SlideShare uma empresa Scribd logo

Análise Linguística no EM: um novo olhar, um outro objeto - Márcia Mendonça

A
A

Trabalho de Angela Francisca Mendez de Oliveira sobre Análise linguística em sala de aula. Livro de Márcia Mendonça.

Análise Linguística no EM: um novo olhar, um outro objeto - Márcia Mendonça

1 de 17
Baixar para ler offline
Apresentação:  Ângela Francisca Mendez de Oliveira
[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],*   seguindo uma concepção ultrapassada, pois a perspectiva de ensino da “organização cumulativa” não mais contempla as necessidades do mercado  de trabalho deste 3º milênio. No vestibular há, também,  uma tendência crescente de valorizar as habilidades e competências de leitura e escrita, em detrimento de conhecimentos metalinguísticos.
[object Object],[object Object],[object Object]
Anúncio

Recomendados

Ensino da lingua portuguesa
Ensino da  lingua portuguesaEnsino da  lingua portuguesa
Ensino da lingua portuguesaGerdian Teixeira
 
Generos e tipos textuais ppt
Generos e tipos textuais pptGeneros e tipos textuais ppt
Generos e tipos textuais pptpnaicdertsis
 
O ensino da língua portuguesa 1ª aula 04
O ensino da língua portuguesa 1ª aula 04O ensino da língua portuguesa 1ª aula 04
O ensino da língua portuguesa 1ª aula 04Lygia Souza
 
Concepções de linguagem
Concepções de linguagemConcepções de linguagem
Concepções de linguagemKelly Moraes
 
Sobre Análise Linguística.ppt
Sobre Análise Linguística.pptSobre Análise Linguística.ppt
Sobre Análise Linguística.pptAmandaBatista95
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Gêneros e tipos textuais
Gêneros e tipos textuaisGêneros e tipos textuais
Gêneros e tipos textuaismarlospg
 
Variação linguistica aulão
Variação linguistica   aulãoVariação linguistica   aulão
Variação linguistica aulãoeeepadrianonobre
 
Oralidade e gêneros orais: um olhar sobre as práticas orais em sala de aula
Oralidade e gêneros orais: um olhar sobre as práticas orais em sala de aulaOralidade e gêneros orais: um olhar sobre as práticas orais em sala de aula
Oralidade e gêneros orais: um olhar sobre as práticas orais em sala de aulaDenise Oliveira
 
LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LP02) D15
LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LP02) D15LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LP02) D15
LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LP02) D15GernciadeProduodeMat
 
Coesão e coerencia
Coesão e coerenciaCoesão e coerencia
Coesão e coerenciasilnog
 
Coerência e coesão textual
Coerência e coesão textualCoerência e coesão textual
Coerência e coesão textualISJ
 
Literatura Afro-brasileira
Literatura Afro-brasileiraLiteratura Afro-brasileira
Literatura Afro-brasileiraCristina Pereyra
 
Acarretamento e pressuposição
Acarretamento e pressuposiçãoAcarretamento e pressuposição
Acarretamento e pressuposiçãoMiquéias Vitorino
 
Currículo de Língua Portuguesa para o Ensino Médio - PE
Currículo de  Língua Portuguesa para o Ensino Médio -  PECurrículo de  Língua Portuguesa para o Ensino Médio -  PE
Currículo de Língua Portuguesa para o Ensino Médio - PEMarcia Oliveira
 
Aula fala e escrita (cap. 1)
Aula   fala e escrita (cap. 1)Aula   fala e escrita (cap. 1)
Aula fala e escrita (cap. 1)Naysa Taboada
 
VariaçãO LinguíStica
VariaçãO LinguíSticaVariaçãO LinguíStica
VariaçãO LinguíSticaElza Silveira
 
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 33 | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E SUAS FINALIDADES
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 33 | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E SUAS FINALIDADESLÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 33 | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E SUAS FINALIDADES
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 33 | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E SUAS FINALIDADESJhonatanCesar6
 

Mais procurados (20)

Gêneros e tipos textuais
Gêneros e tipos textuaisGêneros e tipos textuais
Gêneros e tipos textuais
 
Variedades linguísticas
Variedades linguísticasVariedades linguísticas
Variedades linguísticas
 
Variação linguistica aulão
Variação linguistica   aulãoVariação linguistica   aulão
Variação linguistica aulão
 
