QUARTO ENCONTRO
13 DE JULHO DE 2013
AGENDA DA MANHÃ
- LEITURA LITERÁRIA.
-RETOMADA DO TRABALHO PESSOAL.
-CONSCIÊNCIA FONOLÓGICA - LEITURA TEÓRICA.
-QUIZ.
-JOG...
LEITURA LITERÁRIA
RESGATE DO TRABALHO
PESSOAL
CONSCIÊNCIA FONOLÓGICA
LEITURA TEÓRICA
ANO 1: O ENSINO DO SISTEMA DE
ESCRITA ALFABÉTICA; POR QUE VALE
A PENA PROMOVER ALGU...
Consciência fonológica: o que é?
É a capacidade de compreender a
maneira pela qual a linguagem oral
pode ser dividida em c...
Assim, o termo consciência fonológica
é definido como sendo a consciência de
que as palavras (oral e escrita) são
constitu...
A natureza e a importância da
consciência fonológica
AS crianças devem entender que aqueles sons
associados às letras são ...
Por que a consciência fonêmica é
tão difícil?
O problema, em grande medida, é que as
pessoas não prestam atenção aos sons
...
Consciência Fonêmica
É importante notar que os fonemas não são
pronunciados na forma de unidades separadas,
quando falamos...
As habilidades de consciência
fonológica são divididas em três
tipos
Consciência da sílaba,
Consciência intrassilábicas (a...
Consciência de palavras
É a capacidade de segmentar a frase em
palavras e, além disso, perceber a relação
entre elas e org...
Consciência da sílaba
A sílaba é formada por um fonema ou
conjunto de fonemas pronunciados em
uma única emissão de som:
Ex...
Consciência silábica
Fazem parte da consciência silábica as
atividades de:
síntese (unir sílabas de modo a formar
palavras...
Consiste na capacidade de analisar os fonemas que
compõem a palavra. Tal capacidade, a mais
refinada da consciência fonoló...
“Crianças muito pequenas desenvolvem conhecimentos
quando estabelecem interações com a linguagem escrita e
com palavras, a...
“Consciência fonológica é um vasto conjunto de habilidades
que nos permitem refletir sobre as partes sonoras das
palavras....
“Estudos
demonstram que não há relação entre o avanço
na hipótese alfabética de escrita e a capacidade
de refletir sobre a...
“Consciência fonológica é a mesma coisa que
método fônico?”
A) VERDADEIRO
B) FALSO
“O desenvolvimento da Consciência
Fonológica ocorre à medida que a criança tem
oportunidades de refletir sobre as formas o...
Jogos de escuta
Os jogos de escuta tem dois propósitos:
1- Familiarizar as crianças com as dinâmicas das
atividades antes de avanças nos j...
Ouvindo sons
Objetivo:
Possibilitar que as crianças explorem sua capacidade
de escuta e pratiquem sua atenção em determina...
VÍDEO: SONS DO COTIDIANO
Jogos com rimas
Este navio está levando um(a)...
Objetivo:
Ensinar as crianças a responderem palavras que
rimam sem qualquer pista de cont...
Consciência silábica
Diferentemente das palavras, as sílabas não têm significado. Por isso,
é provável que as crianças jam...
Batendo palmas para os nomes
Objetivo:
Apresentar às crianças as sílabas de seus próprios
nomes fazendo com que batam palm...
VÍDEO:
AGENDA DA TARDE
- LEITURA LITERÁRIA.
- SISTEMA DE ESCRITA ALFABÉTICA -LEITURA
TEÓRICA.
-CONSCIÊNCIA FONOLÓGICA - LEITURA T...
LEITURA LITERÁRIA
LEITURA TEÓRICA:
UNIDADE 03 – ANO 1: A ESCRITA ALFABÉTICA:
POR QUE ELA É UM SISTEMA NOTACIONAL E NÃO
UM CÓDIGO? COMO AS CR...
APÓS A LEITURA DOS TEXTOS
O GRUPO DEVERÁ PLANEJAR
UMA APRESENTAÇÃO DO TEXTO DESTACANDO
OS PONTOS PRINCIPAIS.
PROPRIEDADES DO SEA
QUE O APRENDIZ PRECISA
RECONSTRUIR PARA SE
TORNAR ALFABETIZADO
(FONTE: MORAIS, 2012).
(ANO1 P.10)
Hipótese Alfabética x aluno
alfabetizado
Devemos estar atentos para o fato de que ter
alcançado uma hipótese alfabética nã...
AVALIAÇÃO
TRABALHO PESSOAL
 Elaborar e aplicar com a turma atividades de consciência
fonológica com os seguintes gêneros textuais:
...
Orientador de Estudos
Fabiana Esteves
Telefones
34558001
93014370
E-mail
claudiofabiana@gmail.com
Blog:
fabianaestevespnai...
Fabi esteves quarto encontro pnaic 13 de julho
Fabi esteves quarto encontro pnaic 13 de julho
Fabi esteves quarto encontro pnaic 13 de julho
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Fabi esteves quarto encontro pnaic 13 de julho

