Modernismo As Vanguardas Européias
Conceitos Moderno Modernidade Modernismo <ul><li>PONTO DE VISTA HISTÓRICO </li></ul><ul><li>RELACIONADO AO TEMPO PRESENTE ...
O Modernismo apresenta-se como: Uma   nova linguagem estética aberta à renovação constante Paul Klee, Diana no Vento do Ou...
Contexto Histórico <ul><li>AVANÇO CIENTÍFCO E TECNOLÓGICO </li></ul><ul><li>CRISE DO CAPITALISMO </li></ul><ul><li>PRIMEIR...
DESCRENÇA NOS SISTEMAS POLÍTICOS, SOCIAIS E FILOSÓFICOS NECESSIDADE DE INTERPRETAR A REALIDADE DE UM MODO INÉDITO CONSEQUE...
MOVIMENTOS DE VANGUARDA NA EUROPA
<ul><li>Surgimento: 1906 - França </li></ul>Cubismo Linhas Gerais <ul><li>Decomposição do objeto </li></ul><ul><li>Rompime...
Les demoiselles d'Avignon, Pablo Picasso
Guernica é um painel pintado por  Pablo Picasso  em  1937  por ocasião da  Exposição Internacional de Paris . Foi exposto ...
Cubismo Literatura <ul><li>Descritivo </li></ul><ul><li>poema é uma sucessão de  anotações sem relação possivel </li></ul>...
Coqueiros Aos dois Aos três Aos grupos Altos Baixos  Longo da Linha Oswald de Andrade
Sem roupa ela é demais Também por isso eu creio em Deus, meu bom meu Deus, meu bom me traz. Ainda bem que eu trouxe até o ...
Futurismo um movimento artístico e literário, que surgiu oficialmente em 20 de fevereiro de 1909  com a publicação do Mani...
Futurismo Culto à vida moderna Máquina <ul><li>desenvolvimentos tecnológicos do final do século XIX </li></ul><ul><li>Exal...
Futurismo Culto à vida moderna Velocidade expressa o movimento atual, registrando a velocidade descrita pelas figuras em m...
Futurismo Desprezo pelo passado  Desprezo pelo academico
Futurismo Elogio a Guerra Viam caráter higiênico das guerras Destruição do passado e de contrução de uma nova ordem
Giacomo Balla: Corrente de cachorro em movimento
Giacomo Balla: Carro em movimento
Literatura Futurismo <ul><li>Destruição da síntaxe </li></ul><ul><li>Abole a pontuação </li></ul><ul><li>Uso de onomatopéi...
Parapapapapapapapapa Paparapaparapapara clack bum Parapapapapapapapapa Morro do Dendê é ruim de invadir Nois, com os Alemã...
À dolorosa luz das grandes lâmpadas eléctricas da fábrica Tenho febre e escrevo. Escrevo rangendo os dentes, fera para a b...
Importância do Futurismo Impulsiona toda a arte de vanguarda européia e não européia Principal estimulo artistico dos jove...
Dadaísmo iniciado em Zurique, em 1916 Embora a palavra dada em francês signifique cavalo de brinquedo, sua utilização marc...
Caracteristicas gerais Rompimento com os valores artisticos Negação do passado, presente e futuro Valoriza o niilismo e o ...
 
 
Dadaismo-Literatura <ul><li>Improvisação e desordm </li></ul><ul><li>Rejeição a qualquer tipo de  organização ou equilibri...
Deus Criou o Homem o homem criou Nero e Nero criou a Dança da Manivela Asa de Águia
O k9 ta cantando Atenção solteira Mulher que ta carente Atenção danada Olha a seqüência do pente Um pente é o pente É o pe...
A canção de um dadaísta com dada no coração cansava-o de motorista com dada no coração o ascensor levava um rei frágil den...
Surrealismo movimento artístico e literário surgido primariamente em Paris dos anos 20, inserido no contexto das vanguarda...
 
