SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 1
Baixar para ler offline
PLÁTANO EDITORA
Reforço
Processo que se verifica quando a consequência de uma resposta
ou comportamento aumenta ou fortalece a tendência
para o realizar de novo.
Punição, castigo ou desastre
Processo que se verifica quando
a consequência de um
comportamento diminui ou
enfraquece a tendência para
o realizar de novo.
É provável que um despiste
devido a excesso de velocidade
diminua ou enfraqueça
a tendência para conduzir de
novo a velocidade excessiva.
Reforço positivo Consequência
de uma ação que lhe acrescenta
algo agradável, tornando muito
provável que persista.
Consequência de uma ação que
se revela um bom meio para
obter algo agradável ou
desejado.
Trabalhar bem e com empenho,
obtendo um aumento de
ordenado, fazer uma viagem ao
México, como prémio por ter
ingressado no ensino superior.
Reforço negativo Consequência
de uma ação que remove ou
nega algo desagradável,
tornando muito provável que
aconteça de novo. Consequência
de uma ação que se revelou um
bom meio para evitar ou pôr
termo a uma situação
desagradável ou indesejada.
Evitar ser despedido por
trabalhar com empenho e
eficiência. Eliminar uma dor de
cabeça por tomar uma aspirina.
1.2 Aprendizagem por condicionamento operante
Tipo de aprendizagem associativa que consiste em associar um compor-
tamento às suas consequências ou efeitos. Baseia-se na lei do efeito: há a
tendência para evitar comportamentos que não têm boas consequências
e para adotar ou persistir em comportamentos cujas consequências são
agradáveis.
O condicionamento operante é uma forma de aprendizagem em que um
dado comportamento, uma resposta de caráter ativo-operante, é refor-
çado ou enfraquecido de acordo com as suas consequências.
Aprendemos em virtude das consequências do que fazemos.
Processos cognitivos
U1 - Síntese esquematica:Psicologia 12.º ano 8/4/09 12:14 PM Page 27

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Processos cognitivos1
Processos cognitivos1Processos cognitivos1
Processos cognitivos1anamatos66
 
Módulo 2 – o desenvolvimento humano 1
Módulo 2 – o desenvolvimento humano 1Módulo 2 – o desenvolvimento humano 1
Módulo 2 – o desenvolvimento humano 1psicologiaazambuja
 
Aprendizagem no Condicionamento Operante
Aprendizagem no Condicionamento OperanteAprendizagem no Condicionamento Operante
Aprendizagem no Condicionamento OperanteCatarinaNeivas
 
Teoria da Aprendizagem Social - Albert Bandura
Teoria da Aprendizagem Social - Albert BanduraTeoria da Aprendizagem Social - Albert Bandura
Teoria da Aprendizagem Social - Albert BanduraEduardo Manfré
 
Slide psicologia da aprendizagem-posgraduacao
Slide psicologia da aprendizagem-posgraduacaoSlide psicologia da aprendizagem-posgraduacao
Slide psicologia da aprendizagem-posgraduacaoestudosacademicospedag
 
Identidade Pessoal Personalidade
Identidade Pessoal   PersonalidadeIdentidade Pessoal   Personalidade
Identidade Pessoal PersonalidadeCarlos Pessoa
 
Jean piaget trabalho de grupo
Jean piaget   trabalho de grupoJean piaget   trabalho de grupo
Jean piaget trabalho de grupo9iulian0
 
Filogénese e Ontogénese
Filogénese e OntogéneseFilogénese e Ontogénese
Filogénese e OntogéneseJorge Barbosa
 
Freud - O desenvolvimento sexual infantil
Freud - O desenvolvimento sexual infantilFreud - O desenvolvimento sexual infantil
Freud - O desenvolvimento sexual infantilAnaí Peña
 
Teoria do Behaviorismo de Skinner
Teoria do Behaviorismo de SkinnerTeoria do Behaviorismo de Skinner
Teoria do Behaviorismo de SkinnerEduardo Petrucci
 
Fases do desenvolvimento - Piaget
Fases do desenvolvimento -  PiagetFases do desenvolvimento -  Piaget
Fases do desenvolvimento - PiagetElisms88
 

Mais procurados (20)

Processos cognitivos1
Processos cognitivos1Processos cognitivos1
Processos cognitivos1
 
Behaviorismo de Skinner
Behaviorismo de SkinnerBehaviorismo de Skinner
Behaviorismo de Skinner
 
Módulo 2 – o desenvolvimento humano 1
Módulo 2 – o desenvolvimento humano 1Módulo 2 – o desenvolvimento humano 1
Módulo 2 – o desenvolvimento humano 1
 
Aprendizagem no Condicionamento Operante
Aprendizagem no Condicionamento OperanteAprendizagem no Condicionamento Operante
Aprendizagem no Condicionamento Operante
 
Teorias Behavioristas
Teorias BehavioristasTeorias Behavioristas
Teorias Behavioristas
 
Teoria da Aprendizagem Social - Albert Bandura
Teoria da Aprendizagem Social - Albert BanduraTeoria da Aprendizagem Social - Albert Bandura
Teoria da Aprendizagem Social - Albert Bandura
 
O estádio pré operatório
O estádio pré  operatórioO estádio pré  operatório
O estádio pré operatório
 
A Psicologia da Aprendizagem
A Psicologia da AprendizagemA Psicologia da Aprendizagem
A Psicologia da Aprendizagem
 
