SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 26
Objetivos
- Apresentar os diferentes tipos de guindastes
segundo o sistema operacional.
- Mostrar as variações existentes para os guindastes
móveis.
21
Unidade 2: Tipos de Guindastes
Introdução
•A diversidade de equipamentos e produtos transportados atualmente
fez com que os guindastes se especializassem cada vez mais.
•Isso acabou por produzir uma grande variedade desses
equipamentos, tornando as atividades de içamento e movimentação
de cargas mais eficiente.
22
Unidade 2: Tipos de Guindastes
Classificação dos guindastes
Os guindastes podem ser classificados a partir do seu sistema
operacional. Nessa classificação eles podem ser divididos em
quatro grandes grupos
23
Unidade 2: Tipos de Guindastes
1) Guindastes tipo guindaste hidráulico articulado
2) Guindastes sobre caminhões comerciais
3) Guindastes industriais
4) Guindastes hidráulicos
Classificação dos guindastes
Guindastes tipo Guindauto
24
Unidade 2: Tipos de Guindastes
Podem ser constituídos de lança articulada ou telescópica, sendo utilizado
com freqüência no transporte de material para obra, em áreas confinadas e
para cargas leves.
Classificação dos guindastes
Guindastes sobre caminhão comerciais
25
Unidade 2: Tipos de Guindastes
São guindastes montados sobre a estrutura de caminhões comerciais
convencionais. Geralmente são produzidos a partir de encomendas, e pelo
fornecimento prévio do caminhão, o qual limita as dimensões e capacidade
de carga do guindaste.
Classificação dos guindastes
Guindastes industriais
26
Unidade 2: Tipos de Guindastes
São guindastes projetados basicamente para
movimentação de carga em fábricas e áreas
industriais. Apresentam capacidade de carga
variável, podendo atingir de 4 a 15 toneladas.
Classificação dos guindastes
Os guindastes hidráulicos podem ser
divididos em duas outras categorias:
-montados sobre rodas
-montados sobre esteiras
27
Unidade 2: Tipos de Guindastes
Guindastes Hidráulicos
Classificação dos guindastes
• Convencional
• Compacto
• Terrenos irregulares
• Todo tipo de terreno
28
Unidade 2: Tipos de Guindastes
Guindastes Hidráulicos sobre rodas
Classificação dos guindastes
• Projetado para trafegar em
rodovias.
• Pela sua configuração
apresenta grande
flexibilidade operacional
29
Unidade 2: Tipos de Guindastes
Guindastes Hidráulicos sobre rodas
CONVENCIONAL
Classificação dos guindastes
• Projetado com dimensões
reduzidas garantindo maior
facilidade de manobra e acesso
a locais com restrições de
espaço.
• Possui grande estabilidade
• Constituído de uma única cabine
para operação e movimentação
30
Unidade 2: Tipos de Guindastes
Guindastes Hidráulicos sobre rodas
COMPACTO
Classificação dos guindastes
• Projetados para operar
em terrenos acidentados
• Possuem uma suspensão
reforçada e utilizam pneus
especiais.
• Com cabine única de
operação, podendo ser
fixa ou giratória.
31
Unidade 2: Tipos de Guindastes
Guindastes Hidráulicos sobre rodas
TERRENOS IRREGULARES
Classificação dos guindastes
• Combinam as vantagens dos
guindastes montados sobre
caminhão, como a maior
velocidade de movimentação
nas rodovias, com os
guindastes para terrenos
irregulares, ou seja, maior
resistência e estabilidade.
32
Unidade 2: Tipos de Guindastes
Guindastes Hidráulicos sobre rodas
TODO TIPO DE TERRENO
Classificação dos guindastes
33
Unidade 2: Tipos de Guindastes
Guindastes Hidráulicos sobre esteiras
LANÇA TRELIÇADA
- Apresentam grandes
capacidades de carga, podendo
atingir grandes alturas de
elevação dos materiais.
- Pode se locomover com a carga,
no entanto essa operação só
pode ser realizada em solos
estáveis e terrenos planos.
Classificação dos guindastes
34
Unidade 2: Tipos de Guindastes
Guindastes Hidráulicos sobre esteiras
LANÇA HIDRÁULICA
- Pode ser expandido ou retraído
com a utilização de mecanismo
hidráulico
Classificação dos guindastes
35
Unidade 2: Tipos de Guindastes
Guindastes Hidráulicos sobre esteiras
Tipo Torre
- Guindaste fixo, com grande
capacidade de carga e de altura
Classificação dos guindastes
36
Unidade 2: Tipos de Guindastes
Guindastes Hidráulicos sobre esteiras