6.638 visualizações

Publicada em

0 comentários
6 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.638
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2.916
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
200
Comentários
0
Gostaram
6
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fabi esteves quarto encontro pnaic 13 de julho

  1. 1. QUARTO ENCONTRO 13 DE JULHO DE 2013
  2. 2. AGENDA DA MANHÃ - LEITURA LITERÁRIA. -RETOMADA DO TRABALHO PESSOAL. -CONSCIÊNCIA FONOLÓGICA - LEITURA TEÓRICA. -QUIZ. -JOGOS. -ESCRITA DOCENTE. - VÍDEO.
  3. 3. LEITURA LITERÁRIA
  4. 4. RESGATE DO TRABALHO PESSOAL
  5. 5. CONSCIÊNCIA FONOLÓGICA LEITURA TEÓRICA ANO 1: O ENSINO DO SISTEMA DE ESCRITA ALFABÉTICA; POR QUE VALE A PENA PROMOVER ALGUMAS HABILIDADES DE CONSCIÊNCIA FONOLÓGICA?
  6. 6. Consciência fonológica: o que é? É a capacidade de compreender a maneira pela qual a linguagem oral pode ser dividida em componentes cada vez menores: sentenças em palavras, palavras em sílabas e sílabas em fonemas. (CARVALHO & ALVAREZ, 2000 e FERREIRO et al., 2003).
  7. 7. Assim, o termo consciência fonológica é definido como sendo a consciência de que as palavras (oral e escrita) são constituídas por diversos sons ou grupos de sons e que elas podem ser segmentadas em unidades menores.
  8. 8. A natureza e a importância da consciência fonológica AS crianças devem entender que aqueles sons associados às letras são os mesmos sons da fala. Para quem já sabe ler e escrever, essa compreensão parece muito básica, quase transparente. No entanto, pesquisas demonstram que a própria noção de que a linguagem falada é composta de sequências desses pequenos sons não surge de forma natural ou fácil em seres humanos.
  9. 9. Por que a consciência fonêmica é tão difícil? O problema, em grande medida, é que as pessoas não prestam atenção aos sons da fala ao produzirem ou escutarem um discurso. A atenção dirige-se ao significado e ao enunciado como um todo Sendo assim, o desafio é encontrar formas de fazer com que as crianças notem os fonemas, descubram sua existência e a possibilidade de separá-los.
  10. 10. Consciência Fonêmica É importante notar que os fonemas não são pronunciados na forma de unidades separadas, quando falamos, fundimos os sons em unidades silábicas. Por exemplo, quando falamos cama em voz alta, não produzimos quatro fones distintos: [k] [ã] [m] [a]. Nossa pronúncia da consoante inicial é influenciada pela vogal, e esta é influenciada pelas consoantes que vem antes e depois dela. É a compreensão do nível fonêmico que ajuda as crianças a entenderem como o alfabeto funciona – uma compreensão que é fundamental para aprender a ler e escrever.
  11. 11. As habilidades de consciência fonológica são divididas em três tipos Consciência da sílaba, Consciência intrassilábicas (aliterações e rimas) Consciência do fonema.
  12. 12. Consciência de palavras É a capacidade de segmentar a frase em palavras e, além disso, perceber a relação entre elas e organizá-las numa sequência que dê sentido. Exercício: contar o número de palavras numa frase, ordenar corretamente uma oração ouvida com palavras desordenadas.
  13. 13. Consciência da sílaba A sílaba é formada por um fonema ou conjunto de fonemas pronunciados em uma única emissão de som: Ex: che-guei; pi-a-da ; trans-por-te; pers-pi-cá-cia; pneu. NÃO há sílaba sem vogal.
  14. 14. Consciência silábica Fazem parte da consciência silábica as atividades de: síntese (unir sílabas de modo a formar palavras); segmentação (separar uma palavra em sílabas), identificação da sílaba inicial, medial ou final, produção de uma palavra com uma dada sílaba, exclusão (retirar uma sílaba da palavra a fim de que outra palavra seja formada) transposição (inverter uma sequência de sílabas para formar uma palavra).
  15. 15. Consiste na capacidade de analisar os fonemas que compõem a palavra. Tal capacidade, a mais refinada da consciência fonológica, é também a última a ser adquirida pela criança. Fonema: menor unidade de som, constituem as pedras fundamentas para a construção da linguagem. Os fonemas são responsáveis pelos diferentes significado das palavras. As vezes são muito sutis: compare /b/ e /p/. Mas tais diferenças produzem distinções profundas nos significados: compare bote com pote. A sensibilidade aos sons dos fonemas precisa ser conquistada conscientemente. Consciência fonêmica
