CIÊNCIAS SOCIAIS NOS ANOS          INICIAISEstudos realizados a partir deJean PiagetAntônio Carlos CastrogiovaniLívia de O...
A organização espacialé a expressão material do homem,    resultado do trabalho social.   Ela reflete as características  ...
O objetivo da Geografia        é o espaço geográfico,entendido como um produto histórico,como um conjunto de objetos e açõ...
Lidar com as representaçõesda vida dos alunos;Proporcionar situações de aprendizagemque valorizem as referências dos aluno...
Alfabetização espacial:Noções básicas de:•localização,•organização,•representação•compreensão• da estrutura do espaçoelabo...
Todo o trabalho educativo    deve conter o sentimento          da provocação      dos questionamentos:     “porquês”, “par...
Alfabetização espacial: (tudo e todos)   Compreende todas as estruturase formas de organização e interações:    a formação...
É urgente teorizar a vida,para que o aluno possa compreendê-lae representá-la melhor e viver em busca de seus interesses;A...
Através do estudo do lugarconstruo minha identidade.       (lugarizar-se).
A construção da identidade       é a tomada de consciência         de que eu sou diferente     e por ser diferente é que e...
O tempo físico e as datas comemorativasdevem ser contextualizados,      problematizados,        textualizados   e então co...
“Alfabetização temporal”           como valorização         do tempo vivenciado.    Construção das noções temporais,      ...
Cada lugar é sempre uma fração do espaço totalidade      e dos diferentes tempos,associada a imagem da significação,      ...
A construção da noção de espaço;Está associada à liberação progressiva    e gradual do egocentrismo.    A escolarização po...
“A construção do espaço             é coerente   com o desenvolvimento mental     da criança como um todo”.      O desenvo...
De zero aos dois anos:     espaço da ação:      - Deslocamentos   (rastejar, engatinhar,     andar, procurar);  - Sentidos...
Relações espaciais:         topológicas:    São limitadas às prioridades  inerentes a um objeto particular, sem que interv...
“   Essas relações permitem             que a criançadiferencie figuras abertas e fechadas,          mas não permitem     ...
RELAÇÕES ESPACIAIS     Projetivas:    Ocorre a descentração(quando o ponto de referência   é transferido da criança   para...
As relações que permitem a coordenação           dos objetos entre sinum dado ponto de vista são as projetivas.        Por...
Uma criança nesta fase         não consegue reproduzir     em desenhos vários brinquedos   existentes no interior de uma c...
Quando possuir a coordenação     dos pontos de vista passará       a enxergar nos objetos,os elementos não acessíveis à vi...
Fases das relações projetivas:1 – De 5 à 8 anos:a criança consegue, usando as relações projetivas, dar a posição de objeto...
2 – Dos 8 aos 11 anos:a partir do ponto de vista do outro colocado à sua frente;3 – 12 anos em diante;colocando-se no luga...
Euclidianos:         São representadas pelas relações     que têm como base a noção de distância            e permitem sit...
É somente em nível     das operações concretas      que surgem as primeiras    conservações verdadeiras,   como superfície...
A localização absoluta em Geografia           é dada pela utilizaçãode um sistema de coordenadas geométricas,        inici...
Evolução da formade apreensão do espaço      pela criança:        - espaço vivido     é o estágio do “aqui”.Vivencia a par...
Espaço percebido:começa a surgir o “distanciamento”           da criança  em relação ao espaço vivido.         Vive o “ali...
Espaço concebido:(pelos 12 anos de idade).É o espaço mais abstrato.É o conhecimento espacial construído pela reflexão.
Piaget:  “O aluno mostra-se apto a compreender as relações métricas (espaço euclidiano),coordenar pontos de vista (espaço ...
“Numa sala de aula   onde se promova a discussão de idéias,     O respeito ao ponto de vista alheio,no qual a cooperação s...
A Construção do Espaço segundo Piaget           (Lívia de Oliveira) A abordagem psicológica piagetiana apresenta o desenvo...
O desenvolvimento mental    é uma construção que se processa    através de sucessivas adaptações         entre o indivíduo...
Assimilação:   é a ação dos indivíduos sobre os objetos                 do seu meio,     no sentido de procurar incorporá-...
