PROJETO INTERDISCIPLINAR – 2011.2 (ESTUDO DAS CIÊNCIAS SOCIAIS)  A tecnologia em foco: pensando intervenções pedagógicas c...
COMPONENTES: <ul><li>Edviges Paixao </li></ul><ul><li>Eliza Lombardi Carneiro </li></ul><ul><li>Karina Cançado Valério </l...
INTRODUÇÃO <ul><li>Desde a antiguidade as informações foram sendo passadas até os dias de hoje de várias maneiras diferent...
<ul><li>A globalização é anunciada em tempos de modernidade como processo de universalização de povos, em todos âmbitos, c...
<ul><li>A escola, enquanto espaço educacional tem um papel fundamental em fazer entender o atual cenário mundial, em parti...
<ul><li>Qual o papel das ciências sociais em um cenário de progressiva massificação do uso de tecnologias no cotidiano das...
<ul><li>A educação tem um papel crucial na chamada &quot;sociedade tecnológica&quot;. De fato, é unicamente por meio da ed...
<ul><li>Para a elaboração do projeto foram observados momentos distintos do cotidiano de duas escolas: O Colégio Recanto, ...
ELABORAÇÃO DE UM RELATO, A PARTIR DE UMA EXPERIÊNCIA DE OBSERVAÇÃO EM AULA DE UMA SEMANA, EM QUE SEJAM OBSERVADOS OS SEGUI...
<ul><li>B) Qual significado, em termos gerais, estas tecnologias parecem ter para os alunos? </li></ul><ul><li>A princípio...
<ul><li>C) Qual a perspectiva do observador a respeito do uso e inserção destas tecnologias, em termos de benefícios e pot...
<ul><li>D) Tendo em vista suas observações, bem como uma perspectiva crítica acerca do assunto, que tipo de intervenção ca...
ENTREVISTA:  PROFESSOR DE INFORMÁTICA EVANDRO DO COLÉGIO SÃO FABIANO <ul><li>Qual a importância para as crianças diante do...
<ul><li>Qual o papel do professor diante dessas aulas? </li></ul><ul><li>O papel do professor vai muito além do apenas ens...
<ul><li>Qual o objetivo e para que serve essas aulas? </li></ul><ul><li>Além de treinar as habilidades motoras, aulas com ...
<ul><li>Como trabalhar em escolas que os alunos não possuem esse acervo tecnológico? Eles têm um ensino-aprendizado de car...
<ul><li>Quais atividades podemos trabalhar em sala de aula para os alunos carentes de tecnologia? </li></ul><ul><li>Podemo...
FOTOS DA AULA DO PROFESSOR DE INFORMÁTICA EVANDRO  DO COLÉGIO SÃO FABIANO
CONCLUSÃO: <ul><li>O papel da escola na sociedade da informação é o de proporcionar a aprendizagem também através da tecno...