Operadores argumentativos
Operadores argumentativosOperadores argumentativos
Operadores argumentativos
 
Oralidade e gêneros orais: um olhar sobre as práticas orais em sala de aula
Oralidade e gêneros orais: um olhar sobre as práticas orais em sala de aulaOralidade e gêneros orais: um olhar sobre as práticas orais em sala de aula
Oralidade e gêneros orais: um olhar sobre as práticas orais em sala de aula
 
Variação linguística
Variação linguísticaVariação linguística
Variação linguística
 
LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LP02) D15
LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LP02) D15LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LP02) D15
LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LP02) D15
 
Coesão e coerencia
Coesão e coerenciaCoesão e coerencia
Coesão e coerencia
 
Coerência e coesão textual
Coerência e coesão textualCoerência e coesão textual
Coerência e coesão textual
 
AULA 1 - LINGUAGEM
AULA 1 - LINGUAGEMAULA 1 - LINGUAGEM
AULA 1 - LINGUAGEM
 
Diferença entre fato e opinião
Diferença entre fato e opiniãoDiferença entre fato e opinião
Diferença entre fato e opinião
 
Literatura Afro-brasileira
Literatura Afro-brasileiraLiteratura Afro-brasileira
Literatura Afro-brasileira
 
Generos Textuais
Generos TextuaisGeneros Textuais
Generos Textuais
 
Acarretamento e pressuposição
Acarretamento e pressuposiçãoAcarretamento e pressuposição
Acarretamento e pressuposição
 
Currículo de Língua Portuguesa para o Ensino Médio - PE
Currículo de  Língua Portuguesa para o Ensino Médio -  PECurrículo de  Língua Portuguesa para o Ensino Médio -  PE
Currículo de Língua Portuguesa para o Ensino Médio - PE
 
Aula fala e escrita (cap. 1)
Aula   fala e escrita (cap. 1)Aula   fala e escrita (cap. 1)
Aula fala e escrita (cap. 1)
 
Texto e textualidade
Texto e textualidadeTexto e textualidade
Texto e textualidade
 
VariaçãO LinguíStica
VariaçãO LinguíSticaVariaçãO LinguíStica
VariaçãO LinguíStica
 
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 33 | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E SUAS FINALIDADES
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 33 | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E SUAS FINALIDADESLÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 33 | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E SUAS FINALIDADES
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 33 | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E SUAS FINALIDADES
 
Leitura e produção textual
Leitura e produção textualLeitura e produção textual
Leitura e produção textual
 

Semelhante a Análise Linguística no EM: um novo olhar, um outro objeto - Márcia Mendonça

Apresentacao Conhecimentos Lgsti Jacqueline
Apresentacao Conhecimentos Lgsti JacquelineApresentacao Conhecimentos Lgsti Jacqueline
Apresentacao Conhecimentos Lgsti Jacquelinetelasnorte1
 
O modo imperativo numa abordagem semântica pragmática e discursiva
O modo imperativo numa abordagem semântica pragmática e discursivaO modo imperativo numa abordagem semântica pragmática e discursiva
O modo imperativo numa abordagem semântica pragmática e discursivaCarmelita Minelio
 
Estágio 1o.dia
Estágio   1o.diaEstágio   1o.dia
Estágio 1o.dialiterenata
 
TRABALHANDO A SINTAXE A PARTIR DA ANÁLISE DO LIVRO DIDÁTICO: “DIÁLOGO LINGUA ...
TRABALHANDO A SINTAXE A PARTIR DA ANÁLISE DO LIVRO DIDÁTICO: “DIÁLOGO LINGUA ...TRABALHANDO A SINTAXE A PARTIR DA ANÁLISE DO LIVRO DIDÁTICO: “DIÁLOGO LINGUA ...
TRABALHANDO A SINTAXE A PARTIR DA ANÁLISE DO LIVRO DIDÁTICO: “DIÁLOGO LINGUA ...ivanil39
 
Patrícia endipe_final.pdf_
 Patrícia endipe_final.pdf_ Patrícia endipe_final.pdf_
Patrícia endipe_final.pdf_alanaschwickert
 
Texto pró e atividade
Texto pró e atividadeTexto pró e atividade
Texto pró e atividadeNaysa Taboada
 
resumo contribuiçoes
resumo contribuiçoesresumo contribuiçoes
resumo contribuiçoesadm2014vendas
 