Surrealismo-Literatura <ul><li>Escrita automática </li></ul><ul><li>Anticonvencialismo </li></ul><ul><li>Imagens oníricas ...
Um elefante Caiu no teto Mário Quintana
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Vanguardas europeias simplificado

3.902 visualizações

Publicada em

Vanguadas Europeias, Modernismo

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.902
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.723
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
50
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Vanguardas europeias simplificado

  1. 1. Modernismo As Vanguardas Européias
  2. 2. Conceitos Moderno Modernidade Modernismo <ul><li>PONTO DE VISTA HISTÓRICO </li></ul><ul><li>RELACIONADO AO TEMPO PRESENTE </li></ul><ul><li>CONCEITO FILOSÓFICO </li></ul><ul><li>IDÉIA ILUMINISTA </li></ul><ul><li>PROJETO DE AUTONOMIA DO HOMEM </li></ul><ul><li>CONCEITO ESTÉTICO </li></ul><ul><li>ROMPIA COM AS TRADIÇÕES ACADÉMICAS, DEFENDENDO A LIBERDADE DE CRIAÇÃO </li></ul>
  3. 3. O Modernismo apresenta-se como: Uma nova linguagem estética aberta à renovação constante Paul Klee, Diana no Vento do Outono
  4. 4. Contexto Histórico <ul><li>AVANÇO CIENTÍFCO E TECNOLÓGICO </li></ul><ul><li>CRISE DO CAPITALISMO </li></ul><ul><li>PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL (1914) </li></ul><ul><li>REVOLUÇÃO RUSSA(1917) </li></ul><ul><li>QUEBRA DA BOLSA DE VALORES DE NOVA IORQUE (1929) </li></ul>
  5. 5. DESCRENÇA NOS SISTEMAS POLÍTICOS, SOCIAIS E FILOSÓFICOS NECESSIDADE DE INTERPRETAR A REALIDADE DE UM MODO INÉDITO CONSEQUENCIAS
  6. 6. MOVIMENTOS DE VANGUARDA NA EUROPA
  7. 7. <ul><li>Surgimento: 1906 - França </li></ul>Cubismo Linhas Gerais <ul><li>Decomposição do objeto </li></ul><ul><li>Rompimento com a perspectiva tradicional </li></ul><ul><li>Simultanidade </li></ul><ul><li>Geometrização da forma </li></ul><ul><li>Artistas: Picasso, Jorge Braque, Robert Delaunay. </li></ul>
  8. 8. Les demoiselles d'Avignon, Pablo Picasso
  9. 9. Guernica é um painel pintado por Pablo Picasso em 1937 por ocasião da Exposição Internacional de Paris . Foi exposto no pavilhão da República Espanhola. Medindo 350 por 782 cm, esta tela pintada a óleo representa o bombardeio sofrido pela cidade espanhola de Guernica em 26 de abril de 1937 por aviões alemães . Atualmente está no Centro Nacional de Arte Rainha Sofia , em Madrid .
  10. 10. Cubismo Literatura <ul><li>Descritivo </li></ul><ul><li>poema é uma sucessão de anotações sem relação possivel </li></ul><ul><li>técnica cinematográfica: multi-planos e simultanidade tempo-espaço </li></ul><ul><li>Uso de associações: rompe com a lógica aparente </li></ul><ul><li>Humor </li></ul>
  11. 11. Coqueiros Aos dois Aos três Aos grupos Altos Baixos Longo da Linha Oswald de Andrade
  12. 12. Sem roupa ela é demais Também por isso eu creio em Deus, meu bom meu Deus, meu bom me traz. Ainda bem que eu trouxe até o meu guarda sol Tenho toda tarde Tenho a vida inteira Já se foi aquele tempo da ladeira irmão Charlie Brown Jr.
  13. 13. Futurismo um movimento artístico e literário, que surgiu oficialmente em 20 de fevereiro de 1909 com a publicação do Manifesto Futurista, pelo poeta italiano Filippo Marinetti, no jornal francês Le Figaro.
  14. 14. Futurismo Culto à vida moderna Máquina <ul><li>desenvolvimentos tecnológicos do final do século XIX </li></ul><ul><li>Exaltação ao dinamismo dos automóveis, locomotivas e aeroplanos </li></ul>
