SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 10
Gênero pode ser
definido como aquilo
que identifica e diferencia
os homens e as
mulheres, ou seja, o
gênero masculino e o
gênero feminino.
De acordo com a
definição “tradicional” de
gênero, este pode ser
usado como sinônimo de
“sexo”, referindo-se ao
que é próprio do sexo
masculino, assim como
do sexo feminino.
A questão da desigualdade entre homens e mulheres é
um fator histórico das sociedades ocidentais, sendo que
desde a antiguidade a mulher era tratada como um ser
inferior ao homem, devido a diversas crenças religiosas que
legitimavam tal perspectiva e que se permeavam pelos
costumes sociais, sobretudo na sociedade hebraica que era
caracterizada pelo patriarcado e pela hierarquização das
relações sociais.
Depois das duas guerras mundiais, as mulheres
conquistaram seu espaço no mercado de trabalho e
passaram cada vez mais a buscar sua independência do
gênero masculino, tão subjulgado em toda a história. Após
isso, a libertação sexual contribuiu para o feminismo e para o
pós-feminismo, representando a libertação da mulher de sua
condição de objeto sexual aos homens.
Sabemos que a cada dia, com o aumento da globalização e da conscientização as
mulheres vêm assumindo seu lugar na sociedade, antigamente as mulheres ficavam
apenas cuidando da casa e dos filhos, mas hoje as mulheres não querem engravidar
muito novas, querem estudar, fazer um curso profissionalizante e conquistar seu lugar
no mercado de trabalho.
Mercado de trabalho;
O machismo;
O “machismo” ainda está presente em nossa sociedade. Ao vermos
que a cada dia acontece coisa em nosso meio podemos enxergar que as
mulheres não são inferiores e nem frágeis, elas são atenciosas e cuidadosas.
Alguns exemplos são claros para percebermos. Por exemplo, se acontecer um
acidente e estiver envolvimento com alguma mulher, logo os homens falam: “Ah
é uma mulher”.; já se acontecer com algum homem, ele sempre acha uma saída
para situação. Ao analisarmos a situação das mulheres principalmente no
transporte, vemos que de cada dez acidentes que acontece apenas um envolve
mulher e os outros noves envolvem homens.
Outro exemplo que acontece periodicamente em nossos dias é o caso
em que se um garoto “ficar” com muitas garotas, ele é um “pegador”, fica
popular na cidade, etc., enquanto se uma garota “fica” com muitos garotos, ela
passa a ser considerada como “galinha” ou “prostituta”, além de ser
discriminada pelas pessoas, até mesmo pela família.
Violência;
Os crimes que acontecem hoje são oitenta por cento deles, contra
as mulheres, às vezes se elas tivessem sido ouvidas, muitos dos crimes que
aconteceram, não teriam acontecido, como o caso do ex-goleiro do
flamengo, talvez se a ex-garota de programa Eliza Samudio tivesse sido
ouvida, em algumas denúncias que ela já havia feito antes de acontecer à
tragédia, ela não teria sido morta. Também vemos que se a justiça tivesse
ouvido a cabeleleira ela não teria sido morta pelo seu ex-marido Fabio Willian
da Silva, de 30 anos, a tiros dentro do salão, em belo horizonte.E ao
olharmos bem essas duas tragédias, segundo algumas reportagens que
foram passadas na televisão, se as duas vítimas tivessem sido ouvidas como
deveriam, não teriam ocorrido essas tragédias que chamaram atenção do
mundo inteiro.
Lei Maria da Penha;
A Lei Maria da Penha, denominação popular da Lei número
11,340 é um dispositivo legal brasileiro que visa aumentar o rigor das
punições sobre crimes domésticos. É normalmente aplicada aos homens
que agridem fisicamente ou psicologicamente a uma mulher ou à
esposa, o que é mais recorrente.
Decretada pelo Congresso Nacional e sancionada pelo ex-
presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 7 de agosto de 2006, a lei entrou
em vigor no dia 22 de setembro de 2006, e já no dia seguinte o primeiro
agressor foi preso, no Rio de Janeiro, após tentar estrangular a ex-esposa.
Essa foi, sem dúvida alguma, uma das melhores e mais
eficientes formas para diminuir a violência contra as mulheres do Brasil.
A Constituição Federal do Brasil, promulgada no
ano de 1988 estabelece em seu artigo 5º, inciso I
(um) a relação jurídica de igualdade de gênero, na
qual teoria que homens e mulheres são iguais em
direitos e obrigações, nos termos desta Constituição.
Nesse sentido, o que pode-se extrair do texto
legal é a confiabilidade na igualdade jurídica, ou seja,
pautado no velho ditado que todos são iguais perante
a lei. No entanto, o que se busca não é tão somente a
igualdade formal, mas sobretudo a igualdade material,
isto é, a real igualdade de gênero nas relações
sociais, na vida em sociedade.
Segundo a bíblia, a mulher foi retirada da costela do homem para
ficar ao lado dele, assim podemos fazer as seguintes análises: Se a
mulher fosse retirada das mãos do homem, ela seria presa a ele,
fazendo apenas o que o homem deixasse; se fosse retirada cabeça,
assim ela mostraria superioridade em relação ao homem, querendo
mandar e desmandar em tudo; se ela fosse retirada dos pés do
homem, assim ela seria pisada, o homem mostraria muita
superioridade em relação à mulher, mas como ela foi retirada das
costelas do homem, podemos perceber que há uma igualdade entre
eles, um ajudando o outro nos momentos de necessidades. E com
isso, concluímos que a mulher não é melhor e nem pior que o homem,
que assim como o homem exerce determinada atividade, ela também
pode exercer, basta-a mostrar coragem, igualdade e esquecer esse
preconceito que homem carregam em relação a elas por questão de
fragilidade e inferioridade, porque somos todos iguais, nenhum melhor
e nem pior que o outro e se as mulheres lutarem juntas poderão
alcançar o lema da revolução francesa: "Liberdade, Igualdade e
Fraternidade”.
Desigualdade de gênero