Slide psicologia da aprendizagem-posgraduacao
Slide psicologia da aprendizagem-posgraduacaoSlide psicologia da aprendizagem-posgraduacao
Slide psicologia da aprendizagem-posgraduacao
 
Identidade Pessoal Personalidade
Identidade Pessoal   PersonalidadeIdentidade Pessoal   Personalidade
Identidade Pessoal Personalidade
 
Psicologia escolar
Psicologia escolarPsicologia escolar
Psicologia escolar
 
Jean piaget trabalho de grupo
Jean piaget   trabalho de grupoJean piaget   trabalho de grupo
Jean piaget trabalho de grupo
 
Filogénese e Ontogénese
Filogénese e OntogéneseFilogénese e Ontogénese
Filogénese e Ontogénese
 
Freud - O desenvolvimento sexual infantil
Freud - O desenvolvimento sexual infantilFreud - O desenvolvimento sexual infantil
Freud - O desenvolvimento sexual infantil
 
Aprendizagem operante
Aprendizagem operanteAprendizagem operante
Aprendizagem operante
 
Teoria do Behaviorismo de Skinner
Teoria do Behaviorismo de SkinnerTeoria do Behaviorismo de Skinner
Teoria do Behaviorismo de Skinner
 
aprendizagem
aprendizagemaprendizagem
aprendizagem
 
Desenvolvimento Spitz
Desenvolvimento SpitzDesenvolvimento Spitz
Desenvolvimento Spitz
 
Fases do desenvolvimento - Piaget
Fases do desenvolvimento -  PiagetFases do desenvolvimento -  Piaget
Fases do desenvolvimento - Piaget
 
Watson e o comportamento
Watson e o comportamentoWatson e o comportamento
Watson e o comportamento
 

Mais de Luis De Sousa Rodrigues (20)

O essencial para os exames de filosofia
O essencial para os exames de filosofiaO essencial para os exames de filosofia
O essencial para os exames de filosofia
 
Unidade funcional do cérebro
Unidade funcional do cérebroUnidade funcional do cérebro
Unidade funcional do cérebro
 
Tipos de vinculação
Tipos de vinculaçãoTipos de vinculação
Tipos de vinculação
 
Tipos de aprendizagem
Tipos de aprendizagemTipos de aprendizagem
Tipos de aprendizagem
 
Teorias sobre as emoções
Teorias sobre as emoçõesTeorias sobre as emoções
Teorias sobre as emoções
 
Relações precoces
Relações precocesRelações precoces
Relações precoces
 
Raízes da vinculação
Raízes da vinculaçãoRaízes da vinculação
Raízes da vinculação
 
Processos conativos
Processos conativosProcessos conativos
Processos conativos
 
Perturbações da vinculação
Perturbações da vinculaçãoPerturbações da vinculação
Perturbações da vinculação
 
Perceção e gestalt
Perceção e gestaltPerceção e gestalt
Perceção e gestalt
 
Os processos emocionais
Os processos emocionaisOs processos emocionais
Os processos emocionais
 
Os grupos
Os gruposOs grupos
Os grupos
 
O sistema nervoso
O sistema nervosoO sistema nervoso
O sistema nervoso
 
O que nos torna humanos
O que nos torna humanosO que nos torna humanos
O que nos torna humanos
 
Maslow e a motivação
Maslow e a motivaçãoMaslow e a motivação
Maslow e a motivação
 
Lateralidade cerebral
Lateralidade cerebralLateralidade cerebral
Lateralidade cerebral
 
Freud 9
Freud 9Freud 9
Freud 9
 
Freud 8
Freud 8Freud 8
Freud 8
 
Freud 7
Freud 7Freud 7
Freud 7
 
Freud 6
Freud 6Freud 6
Freud 6
 

Condicionamento operante

  • 1. PLÁTANO EDITORA Reforço Processo que se verifica quando a consequência de uma resposta ou comportamento aumenta ou fortalece a tendência para o realizar de novo. Punição, castigo ou desastre Processo que se verifica quando a consequência de um comportamento diminui ou enfraquece a tendência para o realizar de novo. É provável que um despiste devido a excesso de velocidade diminua ou enfraqueça a tendência para conduzir de novo a velocidade excessiva. Reforço positivo Consequência de uma ação que lhe acrescenta algo agradável, tornando muito provável que persista. Consequência de uma ação que se revela um bom meio para obter algo agradável ou desejado. Trabalhar bem e com empenho, obtendo um aumento de ordenado, fazer uma viagem ao México, como prémio por ter ingressado no ensino superior. Reforço negativo Consequência de uma ação que remove ou nega algo desagradável, tornando muito provável que aconteça de novo. Consequência de uma ação que se revelou um bom meio para evitar ou pôr termo a uma situação desagradável ou indesejada. Evitar ser despedido por trabalhar com empenho e eficiência. Eliminar uma dor de cabeça por tomar uma aspirina. 1.2 Aprendizagem por condicionamento operante Tipo de aprendizagem associativa que consiste em associar um compor- tamento às suas consequências ou efeitos. Baseia-se na lei do efeito: há a tendência para evitar comportamentos que não têm boas consequências e para adotar ou persistir em comportamentos cujas consequências são agradáveis. O condicionamento operante é uma forma de aprendizagem em que um dado comportamento, uma resposta de caráter ativo-operante, é refor- çado ou enfraquecido de acordo com as suas consequências. Aprendemos em virtude das consequências do que fazemos. Processos cognitivos U1 - Síntese esquematica:Psicologia 12.º ano 8/4/09 12:14 PM Page 27