LANÇA HIDRÁULICA
- Opera cargas pesadas e
com longa duração na
operação de carregamento.
- São montados no próprio
local de sua operação sobre
grande anel nivelado.
- Sua capacidade de carga é
ampliada graças ao uso de
contra peso móvel extra
Guindastes móveis
37
Unidade 2: Tipos de Guindastes
Guindaste telescópico
É construído por um conjunto de tubos
encaixados, os quais permitem o crescimento
e o encurtamento da haste.
Um mecanismo hidráulico é o responsável por
estender e retrair os tubos, permitindo que os
mesmos aumentem ou diminuam o
comprimento
Guindastes móveis
38
Unidade 2: Tipos de Guindastes
Guindaste de torre
É construído por um conjunto de
tubos encaixados, os quais
permitem o crescimento e o
encurtamento da haste.
Um mecanismo hidráulico é o
responsável por estender e retrair
os tubos, permitindo que os
mesmos aumentem ou diminuam
o comprimento
Guindastes móveis
39
Unidade 2: Tipos de Guindastes
Guindaste montado
em caminhão
São montados em caminhões
com pneus de borracha.
Essa característica possibilita
uma máxima portabilidade do
equipamento
Guindastes móveis
40
Unidade 2: Tipos de Guindastes
Guindaste de
terrenos regulares
Este é um guindaste montado em
veículos com pneus de borracha,
contendo anteparos laterais para
ampliar a estabilidade do
equipamento
Guindastes móveis
41
Unidade 2: Tipos de Guindastes
Guindaste de
esteira rolante
Os guindastes montados em
esteiras rolantes fornecem uma
maior estabilidade e uma
mobilidade extra em terrenos de
difícil acesso
Guindastes móveis
42
Unidade 2: Tipos de Guindastes
Guindaste
empilhadeira
São utilizados para a movimentação de
cargas em armazéns.
Permitem a movimentação dos produtos
nos diferentes níveis existentes no
armazém
Guindastes móveis
43
Unidade 2: Tipos de Guindastes
Guindaste suspenso por
pórtico
O pórtico é um equipamento de grande
porte utilizado para manusear cargas
pesadas.
O mecanismo de içamento é montado
em um eixo transversal suportado por
eixos verticais que se movem em trilhos,
podendo mover cargas muito pesadas
Guindastes móveis
44
Unidade 2: Tipos de Guindastes
Guindaste flutuante
São usados em portos para a carga e
descarga ocasional de cargas
especialmente pesadas ou inábeis para
os pórticos.
Alguns guindastes flutuantes são
montados em uma balsa, outras são
barcas-guindaste.
Estes equipamentos também são usados
na construção de pontes onde
transportam seções inteiras da ponte.
Comparação entre diferentes tipos de guindastes móveis
45
Unidade 2: Tipos de Guindastes
Guindastes Vantagens Desvantagens
Hidráulicos
sobre rodas
 Locomovem-se em rodovias
 Facilidade e rapidez na
montagem
 Transita sob pontes e
interferências sobre o solo
 Alguns guindastes permitem
estender a lança com carga
 Menor capacidade de
carga
 Somente alguns tipos
conseguem se
locomover com carga
Lança treliçada
sobre esteiras
 Locomovem-se com carga
 Apresentam maior capacidade
de carga uma vez que possuem
lanças mais leve
 Alguns guindastes operam como
bate estaca, perfuratriz, com
eletro imã
 Demanda maior tempo e
custo operacional para
transporte, montagem,
desmontagem e
mudança de
comprimento de lança
 A lança está mais sujeita
a danos causados pelo
transporte e manuseio
46
Unidade 2: Tipos de Guindastes
Conclusões
Existe uma grande variedade de guindastes atualmente, cada um apresentando
características distintas e particularidades.
Assim, a escolha do equipamento que melhor se ajuste ao terreno, tipo de operação a
ser desenvolvida e carga a ser transportada seja uma atividade de extrema
importância para o operador de guindaste.
O operador deve saber especificar o tipo de guindaste mais adequado para cada
situação de trabalho, a fim de garantir qualidade na operação e segurança. Só assim
se consegue ganhos econômicos tanto para o operador como para todo o processo
içamento e movimentação de carga.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Guindastes veronezi componentes do guindaste
Guindastes veronezi   componentes do guindasteGuindastes veronezi   componentes do guindaste
Guindastes veronezi componentes do guindasteVeronezi Guindastes
 
