Projeto -Fundamentos da Educação Infantil

4.811 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Turismo, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.811
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Projeto -Fundamentos da Educação Infantil

  1. 1. Educação para Cidadania<br />Projeto Interdisciplinar em Educação Infantil<br />Componentes:<br />ANDRÉA DUARTE LINS <br />CLAUDIA COBALEA TAUHATA <br />KARINA CANÇADO VALÉRIO <br />MARIA FERNANDA TEIXEIRA HERIG <br />Tema Gerador: Violência e Escola<br />Pesquisa de campo: <br />Observação direta e entrevista com um profissional da Educação Infantil<br />
  2. 2. A nova Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB), a Lei 9.394, oferece os importantes princípios da afetividade e amor no âmbito escolar, o respeito à liberdade e o apreço à tolerância, que são inspirados nos princípios de liberdade e nos ideais de solidariedade humana. Ambos têm por fim o pleno desenvolvimento do educando, seu preparo para o exercício da cidadania ativa e sua qualificação para as novas ocupações no mundo do trabalho.<br />Educação para Cidadania<br />
  3. 3. A Pesquisa<br />A metodologia utilizada foi a observação de campo simples, com apoio da técnica de coleta de dados. <br />A forma de registro deu-se pelas anotações feitas em campo, pela entrevista informal com um docente da Educação Infantil e questionário respondido. <br />Segmento: Turma de Jardim II / 5 anos de idade.<br />2. Contexto sociocultural: Classe Média Alta.<br />3. Dimensão Social e Ambiental: Disciplinas de História e Ciências.<br />
  4. 4. O Projeto Desenvolvido <br />4. Projeto: “2011, O ano internacional das Florestas”<br />5. Justificativa : <br />A Organização Nacional das Nações Unidas (ONU), declarou 2011 o Ano Internacional das Florestas na busca de conscientizar as pessoas que a sua preservação é fundamental para a vida no planeta. <br />A extinção de grande parte da nossa fauna e flora, o esgotamento de recursos naturais e a degradação do meio ambiente, resultado da ação direta e indireta do homem são alguns dos principais problemas encontrados pela humanidade, hoje. Estas e outras questões são o ponto de partida para a exploração do tema.<br />6. Objetivos: <br />
  5. 5. A Proposta<br />6. Proposta:<br /> Optou-se por trabalhar com as culturas indígenas e as culturas africanas entendendo que a relação estabelecida por estes grupos étnicos com as florestas é de grande aprendizado às crianças. O foco tem os seguintes eixos temáticos: modo de vida, alimentação, vestimentas e medicina.<br />7. Objetivos:<br />Ampliar os conhecimentos sobre as culturas indígenas e africanas.<br />Promover o respeito por todas as culturas e etnias.<br />Conscientizar sobre a importância da preservação das florestas e do meio ambiente.<br />Favorecer a pesquisa e a produção artística em relação ao tema.<br />
  6. 6. Arte e Educação para Cidadania<br /> “Cabe a escola favorecer acesso ao conhecimento sobre arte e abrir a possibilidade para o aluno construir um percurso de criação pessoal nas diferentes linguagens, trabalhando-as de forma isolada ou articulada em projetos de trabalho... A proposta é de que se trabalhe com artes visuais, dança, jogos, música e teatro.” (PCN’s / Arte na Educação, 2001).<br />
  7. 7. Atividades Realizadas<br />Sensibilização: Apresentação de fotos selecionadas sobre os Índios e os Quilombolas. Vídeo sobre a pintura dos Índios.<br />Em Roda: Reflexão coletiva sobre o tema (ex: o que já sabiam e o que descobriram).<br />Contação de Histórias: A Lenda da Mandioca. Reconto da lenda. <br />Representação: Releitura livre da Pintura da Lenda.<br />Vivências: Degustação de diferentes chás de ervas medicinais e um bolo de mandioca. Fabricação e utilização da tinta de Urucum.<br />
  8. 8. A Lenda da Mandioca<br />