  15. 15. Futurismo Culto à vida moderna Velocidade expressa o movimento atual, registrando a velocidade descrita pelas figuras em movimento
  16. 16. Futurismo Desprezo pelo passado Desprezo pelo academico
  17. 17. Futurismo Elogio a Guerra Viam caráter higiênico das guerras Destruição do passado e de contrução de uma nova ordem
  18. 18. Giacomo Balla: Corrente de cachorro em movimento
  19. 19. Giacomo Balla: Carro em movimento
  20. 20. Literatura Futurismo <ul><li>Destruição da síntaxe </li></ul><ul><li>Abole a pontuação </li></ul><ul><li>Uso de onomatopéias: a incorporação do som da máquina ao texto </li></ul>
  21. 21. Parapapapapapapapapa Paparapaparapapara clack bum Parapapapapapapapapa Morro do Dendê é ruim de invadir Nois, com os Alemão, vamo se diverti Porque no Dendê eu vo dizer como é que é Aqui não tem mole nem pra DRE Cidinho e Doca
  22. 22. À dolorosa luz das grandes lâmpadas eléctricas da fábrica Tenho febre e escrevo. Escrevo rangendo os dentes, fera para a beleza disto, Para a beleza disto totalmente desconhecida dos antigos Ó rodas, ó engrenagem, r-r-r-r-r-r eterno! Forte espasmo retido dos maquinismos em fúria! Em fúria fora e dentro de mim,... Ah, poder exprimir-me todo como um motor se exprime! Ser completo como uma máquina! Porder ir na vida triunfante como um automóvel último-modêlo! Ode triunfal Álvaro de Campos
  23. 23. Importância do Futurismo Impulsiona toda a arte de vanguarda européia e não européia Principal estimulo artistico dos jovens artistas paulistas
  24. 24. Dadaísmo iniciado em Zurique, em 1916 Embora a palavra dada em francês signifique cavalo de brinquedo, sua utilização marca o non-sense ou falta de sentido que pode ter a linguagem (como na língua de um bebê).
  25. 25. Caracteristicas gerais Rompimento com os valores artisticos Negação do passado, presente e futuro Valoriza o niilismo e o ilogismo apropriação de objetos cotidianos que se transformam em arte e o questionamento do que é ou não arte enfim
  26. 28. Dadaismo-Literatura <ul><li>Improvisação e desordm </li></ul><ul><li>Rejeição a qualquer tipo de organização ou equilibrio </li></ul><ul><li>Livre associação de palavras </li></ul><ul><li>Antiarte, antiliteratura </li></ul>
  27. 29. Deus Criou o Homem o homem criou Nero e Nero criou a Dança da Manivela Asa de Águia
  28. 30. O k9 ta cantando Atenção solteira Mulher que ta carente Atenção danada Olha a seqüência do pente Um pente é o pente É o pente (15x)
  29. 31. A canção de um dadaísta com dada no coração cansava-o de motorista com dada no coração o ascensor levava um rei frágil denso de redoma que o braço direito cortou e o mandou ao papa em Roma Canção Dadá Tristan Tzara
  30. 32. Surrealismo movimento artístico e literário surgido primariamente em Paris dos anos 20, inserido no contexto das vanguardas que viriam a definir o modernismo, reunindo artistas anteriormente ligados ao Dadaísmo e posteriormente expandido para outros países. Fortemente influenciado pelas teorias psicanalíticas de Sigmund Freud (1856-1939), o surrealismo enfatiza o papel do inconsciente na atividade criativa. Seus representantes mais conhecidos são Max Ernst, René Magritte e Salvador Dalí no campo das artes plásticas, André Breton na literatura e Luis Buñuel no cinema.
  31. 34. Surrealismo-Literatura <ul><li>Escrita automática </li></ul><ul><li>Anticonvencialismo </li></ul><ul><li>Imagens oníricas </li></ul><ul><li>Metáforas surreais: realidade e sonho se misturam </li></ul>
  32. 35. Um elefante Caiu no teto Mário Quintana

×