MOD 3 componentes basicos.pdf
MOD 3 componentes basicos.pdfMOD 3 componentes basicos.pdf
MOD 3 componentes basicos.pdfSérgio Alves
 
Treinamento Caminhão Munck.pdf
Treinamento Caminhão Munck.pdfTreinamento Caminhão Munck.pdf
Treinamento Caminhão Munck.pdfFelipeSouza493606
 
Ponte rolante-power-point
Ponte rolante-power-pointPonte rolante-power-point
Ponte rolante-power-pointAlex Gonzalez
 
Operação transpaleteira
Operação transpaleteiraOperação transpaleteira
Operação transpaleteiraerickthadeu
 
Apostila de ponte rolante
Apostila de ponte rolanteApostila de ponte rolante
Apostila de ponte rolanteLarissa Silva
 
Treinamento Ponte Rolante 2020
Treinamento  Ponte  Rolante 2020 Treinamento  Ponte  Rolante 2020
Treinamento Ponte Rolante 2020 Felipe TRAVASSOS
 
Procedimento movimentacao cargas
Procedimento movimentacao cargasProcedimento movimentacao cargas
Procedimento movimentacao cargasEdson Vando Souza
 
Segurança e Saúde no Transporte, Movimentação e Armazenagem de Materiais - NR 11
Segurança e Saúde no Transporte, Movimentação e Armazenagem de Materiais - NR 11Segurança e Saúde no Transporte, Movimentação e Armazenagem de Materiais - NR 11
Segurança e Saúde no Transporte, Movimentação e Armazenagem de Materiais - NR 11GAC CURSOS ONLINE
 
Seguranca na operacao de pontes rolantes
Seguranca na operacao de pontes rolantesSeguranca na operacao de pontes rolantes
Seguranca na operacao de pontes rolantesEliane Damião Alves
 
Operação, Manutenção e Segurança de Empilhadeira
Operação, Manutenção e Segurança de EmpilhadeiraOperação, Manutenção e Segurança de Empilhadeira
Operação, Manutenção e Segurança de EmpilhadeiraAllan Almeida de Araújo
 
Treinamento para Atividade com Paleteira Manual.pdf.pdf
Treinamento para Atividade com Paleteira Manual.pdf.pdfTreinamento para Atividade com Paleteira Manual.pdf.pdf
Treinamento para Atividade com Paleteira Manual.pdf.pdfJoseRicardoSimieli
 
Ponte Rolante Introdução
Ponte Rolante IntroduçãoPonte Rolante Introdução
Ponte Rolante IntroduçãoDennis Ataide
 
Apostila operador de empilhadeira
Apostila operador de empilhadeiraApostila operador de empilhadeira
Apostila operador de empilhadeiraRogrioTorresTorres
 
Manual de prevenção de acidentes com empilhadeiras
Manual de prevenção de acidentes com empilhadeirasManual de prevenção de acidentes com empilhadeiras
Manual de prevenção de acidentes com empilhadeirasMário Roberto Ferreira
 

Mais procurados (20)

Guindastes veronezi componentes do guindaste
Guindastes veronezi   componentes do guindasteGuindastes veronezi   componentes do guindaste
Guindastes veronezi componentes do guindaste
 
MOD 3 componentes basicos.pdf
MOD 3 componentes basicos.pdfMOD 3 componentes basicos.pdf
MOD 3 componentes basicos.pdf
 
pa-carregadeira-conceitos-2
pa-carregadeira-conceitos-2pa-carregadeira-conceitos-2
pa-carregadeira-conceitos-2
 