Das teorias à sala de aula propostas de ensino de gramática letraria
Das teorias à sala de aula propostas de ensino de gramática   letrariaDas teorias à sala de aula propostas de ensino de gramática   letraria
Das teorias à sala de aula propostas de ensino de gramática letrariassuserb21eb0
 
HPW_Conhecimentos da Lingüística textual aplicados ao Ensino de LE.pdf
HPW_Conhecimentos da Lingüística textual aplicados ao Ensino de LE.pdfHPW_Conhecimentos da Lingüística textual aplicados ao Ensino de LE.pdf
HPW_Conhecimentos da Lingüística textual aplicados ao Ensino de LE.pdfUniversidade Estadual do Ceará (UECE)
 
A FALA DO PROFESSOR DE INGLÊS SOBRE A SUA ATIVIDADE DOCENTE EM CURSOS DE IDIO...
A FALA DO PROFESSOR DE INGLÊS SOBRE A SUA ATIVIDADE DOCENTE EM CURSOS DE IDIO...A FALA DO PROFESSOR DE INGLÊS SOBRE A SUA ATIVIDADE DOCENTE EM CURSOS DE IDIO...
A FALA DO PROFESSOR DE INGLÊS SOBRE A SUA ATIVIDADE DOCENTE EM CURSOS DE IDIO...Carlos Fabiano de Souza
 
ANÁLISE ERGOLÓGICA E DIALÓGICA: um itinerário investigativo de práticas lingu...
ANÁLISE ERGOLÓGICA E DIALÓGICA: um itinerário investigativo de práticas lingu...ANÁLISE ERGOLÓGICA E DIALÓGICA: um itinerário investigativo de práticas lingu...
ANÁLISE ERGOLÓGICA E DIALÓGICA: um itinerário investigativo de práticas lingu...Carlos Fabiano de Souza
 
Tcc,pc ns e a transposição dos gêneros textuais
Tcc,pc ns e a transposição dos gêneros textuaisTcc,pc ns e a transposição dos gêneros textuais
Tcc,pc ns e a transposição dos gêneros textuaisÉrica Araújo
 
Quem Gosta de Português? Revendo o Ensino de Lingua Portuguesa
Quem Gosta de Português? Revendo o Ensino de Lingua PortuguesaQuem Gosta de Português? Revendo o Ensino de Lingua Portuguesa
Quem Gosta de Português? Revendo o Ensino de Lingua PortuguesaHelcio Padilha
 

Semelhante a Análise Linguística no EM: um novo olhar, um outro objeto - Márcia Mendonça (20)

Apresentacao Conhecimentos Lgsti Jacqueline
Apresentacao Conhecimentos Lgsti JacquelineApresentacao Conhecimentos Lgsti Jacqueline
Apresentacao Conhecimentos Lgsti Jacqueline
 
O modo imperativo numa abordagem semântica pragmática e discursiva
O modo imperativo numa abordagem semântica pragmática e discursivaO modo imperativo numa abordagem semântica pragmática e discursiva
O modo imperativo numa abordagem semântica pragmática e discursiva
 
Estágio 1o.dia
Estágio   1o.diaEstágio   1o.dia
Estágio 1o.dia
 
Prática texto 2
Prática   texto 2Prática   texto 2
Prática texto 2
 
TRABALHANDO A SINTAXE A PARTIR DA ANÁLISE DO LIVRO DIDÁTICO: “DIÁLOGO LINGUA ...
TRABALHANDO A SINTAXE A PARTIR DA ANÁLISE DO LIVRO DIDÁTICO: “DIÁLOGO LINGUA ...TRABALHANDO A SINTAXE A PARTIR DA ANÁLISE DO LIVRO DIDÁTICO: “DIÁLOGO LINGUA ...
TRABALHANDO A SINTAXE A PARTIR DA ANÁLISE DO LIVRO DIDÁTICO: “DIÁLOGO LINGUA ...
 