DESENVOLVIMENTO MENTAL         SEGUNDO PIAGET        4.Período sensório-motor:(do nascimento até a aparição da linguagem) ...
2. Período pré-operatório:  Inicia com o aparecimento      da função simbólica,que permite o uso das palavrasde maneira si...
Etapas do período pré-operatório:    c)Pensamento representativo:      mais ou menos até 4 anos,         caracterizada pel...
3. PERÍODO OPERATÓRIO       (DE 6 AOS 12 ANOS) Inicia com o aparecimento de noçãode invariância (manter-se constante),    ...
Etapas do período operatório:c)Das operações concretas:quando a criança operasobre os objetos ou sobreas ações exercidas s...
A inteligência operatório-concreta permite          à criança acompanhar as transformações sucessivas do objeto,         d...
Reversibilidade diz respeitoao desenvolvimento cognitivo da criança           de forma geral:  se ela vê a transformação d...
Reversibilidade:   Alguém que sabe se deslocar  de um lugar a outro sabe voltar       ao ponto inicial, certo?      No cas...
Os meridianos:          são linhas semicircularestraçadas a partir do Meridiano de Greenwich           que unem os dois pó...
Os paralelos:     são as linhas circulares traçadas           a partir do Equador,     que também é o paralelo inicial.A d...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Trabalhando Ciências Humanas nos Anos Iniciais III

1.588 visualizações

Publicada em

Trabalho desenvolvido pela professora Noeli Schonorrenberger no Encontro de Formação Continuada "Alfabetização e Letramento para Educadores do Campo"

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.588
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
83
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
28
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Trabalhando Ciências Humanas nos Anos Iniciais III

  1. 1. CIÊNCIAS SOCIAIS NOS ANOS INICIAISEstudos realizados a partir deJean PiagetAntônio Carlos CastrogiovaniLívia de Oliveira Noeli Schnorrenberger
  2. 2. A organização espacialé a expressão material do homem, resultado do trabalho social. Ela reflete as características do grupo que a construiu.A leitura da organização do espaço deve ser iniciada pelos espaços conhecidos dos alunos.
  3. 3. O objetivo da Geografia é o espaço geográfico,entendido como um produto histórico,como um conjunto de objetos e ações que revela as práticas sociais dos diferentes grupos que vivem num determinado lugar, interagem, sonham, produzem, lutam e o (re)constroem.
  4. 4. Lidar com as representaçõesda vida dos alunos;Proporcionar situações de aprendizagemque valorizem as referências dos alunosquanto ao espaço vivido;Conceitos; localização, orientação,representação, paisagem, lugar e território
  5. 5. Alfabetização espacial:Noções básicas de:•localização,•organização,•representação•compreensão• da estrutura do espaçoelaborados dinamicamentepelas sociedades;
  6. 6. Todo o trabalho educativo deve conter o sentimento da provocação dos questionamentos: “porquês”, “para quês”,“para quem”, “quando”, “como”...
  7. 7. Alfabetização espacial: (tudo e todos) Compreende todas as estruturase formas de organização e interações: a formação dos grupos sociais, a diversidade social e cultural, a apropriação da natureza por parte dos homens;
  8. 8. É urgente teorizar a vida,para que o aluno possa compreendê-lae representá-la melhor e viver em busca de seus interesses;As sociedades estãoem processo constantede transformação/ (re)construção.O espaço e o tempo adquiremnovas leituras e dimensões;
  9. 9. Através do estudo do lugarconstruo minha identidade. (lugarizar-se).
  10. 10. A construção da identidade é a tomada de consciência de que eu sou diferente e por ser diferente é que existo e possuo valor social; São as diferençasque possibilitam os diálogos e as trocas, portanto o constante crescimento social do sujeito;
  11. 11. O tempo físico e as datas comemorativasdevem ser contextualizados, problematizados, textualizados e então comemorados;
  12. 12. “Alfabetização temporal” como valorização do tempo vivenciado. Construção das noções temporais, a quantificação do tempo,a representação das categorias passado, presente e futuro e a caracterização das épocas;
  13. 13. Cada lugar é sempre uma fração do espaço totalidade e dos diferentes tempos,associada a imagem da significação, do sentimento, da representação para o aluno. É formado por uma identidade;
  14. 14. A construção da noção de espaço;Está associada à liberação progressiva e gradual do egocentrismo. A escolarização pode facilitar a descentração apoiada na coordenação de ações construtivas para superar o egocentrismo;
  15. 15. “A construção do espaço é coerente com o desenvolvimento mental da criança como um todo”. O desenvolvimento mental é uma construção que se processa através de sucessivas adaptações entre o indivíduo e o meio,e que evolui por etapas sequenciais”.
