Punição positiva x negativa

50.303 visualizações

Publicada em

Uma Análise Crítica - Punição Negativa x Punição Positiva

4 comentários
7 gostaram
Estatísticas
Notas
  • gostei ,na academia sempre exigem o maximo do aluno.....parabem
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • Gostei bastante do seu trabalho, porém, não precisa deixar 100% ténico
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • Muito bom mesmo!!!
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • Olá Nelson Neto seu trabalho me ajudou a tecer uma reflexão sobre 'atos do educar' publicada em . Quando puder passe por lá para continuarmos essa conversa. Ciberabraços,
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
50.303
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.068
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
325
Comentários
4
Gostaram
7
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Punição positiva x negativa

  1. 1. Punição Positiva X Punição Negativa Uma análise crítica Nelson Novaes Neto nnovaes@psyzone.org
  2. 2. Reforçador • Aumenta a probabilidade futura de um comportamento (R)
  3. 3. Estímulo aversivo • Um estímulo somente pode ser classificado como aversivo se a sua apresentação for seguida por uma resposta de evitação, esquiva ou fuga (Sidman, 1995), • Considero que a classificação de um estímulo aversivo depende do contexto da operação e da relação entre a resposta e a consequência em que o sujeito e os estímulos estão expostos, e assim pode-se verificar se a apresentação dessa situação é seguida por uma resposta de evitação, esquiva ou fuga.
  4. 4. Reforçamento Positivo • Processo operante em que apresentação de um estímulo conseqüente (reforçador), aumenta a freqüência de uma R.
  5. 5. Reforçamento Negativo • Processo operante em que a retirada de um estímulo conseqüente (aversivo), aumenta a freqüência de uma R.
  6. 6. Reforçamento Positivo # Reforçamento Negativo • Reforçamento Positivo -> Apresentação de estímulo consequente (reforçador) • Reforçamento Negativo -> Remoção de estímulo consequente (aversivo)
  7. 7. Extinção • A resposta é emitida e fica sem reforço. • É a suspenção do reforço e a eliminação da contingência entre resposta e reforço. • Quando apresentado um reforçador para determinada R as demais R podem entrar em extinção.
  8. 8. Efeitos da Extinção (clássica) • Responder passa por um aumento imediato na freqüência das respostas reforçadas anteriormente • Aumento na variabilidade dessas respostas, com uma certa mudança topográfica e/ou mudanças na magnitude das respostas emitidas • São indicativo ao efeito emocional provocado pelo processo da extinção. • Seguido a esse comportamento o responder apresentar um declínio na freqüência das respostas que foram reforçadas anteriormente.
  9. 9. Timeout • Suspensão discriminada das contingências de reforço: período de não-reforço programado por extinção durante um estímulo, ou pela remoção de uma oportunidade para responder, (Catania, 1999), •O timeout pode apresentar efeitos aversivos, (Kaufman & Baron,1968).
  10. 10. Punição • “Sempre que vemos uma ação produzindo a perda de um reforçador positivo, ou a produção de um reforçador negativo, dizemos que a ação está sendo punida.” (Sidman, 1989, p.59); • "A punição consiste em programar, para o responder, uma consequência que o torna menos provável." (Catania, 1999, p.109).
  11. 11. Punição Positiva • Punição positiva ocorre quando um estímulo é apresentado na seqüência de um operante e o operante diminui na taxa de respostas, (Pierce & Cheney, 2004).
  12. 12. Punição Negativa • Quando u m e s t í mu l o é re m ov i d o contingente a uma resposta e esta remoção resulta na diminuição na taxa de respostas, a contingência é chamada de punição negativa, (Pierce & Cheney, 2004).
  13. 13. Punição Positiva # Punição Negativa • Punição positiva -> Puni a R alvo • Punição negativa -> Puni qual R? • Os conceitos de extinção e timeout não são suficientes? Devemos ter Punição negativa?
  14. 14. Punição Positiva # Punição Negativa • Catania (1999) diz que a distinção entre reforço positivo e negativo se estende à punição positiva e negativa. Apenas isso? • Uma análise molecular atende a Punição Positiva. O mesmo ocorre para a Punição Negativa?
  15. 15. Punição Positiva # Punição Negativa • A R punida pela Punição Negativa é sempre compatível com a resposta alvo que deveria ser punida? Ex. Assistir TV e fazer lição. • A Punição Negativa é imediata? É uma ameaça?
  16. 16. Punição Positiva # Punição Negativa • A Punição Negativa apresenta a mesma eficiência da Punição Positiva, que pode ser imediata a resposta alvo?
  17. 17. Conclusão??? • Considero que a Punição Positiva e Punição Negativa não apresentam apenas a mesma distinção entre Reforço Positivo e Negativo. • O conceito de Punição Negativa pode ser melhor definido considerando as diferenças entre: operação, efeito, extinçao, timeout, apresentação ou remoção de estímulo. • Punição Negativa = Penalidade :-P

×