Patrícia endipe_final.pdf_
 Patrícia endipe_final.pdf_ Patrícia endipe_final.pdf_
Patrícia endipe_final.pdf_
 
Texto pró e atividade
Texto pró e atividadeTexto pró e atividade
Texto pró e atividade
 
resumo contribuiçoes
resumo contribuiçoesresumo contribuiçoes
resumo contribuiçoes
 
Das teorias à sala de aula propostas de ensino de gramática letraria
Das teorias à sala de aula propostas de ensino de gramática   letrariaDas teorias à sala de aula propostas de ensino de gramática   letraria
Das teorias à sala de aula propostas de ensino de gramática letraria
 
HPW_Conhecimentos da Lingüística textual aplicados ao Ensino de LE.pdf
HPW_Conhecimentos da Lingüística textual aplicados ao Ensino de LE.pdfHPW_Conhecimentos da Lingüística textual aplicados ao Ensino de LE.pdf
HPW_Conhecimentos da Lingüística textual aplicados ao Ensino de LE.pdf
 
A FALA DO PROFESSOR DE INGLÊS SOBRE A SUA ATIVIDADE DOCENTE EM CURSOS DE IDIO...
A FALA DO PROFESSOR DE INGLÊS SOBRE A SUA ATIVIDADE DOCENTE EM CURSOS DE IDIO...A FALA DO PROFESSOR DE INGLÊS SOBRE A SUA ATIVIDADE DOCENTE EM CURSOS DE IDIO...
A FALA DO PROFESSOR DE INGLÊS SOBRE A SUA ATIVIDADE DOCENTE EM CURSOS DE IDIO...
 
ANÁLISE ERGOLÓGICA E DIALÓGICA: um itinerário investigativo de práticas lingu...
ANÁLISE ERGOLÓGICA E DIALÓGICA: um itinerário investigativo de práticas lingu...ANÁLISE ERGOLÓGICA E DIALÓGICA: um itinerário investigativo de práticas lingu...
ANÁLISE ERGOLÓGICA E DIALÓGICA: um itinerário investigativo de práticas lingu...
 
Tcc,pc ns e a transposição dos gêneros textuais
Tcc,pc ns e a transposição dos gêneros textuaisTcc,pc ns e a transposição dos gêneros textuais
Tcc,pc ns e a transposição dos gêneros textuais
 
Generos textuais diversos
Generos textuais diversosGeneros textuais diversos
Generos textuais diversos
 
ResenhaIrandeAntunes.pdf
ResenhaIrandeAntunes.pdfResenhaIrandeAntunes.pdf
ResenhaIrandeAntunes.pdf
 
Quem Gosta de Português? Revendo o Ensino de Lingua Portuguesa
Quem Gosta de Português? Revendo o Ensino de Lingua PortuguesaQuem Gosta de Português? Revendo o Ensino de Lingua Portuguesa
Quem Gosta de Português? Revendo o Ensino de Lingua Portuguesa
 
DEFESA DE TCC .ppt
DEFESA DE TCC .pptDEFESA DE TCC .ppt
DEFESA DE TCC .ppt
 
88 279-2-pb
88 279-2-pb88 279-2-pb
88 279-2-pb
 
Daiana godinho
Daiana godinhoDaiana godinho
Daiana godinho
 
anais conedu 2020.pdf
anais conedu 2020.pdfanais conedu 2020.pdf
anais conedu 2020.pdf
 

Mais de AFMO35

Fatores de textualidade
Fatores de textualidadeFatores de textualidade
Fatores de textualidadeAFMO35
 
Aula produção textual dissertativo argumentativo (1)
Aula produção textual   dissertativo argumentativo  (1)Aula produção textual   dissertativo argumentativo  (1)
Aula produção textual dissertativo argumentativo (1)AFMO35
 
Variação linguística
Variação linguísticaVariação linguística
Variação linguísticaAFMO35
 
Aula produção textual dissertativo argumentativo (1)
Aula produção textual   dissertativo argumentativo  (1)Aula produção textual   dissertativo argumentativo  (1)
Aula produção textual dissertativo argumentativo (1)AFMO35
 
Defesa
DefesaDefesa
DefesaAFMO35
 
Raymond Williams
Raymond WilliamsRaymond Williams
Raymond WilliamsAFMO35
 
Raymond williams
Raymond williamsRaymond williams
Raymond williamsAFMO35
 
Gec Grupo de Estudos da Cultura
Gec Grupo de Estudos da CulturaGec Grupo de Estudos da Cultura
Gec Grupo de Estudos da CulturaAFMO35
 
Gec Grupo de Estudos da Cultura
Gec Grupo de Estudos da CulturaGec Grupo de Estudos da Cultura
Gec Grupo de Estudos da CulturaAFMO35
 