Treinamento Caminhão Munck.pdf
Treinamento Caminhão Munck.pdfTreinamento Caminhão Munck.pdf
Treinamento Caminhão Munck.pdf
 
Plano de movimentação de cargas plano de rigging
Plano de movimentação de cargas   plano de riggingPlano de movimentação de cargas   plano de rigging
Plano de movimentação de cargas plano de rigging
 
Ponte rolante-power-point
Ponte rolante-power-pointPonte rolante-power-point
Ponte rolante-power-point
 
Operação transpaleteira
Operação transpaleteiraOperação transpaleteira
Operação transpaleteira
 
Apostila de ponte rolante
Apostila de ponte rolanteApostila de ponte rolante
Apostila de ponte rolante
 
Treinamento Ponte Rolante 2020
Treinamento  Ponte  Rolante 2020 Treinamento  Ponte  Rolante 2020
Treinamento Ponte Rolante 2020
 
Procedimento movimentacao cargas
Procedimento movimentacao cargasProcedimento movimentacao cargas
Procedimento movimentacao cargas
 
Manual paleteira
Manual paleteiraManual paleteira
Manual paleteira
 
CURSO DE RIGGER
CURSO DE RIGGERCURSO DE RIGGER
CURSO DE RIGGER
 
Segurança e Saúde no Transporte, Movimentação e Armazenagem de Materiais - NR 11
Segurança e Saúde no Transporte, Movimentação e Armazenagem de Materiais - NR 11Segurança e Saúde no Transporte, Movimentação e Armazenagem de Materiais - NR 11
Segurança e Saúde no Transporte, Movimentação e Armazenagem de Materiais - NR 11
 
Seguranca na operacao de pontes rolantes
Seguranca na operacao de pontes rolantesSeguranca na operacao de pontes rolantes
Seguranca na operacao de pontes rolantes
 
Operação, Manutenção e Segurança de Empilhadeira
Operação, Manutenção e Segurança de EmpilhadeiraOperação, Manutenção e Segurança de Empilhadeira
Operação, Manutenção e Segurança de Empilhadeira
 
Tst aula 05
Tst   aula 05Tst   aula 05
Tst aula 05
 
Treinamento para Atividade com Paleteira Manual.pdf.pdf
Treinamento para Atividade com Paleteira Manual.pdf.pdfTreinamento para Atividade com Paleteira Manual.pdf.pdf
Treinamento para Atividade com Paleteira Manual.pdf.pdf
 
Ponte Rolante Introdução
Ponte Rolante IntroduçãoPonte Rolante Introdução
Ponte Rolante Introdução
 
Apostila operador de empilhadeira
Apostila operador de empilhadeiraApostila operador de empilhadeira
Apostila operador de empilhadeira
 
Manual de prevenção de acidentes com empilhadeiras
Manual de prevenção de acidentes com empilhadeirasManual de prevenção de acidentes com empilhadeiras
Manual de prevenção de acidentes com empilhadeiras
 

Semelhante a Tipos de Guindastes

Aula 20 equipamentos para escavação e compactação e transporte vll
Aula 20 equipamentos para  escavação e compactação e transporte vllAula 20 equipamentos para  escavação e compactação e transporte vll
Aula 20 equipamentos para escavação e compactação e transporte vllHomero Alves de Lima
 
sistemas_de_movimentação_e_transporte.pptx
sistemas_de_movimentação_e_transporte.pptxsistemas_de_movimentação_e_transporte.pptx
sistemas_de_movimentação_e_transporte.pptxvaltergomes31
 
