Logistica e Distribuição o caso TESCO

669 visualizações

Publicada em

Trabalho realizado por Alunos Finalistas do ISMAI 2013/14

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
669
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Logistica e Distribuição o caso TESCO

  1. 1. Logística e Distribuição Trabalho Elabora Filipe C Bruna Sérgi Paulo B
  2. 2. • Jack Cohen fundou a Tesco em 1918. • A primeira loja Tesco foi aberta em 1929. • Em 1939 existiam mais de 100 lojas da Tesco em todo o país. • O primeiro supermercado foi em 1956. • 2.318 lojas em todo o mundo, distribuídas por UK (1.878), Irlanda (82), Hungria (60), Polónia (69), República Checa (22), Eslováquia (23), Turquia (5), Japão (78), Malásia (5), Coreia do Sul (28), Formosa (4) e Tailândia (64)
  3. 3. • 4 Formatos das Lojas TESCO • Express, SuperStore, Metro, Extra. • O planeamento e o design de cada loja TESCO obedece a regras específicas de forma a simplificar todos os processos, tanto aos fornecedores, como aos funcionários das lojas e principalmente aos clientes: desde o lay out geral das lojas, a informação precisa da localização dos produtos e a sua organização nos corredores aos balcões de pagamento.
  4. 4. Porquê o Lean Supply Chain Management ? Devido à importância que a cadeia de fornecimento tem num retalhista desta dimensão, a TESCO assumiu como um dos seus principais objectivos tornar a sua cadeia mais simples e próxima dos fornecedores, conseguindo produtos mais frescos e de qualidade superior.
  5. 5. Aplicação dos Conceitos Lean Supply Chain Management . 1º Passo: •Construir um VSM (value stream mapping) para perceber e analisar a cadeia de valor da TESCO. •Muito stock acumulado nas lojas; •Mau aproveitamento das máquinas embaladoras (30% a 50% tempo em laboração); •Setups desajustados e demasiado morosos; • Incapacidade de ter todos os produtos disponíveis nas lojas.
  6. 6. Aplicação dos Conceitos Lean Manufacturing e VSM, Tradicional.
  7. 7. 2ª Passo: Flexibilizar todo o processo, de forma a conseguir um VSM mais simples, fluido, onde se consiga perceber realmente que se criou valor para os clientes, através da aplicação dos conceitos Lean: Reabastecimento contínuo de forma, a que os produtos e as encomendas, fluam desde os fornecedores até às lojas rapidamente, eliminando etapas que não acrescenta valor;
  8. 8. • Aplicar o sistema PULL desde a produção, embalagem, transporte e abastecimento das lojas. • Criar oportunidades de negócio com fornecedores independentemente do seu tamanho: (Permite que pequenas empresas e pequenos produtores possam vender os seus produtos nas lojas TESCO, alguns sobre a marca própria da TESCO). • Desenvolver produção regional, tradicional; • Programa de proximidade com Fornecedores. • Contratos de longa duração apresentando preço justo e apoiando a evolução do negócio. Permite à TESCO controlar melhor a sua gama de produtos e a qualidade dos mesmos.
  9. 9. Armazéns & Expedição. Quanto maior o numero de lojas maior o numero de problemas relacionados om transporte, armazenamento, ontrolo de ordens de compra etc..
  10. 10. Resultados da parceria ADT/TESCO: Instalação de 4000 leitores e 16000 antenas RFID (Radio-Frequency Identification) distribuídas pelos armazéns e lojas. A implementação desta tecnologia permitiu reduzir os seguintes problemas: •Entregas fora de prazo; •Stock-out; •Contagens; •Picagem; •Erros de encomendas (Quantidade certa no momento certo).
  11. 11. Aplicação dos Conceitos Lean Manufacturing e VSM, Inovador.
  12. 12. 3º Passo: •Sincronização e comunicação mais eficiente, rápida, simples e contínua com os fornecedores, aplicando os conceitos do Lean Manufacturing. • Criação de um portal colaborativo (TESCO Link) desenvolvido especificamente para os fornecedores da TESCO, dando-lhes acesso directo a informações de vendas ao nível das lojas assim como de desperdícios e stocks.
  13. 13. Vantagens: •Fornece variados reports com informações acerca de produtos específicos de fornecedores nas lojas. •Primeira plataforma do género para retalhistas. •Adequado para todo o tipo de fornecedores (Grandes e pequenos). •Partilha de conceitos de negócio e melhorias.
  14. 14. 4º Passo: “O cliente não pode ser tratado como um estranho”. Esta etapa acontece quando o produto chega às mãos do consumidor na loja. Como nenhuma cadeia de fornecimento funciona eficientemente sem a informação acerca dos seus clientes e dos produtos que consomem, esta etapa é fundamental.
  15. 15. • Cada compra é registada (na caixa de pagamento) no sistema TIE (Tesco Information Exchange). • A cada 4 horas é actualizado o TIE, lançando informação sobre o fornecimento necessário às lojas. Baseada nesta informação o RDC envia um pedido aos fornecedores e envia os produtos para a loja. A filosofia desta estratégia é pedir hoje o que é preciso amanhã, reduzindo desta forma o produto em stock e optimizando a distribuição. • Oferecer os produtos que os clientes realmente procuram, e da forma mais rápida, atraente e assertiva possível.
  16. 16. Vantagens: •Aumenta a disponibilidade dos produtos; •Rotatividade contínua dos produtos entre Entrepostos e Lojas evitando períodos elevados de stock; •Aplicação de abastecimento em constante inovação de forma a ir de encontro às necessidades do cliente e ao crescimento da companhia.
  17. 17. Conclusões. Nos últimos anos a TESCO tem trabalhado arduamente para implementar os conceitos do Lean Manufacturing e do Lean Supply Chain. A solução de RFID da ADT ajudou a fornecer à Tesco a visibilidade de inventário de que necessitava para reduzir os problemas tradicionais das cadeias de fornecimento, tais como atrasos nas entregas, falhas de stock e quebra desconhecida – reduzindo os impactos negativos no serviço ao cliente. A Tesco pode agora monitorizar a entrega dos bens à medida que são transportados dos armazéns para as lojas, ajudando a garantir maior disponibilidade da sua vasta gama de produtos e promovendo a satisfação da sua fiel base de clientes.
  18. 18. A evolução nos dias de hoje: http://www.youtube.com/watch?v=fGaVFRzTTP4
  19. 19. A evolução nos dias de hoje: http://www.youtube.com/watch?v=OGpK4ILp048
  20. 20. Questões? Obrigado pela atenção.

×