li></ul></ul><ul><ul><li>Isto garantiu o desaparecimento das filas longas e permitiu aliviar o pessoal nas caixas, de forma a poderem ajudar os clientes na loja. </li></ul></ul>
  20. 20. Exemplos <ul><li>Cartão de Cliente </li></ul><ul><li>Manter os clientes é a chave do sucesso da TESCO. </li></ul><ul><li>Uma das ferramentas de fidelização de clientes é o cartao de cliente. </li></ul><ul><li>Esta ferramenta : </li></ul><ul><ul><li>Permite à equipa de marketing atribuir pontos aos clientes. </li></ul></ul><ul><ul><li>Ajuda a analizar os habitos de compras de clientes. </li></ul></ul><ul><ul><li>Atribuir automaticamente premios a clientes </li></ul></ul><ul><ul><li>Permite ao cliente atribuir vouchers de desconto apatir de uma plataforma online ao seu cartao de cliente. </li></ul></ul>
  21. 21. Da Toyota para a TESCO “ ..No centro da nova cadeia de valor da TESCO, está uma obsessão com o progresso e processos de melhoramento aprendidos na Toyota. Entre 1983 e 1996 , a TESCO fez grandes melhoramentos na sua cadeia de valor, introduzindo o scan das frentes de caixa, criando a uma central de compras automatizada, uma central de distribuição automática, controlo de armazéns automatizados, etc.. Como resultado o Lead Time das lojas baixou de 7<->14 dias para 2 dias e o Lead Time dos fornecedores baixou de 12<->18 dias para apenas 3 dias, e a TESCO conseguiu reduzir os stocks de Segurança de 4,4 semanas para 2,5 semanas..”.
  22. 22. Conclusões <ul><li>Nos últimos anos a TESCO tem trabalhado arduamente para implementar os conceitos do Lean Manufacturing e do Lean Supply Chain em cada uma das áreas de abordagem e com cada um dos intervenientes, desde os pequenos produtores de bens aos grandes fornecedores e finalmente ao cliente. </li></ul>” ..Yesterday´s supply chains worked to the logic of “better, centralised and distant”. Tomorrow´s watchwords will be “fresher, simpler and closer..”

×