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Direitos da mulher
Direitos da mulherDireitos da mulher
Direitos da mulher
 
Bullying
 Bullying Bullying
Bullying
 
Dia das mulheres
Dia das mulheresDia das mulheres
Dia das mulheres
 
Argumentação e Filosofia: O exemplo da pena de morte
Argumentação e Filosofia: O exemplo da pena de morteArgumentação e Filosofia: O exemplo da pena de morte
Argumentação e Filosofia: O exemplo da pena de morte
 
Movimento feminista
Movimento feministaMovimento feminista
Movimento feminista
 
Diversidade Cultural
Diversidade CulturalDiversidade Cultural
Diversidade Cultural
 
Violência doméstica
Violência doméstica   Violência doméstica
Violência doméstica
 
Desigualdade Social
Desigualdade SocialDesigualdade Social
Desigualdade Social
 
Discriminação
 Discriminação Discriminação
Discriminação
 
Migrações
MigraçõesMigrações
Migrações
 
Multiculturalismo
MulticulturalismoMulticulturalismo
Multiculturalismo
 
Racismo no Brasil
Racismo no BrasilRacismo no Brasil
Racismo no Brasil
 
Diversidade cultural
Diversidade culturalDiversidade cultural
Diversidade cultural
 
A "Mensagem", de F. Pessoa
A "Mensagem", de F. PessoaA "Mensagem", de F. Pessoa
A "Mensagem", de F. Pessoa
 
Lei maria da penha
Lei maria da penhaLei maria da penha
Lei maria da penha
 
Os fluxos migratórios
Os fluxos migratóriosOs fluxos migratórios
Os fluxos migratórios
 
Distribuição da população portuguesa
Distribuição da população portuguesaDistribuição da população portuguesa
Distribuição da população portuguesa
 
Principais problemas e soluções sociodemográficos
Principais problemas e soluções sociodemográficosPrincipais problemas e soluções sociodemográficos
Principais problemas e soluções sociodemográficos
 
