Parte B - O homem de bem

2.535 visualizações

Publicada em

Material gentilmente cedido pelo expositor Luis Henrique em 21/09/2011.

Publicada em: Espiritual
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.535
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
46
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Parte B - O homem de bem

  1. 1. FEESP – Federação Espírita do Estado de São Paulo 2º ano do curso básico de espiritismo 4ª. feira – 19h30 Expositor: Luís Henrique Data: 21/09/2011 Aula 19 Caracteres do Homem de Bem  Perante a Deus Adora a Deus (L. Adoração) Trabalho constante (L. Trabalho) Multiplica idéias do bem (L. Reprodução) Conserva o que é bom (L. Conservação) Destrói o desnecessário (L. Destruição) Vive bem com o próximo (L. Sociedade) Em constante melhoria (L. Progresso) Valoriza a si e ao próximo (L. Igualdade) Age com responsabilidade (L. Liberdade) Respeita a justiça, ama e respeita, amor age com empatia e pratica a caridade (L. Justiça, Amor e Caridade) Sabe que as coisas materiais não lhe pertencem (é apenas um depositário fiel) sabe que Deus ofereceu e pode tirar Usa (e não abusa) do que lhe é oferecido Tem fé em Deus e no futuro  Perante ao Próximo Faz o bem pelo bem (sem pensar no retorno para si) É bom, humano e benevolente com todos Vê em seu próximo um irmão É indulgente com as fraquezas dos outros (sabe que ele também necessita de indulgencia) Lembra-se sempre das palavras: ‘Aquele que não tiver pecado atire a primeira pedra’ Perdoa e esquece sempre; é indulgente Não vê os defeitos dos outros e nem os coloca em evidência Quando é superior (hierarquicamente) usa de sua autoridade para reerguer o próximo (e não para esmagar) Quando é subalterno, cumpre com alegria e conscientemente o seu dever Respeita os direitos dos semelhantes
  2. 2.  Perante a si mesmo  Se interroga sobre os atos praticados: ‘violei as leis de Deus? ‘fiz tudo o que deveria/poderia ter feito?’ ‘alguém tem algo a reclamar de mim?’  Sacrifica seus interesses  Não tem ódio, rancor ou vingança  Estuda as próprias imperfeições  Não se envaidece  Perante a vida  Aceita as dores e vicissitudes da vida caridade é o seu guia e Jesus como exemplo  É um exemplo vivo dos ensinamentos de Cristo Caracteres do Bom Espírita  Se esforça para ser homem de bem  Desenvolve a inteligência e o sentimento nisto conhecerão todos que sois meus discípulos: se tiverdes amor uns aos outros - João 13:35Conhecimento de Si MesmoSTO AGOSTINHO
  3. 3. Questões reflexivas: I. Perante mim mesmo(a) 1. Analiso meus defeitos e virtudes constantemente? 2. Faço planos para melhorar minha conduta? 3. Fiz todo o bem que podia? 4. Esperei recompensa ao fazer o bem? 5. Fiquei satisfeito ao prestar serviços? 6. Causei inquietação ao outro? 7. Tive desejo de vingança? a. Realizei vingança? 8. Perdoei ou esqueci a ofensa? 9. Lembrei-me apenas dos benefícios que recebi? II. Perante o próximo 1. Coloco-me no lugar do próximo? 2. Procurei primeiro interesse do outro em detrimento do meu interesse? 3. Vejo o próximo como meu irmão(ã)? 4. Respeitei as convicções alheias ou lancei críticas aos que escolheram outros caminhos? 5. Causei prejuízo a outrem com palavras ou pensamentos negativos? 6. Soube pedir perdão? 7. Procurei no outro os seus defeitos? a. Fui indulgente para com as fraquezas alheias? As apontei? 8. Procurei colocar o defeito do outro em evidência? Falei dele aos demais? 9. Procurei atenuar os defeitos do outro? a. Aproveitei ocasiões para ressaltar as qualidades dos outros? III. Perante a Deus 1. Comunico com Deus freqüentemente? 2. Percebo que nada ocorre sem a permissão de Deus? 3. Aceito sua vontade e determinação? 4. Lembrei-me de que serei perdoado conforme perdôo? 5. Pensei que tudo que me foi dado pode ser retirado? 6. Procurei a oração como solução dos problemas trazidos por Deus para meu aperfeiçoamento? IV. Perante a Vida 1. Tenho fé no futuro? 2. Tratei com bondade meus subordinados? 3. Cumpri meus deveres para com os meus superiores?Q. 932 – Por que, no mundo, os maus tem geralmente maior influência sobre os bons?Resp.:É pela fraqueza dos bons; os maus são intransigentes e audaciosos, os bons são tímidos; quando estes últimosquiserem, dominarão. Allan Kardec Livro dos Espíritos - 1857

×