Lancer preso estaleiro30-09-14
Lancer preso estaleiro30-09-14Lancer preso estaleiro30-09-14
Lancer preso estaleiro30-09-14Lancer Castigo
 
met_aula-11_guindastes.pdf
met_aula-11_guindastes.pdfmet_aula-11_guindastes.pdf
met_aula-11_guindastes.pdfRicardoAmadeu3
 
sistemas_de_movimentação_e_transporte (1).ppt
sistemas_de_movimentação_e_transporte (1).pptsistemas_de_movimentação_e_transporte (1).ppt
sistemas_de_movimentação_e_transporte (1).pptRobertoFailache1
 
sistemas_de_movimentação_e_transporte (1).ppt
sistemas_de_movimentação_e_transporte (1).pptsistemas_de_movimentação_e_transporte (1).ppt
sistemas_de_movimentação_e_transporte (1).pptCláudio Almeida
 
sistemas_de_movimentação_e_transporte.ppt
sistemas_de_movimentação_e_transporte.pptsistemas_de_movimentação_e_transporte.ppt
sistemas_de_movimentação_e_transporte.pptCristianodoCarmodeOl
 
sistemas_de_movimentação_e_transporte (1).ppt
sistemas_de_movimentação_e_transporte (1).pptsistemas_de_movimentação_e_transporte (1).ppt
sistemas_de_movimentação_e_transporte (1).pptLuciaGuiomarBasto
 
transportadora de caneca.pdf
transportadora de caneca.pdftransportadora de caneca.pdf
transportadora de caneca.pdfLuis Gomes
 
Apostila para treinamento de Empilhadeira Virtual.pdf
Apostila para treinamento de Empilhadeira Virtual.pdfApostila para treinamento de Empilhadeira Virtual.pdf
Apostila para treinamento de Empilhadeira Virtual.pdfFLAMARIONDEPAULA2
 
empilhadeiras.pdf
empilhadeiras.pdfempilhadeiras.pdf
empilhadeiras.pdfsergio1779
 
Movimentação de Materiais
Movimentação de MateriaisMovimentação de Materiais
Movimentação de MateriaisÉrica Rangel
 
MOD 1 historico e caracteristicas.pdf
MOD 1 historico e caracteristicas.pdfMOD 1 historico e caracteristicas.pdf
MOD 1 historico e caracteristicas.pdfSérgio Alves
 

Semelhante a Tipos de Guindastes (20)

Movimentação de Materiais
Movimentação de MateriaisMovimentação de Materiais
Movimentação de Materiais
 
Equipamentos-Portuarios.pdf
Equipamentos-Portuarios.pdfEquipamentos-Portuarios.pdf
Equipamentos-Portuarios.pdf
 
Aula 20 equipamentos para escavação e compactação e transporte vll
Aula 20 equipamentos para  escavação e compactação e transporte vllAula 20 equipamentos para  escavação e compactação e transporte vll
Aula 20 equipamentos para escavação e compactação e transporte vll
 
sistemas_de_movimentação_e_transporte.pptx
sistemas_de_movimentação_e_transporte.pptxsistemas_de_movimentação_e_transporte.pptx
sistemas_de_movimentação_e_transporte.pptx
 
12081371
1208137112081371
12081371
 
Lancer preso estaleiro30-09-14
Lancer preso estaleiro30-09-14Lancer preso estaleiro30-09-14
Lancer preso estaleiro30-09-14
 
Equipamentos de Movimentação de Materias
Equipamentos de Movimentação de MateriasEquipamentos de Movimentação de Materias
Equipamentos de Movimentação de Materias
 
met_aula-11_guindastes.pdf
met_aula-11_guindastes.pdfmet_aula-11_guindastes.pdf
met_aula-11_guindastes.pdf
 
Pontes Rolantes
Pontes Rolantes Pontes Rolantes
Pontes Rolantes
 
sistemas_de_movimentação_e_transporte (1).ppt
sistemas_de_movimentação_e_transporte (1).pptsistemas_de_movimentação_e_transporte (1).ppt
sistemas_de_movimentação_e_transporte (1).ppt
 
sistemas_de_movimentação_e_transporte (1).ppt
sistemas_de_movimentação_e_transporte (1).pptsistemas_de_movimentação_e_transporte (1).ppt
sistemas_de_movimentação_e_transporte (1).ppt
 
sistemas_de_movimentação_e_transporte.ppt
sistemas_de_movimentação_e_transporte.pptsistemas_de_movimentação_e_transporte.ppt
sistemas_de_movimentação_e_transporte.ppt
 
sistemas_de_movimentação_e_transporte (1).ppt
sistemas_de_movimentação_e_transporte (1).pptsistemas_de_movimentação_e_transporte (1).ppt
sistemas_de_movimentação_e_transporte (1).ppt
 
transportadora de caneca.pdf
transportadora de caneca.pdftransportadora de caneca.pdf
transportadora de caneca.pdf
 