Projeto de Mestrado
Projeto de MestradoProjeto de Mestrado
Projeto de MestradoAFMO35
 
a literatura como precursora dos novos "modos de escrever e de ler"
a literatura como precursora dos novos "modos de escrever e de ler"a literatura como precursora dos novos "modos de escrever e de ler"
a literatura como precursora dos novos "modos de escrever e de ler"AFMO35
 
Inclusão Digital: TICs em sala de aula III
Inclusão Digital: TICs em sala de aula IIIInclusão Digital: TICs em sala de aula III
Inclusão Digital: TICs em sala de aula IIIAFMO35
 
Inclusão Digital: TICs em sala de aula III
Inclusão Digital: TICs em sala de aula IIIInclusão Digital: TICs em sala de aula III
Inclusão Digital: TICs em sala de aula IIIAFMO35
 
Inclusão Digital: TICs em sala de aula II
Inclusão Digital: TICs em sala de aula IIInclusão Digital: TICs em sala de aula II
Inclusão Digital: TICs em sala de aula IIAFMO35
 
Inclusão Digital: TICs em sala de aula
Inclusão Digital: TICs em sala de aulaInclusão Digital: TICs em sala de aula
Inclusão Digital: TICs em sala de aulaAFMO35
 
A linguística aplicada na era da globalização
A linguística aplicada na era da globalizaçãoA linguística aplicada na era da globalização
A linguística aplicada na era da globalizaçãoAFMO35
 
Os Gêneros e a ciência dialógica do texto
Os Gêneros e a ciência dialógica do textoOs Gêneros e a ciência dialógica do texto
Os Gêneros e a ciência dialógica do textoAFMO35
 
Os gêneros e a ciência dialógica do texto ii
Os gêneros e a ciência dialógica do texto iiOs gêneros e a ciência dialógica do texto ii
Os gêneros e a ciência dialógica do texto iiAFMO35
 
Os gêneros e a ciência dialógica do texto i
Os gêneros e a ciência dialógica do texto iOs gêneros e a ciência dialógica do texto i
Os gêneros e a ciência dialógica do texto iAFMO35
 
Noção de Contexto
Noção de ContextoNoção de Contexto
Noção de ContextoAFMO35
 

Mais de AFMO35 (20)

Fatores de textualidade
Fatores de textualidadeFatores de textualidade
Fatores de textualidade
 
Aula produção textual dissertativo argumentativo (1)
Aula produção textual   dissertativo argumentativo  (1)Aula produção textual   dissertativo argumentativo  (1)
Aula produção textual dissertativo argumentativo (1)
 
Variação linguística
Variação linguísticaVariação linguística
Variação linguística
 
Aula produção textual dissertativo argumentativo (1)
Aula produção textual   dissertativo argumentativo  (1)Aula produção textual   dissertativo argumentativo  (1)
Aula produção textual dissertativo argumentativo (1)
 
Defesa
DefesaDefesa
Defesa
 
Raymond Williams
Raymond WilliamsRaymond Williams
Raymond Williams
 
Raymond williams
Raymond williamsRaymond williams
Raymond williams
 
Gec Grupo de Estudos da Cultura
Gec Grupo de Estudos da CulturaGec Grupo de Estudos da Cultura
Gec Grupo de Estudos da Cultura
 
Gec Grupo de Estudos da Cultura
Gec Grupo de Estudos da CulturaGec Grupo de Estudos da Cultura
Gec Grupo de Estudos da Cultura
 
Projeto de Mestrado
Projeto de MestradoProjeto de Mestrado
Projeto de Mestrado
 
a literatura como precursora dos novos "modos de escrever e de ler"
a literatura como precursora dos novos "modos de escrever e de ler"a literatura como precursora dos novos "modos de escrever e de ler"
a literatura como precursora dos novos "modos de escrever e de ler"
 
Inclusão Digital: TICs em sala de aula III
Inclusão Digital: TICs em sala de aula IIIInclusão Digital: TICs em sala de aula III
Inclusão Digital: TICs em sala de aula III
 
Inclusão Digital: TICs em sala de aula III
Inclusão Digital: TICs em sala de aula IIIInclusão Digital: TICs em sala de aula III
Inclusão Digital: TICs em sala de aula III
 
Inclusão Digital: TICs em sala de aula II
Inclusão Digital: TICs em sala de aula IIInclusão Digital: TICs em sala de aula II
Inclusão Digital: TICs em sala de aula II
 
