Aula 7 si_log_W

805 visualizações

Publicada em

.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
805
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
329
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
25
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 7 si_log_W

  1. 1. (Sistema de Gestão de Armazém)
  2. 2.  WMS – Warehouse Managment System  Etapas do processo de armazenagem  Benefícios do uso do WMS na Cadeia de Suprimentos  Exemplos de WMS existentes no mercado  Empresas que usam WMS  Conclusão
  3. 3.  O WMS (Sistema de Gerenciamento de Armazém) é um Sistema de Informação que auxilia parte da Cadeia de Suprimentos (SCM – Supply Chain Management);  Mais especificamente é dedicado à Gestão de Armazéns;  Busca automatizar e otimizar todas as atividades operacionais e administrativas que envolvem o processo de armazenagem; Fonte: Banzato, 1998
  4. 4.  Como dissemos, o WMS é parte do SCM, que auxilia o gerenciamento da armazenagem.  Com um WMS operacional, significa que a empresa depende menos da experiência das pessoas, uma vez que a TI nos fornece sistema que possui inteligência para operar todo o processo de armazenagem.
  5. 5.  Agendamento de recebimento (Através de informações, mostra em qual horário e local uma operação deverá ser executada, realizando o cálculo de recursos e tempo para aquela operação)  Recebimento (Receiving) ( Nessa etapa, todos os volumes são conferidos, caso haja qualquer inconsistência, ficará registrado em sistema)  Endereçamento (Storage Locations) ( Uma vez conferido, o sistema calcula os espaços disponíveis e emite automaticamente etiquetas de código de barras, que serão colocadas nos volumes a serem armazenados) WMS – Warehouse Managment System
  6. 6.  Armazenamento (Put Away) ( Após endereçamento, o sistema indica quais equipamentos serão necessários para realizar a operação e orienta através de endereços físicos disponíveis dentro do depósito ou centro de distribuição)
  7. 7.  Separação (Picking) ( A cada ordem de separação, o sistema indica onde está o item solicitado, indicando os equipamentos necessários para a operação e orientando em qual endereço o produto deverá ser retirado. A conferência do endereço ocorre através da leitura do código de barras fixado na estrutura, e do produto, na caixa ou volume do produto solicitado, antes do item ser levado para a área de expedição.)
  8. 8.  Expedição (Vehicle Loading/Dispatch)(Na expedição, os itens separados são conferidos uma última vez, e colocados dentro de uma área de confinamento, para embarque ao destino final. Na entrega de cada pedido, o sistema envia uma mensagem SMS através de equipamentos de dotados de tecnologia 3G informado que o item foi entregue.)
  9. 9.  Abastecimento de linhas de produção (Delivered) ( O abastecimento de linhas de produção tem como finalidade evitar que uma linha de produção deixe de funcionar por falta de um determinado item necessário. No momento da programação da linha de montagem, o sistema calcula automaticamente a quantidade de itens necessários e informa caso alguns deles seja insuficiente. O abastecimento automático de linhas de produção evita que haja interrupções não programadas, reduzindo custos e aumentando a produtividade.)
  10. 10.  Redirecionamento de Carga (Cross Docking) pode ser essencial para sua eficiência e viabilidade, pois auxilia na sincronização entre o recebimento e a expedição de mercadorias em outro veículo.  Nesse processo, a carga não chega nem a ser estocada, a fim de ser entregue ao cliente imediatamente, ou o mais rapidamente possível. 1 2
  11. 11.  Movimentação continua unitilizado: verdadeira forma de Cross Docking, a mercadoria flui diretamente dos pontos de recepção para os locais de despacho o mais rapidamente possível.  Movimento consolidado: as mercadorias recebidas são quebradas e parte destas são destinadas a determinados clientes enquanto que uma outra parte é destinada a outros clientes ou então direcionada para estoque podendo ser combinada com outros itens presentes em estoque tradicional formando assim um pedido completo. Esta forma de Cross Docking é também vulgarmente conhecido por híbrida.  Movimento de distribuição: Os produtos ao serem recebidos são quebrados e combinados entre si para serem distribuídos em cargas completas para os respectivos clientes. (Carvalho, 2004).
  12. 12.  Existem três formas de cross docking: • Feito à palete completa: não sobrecarrega nem produtores ou fornecedores nem distribuidores ou cliente • Feito à palete mista: onera principalmente distribuidores ou clientes, visto que à serviço de picking por parte da loja (se esta possuir centro de distribuição é lá que deve ser feito) • Feito à palete pré-sortida: sobrecarrega os produtores ou fornecedores pelo fato destes necessitarem enviar os paletes para o centro de distribuição do distribuidor ou cliente já pré- sortidas, segundo a necessidade de cada ponto de venda.
  13. 13.  No Cross Docking a Nota Fiscal pode ser reemitida ou não, vai depender do destinatário registrado na N.F. Indústria Centros de Distribuição Redes de Varejo Emissão direta para o Cliente Reemissão no CD para o Cliente
  14. 14. WMS – Estoque ideal do cliente
  15. 15. Fonte: http://www.infomatics.co.in/wms.aspx
  16. 16.  FIFO (First In First Out) = primeiro a entrar, primeiro a sair;  LIFO (Last In First Out) = último a entrar, primeiro a sair;  FEFO (First to Expire First Out) = primeiro a vencer, primeiro a sair;
  17. 17.  A correta implementação de um WMS permite obter uma elevada confiabilidade e minimizar o risco por parte da empresa. Estes dois fatores levam a (Tompkins et al., 1998, p. 684): • Eliminação de reclamações por parte dos clientes; • Otimização do espaço para armazenagem; • Melhoria da produtividade; • Vantagem competitiva; • Controle de saída e entrada mercadorias; • Controle de produção individual ou coletiva;
  18. 18.  No Picking, o WMS contribui para o melhor posicionamento da guarda de certos produtos em armazém, visando uma redução no tempo do ciclo de pedido e fluxo de informações e documentos;  No carregamento (Vehicle Loading), o WMS proporciona melhor forma de acondicionamento da carga e aproveitamento de espaço nos contêineres, além de considerar aspectos legais como: exigências alfandegárias para transporte de carga.
  19. 19.  No Cross Docking, o WMS pode ser essencial para sua eficiência e viabilidade, pois auxilia na sincronização entre o recebimento e a expedição de mercadorias em outro veículo.  Nesse processo, a carga não chega nem a ser estocada, a fim de ser entregue ao cliente imediatamente ou o mais rapidamente possível.
  20. 20. Fonte: Computerworld - Edição 406
  21. 21.  Sistemas de Informação, como o WMS, são ferramentas extremamente importantes para a gestão eficiente da cadeia de suprimentos, principalmente no que tange a gestão da armazenagem.  O WMS permite economia de tempo e custo nos processos de gerenciamento de armazenagem, ao possibilitar o atendimento das demandas dos clientes de forma rápida, legalizada e precisa.  Existem vários WMS no mercado, cada empresa deve procurar aquele que melhor se adeque a sua necessidade.

×