Cap6 ec
Cap6 ecCap6 ec
Cap6 ec
 
Cap6
Cap6Cap6
Cap6
 
Apostila para treinamento de Empilhadeira Virtual.pdf
Apostila para treinamento de Empilhadeira Virtual.pdfApostila para treinamento de Empilhadeira Virtual.pdf
Apostila para treinamento de Empilhadeira Virtual.pdf
 
empilhadeiras.pdf
empilhadeiras.pdfempilhadeiras.pdf
empilhadeiras.pdf
 
Movimentação de Materiais
Movimentação de MateriaisMovimentação de Materiais
Movimentação de Materiais
 
MOD 1 historico e caracteristicas.pdf
MOD 1 historico e caracteristicas.pdfMOD 1 historico e caracteristicas.pdf
MOD 1 historico e caracteristicas.pdf
 

Mais de Sérgio Alves

Definições espaço confinado.pdf
Definições espaço confinado.pdfDefinições espaço confinado.pdf
Definições espaço confinado.pdfSérgio Alves
 
MOD 9 segurança e sinalização.pdf
MOD 9 segurança e sinalização.pdfMOD 9 segurança e sinalização.pdf
MOD 9 segurança e sinalização.pdfSérgio Alves
 
MOD 8 aspectos operacionais dos guindastes.pdf
MOD 8 aspectos operacionais dos guindastes.pdfMOD 8 aspectos operacionais dos guindastes.pdf
MOD 8 aspectos operacionais dos guindastes.pdfSérgio Alves
 
MOD 7 conceitos operacionais do guindaste.pdf
MOD 7 conceitos operacionais do guindaste.pdfMOD 7 conceitos operacionais do guindaste.pdf
MOD 7 conceitos operacionais do guindaste.pdfSérgio Alves
 
MOD 5 estudo de rigging.pdf
MOD 5 estudo de rigging.pdfMOD 5 estudo de rigging.pdf
MOD 5 estudo de rigging.pdfSérgio Alves
 
MOD 4 caracteristica do operador.pdf
MOD 4 caracteristica do operador.pdfMOD 4 caracteristica do operador.pdf
MOD 4 caracteristica do operador.pdfSérgio Alves
 

Mais de Sérgio Alves (6)

Definições espaço confinado.pdf
Definições espaço confinado.pdfDefinições espaço confinado.pdf
Definições espaço confinado.pdf
 
MOD 9 segurança e sinalização.pdf
MOD 9 segurança e sinalização.pdfMOD 9 segurança e sinalização.pdf
MOD 9 segurança e sinalização.pdf
 
MOD 8 aspectos operacionais dos guindastes.pdf
MOD 8 aspectos operacionais dos guindastes.pdfMOD 8 aspectos operacionais dos guindastes.pdf
MOD 8 aspectos operacionais dos guindastes.pdf
 
MOD 7 conceitos operacionais do guindaste.pdf
MOD 7 conceitos operacionais do guindaste.pdfMOD 7 conceitos operacionais do guindaste.pdf
MOD 7 conceitos operacionais do guindaste.pdf
 
MOD 5 estudo de rigging.pdf
MOD 5 estudo de rigging.pdfMOD 5 estudo de rigging.pdf
MOD 5 estudo de rigging.pdf
 
MOD 4 caracteristica do operador.pdf
MOD 4 caracteristica do operador.pdfMOD 4 caracteristica do operador.pdf
MOD 4 caracteristica do operador.pdf
 

Último

Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?MrciaRocha48
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzparte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzAlexandrePereira818171
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.HildegardeAngel
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxGislaineDuresCruz
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxJMTCS
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdfProfGleide
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 

Último (20)

Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzparte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 