  16. 16. De zero aos dois anos: espaço da ação: - Deslocamentos (rastejar, engatinhar, andar, procurar); - Sentidos (dentro, fora,acima, embaixo, ao lado de, contém, está contido);
  17. 17. Relações espaciais: topológicas: São limitadas às prioridades inerentes a um objeto particular, sem que intervenha a necessidade de situar este objeto em relação ao outro.Podem ser de vizinhança, separação, ordem ou sucessão, envolvimento ou fechamento e continuidade;
  18. 18. “ Essas relações permitem que a criançadiferencie figuras abertas e fechadas, mas não permitem que ela faça distinção entre um círculo e um quadrado.
  19. 19. RELAÇÕES ESPACIAIS Projetivas: Ocorre a descentração(quando o ponto de referência é transferido da criança para outras referências. Acrescenta a necessidade de situar os objetos um em relação aos outros. Noções: direita, esquerda, frente, atrás, em cima e embaixo, ao lado de...
  20. 20. As relações que permitem a coordenação dos objetos entre sinum dado ponto de vista são as projetivas. Porém, inicialmente estas não conservam as distâncias e as dimensões como um sistema de coordenadas, pois consideram seu ponto de vista como único.
  21. 21. Uma criança nesta fase não consegue reproduzir em desenhos vários brinquedos existentes no interior de uma caixa,pois ela, do seu ponto de vista só enxerga a tampa aberta e a frente da mesma (comprimento e altura), estando perpendicular ao objeto.
  22. 22. Quando possuir a coordenação dos pontos de vista passará a enxergar nos objetos,os elementos não acessíveis à visão, mas que permitem à criança concluir que se trata do mesmo objeto em diferentes posições.
  23. 23. Fases das relações projetivas:1 – De 5 à 8 anos:a criança consegue, usando as relações projetivas, dar a posição de objetosa partir do seu ponto de vista. O ponto de partidaé o corpo da própria criança,a sua hemisferização;
  24. 24. 2 – Dos 8 aos 11 anos:a partir do ponto de vista do outro colocado à sua frente;3 – 12 anos em diante;colocando-se no lugar dos pontos distintos,quando solicitado a situá-los entre eles;
  25. 25. Euclidianos: São representadas pelas relações que têm como base a noção de distância e permitem situar os objetos uns em relação aos outros, considerando um sistema fixo de referências. As primeiras evidências das relações euclidianas ocorrem nas primeiras conquistas da atividade perceptiva, como as primeirasconstatações de grandeza e de forma pela criança e já são organizadas em nível de inteligência sensório-motora(permanência do objeto ausente), mas permanecem intuitivas;
  26. 26. É somente em nível das operações concretas que surgem as primeiras conservações verdadeiras, como superfície, comprimentodistância, necessárias ao progresso subseqüente do espaçopropriamente métrico e quantificado;
  27. 27. A localização absoluta em Geografia é dada pela utilizaçãode um sistema de coordenadas geométricas, iniciando com a construção de medidas espontâneas, pela representação dos eixos de coordenadas no próprio corpo, conservação de distância e de comprimento;
  28. 28. Evolução da formade apreensão do espaço pela criança: - espaço vivido é o estágio do “aqui”.Vivencia a partir do movimento, da locomoção;
  29. 29. Espaço percebido:começa a surgir o “distanciamento” da criança em relação ao espaço vivido. Vive o “ali” e “lá” começa a analisar o espaço através da observação. Introduz a criançano mundo da leitura das paisagens.
  30. 30. Espaço concebido:(pelos 12 anos de idade).É o espaço mais abstrato.É o conhecimento espacial construído pela reflexão.