Violência contra a mulher
Violência contra a mulherViolência contra a mulher
Violência contra a mulher
 
Bullying
Bullying Bullying
Bullying
 

Semelhante a Desigualdade de gênero

Personalidade feminina na sociedade
Personalidade feminina na sociedadePersonalidade feminina na sociedade
Personalidade feminina na sociedadeanncaty
 
TCF sobre Violência contra a mulher
TCF sobre Violência contra a mulherTCF sobre Violência contra a mulher
TCF sobre Violência contra a mulherMarcia Oliveira
 
TCF sobre Violência contra a mulher
TCF sobre Violência contra a mulher TCF sobre Violência contra a mulher
TCF sobre Violência contra a mulher Marcia Oliveira
 
Aula0706 (cultura do estupro - roteiro de leitura)
Aula0706 (cultura do estupro -  roteiro de leitura)Aula0706 (cultura do estupro -  roteiro de leitura)
Aula0706 (cultura do estupro - roteiro de leitura)Eduarda Bonora Kern
 
Trabalho expo pinheiro 2012
Trabalho expo pinheiro 2012Trabalho expo pinheiro 2012
Trabalho expo pinheiro 2012Leonardo Dunham
 
Trabalho expo pinheiro 2012
Trabalho expo pinheiro 2012Trabalho expo pinheiro 2012
Trabalho expo pinheiro 2012Leonardo Dunham
 
Violencia contra a mulher
Violencia contra a mulherViolencia contra a mulher
Violencia contra a mulherMaira Conde
 
Prostituição: uma abordagem feminista
Prostituição: uma abordagem feministaProstituição: uma abordagem feminista
Prostituição: uma abordagem feministaExpogeo
 
Redações nota 1000 no enem 2015 por Manoel Neves
Redações nota 1000 no enem 2015 por Manoel NevesRedações nota 1000 no enem 2015 por Manoel Neves
Redações nota 1000 no enem 2015 por Manoel Nevesma.no.el.ne.ves
 
Monografia A lei Maria da Penha e sua aplicação por analogia ao sexo masculino
Monografia A lei Maria da Penha e sua aplicação por analogia ao sexo masculinoMonografia A lei Maria da Penha e sua aplicação por analogia ao sexo masculino
Monografia A lei Maria da Penha e sua aplicação por analogia ao sexo masculinoMarcos Antonio Alves De Sá
 
140327 notatecnicadiest11
140327 notatecnicadiest11140327 notatecnicadiest11
140327 notatecnicadiest11coeppelotas
 
Estupro no brasil uma radiografia segundo os dados da saúde
Estupro no brasil   uma radiografia segundo os dados da saúdeEstupro no brasil   uma radiografia segundo os dados da saúde
Estupro no brasil uma radiografia segundo os dados da saúdeJosé Ripardo
 

Semelhante a Desigualdade de gênero (20)

Personalidade feminina na sociedade
Personalidade feminina na sociedadePersonalidade feminina na sociedade
Personalidade feminina na sociedade
 
Palestra femicídio guarapuava_2014
Palestra femicídio guarapuava_2014Palestra femicídio guarapuava_2014
Palestra femicídio guarapuava_2014
 
TCF sobre Violência contra a mulher
TCF sobre Violência contra a mulherTCF sobre Violência contra a mulher
TCF sobre Violência contra a mulher
 
TCF sobre Violência contra a mulher
TCF sobre Violência contra a mulher TCF sobre Violência contra a mulher
TCF sobre Violência contra a mulher
 
Aula0706 (cultura do estupro - roteiro de leitura)
Aula0706 (cultura do estupro -  roteiro de leitura)Aula0706 (cultura do estupro -  roteiro de leitura)
Aula0706 (cultura do estupro - roteiro de leitura)
 
Trabalho expo pinheiro 2012
Trabalho expo pinheiro 2012Trabalho expo pinheiro 2012
Trabalho expo pinheiro 2012
 