Inclusão Digital: TICs em sala de aula
Inclusão Digital: TICs em sala de aulaInclusão Digital: TICs em sala de aula
Inclusão Digital: TICs em sala de aula
 
A linguística aplicada na era da globalização
A linguística aplicada na era da globalizaçãoA linguística aplicada na era da globalização
A linguística aplicada na era da globalização
 
Os Gêneros e a ciência dialógica do texto
Os Gêneros e a ciência dialógica do textoOs Gêneros e a ciência dialógica do texto
Os Gêneros e a ciência dialógica do texto
 
Os gêneros e a ciência dialógica do texto ii
Os gêneros e a ciência dialógica do texto iiOs gêneros e a ciência dialógica do texto ii
Os gêneros e a ciência dialógica do texto ii
 
Os gêneros e a ciência dialógica do texto i
Os gêneros e a ciência dialógica do texto iOs gêneros e a ciência dialógica do texto i
Os gêneros e a ciência dialógica do texto i
 
Noção de Contexto
Noção de ContextoNoção de Contexto
Noção de Contexto
 

Último

CIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEIS
CIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEISCIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEIS
CIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEISColaborar Educacional
 
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdfCosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdfalexandrerodriguespk
 
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfkelvindasilvadiasw
 
CURRICULO ed integral.pdf
CURRICULO ed integral.pdfCURRICULO ed integral.pdf
CURRICULO ed integral.pdfdaniele690933
 
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdfCOSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdfalexandrerodriguespk
 
COSMOLOGIA DA ENERGIA - ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA -  ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdfCOSMOLOGIA DA ENERGIA -  ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA - ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdfalexandrerodriguespk
 
Apresentação Aula Usabilidade Web Jogos e Apps
Apresentação Aula Usabilidade Web Jogos e AppsApresentação Aula Usabilidade Web Jogos e Apps
Apresentação Aula Usabilidade Web Jogos e AppsAlexandre Oliveira
 
Agora, imagine a seguinte situação você é o coordenador da área de inovação e...
Agora, imagine a seguinte situação você é o coordenador da área de inovação e...Agora, imagine a seguinte situação você é o coordenador da área de inovação e...
Agora, imagine a seguinte situação você é o coordenador da área de inovação e...Unicesumar
 
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...manoelaarmani
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdfkeiciany
 
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...manoelaarmani
 
MAPA - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
MAPA - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024MAPA - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
MAPA - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024excellenceeducaciona
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdfkeiciany
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdfkeiciany
 
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!Psyc company
 
As relações entre empregador e empregado passaram por diversas transformações...
As relações entre empregador e empregado passaram por diversas transformações...As relações entre empregador e empregado passaram por diversas transformações...
As relações entre empregador e empregado passaram por diversas transformações...excellenceeducaciona
 
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoTrovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoPaula Meyer Piagentini
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdfkeiciany
 
Introdução à teoria do cinema - Robert Stam.pdf
Introdução à teoria do cinema - Robert Stam.pdfIntrodução à teoria do cinema - Robert Stam.pdf
Introdução à teoria do cinema - Robert Stam.pdfssuser2af87a
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...AaAssessoriadll
 

Último (20)

CIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEIS
CIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEISCIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEIS
CIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEIS
 
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdfCosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
 
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
 
CURRICULO ed integral.pdf
CURRICULO ed integral.pdfCURRICULO ed integral.pdf
CURRICULO ed integral.pdf
 
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdfCOSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
 
COSMOLOGIA DA ENERGIA - ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA -  ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdfCOSMOLOGIA DA ENERGIA -  ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA - ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdf
 
Apresentação Aula Usabilidade Web Jogos e Apps
Apresentação Aula Usabilidade Web Jogos e AppsApresentação Aula Usabilidade Web Jogos e Apps
Apresentação Aula Usabilidade Web Jogos e Apps
 
Agora, imagine a seguinte situação você é o coordenador da área de inovação e...
Agora, imagine a seguinte situação você é o coordenador da área de inovação e...Agora, imagine a seguinte situação você é o coordenador da área de inovação e...
Agora, imagine a seguinte situação você é o coordenador da área de inovação e...
 
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
 
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
 
MAPA - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
MAPA - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024MAPA - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
MAPA - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdf
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
 
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
 
As relações entre empregador e empregado passaram por diversas transformações...
As relações entre empregador e empregado passaram por diversas transformações...As relações entre empregador e empregado passaram por diversas transformações...
As relações entre empregador e empregado passaram por diversas transformações...
 