REFERÊNCIA BIBIOGRÁFICA: <ul><li>http://educador.brasilescola.com/trabalho-docente/midia-impressa-midia-sonora-midia-audio...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Projeto Interdisciplinar- Ensino das Ciências Sociais

2.060 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Projeto Interdisciplinar- Ensino das Ciências Sociais

  1. 1. PROJETO INTERDISCIPLINAR – 2011.2 (ESTUDO DAS CIÊNCIAS SOCIAIS) A tecnologia em foco: pensando intervenções pedagógicas críticas Papel da Escola na Sociedade da Informação
  2. 2. COMPONENTES: <ul><li>Edviges Paixao </li></ul><ul><li>Eliza Lombardi Carneiro </li></ul><ul><li>Karina Cançado Valério </li></ul><ul><li>Pasqualina Toscano </li></ul><ul><li>Valewska Barreto </li></ul>
  3. 3. INTRODUÇÃO <ul><li>Desde a antiguidade as informações foram sendo passadas até os dias de hoje de várias maneiras diferentes, cada época com suas características e instrumentos possíveis e utilizados em suas cronologias. </li></ul><ul><li>Na antiguidade as formas pelas quais o povo se correspondia e comunicava era através de pedras, tábuas, papiros, imagens e símbolos, não existiam a escrita. Na Idade Média ocorre a diminuição da cultura escrita e predomínio da cultura oral, uma vez que a leitura e a escrita eram extremamente controladas e elitizadas. </li></ul><ul><li>Com a Revolução Industrial novas técnicas e sistemas foram se aperfeiçoando e a população teve que se adequar as transformações ocorridas no mundo, logo as escolas e centros de ensino começaram a ter uma maior importância na vida das pessoas. </li></ul><ul><li>As escolas eram de extrema importância para que a população passasse de analfabeta e desatualizada para o acompanhamento do mundo e das sociedades de informação. </li></ul><ul><li>A sociedade de informação está sempre em movimento, onde tudo acontece muito rápido. As pessoas têm que ter suas percepções muito aguçadas para que possam acompanhar todas as mudanças ocorridas, para que mais facilmente possam se adaptar. E as escolas ajudaram muito nesse processo, principalmente nos primeiros anos escolares, onde as crianças estão dispostas e aprendem com maior facilidade . </li></ul>http://eukomunico.wordpress.com/category/comunicacao/ http://www.google.com.br/imgres?q=novas+tecnologias+da+comunica%C3%A7%C3%A3o&hl=pt-BR&gbv=2&tbm=isch&tbnid=BtxxNx--gM7pmM:&imgrefurl=http://ticppesquisa.blogspot.com/2010/11/novas-tecnologias-de-informacao-e.html&docid=4S94F_58xXSjMM&w=400&h=327&ei=aqpoTsPDNNKdgQfdktTKDA&zoom=1&biw=1024&bih=414&iact=rc&dur=609&page=2&tbnh=110&tbnw=134&start=10&ndsp=12&ved=1t:429,r:2,s:10&tx=52&ty=39
  4. 4. <ul><li>A globalização é anunciada em tempos de modernidade como processo de universalização de povos, em todos âmbitos, culturais, econômicos, sociais, dentre outros, tendo caráter inclusivo, quer em tempo e espaço. A presente realidade gera uma resignificação de valores culturais e sociais, em que se apresenta com um formato contraditório ao seu conceito de possibilitar uma integração inerente aos tempos de hoje. </li></ul>http://www.google.com.br/imgres?q=globaliza%C3%A7%C3%A3o+da+informa%C3%A7%C3%A3o&hl=pt-BR&gbv=2&tbm=isch&tbnid=F0G_qMFgC4hjAM:&imgrefurl=http://economia-az.blogspot.com/2011/02/globalizacao-da-informacao.html&docid=lpMNUvbkWhA2NM&w=425&h=319&ei=hatoTt-xAsLIgQfrvu23DA&zoom=1&iact=rc&dur=797&page=7&tbnh=103&tbnw=137&start=67&ndsp=12&ved=1t:429,r:8,s:67&tx=56&ty=45&biw=1024&bih=414