Trabalho expo pinheiro 2012
Trabalho expo pinheiro 2012Trabalho expo pinheiro 2012
Trabalho expo pinheiro 2012
 
A escravatura sexual
A escravatura sexual A escravatura sexual
A escravatura sexual
 
Violencia contra a mulher
Violencia contra a mulherViolencia contra a mulher
Violencia contra a mulher
 
Prostituição: uma abordagem feminista
Prostituição: uma abordagem feministaProstituição: uma abordagem feminista
Prostituição: uma abordagem feminista
 
Ebook O Papel do Homem.pdf
Ebook O Papel do Homem.pdfEbook O Papel do Homem.pdf
Ebook O Papel do Homem.pdf
 
Igualdade de gênero
Igualdade de gêneroIgualdade de gênero
Igualdade de gênero
 
Análise Semiótica
Análise SemióticaAnálise Semiótica
Análise Semiótica
 
Mulher2
Mulher2Mulher2
Mulher2
 
Redações nota 1000 no enem 2015 por Manoel Neves
Redações nota 1000 no enem 2015 por Manoel NevesRedações nota 1000 no enem 2015 por Manoel Neves
Redações nota 1000 no enem 2015 por Manoel Neves
 
Oscrimessexuais
 Oscrimessexuais Oscrimessexuais
Oscrimessexuais
 
Monografia A lei Maria da Penha e sua aplicação por analogia ao sexo masculino
Monografia A lei Maria da Penha e sua aplicação por analogia ao sexo masculinoMonografia A lei Maria da Penha e sua aplicação por analogia ao sexo masculino
Monografia A lei Maria da Penha e sua aplicação por analogia ao sexo masculino
 
140327 notatecnicadiest11
140327 notatecnicadiest11140327 notatecnicadiest11
140327 notatecnicadiest11
 
Estupro no brasil uma radiografia segundo os dados da saúde
Estupro no brasil   uma radiografia segundo os dados da saúdeEstupro no brasil   uma radiografia segundo os dados da saúde
Estupro no brasil uma radiografia segundo os dados da saúde
 