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoTrovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
 
Introdução à teoria do cinema - Robert Stam.pdf
Introdução à teoria do cinema - Robert Stam.pdfIntrodução à teoria do cinema - Robert Stam.pdf
Introdução à teoria do cinema - Robert Stam.pdf
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
 

Análise Linguística no EM: um novo olhar, um outro objeto - Márcia Mendonça

  • 1. Apresentação: Ângela Francisca Mendez de Oliveira
  • 2.
  • 3.
  • 4.
  • 5.
  • 6.
  • 7. Considera-se mais significativo que o aluno internalize determinados mecanismos e procedimentos básicos ligados à coerência e à coesão do que memorize, sem a devida apreensão de sentido, uma série de nomes de orações(...). (PCN: 70-71)
  • 8.
  • 9. Por isso, a AL surge como alternativa complementar às práticas de leitura e produção de texto, dado que possibilitaria a reflexão consciente sobre fenômenos gramaticais e textual-discursivo que perpassam os usos linguísticos .
  • 10.
  • 11.
  • 12. [...] respostas dadas a perguntas que os alunos (enquanto falantes da língua) sequer formularam. Em consequência, tais respostas nada lhes dizem e os estudos gramaticais passam a ser ‘o que se tem para estudar’, sem saber bem para que aprendê-los . (GERALDI, 1996:130).
  • 13.
  • 14.
  • 15.
  • 16. Tabela 1: Diferenças entre o ensino de gramática e análise linguística (p.207) Ensino de Gramática Prática de Análise Linguística Concepção de língua como sistema, estrutura inflexível e invariável. Concepção de língua como ação interlocutiva situada, sujeita às interferências dos falantes. Fragmentação entre os eixos de ensino: as aulas de gramática não se relacionam com as de leitura e produção textual. Integração entre os eixos de ensino: a AL é ferramenta para a leitura e produção textual. Metodologia transmissiva, baseada na exposição dedutiva (do geral para o particular, isto é, das regras para o exemplo) + treinamento. Metodologia reflexiva, baseada na indução (observação dos casos particulares para a conclusão das regularidades/regras). Privilégio das habilidades metalinguísticas. Trabalho paralelo com habilidades metalinguísticas e epilinguísticas. Ênfase nos conteúdos gramaticais como objetos de ensino, abordados isoladamente e em sequência mais ou menos fixas. Ênfase nos usos como objetos de ensino (habilidades de leitura e escrita), que remetem a vários outros objetos de ensino (estruturais, textuais, discursivos, normativos). Centralidade da norma-padrão. Centralidade dos efeitos de sentido. Ausência de relação com as especificidades dos gêneros, desconsiderando o funcionamento desses gêneros nos contextos de interação verbal. Fusão com o trabalho com os gêneros, na medida em que contempla as condições de produção de textos e as escolhas linguísticas. Unidades privilegiadas: a palavra, a frase e o período. Unidade privilegiada: o texto. Preferência pelos exercícios estruturais, de identificação e classificação de unidades/funções morfossintáticas e correção. Preferência por questões abertas e atividades de pesquisa, que exigem comparação e reflexão sobre adequação e efeitos de sentido.
  • 17. Tabela 2: Análise linguística na relação com os eixos de leitura e de produção. (p.209 ) Ordem das Atividades Objetivos Leitura Produção escrita AL Reescrita Analisar a produção textual, para detectar os problemas e, então, decidir o que será objeto de AL na sala de aula. (GERALDI, 1997). USO REFLEXÃO “ O ensino de gramática não deve ser visto como um fim em si mesmo, mas como um mecanismo para a mobilização de recursos úteis à implementação de outras competências, como a interativa e a textual” (PCN, p.81). Leitura e escrita Produção de textos orais e escritos AL Reescrita/ refacção do texto oral Leitura e escrita Produção de textos orais e escritos AL Reescrita/ refacção do texto oral Analisar os gêneros lidos, para conhecer as suas características e, então, produzi-los, na proposta de Dola, Noverraz e Schneuwly ([1996]2004): segundo a qual se deve conhecer o gênero, lendo-o e analisando-o, para depois produzi-lo e, então, reelaborá-lo após (auto) avaliação, por meio de AL.