  5. 5. <ul><li>A escola, enquanto espaço educacional tem um papel fundamental em fazer entender o atual cenário mundial, em particular, a globalização. Sua contribuição surge com uma reflexão-crítica sobre tal problemática, fomentando uma discussão sobre a formação de cidadãos protagonistas de uma realidade difícil a ser encarada, ou seja, a universalização que não acontece de forma que possa incluir nações em questões de igualdades, em que as diversidades existentes devam existir, porém respeitadas. A escola deixa de ser um subsistema tendo um outro caráter, formação para todos (as), culminando, na inclusão de jovens e adultos sem escolaridade; profissionais que precisam de formação continuada para sua atuação na sociedade do trabalho; participação em sociedades culturais diversificadas, em que laços devem ser estreitados, dentre outros pontos que, logo, caracteriza a educação com um caráter de formação continuada. </li></ul>
  6. 6. <ul><li>Qual o papel das ciências sociais em um cenário de progressiva massificação do uso de tecnologias no cotidiano das pessoas? </li></ul><ul><li>O estudo sociais contribui na construção da noção de vida da sociedade, a partir de experiências e vivências concretas dos alunos, compreendendo a vida social como um todo e não como um conjunto de fatos isolados. Os objetivos educacionais devem contribuir para o desenvolvimento da criança, deve-se atuar no processo ensino-aprendizagem na perspectiva da construção do conhecimento, refletindo sobre a realidade vivida pelo aluno, respeitando e considerando a sua trajetória de vida e assim colaborando para que o aluno entenda seu papel na sociedade: de ser cidadão critico e participativo. </li></ul>
  7. 7. <ul><li>A educação tem um papel crucial na chamada &quot;sociedade tecnológica&quot;. De fato, é unicamente por meio da educação que teremos condições, enquanto indivíduos, de compreender e de se situar na sociedade contemporânea, enquanto cidadãos partícipes e responsáveis. E as novas tecnologias devem ser compreendidas como elementos mediadores para a construção de uma nova representação da sociedade. As discussões em torno das novas tecnologias e de sua influência na sociedade, em todos os setores e dimensões, se apóiam sobre uma certa exaltação deste tema, atribuindo-lhe praticamente o estatuto de novo paradigma fundamental, futuro regulador das interações sociais, culturais, éticas e profissionais numa nova sociedade que urge em tomar forma. Na formação do processo escolar, no sentido amplo do termo, a introdução de novas tecnologias se manifesta segundo duas vertentes distintas, que indicam e delimitam o que nós consideramos como sendo a principal discussão em torno da inter-relação entre formação, cidadania e sociedade tecnológica: o futuro do trabalho e a identificação do perfil do trabalhador em função da reestruturação do sistema produtivo. Acredita-se que a automação dos processos de produção e a introdução de uma nova cultura tecnológica exigirá dos indivíduos uma formação qualitativamente mais ampla. Tal formação ampla tornaria-os aptos para o desempenho de atividades integradas, o que os libertaria da rotina e da parcelização. Tendo em vista os constantes avanços tecnológicos e sua incorporação imediata nas empresas em função da busca pela qualidade total, condição para se manter no mercado, esta formação ampla procuraria capacitar cada trabalhador uma necessidade virtual e vital por auto-formação continuada, condição para se manter no emprego. </li></ul><ul><li>Por: Raquel de Almeida Moraes- Doutora em Filosofia e História da Educação pela Unicamp.Professora do Departamento de Planejamento e Administração da Faculdade de Educação da Universidade de Brasília. Vice-coordenadora do Grupo de Estudos e Pesquisas da Plataforma Lattes do CNPq em Aprendizagem, Tecnologias e Educação a Distância. </li></ul>