Estupro
Estupro Estupro
Estupro
 

Desigualdade de gênero

  • 1.
  • 2. Gênero pode ser definido como aquilo que identifica e diferencia os homens e as mulheres, ou seja, o gênero masculino e o gênero feminino. De acordo com a definição “tradicional” de gênero, este pode ser usado como sinônimo de “sexo”, referindo-se ao que é próprio do sexo masculino, assim como do sexo feminino.
  • 3. A questão da desigualdade entre homens e mulheres é um fator histórico das sociedades ocidentais, sendo que desde a antiguidade a mulher era tratada como um ser inferior ao homem, devido a diversas crenças religiosas que legitimavam tal perspectiva e que se permeavam pelos costumes sociais, sobretudo na sociedade hebraica que era caracterizada pelo patriarcado e pela hierarquização das relações sociais. Depois das duas guerras mundiais, as mulheres conquistaram seu espaço no mercado de trabalho e passaram cada vez mais a buscar sua independência do gênero masculino, tão subjulgado em toda a história. Após isso, a libertação sexual contribuiu para o feminismo e para o pós-feminismo, representando a libertação da mulher de sua condição de objeto sexual aos homens.
  • 4. Sabemos que a cada dia, com o aumento da globalização e da conscientização as mulheres vêm assumindo seu lugar na sociedade, antigamente as mulheres ficavam apenas cuidando da casa e dos filhos, mas hoje as mulheres não querem engravidar muito novas, querem estudar, fazer um curso profissionalizante e conquistar seu lugar no mercado de trabalho. Mercado de trabalho;
  • 5. O machismo; O “machismo” ainda está presente em nossa sociedade. Ao vermos que a cada dia acontece coisa em nosso meio podemos enxergar que as mulheres não são inferiores e nem frágeis, elas são atenciosas e cuidadosas. Alguns exemplos são claros para percebermos. Por exemplo, se acontecer um acidente e estiver envolvimento com alguma mulher, logo os homens falam: “Ah é uma mulher”.; já se acontecer com algum homem, ele sempre acha uma saída para situação. Ao analisarmos a situação das mulheres principalmente no transporte, vemos que de cada dez acidentes que acontece apenas um envolve mulher e os outros noves envolvem homens. Outro exemplo que acontece periodicamente em nossos dias é o caso em que se um garoto “ficar” com muitas garotas, ele é um “pegador”, fica popular na cidade, etc., enquanto se uma garota “fica” com muitos garotos, ela passa a ser considerada como “galinha” ou “prostituta”, além de ser discriminada pelas pessoas, até mesmo pela família.
  • 6. Violência; Os crimes que acontecem hoje são oitenta por cento deles, contra as mulheres, às vezes se elas tivessem sido ouvidas, muitos dos crimes que aconteceram, não teriam acontecido, como o caso do ex-goleiro do flamengo, talvez se a ex-garota de programa Eliza Samudio tivesse sido ouvida, em algumas denúncias que ela já havia feito antes de acontecer à tragédia, ela não teria sido morta. Também vemos que se a justiça tivesse ouvido a cabeleleira ela não teria sido morta pelo seu ex-marido Fabio Willian da Silva, de 30 anos, a tiros dentro do salão, em belo horizonte.E ao olharmos bem essas duas tragédias, segundo algumas reportagens que foram passadas na televisão, se as duas vítimas tivessem sido ouvidas como deveriam, não teriam ocorrido essas tragédias que chamaram atenção do mundo inteiro.
  • 7. Lei Maria da Penha; A Lei Maria da Penha, denominação popular da Lei número 11,340 é um dispositivo legal brasileiro que visa aumentar o rigor das punições sobre crimes domésticos. É normalmente aplicada aos homens que agridem fisicamente ou psicologicamente a uma mulher ou à esposa, o que é mais recorrente. Decretada pelo Congresso Nacional e sancionada pelo ex- presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 7 de agosto de 2006, a lei entrou em vigor no dia 22 de setembro de 2006, e já no dia seguinte o primeiro agressor foi preso, no Rio de Janeiro, após tentar estrangular a ex-esposa. Essa foi, sem dúvida alguma, uma das melhores e mais eficientes formas para diminuir a violência contra as mulheres do Brasil.
  • 8. A Constituição Federal do Brasil, promulgada no ano de 1988 estabelece em seu artigo 5º, inciso I (um) a relação jurídica de igualdade de gênero, na qual teoria que homens e mulheres são iguais em direitos e obrigações, nos termos desta Constituição. Nesse sentido, o que pode-se extrair do texto legal é a confiabilidade na igualdade jurídica, ou seja, pautado no velho ditado que todos são iguais perante a lei. No entanto, o que se busca não é tão somente a igualdade formal, mas sobretudo a igualdade material, isto é, a real igualdade de gênero nas relações sociais, na vida em sociedade.
  • 9. Segundo a bíblia, a mulher foi retirada da costela do homem para ficar ao lado dele, assim podemos fazer as seguintes análises: Se a mulher fosse retirada das mãos do homem, ela seria presa a ele, fazendo apenas o que o homem deixasse; se fosse retirada cabeça, assim ela mostraria superioridade em relação ao homem, querendo mandar e desmandar em tudo; se ela fosse retirada dos pés do homem, assim ela seria pisada, o homem mostraria muita superioridade em relação à mulher, mas como ela foi retirada das costelas do homem, podemos perceber que há uma igualdade entre eles, um ajudando o outro nos momentos de necessidades. E com isso, concluímos que a mulher não é melhor e nem pior que o homem, que assim como o homem exerce determinada atividade, ela também pode exercer, basta-a mostrar coragem, igualdade e esquecer esse preconceito que homem carregam em relação a elas por questão de fragilidade e inferioridade, porque somos todos iguais, nenhum melhor e nem pior que o outro e se as mulheres lutarem juntas poderão alcançar o lema da revolução francesa: "Liberdade, Igualdade e Fraternidade”.