Tipos de Guindastes

  • 1. Objetivos - Apresentar os diferentes tipos de guindastes segundo o sistema operacional. - Mostrar as variações existentes para os guindastes móveis. 21 Unidade 2: Tipos de Guindastes
  • 2. Introdução •A diversidade de equipamentos e produtos transportados atualmente fez com que os guindastes se especializassem cada vez mais. •Isso acabou por produzir uma grande variedade desses equipamentos, tornando as atividades de içamento e movimentação de cargas mais eficiente. 22 Unidade 2: Tipos de Guindastes
  • 3. Classificação dos guindastes Os guindastes podem ser classificados a partir do seu sistema operacional. Nessa classificação eles podem ser divididos em quatro grandes grupos 23 Unidade 2: Tipos de Guindastes 1) Guindastes tipo guindaste hidráulico articulado 2) Guindastes sobre caminhões comerciais 3) Guindastes industriais 4) Guindastes hidráulicos
  • 4. Classificação dos guindastes Guindastes tipo Guindauto 24 Unidade 2: Tipos de Guindastes Podem ser constituídos de lança articulada ou telescópica, sendo utilizado com freqüência no transporte de material para obra, em áreas confinadas e para cargas leves.
  • 5. Classificação dos guindastes Guindastes sobre caminhão comerciais 25 Unidade 2: Tipos de Guindastes São guindastes montados sobre a estrutura de caminhões comerciais convencionais. Geralmente são produzidos a partir de encomendas, e pelo fornecimento prévio do caminhão, o qual limita as dimensões e capacidade de carga do guindaste.
  • 6. Classificação dos guindastes Guindastes industriais 26 Unidade 2: Tipos de Guindastes São guindastes projetados basicamente para movimentação de carga em fábricas e áreas industriais. Apresentam capacidade de carga variável, podendo atingir de 4 a 15 toneladas.
  • 7. Classificação dos guindastes Os guindastes hidráulicos podem ser divididos em duas outras categorias: -montados sobre rodas -montados sobre esteiras 27 Unidade 2: Tipos de Guindastes Guindastes Hidráulicos
  • 8. Classificação dos guindastes • Convencional • Compacto • Terrenos irregulares • Todo tipo de terreno 28 Unidade 2: Tipos de Guindastes Guindastes Hidráulicos sobre rodas
  • 9. Classificação dos guindastes • Projetado para trafegar em rodovias. • Pela sua configuração apresenta grande flexibilidade operacional 29 Unidade 2: Tipos de Guindastes Guindastes Hidráulicos sobre rodas CONVENCIONAL
  • 10. Classificação dos guindastes • Projetado com dimensões reduzidas garantindo maior facilidade de manobra e acesso a locais com restrições de espaço. • Possui grande estabilidade • Constituído de uma única cabine para operação e movimentação 30 Unidade 2: Tipos de Guindastes Guindastes Hidráulicos sobre rodas COMPACTO
  • 11. Classificação dos guindastes • Projetados para operar em terrenos acidentados • Possuem uma suspensão reforçada e utilizam pneus especiais. • Com cabine única de operação, podendo ser fixa ou giratória. 31 Unidade 2: Tipos de Guindastes Guindastes Hidráulicos sobre rodas TERRENOS IRREGULARES
  • 12. Classificação dos guindastes • Combinam as vantagens dos guindastes montados sobre caminhão, como a maior velocidade de movimentação nas rodovias, com os guindastes para terrenos irregulares, ou seja, maior resistência e estabilidade. 32 Unidade 2: Tipos de Guindastes Guindastes Hidráulicos sobre rodas TODO TIPO DE TERRENO
  • 13. Classificação dos guindastes 33 Unidade 2: Tipos de Guindastes Guindastes Hidráulicos sobre esteiras LANÇA TRELIÇADA - Apresentam grandes capacidades de carga, podendo atingir grandes alturas de elevação dos materiais. - Pode se locomover com a carga, no entanto essa operação só pode ser realizada em solos estáveis e terrenos planos.
  • 14. Classificação dos guindastes 34 Unidade 2: Tipos de Guindastes Guindastes Hidráulicos sobre esteiras LANÇA HIDRÁULICA - Pode ser expandido ou retraído com a utilização de mecanismo hidráulico
  • 15. Classificação dos guindastes 35 Unidade 2: Tipos de Guindastes Guindastes Hidráulicos sobre esteiras Tipo Torre - Guindaste fixo, com grande capacidade de carga e de altura