  8. 8. <ul><li>Para a elaboração do projeto foram observados momentos distintos do cotidiano de duas escolas: O Colégio Recanto, situado no Recreio dos Bandeirantes e o Colégio São Fabiano, localizado na Leopoldina. Ambas as escolas são particulares, embora haja grande diferença sócio-econômica entre elas. </li></ul><ul><li>No Colégio Recanto a observação se deu na prática docente quanto à forma e aos recursos utilizados no processo ensino aprendizagem; </li></ul><ul><li>No Colégio São Fabiano a observação se deu no processo de elaboração das propostas tecnológicas e suas diferentes contribuições no processo ensino-aprendizagem, através de uma entrevista concedida pelo professor responsável pelo uso das tecnologias no ambiente escolar. </li></ul>
  9. 9. ELABORAÇÃO DE UM RELATO, A PARTIR DE UMA EXPERIÊNCIA DE OBSERVAÇÃO EM AULA DE UMA SEMANA, EM QUE SEJAM OBSERVADOS OS SEGUINTES ITENS: <ul><li>A) Que tipo de acervo tecnológico os alunos manipularam durante este período? </li></ul><ul><li>Os alunos do segundo ano do ensino fundamental tiveram acesso aos computadores na aula de informática. Com auxílio do professora de informática conheceram novas ferramentas do word, como por exemplo: completar o alfabeto, trabalhar letras iniciais de palavras; completar palavras, colorir vogais e consoantes, escrever as letras em caixa alta, saber a hora do relógio, etc. No segundo momento os alunos foram para a sala de ciências e assistiram um vídeo sobre as bactérias, aprenderam a importância de se lavar as mãos, escovar os dentes para não criar bactérias e auxiliando na limpeza do dia a dia. </li></ul>http://www.google.com.br/imgres?q=aulas+de+informatica&hl=pt-BR&gbv=2&tbm=isch&tbnid=NNvEMH7MKHanUM:&imgrefurl=http://www.escolapremier.com.br/atividades.aspx&docid=FRJ-pTrwO-VroM&w=600&h=400&ei=N6xoTqaLNITVgAeBic3IDA&zoom=1&biw=1024&bih=414&iact=rc&dur=1109&page=2&tbnh=110&tbnw=161&start=10&ndsp=10&ved=1t:429,r:6,s:10&tx=108&ty=60 http://www.google.com.br/imgres?q=aula+de+bacterias&hl=pt-BR&gbv=2&tbm=isch&tbnid=HwZnYeXB8rtuHM:&imgrefurl=http://labbioiee.blogspot.com/2010/06/aula-pratica-de-microbiologia.html&docid=4oeZZ_KvyoBCzM&w=1600&h=1200&ei=Oa1oTrKKC4bGgAe2vNjgDA&zoom=1&biw=1024&bih=414&iact=rc&dur=875&page=7&tbnh=111&tbnw=148&start=61&ndsp=11&ved=1t:429,r:7,s:61&tx=50&ty=41
  10. 10. <ul><li>B) Qual significado, em termos gerais, estas tecnologias parecem ter para os alunos? </li></ul><ul><li>A princípio as crianças percebem a tecnologia como meio de diversão, entretenimento, é um momento de mudança da aula totalmente expositiva para um momento, a princípio, de descontração. Ao perceber que os recursos seriam usados com a finalidade de produzir livros, houve grande expectativa de como a tecnologia serviria para isso. </li></ul>
  11. 11. <ul><li>C) Qual a perspectiva do observador a respeito do uso e inserção destas tecnologias, em termos de benefícios e potenciais riscos, à formação do caráter e à saúde do aluno? </li></ul><ul><li>Durante a semana, já dominado alguns recursos do Word, foi lançada a proposta de individualmente, os alunos construírem um livrinho de histórias com base no vídeo assistido. Após o debate de ideias, cada aluno rascunhou no caderno suas ideias e depois digitou sua história. No dia seguinte, foram-lhes entregues as folhas impressas para ilustração e circulação das histórias na sala, entre os colegas. Foi observado um grande interesse nos alunos ao rascunhar a produção de texto, sabendo que iriam digitar para ser impressas e virar um livro. Além do benefício ortográfico, da aplicação dos recursos do Word no texto, foi claro o desenvolvimento da criatividade, da coerência textual e do gosto pela leitura e escrita. Não foram observados possíveis riscos ao caráter ou à saúde dos alunos. </li></ul>
