WebQuests
aventuras na WEB
Núcleo Minerva/Centro de Competência Nónio da Universidade de Évora
http://www.minerva.uevora.p...
O que é a WEB?
Milhões de páginas, à procura de
filtragem, de contexto e de
organização
In http://www.cslaval.qc.ca/prof-I...
Integração curricular da internetIntegração curricular da internet
algumas questões (1)algumas questões (1)
Como podem os ...
Integração curricular da internetIntegração curricular da internet
algumas questões (2)algumas questões (2)
Como podem os ...
...Acreditam no efeito motivacional mas
receiam que os alunos se dispersem;
....Valorizam a existência de um mundo
de info...
Integração curricular da Internet
Formatos de suporte a actividades
Listas temáticas/Topic hotlists
Álbum/Scrapbook
Caça a...
Conceito
Uma WebQuest é uma actividade de
pesquisa orientada em que uma grande
parte ou a totalidade da informação com a
q...
WebQuestsWebQuests
quem – onde - quandoquem – onde - quando
Prof. Bernie Dodge
(Projecto EDTEC 596)
San Diego State Unvers...
Utiliza estratégias de motivação:
 Confronto com tarefas autênticas
 Recursos reais
 Atribuição de papéis em trabalho
c...
Desenvolve as capacidades cognitivas
(high level thinking skills)
Promove a aprendizagem cooperativa
Permite a integração ...
Características
actividades de grupo (aprendizagem
cooperativa)
contêm elementos de motivação (intrínseca)
 os alunos são...
Estrutura
Introdução
Tarefa
Processo
Recursos - previamente avaliados
Orientações
Conclusão
Avaliação
Introdução
define o cenário e fornece alguma informação
de fundo
deve despertar o interesse do aluno através de
uma varied...
TarefaTarefa
Exequível e interessante
Pode compreender:
 resolução de problemas
 participação em debates/discussões temá...
Autoconheciment
o
Científica
s
Consenso Julgamento Persuasão
Reconto
Compilaçã
o
Mistério Jornalísticas Analíticas
Produto...
• Reconta o que aprendeu através de um
poster de uma apresentação em
PowerPoint, relatório ... que:
– deverá ter uma forma...
Compilação
Proporciona prática
na selecção e
explicação das
escolhas efectuadas
Nota: A informação
recolhida deverá
ser, d...
Mistério
Implica um puzzle ou uma história de
detectives
Não se encontra a resposta numa página
específica
Requer síntese ...
Jornalísticas
Actua como jornalista
Reúne dados e organiza-os em textos jornalísticos
Maior destaque para o rigor, lealdad...
Analíticas
Procura semelhanças,
diferenças e suas
implicações
Mostra , num
determinado tema, como
as coisas se relacionam
...
Design
Requer que se crie um
produto ou um plano de
acção que satisfaça uma
determinada finalidade
Funciona dentro de
limi...
Elaboração de
produtos criativos
São menos previsíveis do
que as tarefas de design
Ênfase à criatividade e à
auto-expressã...
Consenso
Requer que sejam
considerados diferentes
pontos de vista
Expõe os alunos a diferentes
sistemas de valores
Estimul...
Persuasão
Desenhada para
 desenvolver um caso convincente
 influenciar opiniões
 simular ou satirizar
 julgamentos
 a...
Julgamento
O aluno desempenha
quase sempre um papel
Ordena ou classifica
itens
Toma uma decisão
fundamentada a partir
de a...
Auto-
conhecimento
Assegura um maior
conhecimento de si
próprio
Leva os alunos a
responder a questões
sobre si próprios
De...
Científicas
Ajuda os alunos a compreender como a ciência
funciona
Formula hipóteses a partir dos recursos
Verifica as hipó...
Processo
Descrição dos passos necessários à execução
da tarefa
Pode incluir:
 a divisão da tarefa em sub-tarefas
 descri...
Orientações
Indicações sobre a maneira de organizar a
informação
Pode tomar a forma de:
 questões orientadoras
 indicaçõ...
ConclusãoConclusão
finaliza a aventura
recorda o que aprenderam
encoraja a aplicar a experiência a
outras situações
AvaliaçãoAvaliação
Referência a formas de avaliação dos
alunos (grelhas, questionários, ...)
Como desenvolver uma WebQuest
Familiarizar-se com os recursos disponíveis
na Internet
Organizar os recursos em categorias
...
Tipos de WebQuests
Curto prazo (aquisição e integração do
conhecimento)
 1 a 3 aulas
Longo prazo (permite uma análise
mai...
O papel do professor (em dois planos)
Plano da exploração em contexto
curricular
 A WebQuest deve estar ligada às
activid...
Integração curricular da internet – umIntegração curricular da internet – um
problema dos professoresproblema dos professo...
Potencialidades formativas
Resolução de problemas
Personalização e contextualização de
recursos
Pragmatismo
Trabalho coope...
WebQuests e desenvolvimento profissionalWebQuests e desenvolvimento profissional
dos professoresdos professores
“A chave d...