  9. 9. Considerações do grupo<br /> Na educação infantil o trabalho a ser desenvolvido não é a violência em si, com todos seus aspectos, características e fatos. Nesta fase trabalhamos com a construção da não violência e do respeito a diversidade. Os valores são trazidos de casa de acordo com a educação e a cultura de cada família. Os valores relacionados a não violência que são focados na escola visam bons hábitos de convivência e de socialização, o aprendizado de saber dividir, escutar e respeitar os direitos e vontades do próximo. De acordo com estes pensamentos está o Projeto realizado pela professora Maria de um Colégio situado na Zona Sul do Rio de Janeiro. Segue partes da entrevista: <br /> <br />Como é possível passar valores de não violência para crianças tão pequenas?<br /> “Conhecendo cada aluno. Mostrando-os o que é o certo e o errado. Nós professores temos a obrigação de saber transmitir osvalores de cidadania e ensiná-los anão usar a violência. Por exemplo numa roda de conversa pedir que eles expliquem o que entendem sobre a violência, a não violência e a cidadania. Diante das respostas das crianças podemos estimulá-las a construir novos significados para a melhor compreensão do mundo e aprendizagens de atitudes positivas.”<br /> <br /> <br />
  10. 10. Que tipo de atividade são propostas para o aprendizado da não violência e a cidadania?<br />No projeto realizado eles descobriram a forma de vida de outros povos e suas culturas. Os índios se pintam como ritual, usam flechas mas apenas para caçar e buscar alimentos para o sustento da tribo.<br /> A professora ressalta a importância da roda de conversa e do trabalho a partir de livros como “ Boas maneiras em pequenos passos”, “Compartilhar”, “Obediência”, “Consideração” e “E eu com isso- Aprendendo sobre o respeito”. “Após a leitura de desses livros podemos fazer teatro de fantoches, mostrando de forma lúdica algumas boas maneiras e o incentivando o uso das “palavrinhas mágicas” para melhor inserção na sociedade. Mostramos assim que em todo lugar a gentileza gera gentileza e que a violência gera violência e destruição e sofrimento.”<br />Como isso se encaixa nas atividades dentro de sala de aula? <br /> “Nas atividades deste projeto mostramos o respeito as diferentes culturas e ao meio ambiente. Trabalhamos com diversas linguagens, como fotos, vídeos, pinturas, música e dramatizações. Os conceitos foram compreendidos de forma contextualizada, as aprendizagens tiveram significado e foram construídas com divertimento.”<br />
  11. 11. Regras de convivência ditas pelos alunos <br />Não brigar;<br />Não brincar de luta;<br />Não morder o amigo;<br />Não correr pela sala;<br />Não empurrar e nem bater no amigo;<br />Não falar palavrão;<br />Ajudar o amigo;<br />Saber dividir. <br />
  12. 12. "A democracia surgiu quando, devido ao fato de que todos são iguais em certo sentido, acreditou-se que todos fossem absolutamente iguais entre si.” Aristóteles<br />"É preciso plantar a semente da educação para colher os frutos da cidadania". Paulo Freire<br />“A violência não se expressa apenas nas relações entre classes sociais, ela se expressa também nas relações interpessoais, nas relações cotidianas nas quais grupos de pessoas também são submetidos à vontade de outros. Aparecem nas relações de gênero, nas relações entre raças, nas relações entre homens e mulheres, nas relações entre adultos e crianças e no interior das famílias.” Sociológa Márcia Regina Cabral.<br />“De acordo com Faleiros (1995) “ a cidadania de crianças foi incorporada muito recentemente às prioridades da agenda de políticas públicas. A construção coletiva e a promulgação do Estatuto da Criança e do/a Adolescente (ECA), o trabalho de mobilização e a pressão exercida pelos movimentos sociais e demais instituições da Sociedade Civil vieram coroar uma nova concepção de direitos. “Fonte: http://www.webartigos.com/articles/10791/1/Educacao-e-Cidadania/pagina1.html<br />http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/156_07PGM5.pdf<br />

×