  • 16. Classificação dos guindastes 36 Unidade 2: Tipos de Guindastes Guindastes Hidráulicos sobre esteiras LANÇA HIDRÁULICA - Opera cargas pesadas e com longa duração na operação de carregamento. - São montados no próprio local de sua operação sobre grande anel nivelado. - Sua capacidade de carga é ampliada graças ao uso de contra peso móvel extra
  • 17. Guindastes móveis 37 Unidade 2: Tipos de Guindastes Guindaste telescópico É construído por um conjunto de tubos encaixados, os quais permitem o crescimento e o encurtamento da haste. Um mecanismo hidráulico é o responsável por estender e retrair os tubos, permitindo que os mesmos aumentem ou diminuam o comprimento
  • 18. Guindastes móveis 38 Unidade 2: Tipos de Guindastes Guindaste de torre É construído por um conjunto de tubos encaixados, os quais permitem o crescimento e o encurtamento da haste. Um mecanismo hidráulico é o responsável por estender e retrair os tubos, permitindo que os mesmos aumentem ou diminuam o comprimento
  • 19. Guindastes móveis 39 Unidade 2: Tipos de Guindastes Guindaste montado em caminhão São montados em caminhões com pneus de borracha. Essa característica possibilita uma máxima portabilidade do equipamento
  • 20. Guindastes móveis 40 Unidade 2: Tipos de Guindastes Guindaste de terrenos regulares Este é um guindaste montado em veículos com pneus de borracha, contendo anteparos laterais para ampliar a estabilidade do equipamento
  • 21. Guindastes móveis 41 Unidade 2: Tipos de Guindastes Guindaste de esteira rolante Os guindastes montados em esteiras rolantes fornecem uma maior estabilidade e uma mobilidade extra em terrenos de difícil acesso
  • 22. Guindastes móveis 42 Unidade 2: Tipos de Guindastes Guindaste empilhadeira São utilizados para a movimentação de cargas em armazéns. Permitem a movimentação dos produtos nos diferentes níveis existentes no armazém
  • 23. Guindastes móveis 43 Unidade 2: Tipos de Guindastes Guindaste suspenso por pórtico O pórtico é um equipamento de grande porte utilizado para manusear cargas pesadas. O mecanismo de içamento é montado em um eixo transversal suportado por eixos verticais que se movem em trilhos, podendo mover cargas muito pesadas
  • 24. Guindastes móveis 44 Unidade 2: Tipos de Guindastes Guindaste flutuante São usados em portos para a carga e descarga ocasional de cargas especialmente pesadas ou inábeis para os pórticos. Alguns guindastes flutuantes são montados em uma balsa, outras são barcas-guindaste. Estes equipamentos também são usados na construção de pontes onde transportam seções inteiras da ponte.
  • 25. Comparação entre diferentes tipos de guindastes móveis 45 Unidade 2: Tipos de Guindastes Guindastes Vantagens Desvantagens Hidráulicos sobre rodas  Locomovem-se em rodovias  Facilidade e rapidez na montagem  Transita sob pontes e interferências sobre o solo  Alguns guindastes permitem estender a lança com carga  Menor capacidade de carga  Somente alguns tipos conseguem se locomover com carga Lança treliçada sobre esteiras  Locomovem-se com carga  Apresentam maior capacidade de carga uma vez que possuem lanças mais leve  Alguns guindastes operam como bate estaca, perfuratriz, com eletro imã  Demanda maior tempo e custo operacional para transporte, montagem, desmontagem e mudança de comprimento de lança  A lança está mais sujeita a danos causados pelo transporte e manuseio
  • 26. 46 Unidade 2: Tipos de Guindastes Conclusões Existe uma grande variedade de guindastes atualmente, cada um apresentando características distintas e particularidades. Assim, a escolha do equipamento que melhor se ajuste ao terreno, tipo de operação a ser desenvolvida e carga a ser transportada seja uma atividade de extrema importância para o operador de guindaste. O operador deve saber especificar o tipo de guindaste mais adequado para cada situação de trabalho, a fim de garantir qualidade na operação e segurança. Só assim se consegue ganhos econômicos tanto para o operador como para todo o processo içamento e movimentação de carga.