  12. 12. <ul><li>D) Tendo em vista suas observações, bem como uma perspectiva crítica acerca do assunto, que tipo de intervenção caberia a um educador segundo a ótica das ciências sociais? </li></ul><ul><li>Na perspectiva de colaborar para a formação da cidadania dos alunos, apoiados no domínio de conceitos e categorias que possibilitam tal construção, caberia não uma intervenção, mas uma ampliação dessa atividade para outras turmas, como um projeto, em que todos as turmas, de acordo com seu grau de desenvolvimento, pudessem elaborar livros com temas diferentes, com o objetivo de levar à reflexão fatos sociais diversos, inclusive éticos, utilizando a tecnologia para difundir tais reflexões entre outras turmas, através de um jornal, por exemplo. Esse projeto proporcionaria o desenvolvimento não só de conhecimentos curriculares, mas o desenvolvimento da cidadania através da reflexão, utilizando recursos tecnológicos para isso. </li></ul>
  13. 13. ENTREVISTA: PROFESSOR DE INFORMÁTICA EVANDRO DO COLÉGIO SÃO FABIANO <ul><li>Qual a importância para as crianças diante do acervo tecnológico? </li></ul><ul><li>Mostrar a infinidade de possibilidades e benefícios que podem ser adquiridos com o uso consciente das tecnologias. </li></ul>
  14. 14. <ul><li>Qual o papel do professor diante dessas aulas? </li></ul><ul><li>O papel do professor vai muito além do apenas ensinar a usar a tecnologia e sim ensinar a usar de maneira consciente e correta, principalmente no que tange o uso ético dos mesmos. </li></ul>
  15. 15. <ul><li>Qual o objetivo e para que serve essas aulas? </li></ul><ul><li>Além de treinar as habilidades motoras, aulas com a utilização da tecnologia faz o aluno perceber quão valioso pode ser o auxílio das ferramentas tecnológicas para todas as áreas da vida de uma pessoa. </li></ul>
  16. 16. <ul><li>Como trabalhar em escolas que os alunos não possuem esse acervo tecnológico? Eles têm um ensino-aprendizado de caráter formativo e participativo sem eles? </li></ul><ul><li>A tecnologia é o presente e o futuro. Particularmente acho muito difícil o aluno de hoje conseguir uma formação adequada sem ter adquirido habilidades em relação ao uso dessa tecnologia. </li></ul>
  17. 17. <ul><li>Quais atividades podemos trabalhar em sala de aula para os alunos carentes de tecnologia? </li></ul><ul><li>Podemos e devemos introduzir os conceitos básicos de utilização de maneira gradativa, fazendo o uso, por exemplo, de jogos e aplicativos educativos, afinal criança aprende brincando. </li></ul>
  18. 18. FOTOS DA AULA DO PROFESSOR DE INFORMÁTICA EVANDRO DO COLÉGIO SÃO FABIANO
  19. 19. CONCLUSÃO: <ul><li>O papel da escola na sociedade da informação é o de proporcionar a aprendizagem também através da tecnologia, mas não somente por ela. É possível como vimos articular informação (vídeo), reflexão (debate de ideias) e tecnologia (computador) para a construção do conhecimento. Ora, o conhecimento então, gera mudança de hábitos e atitudes, colaborando para que aluno primeiro, possa intervir no próprio modo de agir, para então, como espera o Fundamento das Ciências Sociais, compreender e intervir no mundo. </li></ul>
  20. 20. REFERÊNCIA BIBIOGRÁFICA: <ul><li>http://educador.brasilescola.com/trabalho-docente/midia-impressa-midia-sonora-midia-audiovisual-reconstruindo-.htm </li></ul><ul><li>http://www.anped.org.br/reunioes/31ra/1trabalho/GT16-5005--Int.pdf </li></ul><ul><li>http://dialogica.ufam.edu.br/PDF/no3/Eduardo_Aspectos_da_escrita_na_Historia_da_humanidade.pdf </li></ul><ul><li>http://pt.scribd.com/doc/932715/Historia-da-comunicacao-human1 </li></ul><ul><li>http://www.brasilescola.com/educacao/formacao-formadores-educacao-ambiental-via-modalidade-.htm </li></ul><ul><li>  www.revistaconecta.com.br </li></ul>

×