A criação de WebQuests naA criação de WebQuests na
formação de professoresformação de professores
Um desafio à autoria
Núc...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Webquest aventuras na web

288 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
288
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
50
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Webquest aventuras na web

  1. 1. WebQuests aventuras na WEB Núcleo Minerva/Centro de Competência Nónio da Universidade de Évora http://www.minerva.uevora.pt minerva@uevora.pt 6 de Julho de 2001
  2. 2. O que é a WEB? Milhões de páginas, à procura de filtragem, de contexto e de organização In http://www.cslaval.qc.ca/prof-Inet/aai_web_entree.html
  3. 3. Integração curricular da internetIntegração curricular da internet algumas questões (1)algumas questões (1) Como podem os professores, fazendo uso da forma motivacional da World Wide Web, enriquecer e diversificar as actividades curriculares, sem grandes acréscimos de tempo e de riscos ? (como conseguir da web uma mais-valia pedagógica ?)
  4. 4. Integração curricular da internetIntegração curricular da internet algumas questões (2)algumas questões (2) Como podem os professores prender a atenção dos alunos quando eles mergulham em mares de informação através de sites eventualmente pouco seguros ? (Como disciplinar o uso da Web na escola ?) http://www.minerva.uevora.pt/internet-segura/
  5. 5. ...Acreditam no efeito motivacional mas receiam que os alunos se dispersem; ....Valorizam a existência de um mundo de informação à distância de um click mas não querem que os seus alunos se transformem em “info-glutões”. Ou como podem os professores resolver as expectativas e receios quando:
  6. 6. Integração curricular da Internet Formatos de suporte a actividades Listas temáticas/Topic hotlists Álbum/Scrapbook Caça ao Tesouro/Treasure Hunt Amostragem por assunto/Subject Sampler WebQuests/Aventuras na WEB
  7. 7. Conceito Uma WebQuest é uma actividade de pesquisa orientada em que uma grande parte ou a totalidade da informação com a qual os alunos interagem provém de recursos da Web.
  8. 8. WebQuestsWebQuests quem – onde - quandoquem – onde - quando Prof. Bernie Dodge (Projecto EDTEC 596) San Diego State Unversity 1995
  9. 9. Utiliza estratégias de motivação:  Confronto com tarefas autênticas  Recursos reais  Atribuição de papéis em trabalho cooperativo  O produto final é sujeito a “feedback” WebQuests -WebQuests - porquê
  10. 10. Desenvolve as capacidades cognitivas (high level thinking skills) Promove a aprendizagem cooperativa Permite a integração de recursos actuais Orienta a navegação na Internet É novidade, é passageira WebQuests -WebQuests - porquê
  11. 11. Características actividades de grupo (aprendizagem cooperativa) contêm elementos de motivação (intrínseca)  os alunos são colocados perante um desafio/problema  atribuição de um papel a cada interveniente  estabelecimento de um cenário  simulação de uma entrevista a um personagem  .... podem ser disciplinares, interdisciplinares ou ainda multi/transdisciplinares
  12. 12. Estrutura Introdução Tarefa Processo Recursos - previamente avaliados Orientações Conclusão Avaliação
  13. 13. Introdução define o cenário e fornece alguma informação de fundo deve despertar o interesse do aluno através de uma variedade de meios tornando o tópico:  relevante para as experiências anteriores dos alunos e para o seu futuro  importante pelas suas implicações  urgente, pela necessidade de arranjar uma solução num curto espaço de tempo  divertida (pelos papéis desempenhados, pelo produto a criar, ...)
  14. 14. TarefaTarefa Exequível e interessante Pode compreender:  resolução de problemas  participação em debates/discussões temáticas  simulação de papéis  criação de produtos  Planeamento/organização de uma acção (viagens,seminários.)  ...
