A desigualdade racial

9.179 visualizações

Publicada em

tema atualidades. Debate sobre a desigualdade social no Brasil e a questão do negro. Existe raça ? Leis anti-desigualdade social são problemas ou soluções ?

Publicada em: Educação
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
9.179
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
32
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
140
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A desigualdade racial

  1. 1. A desigualdade racial Prof. Vitor Moraes Ribeiro
  2. 2. A vida de negros no Brasil Desembarque de negros no Brasil Sec. XVI - XVIII 1.895.500 Sec. XVIII 2.113.900 Total 4.009.400Fonte: Brasil: 500 anos de povoamento. Rio de Janeiro. IBGE, 2000
  3. 3. O negro no Brasil• Negro -> principal população ativa do Brasil substituindo a indígena;• Mão de obra qualificada e lucratividade no tráfico negreiro• Foram quase 350 anos de escravidão;• Revoltas e conflitos marcam essa história: Comunidades quilombolas são exemplos.
  4. 4. A libertação• 1850 Lei Eusébio de Queiroz: pressão da Inglaterra proibição do tráfico negreiro;• 1850 Lei de Terras: as terras poderiam ser compradas;• 1888: Lei Áurea abolindo a escravidão;
  5. 5. O branqueamento• Em 1890 estima-se que 56 % da população brasileira era negra;• Com a imigração europeia para as lavouras de café o Brasil recebe aproximadamente 3,8 milhões de imigrantes.• Em 1940 os negros representavam 36 % da população
  6. 6. A marginalização• “Os negros libertos não tinham educação nem apoio para sobreviver longe das casas e fazendas dos antigos senhores.”• Dos 800 mil escravos libertados menos de 1 % era alfabetizado• O negro busca as zonas rurais – quilombos;• Zonas periféricas das cidades;Fonte: Guia do Estudante, 2011
  7. 7. Democracia racial ?• Brancos, negros e índios tiveram ou tem as mesmas condições socioeconômicas para prosperar ?
  8. 8. Média de renda mensal do brasileiro fonte: censo 2010 - IBGE
  9. 9. Diferenças...• Entre os 10 % mais pobres no país, 74 % são negros;• Os rendimentos médios dos negros são entorno de 50 % menores que os brancos, são reflexos da desigualdade educacional;
  10. 10. Melhora...• Programas como ProUni , Fies e Bolsa Família procuram minimizar as diferenças;• Em 1998 apenas 18 % dos universitários eram negros, já em 2008 eram 34 %;• A renda média dos não brancos de 2002 para 2008 avançou 17,9 %, enquanto a do trabalhador no geral foi de 7,6 %.
  11. 11. O censo 2010• População negra = parda + preta;• 43,8 parda + 6,8 preta = 50,6 % negra;• Brancos 48,4 %;• Indígenas 0,9 %.
  12. 12. Motivos das mudanças do censo 2010• Não só a maior taxa de natalidade entre os negros, mas também a maior aceitação.• Metodologia IBGE: autodeclaração
  13. 13. Em busca da igualdade• Estatuto da Igualdade Racial - LEI Nº 12.288, DE 20 DE JULHO DE 2010:• Lei que busca criar mecanismos de inserção social.• Garante a obrigatoriedade do ensino da história negra nas escolas;• Deixou de fora temas polêmicos com as cotas nas universidades, serviços públicos e privados.
  14. 14. Crítica ao Estatuto da igualdade racial• Segundo os críticos do estatuto, esse cria a divisão entre brancos e negros no Brasil, ocorrendo a distinção de “raças”;• As medidas não atacam o problema, apenas atenuam;• Ignorou reivindicações históricas;• Impossível distinguir brancos e negros, só existe a raça humana – Livro - Gota de Sangue: Autor Demétrio
  15. 15. Constitucionalidade das cotas.• Por unanimidade, o Supremo Tribunal Federal (STF) validou nesta quinta-feira (26) a adoção de políticas de reserva de vagas para garantir o acesso de negros e índios a instituições de ensino superior em todo o país. O tribunal decidiu que as políticas de cotas raciais nas universidades estão de acordo com a Constituição e são necessárias para corrigir o histórico de discriminação racial no Brasil. (Fonte: G1 26/04/2012)

×