  31. 31. Piaget: “O aluno mostra-se apto a compreender as relações métricas (espaço euclidiano),coordenar pontos de vista (espaço projetivo) e a trabalhar com signos abstratos, somente quando atinge o estágio do pensamento formal”.
  32. 32. “Numa sala de aula onde se promova a discussão de idéias, O respeito ao ponto de vista alheio,no qual a cooperação seja incentivada poderá Dar a oportunidade à criança de organizar o que aprendeu”
  33. 33. A Construção do Espaço segundo Piaget (Lívia de Oliveira) A abordagem psicológica piagetiana apresenta o desenvolvimento mental da noção de espaço Como uma construção, na qual há uma interação entre percepção e a representação espacial.
  34. 34. O desenvolvimento mental é uma construção que se processa através de sucessivas adaptações entre o indivíduo e o meio e que evolui para etapas sequenciais. A adaptação mental deve ser encaradacomo equilíbrio entre as ações do indivíduo sobre o meio: assimilação e acomodação.
  35. 35. Assimilação: é a ação dos indivíduos sobre os objetos do seu meio, no sentido de procurar incorporá-los aos esquemas de sua conduta; Na acomodação é o meio que age sobre o indivíduo, o sujeito se acomoda ao objeto,modificando os seus esquemas de assimilação, enfrentando o meio exterior.
  36. 36. DESENVOLVIMENTO MENTAL SEGUNDO PIAGET 4.Período sensório-motor:(do nascimento até a aparição da linguagem) A inteligência sensório-motora é a ação prática do sujeito sobre a própria realidade.
  37. 37. 2. Período pré-operatório: Inicia com o aparecimento da função simbólica,que permite o uso das palavrasde maneira simbólica e termina quando a criança é capazde organizar o seu pensamentomediante operações concretas.
  38. 38. Etapas do período pré-operatório: c)Pensamento representativo: mais ou menos até 4 anos, caracterizada pelas funções simbólicas e representativas; b) Pensamento Intuitivo:percepções imediatas, prende a atenção. Elabora noções de Classe, série, relações... Prepara para operar com números.;
  39. 39. 3. PERÍODO OPERATÓRIO (DE 6 AOS 12 ANOS) Inicia com o aparecimento de noçãode invariância (manter-se constante), sucessivamenteaparecem as noções de conservação de substância, de peso e de volume.
  40. 40. Etapas do período operatório:c)Das operações concretas:quando a criança operasobre os objetos ou sobreas ações exercidas sobre os objetos;b) Das operações lógicas:quando o indivíduo operasobre as operações, prescindindoda presença concreta do objeto.
  41. 41. A inteligência operatório-concreta permite à criança acompanhar as transformações sucessivas do objeto, descentrando sua atenção e estabelecendo caminhosde ida e de volta para poder apreendê-lo como um todo, atingindo um equilíbrio mais estável entre a acomodação e a assimilação.
  42. 42. Reversibilidade diz respeitoao desenvolvimento cognitivo da criança de forma geral: se ela vê a transformação de algo, saberá revertê-lo ao seu estado original.
  43. 43. Reversibilidade: Alguém que sabe se deslocar de um lugar a outro sabe voltar ao ponto inicial, certo? No caso dos pequenos, não de imediato. Esse conceito, chamado reversibilidade, é algo adquirido à medida queeles possam encontrar referências espaciais que os orientem.
  44. 44. Os meridianos: são linhas semicircularestraçadas a partir do Meridiano de Greenwich que unem os dois pólos. A distância entre qualquer ponto da terra e o Meridiano de Greenwich é chamada de longitude e a unidade é dada em graus. Quanto mais distante de Greenwich maior a longitude (a máxima longitude é de 180 graus, nas direções leste e oeste).
  45. 45. Os paralelos: são as linhas circulares traçadas a partir do Equador, que também é o paralelo inicial.A distância entre qualquer ponto da Terra e do Equador é chamada de latitude e a unidade é dada em graus... Quanto mais distante do Equador, maior a latitude em direção aos pólos (máxima latitude 90 graus, Pólo Norte ou Pólo Sul);

×