  16. 16. “Crianças muito pequenas desenvolvem conhecimentos quando estabelecem interações com a linguagem escrita e com palavras, antes mesmo de adquirirem o conhecimento de como usar a escrita.” A) SIM B)NÃO
  17. 17. “Consciência fonológica é um vasto conjunto de habilidades que nos permitem refletir sobre as partes sonoras das palavras.” A)SIM B)NÃO
  18. 18. “Estudos demonstram que não há relação entre o avanço na hipótese alfabética de escrita e a capacidade de refletir sobre as partes sonoras das palavras.” A) VERDADEIRO B) FALSO
  19. 19. “Consciência fonológica é a mesma coisa que método fônico?” A) VERDADEIRO B) FALSO
  20. 20. “O desenvolvimento da Consciência Fonológica ocorre à medida que a criança tem oportunidades de refletir sobre as formas orais e escritas das palavras” A) VERDADEIRO B) FALSO
  21. 21. Jogos de escuta
  22. 22. Os jogos de escuta tem dois propósitos: 1- Familiarizar as crianças com as dinâmicas das atividades antes de avanças nos jogos de linguagem. 2- Introduzir o desafio de ouvir com atenção.
  23. 23. Ouvindo sons Objetivo: Possibilitar que as crianças explorem sua capacidade de escuta e pratiquem sua atenção em determinados sons.
  24. 24. VÍDEO: SONS DO COTIDIANO
  25. 25. Jogos com rimas
  26. 26. Este navio está levando um(a)... Objetivo: Ensinar as crianças a responderem palavras que rimam sem qualquer pista de contexto.
  27. 27. Consciência silábica Diferentemente das palavras, as sílabas não têm significado. Por isso, é provável que as crianças jamais as tenham notado ou refletido sobre elas. Mesmo assim as sílabas da língua falada podem ser ouvidas e sentidas: elas correspondem às pulsações de som da voz, bem como aos ciclos de abertura e fechamento das mandíbulas. Ao sugerir este tipo de atividade, o professor deve tomar cuidado para que todas as crianças conheçam as palavras usadas nos jogos, pois é muito difícil lembrar dos sons de uma palavra desconhecida.
  28. 28. Batendo palmas para os nomes Objetivo: Apresentar às crianças as sílabas de seus próprios nomes fazendo com que batam palmas enquanto contam as sílabas.
  29. 29. VÍDEO:
  30. 30. AGENDA DA TARDE - LEITURA LITERÁRIA. - SISTEMA DE ESCRITA ALFABÉTICA -LEITURA TEÓRICA. -CONSCIÊNCIA FONOLÓGICA - LEITURA TEÓRICA. -QUIZ. -JOGOS. -ESCRITA DOCENTE. - VÍDEO.
  31. 31. LEITURA LITERÁRIA
  32. 32. LEITURA TEÓRICA: UNIDADE 03 – ANO 1: A ESCRITA ALFABÉTICA: POR QUE ELA É UM SISTEMA NOTACIONAL E NÃO UM CÓDIGO? COMO AS CRIANÇAS DELA SE APROPRIAM? UNIDADE 03 – ANO 2: A COMPREENSÃO DO SISTEMA DE ESCRITA ALFABÉTICA E A CONSOLIDAÇÃO DA ALFABETIZAÇÃO. UNIDADE 03 – ANO 3: A CONSOLIDAÇÃO DAS CORRESPONDÊNCIAS LETRA-SOM NO ÚLTIMO ANO DO CICLO DE ALFABETIZAÇÃO.
  33. 33. APÓS A LEITURA DOS TEXTOS O GRUPO DEVERÁ PLANEJAR UMA APRESENTAÇÃO DO TEXTO DESTACANDO OS PONTOS PRINCIPAIS.
  34. 34. PROPRIEDADES DO SEA QUE O APRENDIZ PRECISA RECONSTRUIR PARA SE TORNAR ALFABETIZADO (FONTE: MORAIS, 2012). (ANO1 P.10)
  35. 35. Hipótese Alfabética x aluno alfabetizado Devemos estar atentos para o fato de que ter alcançado uma hipótese alfabética não é sinônimo de estar alfabetizado. Se já compreendeu como o SEA funciona, a criança tem agora que dominar as convenções som-grafia de nossa língua. Esse é um aprendizado de tipo não conceitual, que vai requerer um ensino sistemático e repetição, de modo a produzir automatismos. A consolidação da alfabetização, direito de aprendizagem a ser assegurado no segundo e terceiro anos do primeiro ciclo, é o que vai permitir que nossas crianças leiam e produzam textos, com autonomia. (ano 1 p.16)
  36. 36. AVALIAÇÃO
  37. 37. TRABALHO PESSOAL  Elaborar e aplicar com a turma atividades de consciência fonológica com os seguintes gêneros textuais: (Cantiga de roda – Parlenda – Trava-língua – Poesia) (Escrever o relato da aplicação das atividades). Trazer uma das atividades realizadas para troca de experiências.  Realizar o diagnóstico da turma e trazer para apresentação.  Leitura e síntese dos textos: A reinvenção da Alfabetização ( Magda Soares) Como promover o desenvolvimento das habilidades de reflexão fonológica dos alfabetizandos? (Artur Gomes de Morais -Tânia Maria Rios Leite)
  38. 38. Orientador de Estudos Fabiana Esteves Telefones 34558001 93014370 E-mail claudiofabiana@gmail.com Blog: fabianaestevespnaicdc.blogspot.com

×