  15. 15. Autoconheciment o Científica s Consenso Julgamento Persuasão Reconto Compilaçã o Mistério Jornalísticas Analíticas Produtos criativos Desig n Taxonomia das tarefas
  16. 16. • Reconta o que aprendeu através de um poster de uma apresentação em PowerPoint, relatório ... que: – deverá ter uma forma diferente da apresentada nos recursos – ser flexível tanto no conteúdo como na forma • Dá ênfase a capacidades de síntese Reconto
  17. 17. Compilação Proporciona prática na selecção e explicação das escolhas efectuadas Nota: A informação recolhida deverá ser, de algum modo, transformada O aluno  recolhe e organiza informação proveniente de várias fontes em formatos diferentes  desenvolve critérios para a selecção dos itens a compilar
  18. 18. Mistério Implica um puzzle ou uma história de detectives Não se encontra a resposta numa página específica Requer síntese de informação de múltiplas fontes Leva a concentrar a informação fazendo inferências ou generalizações a partir de fontes diversas
  19. 19. Jornalísticas Actua como jornalista Reúne dados e organiza-os em textos jornalísticos Maior destaque para o rigor, lealdade e justiça Menor destaque para a criatividade Incorpora opiniões divergentes das dos alunos Toma consciência dos seus próprios preconceitos ou minimiza-os na escrita
  20. 20. Analíticas Procura semelhanças, diferenças e suas implicações Mostra , num determinado tema, como as coisas se relacionam entre elas Especula ou infere o que as diferenças e as semelhanças significam Permite a compreensão de como as coisas funcionam em conjunto Procura relações de causa e efeito entre as variáveis
  21. 21. Design Requer que se crie um produto ou um plano de acção que satisfaça uma determinada finalidade Funciona dentro de limites reais Encoraja a criatividade Revela recursos e obstáculos como os verdadeiros designers Exemplos: Criar um itinerário Desenhar uma cripta num estilo de uma dada época
  22. 22. Elaboração de produtos criativos São menos previsíveis do que as tarefas de design Ênfase à criatividade e à auto-expressão Desempenho do papel de um designer, engenheiro, ... Pode tomar a forma de uma história, poema, pintura, jogo, canção, sátira,... Exemplos  recriar um quadro de um pintor  criar um porta-fólio de uma família feudal
  23. 23. Consenso Requer que sejam considerados diferentes pontos de vista Expõe os alunos a diferentes sistemas de valores Estimula a capacidade de resolver conflitos Aborda a história e acontecimentos recentes Boa para tópicos que geram controvérsia Leva a:  Criação de critérios próprios para seleccionar itens  Avaliação do produto  Uso de recursos em diferentes suportes (que serão reescritos)  Transformação da informação
  24. 24. Persuasão Desenhada para  desenvolver um caso convincente  influenciar opiniões  simular ou satirizar  julgamentos  assembleias municipais, .... Como produto, elaborar um poster, um vídeo...
  25. 25. Julgamento O aluno desempenha quase sempre um papel Ordena ou classifica itens Toma uma decisão fundamentada a partir de algumas opções Explica ou defende um sistema de avaliação Requer e apoia os alunos na criação dos seus próprios critérios para a avaliação Fornece um conjunto de critérios para fazer um juízo
  26. 26. Auto- conhecimento Assegura um maior conhecimento de si próprio Leva os alunos a responder a questões sobre si próprios Desenvolvida através duma exploração orientada Organizada a partir de:  tópicos  autoconhecimento  objectivos a longo prazo  apreciação de arte  resposta a estímulos literários
  27. 27. Científicas Ajuda os alunos a compreender como a ciência funciona Formula hipóteses a partir dos recursos Verifica as hipóteses reunindo dados a partir dos recursos Descreve os resultados e as implicações no formato de relatório científico
  28. 28. Processo Descrição dos passos necessários à execução da tarefa Pode incluir:  a divisão da tarefa em sub-tarefas  descrição dos papéis a serem desempenhados  perspectivas a serem desenvolvidas Pode ainda incluir conselhos sobre a aprendizagem ou sobre relações inter- pessoais (ex: como conduzir um brainstorming) A sua descrição deve ser curta e clara
  29. 29. Orientações Indicações sobre a maneira de organizar a informação Pode tomar a forma de:  questões orientadoras  indicações para completar sistemas organizacionais tais como tabelas cronológicas, mapas de conceitos, ...  indicações para a gestão do tempo,  ....
  30. 30. ConclusãoConclusão finaliza a aventura recorda o que aprenderam encoraja a aplicar a experiência a outras situações
  31. 31. AvaliaçãoAvaliação Referência a formas de avaliação dos alunos (grelhas, questionários, ...)
  32. 32. Como desenvolver uma WebQuest Familiarizar-se com os recursos disponíveis na Internet Organizar os recursos em categorias Identificar tópicos/conteúdos curriculares para os quais há materiais adequados Construir a WebQuest Aplicar a WebQuest Avaliar a WebQuest
  33. 33. Tipos de WebQuests Curto prazo (aquisição e integração do conhecimento)  1 a 3 aulas Longo prazo (permite uma análise mais profunda dos conceitos e encoraja os alunos a desenvolver uma apreciação mais profunda do assunto)  1 semana a 1 mês
  34. 34. O papel do professor (em dois planos) Plano da exploração em contexto curricular  A WebQuest deve estar ligada às actividades anteriores e posteriores  .. Plano da construção das suas próprias WebQuests.
  35. 35. Integração curricular da internet – umIntegração curricular da internet – um problema dos professoresproblema dos professores O professor como a chave do problema A formação como motor de mudança das práticas educativas O professor como protagonista dessa mudança
  36. 36. Potencialidades formativas Resolução de problemas Personalização e contextualização de recursos Pragmatismo Trabalho cooperativo e/ou colaborativo Inovação Autoria
  37. 37. WebQuests e desenvolvimento profissionalWebQuests e desenvolvimento profissional dos professoresdos professores “A chave da competência profissional é a capacidade de equacionar e resolver – em tempo oportuno- problemas da prática profissional (...) é um misto de saber e saber fazer” Pedro Ponte
  38. 38. A criação de WebQuests naA criação de WebQuests na formação de professoresformação de professores Um desafio à autoria Núcleo Minerva/Centro de Competência Nónio da Universidade de Évora http://www.minerva.uevora.pt minerva@uevora.pt 6 de Julho de 2001

×