O Caso Tesco

1.487 visualizações

Publicada em

Trabalho prático do módulo de Lean SCM da 6ª edição do Curso de Pós-graduação em Lean Management (Porto).

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.487
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
11
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O Caso Tesco

  1. 1. Lean Supply Chain Management Armando Miguel Joana Queirós Maria Manuel Dantas Vasco Carvalho
  2. 2. A TESCO, retalhista número 1 do Reino Unido (com mais de 30% do mercado), é a terceira maior cadeia do mundo e possui mais de 3.700 lojas, na sua grande maioria localizadas no Reino Unido (2.115 unidades), mas a empresa já marca presença em mais 14 países como: Estados Unidos, Turquia, Irlanda, Polónia, China, República Checa, Coreia do Sul, Malásia e Japão. A TESCO tem uma qualidade rara no retalho mundial: é um grupo colossal que opera localmente - em cada unidade vende o que o público daquela região quer. “ Think globally, act locally ”.Além disso, tem preços altamente competitivos para produtos básicos, mas vende também, por valores mais elevados, mercadorias “premium”. Cada loja oferece pelo menos três opções de marca própria da rede, com três diferentes preços.
  3. 3. Inicialmente (décadas de 60 e 70), a distribuição era feita loja a loja pelos fornecedores, mas com o crescimento do número de lojas a necessidade de recorrer a economias de escala tornou-se imperativa. Nos inícios dos anos 80 iniciaram a estratégia da centralização e passaram a contar com 26 armazéns, designados por: RDC ( regional distribution centres ). Cada RDC foi criado com o objectivo de armazenar vários produtos com diferentes gamas de temperaturas.
  4. 4. <ul><li>A implementação deste sistema de distribuição trouxe como principais vantagens à TESCO: </li></ul><ul><li>As lojas recebem todo o tipo de produtos do RDC; </li></ul><ul><li>Rentabiliza o espaço dos camiões responsáveis pelas entregas; </li></ul><ul><li>Optimização das rotas e consequente poupança de combustível; </li></ul>
  5. 5. <ul><li>No final da década de 90 o crescimento do número de lojas em cada região encontrava-se comprometido pelo estrangulamento dos RDC que tinham atingido a sua capacidade máxima de armazenagem. </li></ul><ul><li>Graças a uma parceria com a IBM, e às simulações feitas no software desenvolvido para o efeito, os executivos da TESCO concluíram que a criação de uma instalação voltada para alimentos congelados traria as seguintes vantagens: </li></ul><ul><li>Crescimento considerável no espaço para todos os produtos de armazenagem à temperatura ambiente e refrigerada; </li></ul>
  6. 6. <ul><li>Diminuição dos custos de transporte pois deixa de haver viagens entre os diferentes centros de distribuição para carregar alimentos congelados; </li></ul><ul><li>Eficiência energética; </li></ul><ul><li>Permite alargar a gama dos produtos congelados por haver mais espaço para armazenagem; </li></ul><ul><li>Possibilita fazer mais entregas de congelados às lojas; </li></ul><ul><li>Potencia o aumento das vendas nesta categoria; </li></ul><ul><li>Elimina a necessidade de construir mais instalações no futuro; </li></ul>
  7. 7. Cadeia de distribuição TESCO:
  8. 8. Cada compra é registada (na caixa de pagamento) no sistema Tesco Information Exchange (TIE). A cada 4 horas é actualizado o TIE, lançando informação sobre o fornecimento necessário às lojas. Baseada nesta informação o RDC envia um pedido aos fornecedores e envia os produtos para a loja. A filosofia desta estratégia é pedir hoje o que é preciso amanhã, reduzindo desta forma o produto em stock e optimizando a distribuição.
  9. 9. Para produtos de alta rotação, a Tesco utiliza os seus RDC com o objectivo “zero picking”, que significa que as mercadorias que recebem são todas despachadas para as lojas. O RDC fica assim vazio no final das saídas. Através do conceito da distribuição em ondas cada RDC pode ser utilizado várias vezes porque os fornecedores estão sujeitos a níveis de serviço superiores a 98% e janelas de entrega de 30 min.
  10. 10. Obrigado!! Questões

×